Ir para conteúdo

Moss

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    1.880
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    237 [ Doar pontos ]

Métodos de contacto

  • Website URL
    http://

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

1.647 visualizações
  1. Este tópico está protegido por uma palavra-passe!
    Deverá introduzir a palavra-passe correta para desbloquear o tópico. Por favor certifique-se que tem a funcionalidade de cookies seguros ativa no seu browser.
  2. Este tópico está protegido por uma palavra-passe!
    Deverá introduzir a palavra-passe correta para desbloquear o tópico. Por favor certifique-se que tem a funcionalidade de cookies seguros ativa no seu browser.
  3. A jornalista Fernanda Câncio publicou, na passada quarta-feira, um texto no seu blog, “Jugular”, acerca da polémica “guerra de palavras” em que se envolveu com o rapper Valete. A jornalista começa por admitir que, depois de refletir bastante, chegou à conclusão de que “é imperativo, ético e até um dever cívico” escrever sobre o assunto. Através do texto Valete e a ‘pide feminista’: uma fábula sobre a liberdade de expressão, a jornalista acusa o músico de ameaçá-la, através da troca de SMS, afirmando mesmo que “não o denunciar seria tornar-me cúmplice desta fraude”. Tudo começou há cerca de um mês quando Valete publicou uma nova música, no seu canal de Youtube, intitulada “BFF”. Apesar de Valete ser um dos nomes mais conhecidos do rap português, e de não ser surpresa que os comentários não iam tardar a chegar, a polémica instaurou-se quando os comentários se dividiam entre mensagens de apoio e mensagens que acusavam a música de ser um incentivo à violência. Mas os comentários não foram deixados ‘apenas’ por fãs mas também por personalidades como a cantora Sónia Tavares e o comediante Diogo Faro. A crescente discussão levou à entrevista Valete. O rapper, a adúltera, a caçadeira e a 'pide feminista, publicada a 18 de setembro, terça-feira, no jornal Diário de Notícias. Foi no sábado seguinte que a jornalista disse ter recebido a primeira ameaça. No seu blog, admite que o artista a aconselhou a “conter-se” no twitter, acusando-a de estar “numa intifada anti-valete”. Uma das mensagens enviadas por Valete dizia, segundo a publicação, “garanto-te que não queres comprar esta guerra”. Ao jornal Observador, Valete não negou o envio destas mensagens, mas deu mais detalhes, dizendo que a “guerra” a que se referia era uma guerra de palavras. Fernanda Câncio terá respondido à mensagem, “dizendo que nada do que escrevera no twitter era novo em relação ao que lhe dissera pessoalmente: durante a conversa que tivemos dei-lhe a minha opinião sobre a música e o vídeo, tal como depois da publicação ele me disse que não tinha gostado do artigo. Toda a conversa até essa mensagem na madrugada de sábado tinha sido cordata, entre duas pessoas com opiniões diferentes mas que falam civilizadamente uma com a outra – o normal, portanto. Tinha-lhe até falado de um filme de Kurosawa, "Rashômon", em que um homicídio é narrado das perspectivas de todos os intervenientes e testemunhas, porque me pareceu que algo do tipo podia ser uma saída para o sarilho em que ele se tinha metido”.Após a jornalista lhe ter respondido, Valete terá ainda enviado outra mensagem na qual lhe dizia que não a ia “avisar segunda vez”. A jornalista acusa ainda o músico de não conseguir “lidar” com a liberdade de expressão “se usada para criticar essa obra”, apesar de reivindicar a sua liberdade de expressão através da música BFF. Fernanda Câncio não voltou a falar com Valete depois de este lhe dizer: “se vacilares vou-te provar bem rápido que não ameaço em vão. Assunto encerrado”. Recebeu ainda um link do cantor com um post do facebook em que alguém que se identificava como mulher, acusava as mulheres “como eu, que consideram que a música e o vídeo do Valete reiteram estereótipos de género e o discurso da misoginia (que aliás se encontra noutras criações dele, como ‘Não Te Adaptes’) e banalizam a violência sobre as mulheres, de serem pseudo feministas”. E enquanto Fernanda Câncio pensava no que devia fazer quanto ao assunto, “a discussão pública continuou”. Valete, que entretanto já tinha justificado que a música era apenas “uma boa história, nada mais”, acrescentando que “decretaram agora não se pode fazer filmes com violência e que não se pode fazer arte sem mensagem. Como fiz em toda a minha vida, contei uma boa história”, foi criticado também por um dos líderes do SOS Racismo, Mamadou Ba, que disse que “’fazer arte sem mensagem’ sobre a violência doméstica é, sim, inaceitável. Não se trata de decreto nenhum, nem de juízo de uma minoria que não percebe do processo criativo do rap. É uma posição de princípio que vincula a criação artística à responsabilidade cidadã e ao compromisso político”. Na sua publicação, a jornalista fala ainda de outro caso. Um casal que recebeu mensagens ameaçadoras de alguém que “aparentemente é valete, através da sua conta de instagram”. Nas mensagens que o casal recebeu, e que estão a circular nas redes sociais, podem ler-se coisas como “’Vou-te dar 2 cabeçadas para aprenderes a não ser espertinho” ou “só para avisar que o teu marido foi desrespeitoso em relação a mim. Ainda esta semana vou ter com ele e vou-lhe dar nos cornos”. A jornalista, que diz ter falado com o casal, admite no blog que o casal está a pensar apresentar queixa. A jornalista termina a sua publicação admitindo que “até simpatizou” com o rapper, com quem esteve a falar “de forma cordata” quando o entrevistou. “Sei que não posso admitir que alguém com esta dimensão pública, alguém que é visto como um role model por muitos jovens e menos jovens, que passa por um 'rapper consciente' e com 'preocupações sociais' e até por um 'intelectual', ache que pode tentar reduzir pessoas ao silêncio com ameaças de mafioso enquanto faz de conta que é um grande defensor da liberdade de expressão“, escreve. SOL
  4. Ângelo Rodrigues: "Prognóstico reservado" após choque séptico Ator está nos cuidados intensivos do Hospital Garcia da Horta. Já foi sujeito a três intervenções cirúrgicas. "Estável, mas com prognóstico reservado." É assim que Ângelo Rodrigues se encontra esta quarta-feira ao final da tarde. Fonte próxima do ator confirmou ao JN que o ator, de 31 anos, foi submetido a três cirurgias na sequência de um choque séptico "para limpar toda a bactéria", mantendo-se nos cuidados intensivos do Hospital Garcia da Horta, em Almada. O ator deu entrada na unidade hospitalar, que é próxima da Charneca da Caparica, onde vive, na segunda-feira com um quadro de infeção generalizada que se confirmou ser uma septicemia. Teve posteriormente uma paragem cardíaca revertida pelos médicos. A falência de um rim tem obrigado a fazer hemodiálise. A toma de injeções de testosterona nos glúteos tem sido apontada como a causa da sepses (o que pode acontecer), mas, ao JN, um amigo conta que "não é garantido que tenha sido isso a causa". No hospital, Ângelo conta com a presença da mãe e da irmã. E nas redes sociais são muitas as manifestações de apoio de fãs e colegas de profissão. A SIC, estação para a qual o artista trabalha desde 2010, também declarou que está a acompanhar "de perto a evolução do estado clínico do Ângelo, com a preocupação e o recato que a situação exige e com a firme esperança de que recupere bem e rapidamente". Ao contrário do que está a ser veiculado na imprensa nacional ao final da tarde, o galã das novelas não piorou, encontrando-se num estado estável, mas ainda grave, sem alterações de maior. Atualmente, podemos vê-lo como Bruno na série "Golpe de sorte". A personagem também vai correr risco de vida, após descobrir que tem hepatite autoimune. Na ficção, quase como ironia, terá que fazer hemodiálise, e o guião dita que precisa de um transplante para se salvar. JN
  5. Universal Champion Brock Lesnar vs. Seth Rollins Quem Vence? - Brock Como vence? - Pin Raw Women’s Champion Becky Lynch vs. Natalya (Submission Match) Quem Vence? - Becky WWE Champion Kofi Kingston vs. Randy Orton Quem Vence? - Randy Orton  Como vence? - Pin SmackDown Women’s Champion Bayley vs. Ember Moon Quem Vence? - Bayley  Como vence? - Pin Kevin Owens vs. Shane McMahon Quem Vence? - Kevin  Como vence? - Pin Trish Stratus vs. Charlotte Flair Quem Vence? - Charlotte  Como vence? - Pin Goldberg vs. Dolph Ziggler Quem Vence? - Goldberg  Como vence? - Pin United States Champion AJ Styles vs. Ricochet Quem Vence? - AJ Styles Como vence? - Pin Finn Bálor vs. “The Fiend” Bray Wyatt Quem Vence? - “The Fiend” Bray Wyatt  Como vence? - Pin WWE Cruiserweight Champion Drew Gulak vs. Oney Lorcan Quem Vence? - Drew Gulak  Como vence? - Pin Perguntas Extra: Qual o primeiro combate do PPV? - United States Champion AJ Styles vs. Ricochet  Qual o último combate do PPV? - Universal Champion Brock Lesnar vs. Seth Rollins
  6. Segundo o Mais Transferências estão a negociar o Bojan Krkic.
  7. AVANÇADO SAIU NESTE DEFESO PARA A CHINA «António Salvador está certo, Abel nunca mostrou ao Dyego Sousa que confiava nele» A saída de Dyego Sousa para o Shenzhen, da China, causou estranheza aos adeptos bracarenses, nomeadamente por causa dos valores em causa (5,4 milhões de euros foi o valor oficial), o que motivou que António Salvador fosse questionado sobre o tema. E o presidente do Braga esclareceu o assunto, com a justificação de que terá sido Abel Ferreira a pedir. Ora, posto isto, o zerozero contactou Gonçalo Costa, um dos representantes do atleta e amigo pessoal do jogador, que corroborou a ideia de que o técnico não tinha o avançado como prioritário, mesmo depois de este ter liderado a lista de melhores marcadores da Liga NOS durante boa parte da época passada. «Tudo começou logo que o Dyego chegou. Teve aquele problema no início [chegou ainda a cumprir um castigo longo que transitava dos tempos do Marítimo], mas começou logo com golos, pois foi ele a marcar o primeiro na Liga Europa, contra o Hoffenheim. Só que, naquela primeira época, o treinador optou por mexer muito na equipa e notava-se que o Dyego não era primeira escolha. Em janeiro, o Alanyaspor fez uma proposta pelo Dyego e o Abel foi logo o primeiro a dizer que não colocava entraves à saída. Só que o presidente António Salvador e o então chefe do scouting, Pedro Alves, acreditavam muito no Dyego e não quiseram a saída. Teve também algum azar, porque, por exemplo, no histórico jogo em Guimarães (0x5), marcou o primeiro e lesionou-se logo depois. Nesta última época, continuou a ter sinais do treinador que não era primeira opção, só que o Paulinho lesionou-se e então o Abel teve de jogar com o Dyego. Foi aí que ele marcou todos aqueles golos. O Abel nunca lhe disse diretamente que não contava com ele, mas teve vários comportamentos que o demonstraram e o que o presidente disse está certo, o Abel nunca mostrou ao Dyego que confiava», contou-nos. E prosseguiu: «Quando o Dyego Sousa era o melhor marcador do campeonato, perguntaram ao Abel se achava que ele podia ir à seleção e ele preferiu dizer que tinha vários jogadores capacitados. Não que isso estivesse mal, mas não deu uma palavra de apoio ao Dyego. Aliás, mesmo quando ele foi chamado, ele nunca deu aquela moral que fica sempre bem. Sempre se percebeu que o Paulinho era a escolha do Abel, o que não tem mal nenhum, mas parece-me que podia ter tido outro tipo de carinho com o Dyego». A boa época permitiu a Dyego Sousa ser chamado por Fernando Santos, que o levou aos particulares de março e à conquista da Liga das Nações. Agora, o luso-brasileiro fica menos visível para o selecionador, mas nem por isso entende que o ciclo na seleção terminou. Isto depois de uma saída que acabou por ser um passo natural. «Não vou dizer que ele optou por sair por causa do Abel, mas claro que pesou o facto de sentir que não tinha um treinador que apostasse nele de forma inequívoca. Sabe que agora a seleção fica mais difícil, mas o José Fonte também esteve na China e conseguiu ir à seleção. Por agora importante é conseguir fazer o trajeto dele e continuar a boa forma que teve na época passada», atirou. Os golos do avançado acabaram por chamar a atenção do clube chinês, que acertou com o Braga a tempo de os minhotos fecharem o exercício da época passada já com esse encaixe. «Tendo em conta o falhanço da ida à fase de grupos da Liga Europa, que não aconteceu, e curiosamente numa altura em que ele nem estava a jogar, acabou por ser a venda do Dyego Sousa a salvar a época do ponto de vista financeiro, pois foi esse dinheiro que permitiu um saldo positivo», rematou. zerozero
  8. Portugal: Celton Biai; Costinha, Gonçalo Loureiro, Gonçalo Cardoso e Tomás Tavares; Diogo Capitão, Vítor Ferreira e Fábio Vieira; Félix Correia, João Mário e Gonçalo Ramos Espanha: Tenas; Victor Gómez, Eric García, Guillamón e Juan Miranda; Blanco, Moha Aiman e Sergio Gómez; Ferrán Torres, Bryan Gil e Abel Ruiz
×
×
  • Criar Novo...