Ir para conteúdo

Carmelo Anthony

Moderador Geral
  • Total de itens

    12.372
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    141 [ Doar pontos ]

Sobre Carmelo Anthony

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Origem
    Cascais

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Não é. Esta equipa não dá para mais. Só há Roberto, Rafael Barbosa e Daniel Bragança. É um ano de transição, para arrumar a casa. Subir só nos melhores sonhos. Há clubes com o dobro do orçamento do Estoril para esta temporada.
  2. A questão que deixo a propósito do VAR é a seguinte: será que vale a pena? Vale a pena, em nome de uma pretensa verdade desportiva, o seu uso? Não estará essa "verdade" a matar o jogo? É que o futebol é um jogo praticado por humanos, logo à partida o erro é um factor inerente. Vale a pena mitigar o erro se em contrapartida estivermos a matar a paixão? Não sei, tenho cada vez mais dúvidas. Fui um defensor acérrimo do VAR todavia hoje dou por mim a pensar. E o problema reside precisamente aí. No estádio não quero ser racional. Quero vibrar com os passes, com as fintas, com as defesas e com os golos. Já aconteceu, mais vezes do que desejaria, não sentir aquela emoção de celebrar um golo somente pelo receio deste não contar. É que não adianta ter à disposição uma ferramenta se esta matar aquilo que mais gostamos no futebol: a emoção do jogo. Este é um debate muito mais complexo do que julgaríamos à partida.
  3. Não, não tem nada a ver com o outcome do lance, se é bem ajuizado ou não. O VAR vai contra o espírito do futebol em Inglaterra. Basta uma pequena leitura nas redes sociais para perceber a fúria dos fãs. Matou a emoção do jogo e para os britânicos isso é tudo.
  4. Ou muito me engano ou esta brincadeira do VAR na Premier League tem os dias contados.
  5. Apareceu em palco no Festival do Marisco em Olhão. Confirmado: Neymar no Olhanense.
  6. Mesmo com todos os factores de constrangimento em ponderação, a Volta só faz sentido numa altura do ano: Agosto. A Volta é a festa do povo, e a altura em que o país está em festa é em Agosto com o regresso dos emigrantes. Dado o percurso tipo da Volta, caso esta fosse realizada num outro qualquer mês do ano arriscar-nos-íamos a ter uma prova sem gente na estrada e nas terras por onde passa, e consequentemente com menos apoios das autarquias. Basta referir a importância de um programa como o "Há Volta" para o investimento que as Câmaras Municipais fazem para receber etapas da Volta. Aqui não há grande volta que a Volta, passe o pleonasmo, possa dar. Talvez trazer à baila o Turismo de Portugal por forma a dar mais visibilidade à prova através da promoção das paisagens do país. Uma das coisas que me "envergonha" (à falta de melhor expressão fica esta entre aspas) na Volta é a ausência de planos do heli, ainda para mais quando a corrida que antecede a Grandíssima é nada mais nada menos que o Tour. Enquanto que os franceses têm sempre mais um chalet, mais um palácio ou mais um parque natural para mostrar ao mundo, nós não temos nada. Ou melhor, temos, mas a Volta pouco ou nada mostra. No ano passado, salvo erro, tivemos uma etapa lindíssima na Arrábida, um autêntico postal em movimento, uma paisagem deslumbrante que conseguia captar o que de melhor Portugal tem para oferecer. Este ano poucos são os planos dos quais me recordo. Se conseguíssemos captar isto, aproveitando a subida a Pro Series, com recurso a uma transmissão internacional na Eurosport (este ponto é importante pois é o veículo da promoção da prova e do país no exterior), poderíamos aproveitar as nossas potencialidades.
  7. Na prática poderá nem significar muito porque a Volta continuará com o mesmo problema de sempre: realizar-se entre o Tour e a Vuelta. Mas poderia representar um salto em termos de prestígio. Hoje em dia, a Volta ao Algarve é categoria 2. HC enquanto que a Volta a Portugal é 2.1. O rumor do João Rodrigues na Movistar é bastante forte.
  8. Por falar em World Tour, corre o rumor que a Grandíssima vai passar a categoria UCI Pro Series em 2020, ano de resto em que a UCI irá promover uma série de alterações no escalonamento das provas de ciclismo.
  9. Ainda não há muito tempo o Zaragoza vendeu o seu melhor canterano ao Real Madrid a preço de saldo por se encontrar em dificuldades financeiras. Hoje anuncia a contratação do Shinji Kagawa.
  10. Tudo indica que o Daniel Bragança irá, por fim, assinar pelo Estoril por uma temporada, vindo do Sporting. A confirmar-se, é um excelente reforço.
×
×
  • Criar Novo...