Ir para conteúdo

Rōnin

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    24.313
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    144 [ Doar pontos ]

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

4.946 visualizações
  1. https://www.gamesradar.com/i-have-seen-death-stranding-at-gamescom-and-i-finally-understand-whats-going-on/ 'I have seen Death Stranding at Gamescom and I finally understand what's going on' 'Death Stranding is a game about walking.'
  2. Estou a falar de stuns, precisas de encher a barrar até os poderes atirar. Contra tanks, usar o pontapé para ganhar distância é uma boa estratégia. Também podes usar um machado para congelar um que não seja elite e depois pontapeá-lo para cima doutros. A cena é que o modo mais difícil força-te a usar tudo o que está disponível. Não basta usares apenas um move ou outro.
  3. Ainda não chegaste ao pior LUL Usa o Atreus como taunt enquanto despachas os dragur mais fracos. Não usei muito stun moves, mas eles são úteis. Podes usar nos tanks e depois atirá-los para o precípio ou então executar os mais fracos para obteres um aoe de fogo.
  4. Ainda vais a tempo de mudar. btw, tentaste atirar os dragur para o precipício no pit? isso ajudou-me bastante quando fiquei preso, demorei uns bons minutos mas tenho ideia que não foi hora e meia
  5. O início é de longe o mais difícil, mas facilita quando receberes novas runes e gear. Irrita-me quando não deixam o jogador escolher livremente o nível de dificuldade, porque os outros modos são demasiado fáceis. O Horizon Zero foi perfeito nesse sentido, já que fui aumentando a dificuldade até estar confortável no Ultra Hard.
  6. Imagina jogar Red Dead com a quantidade de vezes que o jogo te obriga a cavalgar com os controlos do Roach
  7. Roach. Passar do Red Dead para o Witcher 3 foi passar de cavalo para burro, pun intended. Há a cena de ele só ter duas animações a andar: uma a caminhar e outra a correr, não há mais transições o que torna pouco fluído e natural. Sei que existem duas opções para os movimentos, mas ambas têm problemas. Posso estar a soar picuinhas, mas quando olho para o melhor que já joguei na PS4, é um bocado para o medíocre ou abaixo disso. Depois há os bugs que quebram a imersão. Na primeira hora, apanhei o Vesemir a fazer drift de cavalo no estábulo.
  8. O meu problema com o Red Dead nem é o realismo, é mesmo o elemento principal, a pontaria, não funcionar como deve ser. Mas até o Witcher 3 foi aclamado e tem uns controlos sofríveis, por isso cada vez menos entendo destas coisas. Mas é tudo um bocado subjectivo. O hype vem principalmente de ser o primeiro jogo do Kojima depois de ele ter sido despedido pela Konami. Tem vários elementos associados ao Silent Hill, juntamente com o Guillermo del Toro e o Norman Reedus. Em vez disso, temos isto. Existe um culto interessante à volta do trabalho do homem.
  9. o red dead 2 foi aclamado, por isso já nem sei o que esperar não tivesse isto mão do kojima e as reacções seriam quase todas de que se trata de um jogo bizarro com o gajo do walking dead a única esperança é que diz-se que o msg 5 é muito bom de se jogar
  10. isso é específico desse modo, traz variedade ao jogo porque tens que estar sempre atento aos que estão a mudar a cena boa dos bosses é terem checkpoints, se não tivessem, nunca teria acabado o jogo lol
×
×
  • Criar Novo...