Ir para conteúdo

Poeira

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    40.014
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    224 [ Doar pontos ]

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

7.156 visualizações
  1. Essas declarações foram depois de um almoço bem regado, só pode. Ou então enganou-se e está a falar de algum jogo nos sub-23 ou assim. Levamos na pá como gente grande, e com mais eficácia do PSV, nem tinham sido só 3. É assim que se conta a história em bom português, Pontes.
  2. E com que dados é que se afirma que o RdT não tem essa capacidade física e não consegue fazê-lo neste modelo de jogo? Com os 90 minutos contra o Leipzig (ou nem isso)? É que foram os únicos onde, de facto, jogou onde deve jogar, desde que veio para o Benfica. Eu conheço bem o RdT de outras paragens e acho que ele tem mais do que condições para desempenhar essa função. Já para não falar no facto de que o Seferovic é, de facto, servido de forma similar à que o Porto tenta servir o Marega. Os movimentos dele não são de apoio, o espaço entrelinhas nunca é dele, os colegas não o procuram dessa forma. São de ataque à profundidade, de diagonais do centro para os corredores laterais, de diagonais curtas para atacar as costas dos centrais. Mas não bastaria. Teriam de existir outras mudanças. É por isso que os modelos evoluem e mudam. E o modelo da época passada só foi um modelo de Lage até ao final da época porque havia João Félix. Tão simples quanto isto. Ele tinha impacto em tudo o que dizia respeito ao processo ofensivo do Benfica. Construção, criação e finalização. Ele, sozinho, permitia ao Benfica não depender de bolas despejadas na área ou de rasgos individuais para fazer a bola chegar ao Seferovic em condições de finalização. Se o Benfica, ou o próprio Lage, esperavam manter o mesmo rendimento sem Félix e sem mudar significativamente a forma como a equipa ataca, são no mínimo ingénuos, porque a saída dele mudou tudo. E eu não tenho o Lage como um treinador ingénuo ou incapaz.
  3. Esta é a principal razão pela qual tenho alguma cautela a analisar o nível dos miúdos do Sporting neste campeonato. Isto não é competição para ninguém. Se tirarmos Sporting e Benfica, há várias equipas do CNS que passavam esta malta toda a ferro.
  4. E basta um jogo para se perceber isso. É engraçado dizer-se que o homem "chega tarde à área" ou que "não é capaz de se antecipar aos lances" quando, aos 24 anos, este é provavelmente o primeiro contexto que encontra em que, quando a bola está no último terço, ele não está em plena área à espera de uma bola para finalizar. Não arranjaram um substituto para o Félix. E querem compensar isso enfiando lá o melhor avançado que têm, esperando que mudando apenas uma peça, as coisas fiquem minimamente parecidas. Mas não vão ficar. Porque a peça que mudaram era fulcral, e porque aquela que a substitui nunca se moveu da forma como lhe exigem que se mova agora.
  5. Já agora, no basquetebol, vencemos o Galitos por 88-69, num jogo a contar para um torneio qualquer de pré-temporada. Amanhã jogamos a final, contra o Imortal, às 18h30.
  6. Essa análise permite-nos perceber um dado razoavelmente importante para a discussão: já sabemos que o Bouças não vê futebol espanhol. Ou vá, jogos do Rayo Vallecano. Também não quero ser mauzinho. Desculpem lá a comparação que vou fazer, mas essa dependência do Seferovic porque corre kms, luta e pressiona é muito semelhante àquela que o Porto tem do Marega. E para o bem do Benfica, era bom que as comparações se ficassem por aí. Porque, do que tenho visto, cada vez começa a ser mais fácil e plausível traçar paralelismos entre as duas equipas. E isto não é, de todo, um elogio.
  7. Eu não me acredito que vão conseguir queimar uma das mais caras contratações do Benfica e da história do futebol português e um avançado de elite, acima da média para o que se joga cá em praticamente tudo o que distingue um avançado (incluindo a marcação de golos, amigos), apenas porque não há forma de o conseguirem colocar a jogar onde deve jogar (e, já agora, não tem havido forma de o conseguirem servir em condições). Com esta insistência absolutamente ridícula em RdT + Seferovic, o Lage ainda vai acabar por destruir tudo aquilo que construiu na temporada passada.
  8. Porque a má forma do Alex Sandro já leva algum tempo. Ele era muito mais arrojado e solto no ataque, e actualmente não se vê nada disso. É um lateral que cumpre defensivamente (não é de top, nunca foi), mas que depois perdeu grande parte do que fazia dele um lateral de top mundial. Mas no primeiro jogo oficial do Chelsea já se viam claramente as ideias dele. Aqui... nada. E ele nunca foi grande coisa na escolha dos jogadores. Mas ter feito a maioria dos jogos com Khedira-Matuidi como interiores é de bradar aos céus. Até entendo que o seu modelo exija sempre um jogador desse estilo (e nenhum deles é propriamente bom para este nível, diga-se de passagem), mas dois é mesmo pedir para não jogar um charuto. E deixar o Dybala no banco para jogar com o seu fetiche favorito só ajuda à festa.
  9. Só? Têm um meio-campo de sonho e não controlam um único jogo com bola, a menos que o adversário o permita ou que os golos apareçam cedo e o adversário se vá abaixo. Isto tem mesmo de ser visto, porque contado ninguém acredita que este Barcelona, de equipa de posse e de jogo posicional, não tem nada.
  10. Parece que estou a ler uma descrição do Sporting 2014/15.
  11. Para o Doumbia, sim. Que, para mim, já agora, ficou apresentado há uns meses atrás, depois de 2/3 jogos. O que anda a fazer agora é aquilo que já fazia nessa altura. O rendimento é que pode ser diferente. Mas como eu me estou a c*gar para o rendimento actual, num contexto que não levará a lado nenhum, que só exalta os aspectos negativos de todos e que não pode nunca ser aquele que nos interessa para ganharmos coisas, pouco ou nada mudo de opinião com estes jogos. O Doumbia não devia jogar ali e isso leva a outros erros que já estão feitos e não têm solução até Janeiro. Mas o Palhinha também não. Nem ontem, nem hoje, nem amanhã. Porque também não é uma solução. O Doumbia não é um 6. Percebeu-se isso ao fim de um par de jogos. O Keizer também o percebeu, e foi tentando usá-lo como alternativa ao Wendel, aqui e ali. Também teve de o usar como alternativa ao Gudelj porque não havia mais, mas nunca me pareceu que fosse essa a sua ideia. Mas sim, é fraquinho em tudo o que não envolve o transporte de bola, a dimensão física e um ou outro pormenor técnico no jogo. Ainda assim, isso chega para ser superior ao Palhinha, que em condições normais nem no Braga calçaria (porque o Claudemir é doutro nível, só que o treinador é o Sá Pinto, que já cá esteve e conhece os nossos jogadores).
  12. O Palhinha não era titular no Sporting. O grande jogo do Palhinha ontem foram os não-sei-quantos duelos aéreos que ganhou e as bolas que mandou para a bancada. E isso é porreiro para quem entra em campo a defender e a rezar por uma chouriçada caída do céu que lhes permita ganhar o jogo (daí o "este Sporting", porque não temos feito mais do que isso). Já para uma equipa de futebol, nem por isso. Mas isto é cíclico e não há grande coisa a retirar daqui. Se esses cá estivessem/fossem titulares, continuávamos a levar na pá e eles, ao fim de alguns jogos, seriam crucificados e enterrados como os outros. É sempre assim. O Sporting tem mais exemplos claros desses do que aqueles que eu consigo contar em concreto, assim de cabeça.
  13. O Varandas é aquele gajo que, no filtro de pesquisa de jogadores do FM, coloca 50 atributos por posição, e depois fica surpreendido de não lhe aparecer nenhum jogador. Além disso, não sei se já alguém lhe disse que não é, de todo, líquido que o Jardim se queira enfiar cá outra vez. Mesmo que seja corrido do Monaco.
  14. O objectivo do despedimento foi óbvio: esquivar-se aos "tiros" da contestação e fazer do treinador carne para canhão. O de ter este treinador ainda não percebi. Deve ser mais carne. Mas como ele já está em modo reaccionário, se calhar mais um bocadinho de contestação sobre o Pontes chega para se arranjar novo treinador. Cheira-me é que será daqueles que nos farão ter saudades do careca holandês (da pior versão, entenda-se, que da melhor já tenho saudades há uns bons meses).
  15. Para este Sporting, de facto, aquele Palhinha encaixava na perfeição.
×
×
  • Criar Novo...