Ir para conteúdo

EasyGoing

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    370
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    356 [ Doar pontos ]

Sobre EasyGoing

  • Data de Nascimento 15-04-1989

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

714 visualizações
  1. Na verdade, estou só a definir concretamente (e correctamente) conceitos para que a discussão seja útil. Lê bem se estou a defender a opinião de A ou de B e se "sabes bem ao que venho". Não tens de te sentir atacado, pois eu não te ataquei.
  2. Na verdade, igualdade é tratar todos por igual. Equidade é que é "adaptar a igualdade" de forma a que todos tenham o mesmo output, independentemente das suas características. Exemplo: Duas pessoas, uma tem 1 metro e a outra 2 metros. Querem ambos um escadote para ver a vizinha boa do outro lado do muro. O muro tem 5,5 metros. Igualdade: cada um recebe um escadote de 4 metros. A pessoa maior está tranquila; a mais pequena só vê tijolo Equidade: a pessoa maior recebe um escadote de 4 metros; a mais pequena recebe um de 5 metros.
  3. Não sei onde viram esse valor mas todos os R&C das empresas cotadas têm o relatório de governo das sociedades onde, entre várias coisas, indicam a remuneração dos órgãos de gestão. Do R&C consolidado 2018/2019 está a seguinte informação (https://files.app.fcporto.pt/docs/4bca3fbe4afe3b21913326edd675aaa4.pdf): Linearizando para 12 meses estas remunerações: PdC: 95.095 Euros por mês Restantes elementos remunerados: 53.433,33 Euros por mês (montantes brutos)
  4. Permitam-me só tecer o seguinte comentário: a vossa discussão nunca vai ter fim porque o conceito de uma pessoa ser presa é diferente de parte a parte. Tu dizes que o objectivo é reabilitar, eles de castigar. Ora, segundo o código penal, as pessoas são presas quando cometem actos puníveis previstos nesse código. Logo, é uma punição, um castigo. É esse o intuito primordial da prisão, não o de reabilitar. Se se deve depois investir na reabilitação de pessoas para voltarem à sociedade? Muito provavelmente. Mas isso é um segundo plano. Acho que o que querem discutir é se os castigos devem ser 100 dias ou 100 anos, morte ou tortura. Não ter a intenção de reabilitar o condenado é indiferente, na minha opinião. Edit: só mais dois pontos: i) a pena de morte em Portugal seria algo inconstitucional - para ser aprovada teríamos de alterar a CRP; ii) já dizia a Lili: estar vivo é o contrário de estar morto - o facto de estar preso uma vida não é sinónimo de lhe retirar a vida, apenas vive a punição que se enquadra face aos actos que cometeu
  5. Trata-se de um nome de família, por isso diz-se conforme a família quer. E já foi várias vezes dito por ele (João) que se diz "Féliks". Portanto é assim que deve ser dito. O Bagão diz que o nome de família dele é "Félis". Por isso se diz dessa forma quando vai falar à televisão.
  6. Também fiz isso para votar este domingo. Na última etapa, depois de confirmares os teus dados, havia uma check box para enviarem o comprovativo para o teu e-mail. Eu recebi o e-mail com comprovativo na hora. Se estiveres com questões o melhor é falar com eles: E-mail: [email protected] Telefone: 808 206 206 Nota: para quem estiver interessado já não dá, penso que as inscrições começaram segunda e terminaram ontem.
×
×
  • Criar Novo...