Ir para conteúdo

Pan

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    9.031
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    305 [ Doar pontos ]

Sobre Pan

  • Data de Nascimento 02-01-1992

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está a ser visualizado por outros utilizadores.

  1. Citação de Pan, Em 17/12/2019 at 10:00: Duvido que haja algum fascista na atualidade sem ser o Bolsonaro - é o mais próximo, e ainda assim é mais Salazarento do que o Mussolini. Além da citação acima: És melhor do que isso. Sabes (de formação) o que é o fascismo e a sua relação com a igreja. Estes são evangélicos. Precisa de mais explicação?
  2. Não se trata de evangelho. Trata-se de saber que se chamares fascista a toda a gente, quando surgir um não tens capacidade de diferenciar e lá vai ele. As coisas têm a sua definição. Se não as catalogas ou não olhas para elas de forma adequada, não as consegues compreender e evitar fenómenos simples. O fascismo tem uma matriz clara! Claríssima! É normal os regimes que na atualidade são apelidados de fascistas não serem fascismo, porque tiveste ações democráticas a derrubar o fascismo e a promover o capitalismo e o liberalismo nas últimas 4 décadas. Regimes autoritários e hiper conservadores atuais não são fascismo, porque a sua matriz social e económica são distintas. Estou a branquear a história? Ela já foi branqueada há muito tempo. Devo ser eu e muitos historiadores de renome, profissionais da sua área. Ainda bem que aqui estás para nos guiar.
  3. Eu diria que o Marxismo-Leninismo descrever a forma de chegar ao comunismo através da revolução do proletariado (como o fez Lenine), como bem apregoa o PCP...Portanto acho que estás correto.
  4. Podes chamar fascista a quem o for. Mussolini foi, o Franco foi perto disso. Duvido que haja algum fascista na atualidade sem ser o Bolsonaro - é o mais próximo, e ainda assim é mais Salazarento do que o Mussolini. Sabes que não chamar fascista ao Salazar não é fazer uma apologia do mesmo, não sabes? É saber o que ele era, se calhar falta muito disso à malta antes de dar argumentos a Venturas para se vitimizarem com epítetos errados. A semelhança ao regime fascista tem a ver com a regimentação de pessoas, o controlo da sua vida e a propaganda. Coisas que existem, em diferentes níveis e formas, em todas as formas de autoritarismo. Não. Nenhum desses era comunismo. O Manifesto Comunista, ou seja, o Marxismo, defendem a revolução como meio parar chegar ao comunismo. O Lenine guiou o partido bolchevique para a revolução, e estabeleceu o seu próprio caminho. Auto nomeou-se Partido Comunista em claro piscar de olhos ao objetivo final. Acabou por ter uma espécie de capitalismo estatal, porque os princípios da nacionalização e outros não funcionaram. O Estalinismo foi muito mais repressivo e tinha planos quinquenais de evolução, começando na indústria pesada, depois nas indústrias finas e serviços. Não funcionou. O Maoismo, à semelhança do Estalinismo, mas muito mais agressivamente, primeiro puxou pela classe agrícola e, quando não funcionou, destruiu a classe agrícola toda em busca de indústria (peço desculpa se houve alguma imprecisão). Todas estas formas políticas só têm em comum o estado central forte e autoritário, mandão e regulador ao mínimo detalhe. A execução económica, e por conseguinte a visão do mundo, eram distintas. Nenhum desses é comunismo, mas correntes socialistas com o objetivo de chegar ao comunismo. Se pegares no Fascismo, houve um. Que foi definido pelo seu criador, de forma exaustiva (não é que não se saiba o que é).
  5. Se não houve, que queres que te diga? Disseste tudo. Os nomes e definições importam. Basta ver o Museus dos Descobrimentos vs Descobertas!
  6. Isso é tudo lero lero para se chamar fascista a tudo o que não se gosta.
  7. Posso sim, o Franco estabeleceu um modelo económico corporativista, à semelhança do Mussolini. Tinha até uma retórica (falsa) sindicalista, mas os seus manifestos fundacionais promoviam o sindicalismo, o debate com os trabalhadores, etc. Acabou foi por abandonar isso em favor do poder absoluto e do benefício aos amigos da Opus Dei. Btw, algumas das medidas do Partido Fascista Italiano eram: horário semanal reduzido, licenças de maternidade, entre outros. Quanto ao Pinochet, é o mais próximo do Ventura que existiu. Mas, também ele, não era fascista. Opá, o Fascismo foi criado pelo Mussolini e seus comparsas. Eles definiram bem o que é o fascismo. Está lá, é fundacional. Não há dúvidas. Os outros regimes autoritários da Europa eram, essencialmente, anti-socialistas e anti-liberais: eram conservadores, ultra-religiosos, e absolutistas de uma certa forma. Não sei se concordo que tinham um Estado economicamente de direita, porque lhe faltam características um pouco mais liberais ao mercado para o ser. Parecem mais uma esquerda que aceita iniciativa privada, como quem diz, uma esquerda para buddies, ao melhor estilo da URSS durante o NEP. E duvido que o Ventura goste de um regime fascista. O Ventura quer uma ultra-liberalização, aliada a um país conservador - é um paradoxo ambulante.
  8. Voltas a estar errado. Entre fascismo e comunismo não há quase diferenças económicas: estado a dirigir atividades (em oposição a ser um regulador), investimento em empresas nacionais fortes, corporativismo, gestão direta do investimento. Privatizaram algumas das grandes empresas, mas sempre a membros da elite ligada ao partido (URSS much?). Existia uma autarcia (proteccionismo e tentativa de não ter qualquer dependência externa, extremamente anti-liberal). Por isso, se te baseias na propriedade privada e da iniciativa privada, mas esta depende do Estado e da sua gestão,do seu financiamento e da gestão financeira e económica nacional como um todo...voltas a não estar do mesmo lado que o Ventura. Claro que o partido fascista também era muito bendy. Se tivesse que mudar de política para se manter nas boas graças, fá-lo-ia de bom grado. Disclaimer: não, não estou a dizer que o fascismo é igual ao comunismo.
  9. O Ventura não é fascista. Não usem a palavra fascista demasiadas vezes. Os nomes são importantes e usar demasiado a palavra causa-lhe desgaste...corremos depois o risco de não saber ver um fascista quando aparecer um. Se formos precisos, até é o completo contrário do fascismo. O texto abaixo do Mussolini é paradigmático: Para o fascismo, o Estado é absoluto: perante ele os indivíduos e os grupos não são mais que o relativo. Tudo no Estado, nada contra o Estado, nada fora do Estado. (...) O indivíduo só existe enquanto está no Estado: está subordinado às necessidades do Estado e, à medida que a civilização toma formas cada vez mais complexas, a liberdade do indivíduo restringe-se sempre mais. (...) Neste sentido, o fascismo é totalitário (...). Nem partidos, associações, sindicatos nem indivíduos fora do Estado. (...) Nós representamos um princípio novo no Mundo, representamos a antítese nítida, categórica, definitiva da democracia (...). Benito Mussolini, O Fascismo, 1931
  10. De que instituições estás a falar? Acho que temos uma definição diferente de instituições...Não estou a falar de empresas, estou a falar de instituições de soberania: governo, tribunais, etc. Claro que tudo vai ser um negócio. Mas vocês acham que alguém vai mudar alguma coisa no mundo se não ganhar algo com isso?
  11. Venho tarde para a festa mas, além de não querer saber da discussão se a Greta tem ou não valor (tem o seu papel e fá-lo bem), acho que toda a gente se esquece de um ponto essencial: instituições. Não é a deixar de usar palhinhas ou comer menos carne a nível individual que vamos lá. É preciso envolver as grandes corporações e o capitalismo e encontrar uma solução nesse contexto. E apenas instituições fortes, que legislem a favor de medidas sustentáveis, que permitam a empresas sustentáveis lucrar, instituição judiciais que castiguem adequadamente quem não cumpre, isto pode mudar. Senão isto vai apenas continuir a ser uma utopia de um conjunto de malta que está atenta, mas não sabe como lutar e mudar as coisas.
  12. Iniciativa Liberal a perder o forte bastião do r/portugal LOL o OP é um grande amigo meu....man...nem sei que dizer.
×
×
  • Criar Novo...