Ir para conteúdo

Sandes.

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    7.568
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    191 [ Doar pontos ]

Sobre Sandes.

  • Rank
    -
  • Data de Nascimento 02-11-1993

Métodos de contacto

  • Website URL
    http://

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Origem
    Paredes

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Independentemente se contou como interino ou não, foi um erro despedir o Keizer sem ter alguem decente para ocupar o seu lugar. Os resultados do Pontes falam por si.
  2. Se andássemos a ganhar 5-0 ao Benfica mas com adeptos a dar coça nos jogadores dia sim dia não, era um espectáculo
  3. Sandes.

    Vida no estrangeiro

    Londres é moda Manchester é f*da
  4. Consegues dizer-me quais foram os passos tomados para tratar o seu caso de toxicodependencia? Achas que ele nasceu destinado para ser uma pessoa assim ou foi produto do seu ambiente e agora ja' e' tarde demais para o "normalizar"? Eu nao sou capaz de dizer que ele (ou outro homicida qualquer) possa ou nao ser reabilitado, mas penso que enquanto sociedade devemos tentar olhar para estes casos e tentar resolve-los, meter numa cela e deitar a chave fora nao e' um caminho que leve a uma solucao para individuos perturbados.
  5. Obrigado pelo contributo! Para mim o que realmente deve ser debatido e' a importancia da punicao, a forma como e' feita, e as consequencias que ela tera' na vida do individuo e na sua contribuicao 'a sociedade. Obviamente que a discussao sobre a justificacao da punicao e o seu nivel "adequado" e' um discussao com muito pano para mangas. Nem e' bem uma discussao legal por si so', mas sim filosofica, pois e' algo que se arrasta a todas as sociedades e legislaturas. Bold: Ha' diferencas ate' a nivel legal. Mas se comparares dois homicidios premeditados, achas que seria "justo" condenar alguem que mate o Breivik a prisao perpetua? E se em vez do Breivik fosse um teu ente querido? Como julgarias a justica a ser aplicada nesse caso? Como deste o exemplo de alguem que ainda tinha a vida pela frente, achas que a pena devia ser diferente se alguem matasse um velhote de 90 anos? Italico: Essas sessoes de playtime e droga que quer seria igual se nao fosse solto. Muitos criminosos que se habituam 'a vida na prisao ate' acabam por preferir a vida la' dentro do que ca' fora. Estudos (na Suecia) provam que um ex presidiario tem uma taxa de suicidio 18x maior que a populacao global (isto se interpretei bem os resultados). Neste sentido ate' estarias a fazer um favor ao presidario a mante-lo la' mais uns anitos, nao?
  6. Mas tu dizes que ninguem tem o direito de tirar a vida a outra pessoa, mas no entanto pensas que a solucao para isso e' tirar a vida a quem tirou a vida. Se nao tens o intuito de reabilitar essa pessoa, o que estas a fazer e' um homicio tambem com mais alguns passos. Isso e, caso seja uma pessoa completamente perturbada, arriscas-te que essa pessoa influencione mais algumas la' dentro para fazerem m*rda quando sairem.
  7. La' esta', isso nao e' justica, e' vinganca. O vazio sentido por essas pessoas nao se vai preencher porque outra pessoa esta a passar pelo mesmo. Ao por a pessoa em prisao prepetua, nao estas tambem a roubar a vida a essa pessoa?
  8. Ricardo, eu sei que a tua situação é particular e não quero de forma alguma ofender-te no que vou dizer. O que eu acredito é que prisão perpétua sem hipóteses de haver liberdade condicional é macabro. Na verdade, se prendes alguém sem o intuito de reabilitar e apenas manter na prisão para o resto da vida, apenas estás a provocar o sofrimento dessa pessoa sem mais nenhum intuito que não a vingança. E vingança não é justiça. Agora, empteemos de alternativas tanto à prisão perpétua como à pena máxima, das duas uma: acreditando que realmente é um indivíduo perturbado que tudo indica que vai matar outra vez, ou acreditas na pena de morte (a life for a life) - que eu não defendo, mas acho mais lógico que prisão perpétua - ou defendes a institucionalização desses indivíduos com profissionais que podem analisar o seu perfil e tentar resolver qualquer problema mental que possam ter. O problema da prisão "normal" é que se espera que o pessoal se trate sozinho, e claramente que isso só faz pior.
  9. Eu estava só a dizer isso porque disseram que o ventura não disse nenhuma mentira no prós e contras...e o gajo queixou-se que ninguém falava da extrema esquerda como o BE e o Livre.... Mas adiante, eu acho que o Pctp anda ali pertinho do extremismo
  10. Ui se trocassem sociologia por jornalismo já estavam a mostrar demasiado a mão.
  11. Se o André ventura não disse mentira nenhuma...O BE é de extrema esquerda?
  12. A gaguez é muito influenciada pela pressão existente na situação. Também pela linguagem usada: se falar em inglês é possível que gagueje menos por exemplo
  13. Isto é como a situação do Costa com o velhote. Uma figura de estado não representa só a si própria, representa as ideias do seu partido e a vontade dos seus eleitores. É preciso ter a postura certa e saber quando é que se deve reagir mais defensivamente ou não. Achas que faz sentido queixar-se do "tu"?
×
×
  • Criar Novo...