Ir para conteúdo

PequenoGenio

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    5.460
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    341 [ Doar pontos ]

Métodos de contacto

  • Website URL
    http://

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

5.111 visualizações
  1. Janeiro/Junho 2024 A FA Cup foi das competições onde mais rodei a equipa e acabou por ser a "mais" fácil de conquistar. Tivemos a sorte também de evitar todos os big boys possíveis. Mesmo assim o facto de rodar a equipa não significa que a conquista da competição não fosse importante para nós. Apenas aproveitamos o facto dos adversários que nos iam calhando permitirem isso. Por sua vez na EFL Cup, após um passeio nas meias-finais contra um surpreendente Norwich, precisamos de tempo-extra para levar os "Cerejas" de vencidos. O que tornou a conquista ainda mais saborosa. A causa do jogo ter sido levado para prolongamento foi mais mérito do adversário do que outra coisa. Foi preciso o herói Salah tirar um coelho da cartola para conseguir-mos vencer. A nossa grande conquista do ano sem dúvida. Tivemos que usar os nossos melhores jogadores em todos os jogos pois aqui não existem adversários fáceis. Após eliminarmos o Real Madrid, equipa que tem aos poucos tentado voltar à ribalta mas que está com claras dificuldades uma vez que vendeu os seus jogadores mais promissores e não tem feito as contratações certas para os levar de volta àquilo que já foram, voltamos a apanhar o Atlético e desta feita não facilitamos ao contrario do que havíamos feito na fase de grupos e passamos tranquilamente às meias-finais. Nas meias mostramos ter mais experiências que os Red Devils e carimbamos assim a passagem à final da Champions, final essa 100% inglesa e que tinha tudo para ser um grande jogo de futebol.. Só que não... Ambos entramos a medo, sem querer errar e o jogo foi aborrecido. Apenas o golo do Salah mexeu com o marasmo que se apoderou de toda a gente. Ainda assim o que conta foi mesmo a vitória e essa ninguém nos tira. Individualmente apenas Alisson e VVD se destacaram sendo inclusive considerados os melhores da sua posição na prova, mas a diferença foi mesmo no colectivo onde aí somos melhores que todos os outros. Prova disso é que colocamos 6 jogadores no melhor 11 da competição. Lá repetimos o feito da temporada passada: terminar a época sem derrotas mas com três diferenças: marcamos mais, sofremos mais e empatamos mais. Isto pode ser devido a ter rodado mais a equipa de forma a ter toda a gente fresca para a Champions mas mesmo perdendo mais pontos que no ano passado fico feliz por ver os jovens que coloquei em campo a corresponderem às minhas expectativas, acumulando experiência que lhes será vital para as épocas vindouras. Obviamente uma temporada assim tem que trazer consigo prémios e mais uma vez é o Deus Egípcio Salah que vai carregado: PFA e FWA pelo segundo ano consecutivo. Mané foi o segundo melhor marcador, Traoré foi o melhor jogador jovem do ano (totalmente merecido. Nem eu esperava que ele tivesse o impacto que teve quando o contratei) e Alisson o terceiro melhor guarda-redes. Além de eu ter vencido novamente o prémio de melhor treinador do ano, colocamos 7(!) jogadores nossos na equipa do ano. VVD fez uma segunda metade memorável e terminou a época com quase tantos golos como o Kane e com menos jogos. Além de defender muito bem, nas bolas paradas ofensivas era a nossa arma secreta. Desbloqueamos muitos jogos graças aos seus golos. Podia ainda destacar o Traoré, Salah, Mané e o Palacios mas quem merece uma nota é mesmo Cristiano Ronaldo. Uma lenda que se irá retirar no final da época. Não havia mesmo melhor forma de terminar a sua carreira. Para o ano cá estaremos, a cumprir o meu ultimo ano de contrato e a tentar repetir tudo juntando ainda o Campeonato do Mundo de Clubes.
  2. Claramente é visível que os golden years de alguns jogadores estão a chegar ao fim mas então houver combustível para carburar estamos cá para competir e bater recordes. Se não fosse o brexit a equipa já podia ser mais jovem porque alguns do que contratei já têm qualidade para terem minutos, como é o exemplo do Jorge, mas devido às regras isso não tem sido possível. Sim claramente. em alguns jogos podiam e deviam ser resultados mais dilatados. Faço minhas as tuas palavras.
  3. Agosto/Dezembro 2023 Depois da vitória frente ao City para a Supertaça Inglesa, tínhamos mais uma Supertaça para conquistar. Desta feita era a Europeia, frente ao outrora todo-poderoso Real Madrid. Pese embora o nosso domínio em termos de nº, não foi o nosso melhor jogo, ou melhor, não foi um bom jogo para ninguém . Mesmo assim lá conseguimos trazer mais um caneco num jogo, repito, sem grande história. Calhamos em sorte num grupo onde 3 equipas iriam lutar pelo apuramento até ao fim. Daqui apenas o AEK era carta fora do baralho. No entanto apenas contra o Atlético coloquei o melhor 11 em campo. Nos restantes jogos dei tempo de jogo às chamadas "segundas-linhas" e conseguimos o principal objectivo que era a qualificação apara a fase seguinte em 1º lugar. Em sorte calhou-nos o Real Madrid pelo que espero repetir o resultado da Supertaça Europeia. Mais uma competição onde os menos utilizados vão mostrando o que valem e embora as vitórias sejam magras e sofridas tenho ficado contente com aquilo que, principalmente os mais jovens, fazem dentro das 4 linhas mesmo jogando menos vezes/tempo. É continuar assim que reconquistamos o troféu. Não há grande diferença entre o ano passado e este a não ser que o City está muito mais colado e que apenas perdeu uma vez. Começamos por "esmagar" o United e pelo meio atropelamos Southampton e o West Ham. Depois disso vieram os jogos à italiana onde é muito complicado entrar e criar verdadeiras oportunidades de golo. Posso voltar a fazer uma época sem derrotas mas temos tido muito mais dificuldades em marcar o que já eleva o grau de dificuldade da minha tarefa. No final de Dezembro/inicio de Janeiro existe sempre a oportunidade de melhorar/reforçar a equipa. Desta feita saí um pouco dessa linha e o que fiz foi contratar um bando de jovens de elevado potencial e depois emprestá-los para que jogassem. Além disso procurei também fazer dinheiro capitalizando o interesse em alguns dos nossos jovens. Tendo com conta o potencial de cada jogador que saiu posso dizer que não estava à espera de fazer tanto dinheiro com apenas um jogador. Depois foi tempo de receber jovens que já nos estavam apalavrados há já algum tempo: o central Argentino Marcelo Chávez, o prodígio belga Dubois sendo que ele já estava contratado antes da minha chegada ao clube. Comprámos também uma pérola espanhola chamada Ibon Delgado e por fim, numa tentativa de valorização trouxemos o sueco Jonas. Apenas o belga ficou cá pois foi o unico que conseguiu licença de trabalho. Todos os outros tiveram de ser emprestados para terem tempo de jogo. Optei por um clube satélite com boas condições para que o seu crescimento não fique comprometido. Com o fim do ano chega também a altura de saber quem são os melhores dos melhores e claro que os meus jogadores tinham de lá estar!!! Começamos por colocar 6 jogadores nossos na Equipa do Ano, Alisson foi o melhor do ano. Depois vieram os prémios para Salah e Mané. Salah conquistou o Melhor Jogador Africano do Ano, venceu a Bola D'Ouro e o Mané foi terceiro, o mesmo aconteceu nos prémios da Revista World Soccer one Salah venceu e Mané foi terceiro. Para a FIFA, Salah voltou a vencer mas Mané desta feita foi considerado o segundo melhor. Dias mais tarde a CAF dava um prémio a três jogadores nossos. Embora menos goleadores que no ano passado continuamos a ser talvez a equipa mais completa do mundo com dois jogadores de grande qualidade por posição e cheios de jovens promessas que crescem a olhos vistos. Traoré é que tem sido a grande surpresa. Pegou de estava e reclamou um lugar no meio campo apenas para si.
  4. Até ao final da época fico depois vejo como anda o mercado...
  5. Começa até a ser aborrecido mas i don't care
  6. Apresentação do Plantel Época 2023/2024 E cá estamos nós para mais uma época. Vittorio Muroya é agora um jovem treinador com 23 anos totalmente formado e com ideias bem claras sobre o que quer de uma equipa e para o futuro da mesma. Logo após o final da época analisou ao pormenor onde poderia melhorar a equipa e de que forma o poderia fazer. E deu-lhe forte no mercado para dessa forma ter a equipa que quer. Quer no imediato quer para o futuro, pois o objectivo principal foi rejuvenescer um pouco a equipa mas existem oportunidades que só aparecem uma vez e que um clube como o nosso não podia deixar passar. Aqui vou vos mostrar um a um os reforços para as equipas jovens e os restantes serão apresentados juntamente com o resto da equipa. Tal como referi acima, nas saídas procurei limpar pesos "mortos", jogadores "velhos" e ainda jogadores com os quais poderia lucrar com o interesse que havia neles para reforçar a equipa. Disclaimer: O valor dos jogadores começa a inflacionar e de que maneira, principalmente os jogadores ingleses. Giraud | Mayembe | Duval | Cherif | Noah | Serrão | Uriel | Meregalli Os miúdos acima foram contratados e enviados para a equipa B/emprestados para se desenvolverem e das duas uma: ou ganham lugar no plantel ou dão lucro ao clube. Passemos agora à apresentação daquela que será a nossa equipa para 23/24: 1 - Alisson 13 - Zoran Gacic É fácil de perceber quem será o titular na nossa baliza mas devo dizer que podemos ter pago muito por um jogador de 18 anos mas também tenho a certeza que será capaz de aprender muito com o brasileiro e vai seguir as suas pisadas nas balizas de Anfield Road. 66 - TAA 2 - Ki-Jana Hoever Estamos muito bem servidos para o lado direito da defesa. Se para titular temos aquele que para mim é o melhor defesa direito do mundo, no banco temos outro jogador da casa de imensa qualidade. 26 - Robertson 18 - Grimaldo Mais dois grandes jogadores em que ambos merecem a titularidade mas é aqui que mais dores de cabeça tenho para escolher o titular pois são ambos muito bons. Grimaldo peca apenas por ter mais problemas físicos mas é uma posição onde haverá grande luta para titularidade. 4 - VvD 12 - Joe Gomez 6 - Armini 5 - Solet A dupla central da nossa defesa tem um elemento residente, elemento esse que do alto dos seus 32 anos continua a ser o melhor. Virgil tem sido um jogador muito importante na nossa estrutura pois tem sido fundamental dentro de campo mas também fora dele já que ajudou no crescimento do Gomez e do Solet. Este ano a luta pela parceria com VvD será entre eles dois mas o mais recente reforço também terá uma palavra a dizer. Este ano ainda será uma época de aprendizagem para o italiano mas com certeza que terá muitas oportunidades de mostrar o porquê de o Liverpool ter largados 60 milhoes para garantir os seus serviços. 20 - Tonali 15 - Camavinga Não olhem muito para o nome da posição pois quem joga aqui tem muita classe. Mais uma luta de "titãs" pela titularidade pois temos dois jovens de grande gabarito. Depois de ambos terem tido uma época de adaptação está na hora de se afirmarem com a camisola dos Reds. 30 - Bentancur 33 - Bellingham O uruguaio é o titular mas terá que dar da perna se o quiser continuar a ser pois a nossa contratação record quer justificar aquilo que pagamos por ele. São ambos jogadores muito versáteis e que encaixam perfeitamente naquilo que eu quero para a posição. 8 - Hamed Junior 34 - Palacios De Itália chegou o nosso titular para esta posição. Já esteve para ser contratado no ano passado mas o agora despromovido Sassuolo pedia mais de 100 milhões por ele. Conseguimos os seus serviços este ano por metade do preço. Para lhe dar concorrência temos aquele que para mim foi a grande surpresa da temporada passada: Palacios. O argentino esteve para ser vendido ou emprestado mas foi ficando, foi jogando e foi me encantando com as suas performances. Tanto encantou que merece a minha confiança para este ano. 11 - Salah 99 - Messi 14 - Jorge É que nem tenho palavras.... Salah é dono do lugar mas temos Messi meus amigos. E temos também um futuro Messi. Jorge só tem que aproveitar para aprender tudo o que puder com os outros dois pois tem tudo para ser uma super-estrela. Para já fica a treinar com os mais velhos e vai jogando pelos mais novos mas conto em lhe dar umas oportunidades. Isto se ele as merecer. 10 - Sadio Mané 7 - CR7 35 - Curtis Jones Mudamos da direita para a esquerda mas a história é a mesma... Speechless!! A única diferença é que o aprendiz é um miúdo da casa, mais velho que o Jorge mas com muito ainda para a prender com o Mané e com o Ronaldo. De forma a não estar muito tempo sem jogar, o Jones vai jogando pelos sub-23. 17 - Harry Kane 19 - Ryan Brewster 9 - João Caldas Kane, como é óbvio é dono e senhor do lugar. Além de marcar golos tem como missão ajudar os seus dois rivais pela titularidade. Um é o Ryan, prata da casa, que quer aproveitar a saída de Bobby Firmino para finalmente mostrar o seu talento. Caldas é um miúdo que está cá desde 2021, proveniente do Gil Vicente e que terá este ano a sua primeira oportunidade na equipa A. Isto depois de ter estado uma época emprestado ao Charlton onde em 42 jogos fez 8 golos e 3 assistências. A ver vamos se confirma aquilo que se diz dele. E começamos já a todo o gás com a partida frente ao City. Estava em disputa a Supertaça Inglesa e não deixamos os créditos por mãos alheias. Não se deixem enganar pelos números pois fazem parecer com que tenha sido um jogo equilibrado quando na verdade todas as acções mais importantes e mais perigosas foram nossas. A única oportunidade clara que o City teve foi proveniente de um mau alivio nosso do seguimento de um livre, que Sancho quase aproveitava para inaugurar o marcador. Tirando isso não fizeram mais grande coisa a não ser ver o Liverpool a levantar mais um troféu.
  7. Obrigado aos três. Os objectivos passam mesmo por vencer a Champions e repetir as conquistas da época passada. Sem derrotas? Também era giro mas a carga da LE é bem diferente da Champions League.
  8. Março a Maio 2023 Caminho foi sempre complicado para chegar a esta final... Frente a um motivo Chelsea necessitamos de penaltis para os levar de vencidos e frente ao United foi com muita dificuldade que os vencemos nos 90 minutos. Foram muitos jogos e a equipa começou a acusar o cansaço. Na final o modesto Watford, com um Trincão em grande forma, nunca foi adversário para nós e nunca se mostrou à altura da ocasião. O resultado acaba até por ser lisonjeiro para eles tal o nosso volume ofensivo. A minha primeira grande competição internacional. Não tivemos tantas facilidades como tivemos na fase de grupos. Aliás o surpreendente Norwich foi um forte opositor e quase causava surpresa. No entanto acabamos por levar a melhor e quando apanhamos a primeira equipa de "nome" tratamos logo de tudo na primeira mão de forma a não nos ter de preocupar mais com o jogo. A final foi desbloqueada assim que fizemos o primeiro golo. Depois disso o Genk tentou reagir e nos soubemos aproveitar os espaços que nos eram concedidos. Destaque ainda para o Grimaldo e para o Tonali que figuraram no top3 de melhor jogadores da competição. Colocamos também 3 jogadores na equipa do ano da LE. Que sufoco!!! Custou e tive de espremer os jogadores ao máximo mas lá conseguimos imitar a vida real dos Reds. Época imaculada onde perdemos pontos apenas por três vezes e fomos verdadeiramente uma muralha intransponível. Aliás, o Alisson bateu mesmo o record de menos golos sofridos e foi considerado o melhor guarda redes do ano. E houve quase de tudo nestes três meses, desde vitórias gordas, passando por jogos inesquecíveis (5-3 frente ao Bournemouth) e jogos onde a vitória foi injusta, terminando em vitórias arrancadas a ferros. Uma época assim só pode significar prémios e claro que o melhor treinador do ano teve de vir para mim. Além disso Salah foi o grande nome do ano... Ele foi o segundo melhor marcador da liga, melhor jogador para os jornalistas e para os seus colega de profissão. Bateu também o record de classificação média da Premier League. Ainda houve mais dois prémios, um individual para o Trent, que foi considerado o melhor jovem e 9(!) jogadores nossos figuram na equipa do ano!!! What a year!!!!!! Como já tinha dito foi mesmo uma época memorável. Acho que não podia pedir mais a estes homens. Alisson bateu mais um record ao fazer 39 jogos sem sofrer golos. E sempre ao mais alto nível!! Salah embora fora da Champions ainda foi considerado o 3º Melhor Jogador a atuar na Europa. Agora é tempo de descansar e pensar o que fazer para manter estes Reds competitivos.
  9. E foi muito por culpa nossa que deu trabalho. Boring é favor mas é sempre complicao manter a invencibilidade. De 19 passei para 16 na avaliação da Direcção!! por causa disso!
  10. Janeiro/Fevereiro 2023 O mercado reabriu e confesso que não iam haver mexidas mas eis que me lembrei que haviam alguns contratos a terminar e que podia fazer alguns negócios bons financeiramente para o clube. O capitão Jordan forçou a saída e em final de contrato o melhor foi mesmo capitalizar o interesse que havia nele antes que saísse para algum dos nossos rivais e a custo zero. Além dele foram embora do clube alguns miúdos que nunca iriam conseguir jogar na equipa principal. Nas entradas, trouxemos apenas quatro jovens que estavam sem contrato e que nos podem no futuro render una trocos. Trouxemos dois americanos, o Mecham e o Aaron. Contratamos ainda o paraguaio Fleitas e o ganês Amamoo. Nenhum deles tem nível para a primeira equipa mas por vezes são feitas contratações com o único intuito de ter lucro, o que será o caso, espero eu, com estes miúdos. Na FA Cup conseguimos já o apuramento para as meias finais da mesma. Dois jogos com dois meses de diferença, com as mesmas pessoas no estádio e com o mesmo desfecho dentro das quatro linhas embora o jogo frente ao Peterborough tenha sido mais complicado pois jogaram os 90' à defesa. Frente ao Tottenham conseguimos uma vitória tranquila num jogo onde nunca fomos verdadeiramente postos à prova. Somos oficialmente os carrascos do Tottenham.. Mais uma competição a eliminar mais uma eliminação às nossas mãos. Mais uma vezes mostramos o porquê de estarmos ainda invictos e conseguimos a qualificação para a final onde o Chelsea , apenas em cima do apito final nos conseguiu fazer mossa mas já era tarde para ma reacção e conseguimos trazer mais uma caneco para o museu!!!! Devido ao Campeonato do Mundo ter sido no inverno, temos agora maratonas de jogos até ao final da época. E se a qualificação para as fases finais das outras competições trazem prestigio, trazem também cansaço e congestionamento de calendários. Mas mesmo assim, continuamos sem perder embora o nosso vizinho tenha sido o primeiro a nos roubar pontos. Um jogo em atraso e 13 pontos de vantagem: acho que o título já ninguém nos tira. Nem uma hecatombe nos tira do primeiro lugar acho eu. Salah continua a ser o nosso Deus mas Mané e Kane também vão fazendo a sua parte. Sozinhos os três são responsáveis por 61 golos!!!! A desilusão tem sido o Firmino. Não sei se a idade já vai pesando mas a verdade é que não tem sido "O" Firmino.
  11. Obrigado aos dois... Confesso que até se torna monótono., mas não há muito que possa fazer. Abraço
  12. Outubro/Dezembro 2022 A Liga Europa serviu basicamente para rodar a equipa e dar minutos aos "menos" utilizados. No entanto isso não quer dizer que a nossa equipa encare esta competição com menos seriedade do que o esperado, pelo contrário. E estes resultados são a prova disso. Fase de grupos imaculada e com apenas um golo sofrido mostram bem o passeio que foi a nossa fase de grupos. A direcção espera que a equipa vença esta competição e nós temos também essa vontade. Nem o facto de jogar fora de casa fez com que a nossa equipa tirasse o pé do acelerador. Cilindramos os hammers de forma a não haver duvidas sobre quem deveria ser o vencedor deste jogo!!!! Foi um jogo onde o Magno aproveitou para mostrar serviço e onde aproveitei para estrear o miúdo Zeki Kevan. Na FA Cup, já com toda a gente com o pensamento na passagem de ano fomos a casa do Shrewsbury vencer, confortavelmente e com bastante facilidade. Faltaram apenas mais golos para que o resultado fosse o reflexo da nossa exibição. "Is this real life or is just..FM?" O jogo aqui está a ser tal e qual como a realidade. Completamente dominadores a toda a linha e sem dar hipóteses à concorrência. O facto de em Novembro decorrer o Campeonato do Mundo fez com que a equipa jogasse um pouco a "medo" pois ninguém queria ficar fora de jogo. Mesmo assim vencemos todos os jogos e a única novidade é mesmo é termos sofrido mais um golo!!!!! Se continuarmos assim não vejo porque não consigamos fazer uma temporada sem derrotas mas o melhor é mesmo ir jogo a jogo. SALAH!!!!!!!!! Basicamente é ele e mais dez... Bentancur tem também sido uma agradável surpresa. Boas noticias para todos é que Mané e Grimaldo já não querem sair o que só pode querer dizer mais e melhores exibições com a nossa camisola!!!! Dezembro é tempo de Natal e de festa mas também é tempo dos primeiros relatórios sobre aquilo que posso esperar da nossa nova fornada de jovens jogadores. Será que vamos ter mais um TAA a caminho? Dezembro é também sinonimo de galas de prémios e estando num clube como o Liverpool temos de estar sempre à espera de ver jogadores nossos a trazer alguns troféus individuais para casa. E trouxemos. Muitos... Ora vejam: - 2º e 3º classificado no Jogador Mundial do Ano; - 2º e 3º classificado na Bola D'Ouro; - Melhor Jogador FIFA; - 1º e 3º classificado no Jogador Africano do Ano; - Quatro jogadores na Equipa do Ano e um nos suplentes dessa mesma equipa; - Melhor Guarda-Redes do ano; - Melhor Jogador Africano.
  13. Obrigado aos cinco. A verdade é que com uma equipa deste calibre difícil seria fazer pior. Contudo há sempre espaço para melhorias... Tudo bem que temos o Alisson na baliza mas quem está frente a ele deveria ser mais eficaz a eliminar o perigo. Abraços a todos e obrigado por acompanharem
×
×
  • Criar Novo...