Ir para conteúdo

ElMartins995

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    2.133
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    0 [ Doar pontos ]

Sobre ElMartins995

  • Data de Nascimento 28-08-1995

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. Acho que não dá para ver. Estou impressionado que com 38% da caderneta completa (mais 10 para trocar) ainda não tenho nenhum jogador da nossa seleção. :( :facepalm: :lol: Já agora, andava à procura de códigos por aí e qual não foi o meu ao ver aí uns 30 no reddit :lol: achei bom demais para ser verdade, mas todos funcionaram(tirando um que já tinham postado por aqui) Fica aqui, aproveitem: Ao todo são mais de 150 cromos, se contarmos também com os dois que se recebem por dia, nem vale a pena procurar por mais códigos. Não têm que agradecer. :mrgreen:
  2. Fui eu :lol: Ele não é assim tão mau como eu tinha dito, e teve o azar de apanhar um modelo tático que não beneficiava de todo o seu estilo. Isso, e o facto de os suplentes serem miúdos cheios de potencial que acabaram por colocá-lo na sombra. Este tópico está-me a dar vontade de abrir um também... No FM'12, claro. :mrgreen:
  3. Com a chegada do Koryzis e do Losana ao WTF (não estava à espera que este último lá chegasse, eu sei que o servidor está no seu término mas ele só tem 22 anos, ffs :mrgreen: ), dou por terminada a minha estadia no s4. Server onde comecei a jogar RR :-| :heart:
  4. Finalmente um jogador meu vence um Masters no servidor 4. Gordon Eld :heart: Tinha medo que a mentalidade tornasse este objectivo impossível, mas vá lá que o factor casa salvou isso. :)
  5. Se o meu jogador estivesse com a forma no verde ainda era capaz de dar luta, mas já está no amarelo portanto rip in peace. Além disso o Bermani é superior ao Antich em praticamente todos os atributos.
  6. Este jogo é realmente uma caixinha de surpresas... Andava, no servidor 11, à procura de um desafio interessante. E, no início do ano, eis que reparo num tal de Javier Antich, peruano, que tinha sido dispensado recentemente. A distribuição dos pisos não estava boa nem má, mas encaixava no perfil que tinha definido (basicamente, alguém ali na zona do top30 e com margem para melhorar). Até aqui, nada de extraordinário. Chega o torneio de Indian Wells, o moço tem uma sorte do camandro e apanha um quadro de sonho, e aproveitou para ir até às meias finais onde perde contra o eventual vencedor do torneio. :lol: Nem em sonhos esperava um desempenho destes logo no primeiro Masters que disputou desde que o contratei.
  7. Pois... :angry: :mrgreen: Também já aconteceu, não faz mal. :compinchas: Tenho andado com o de la Rosa só em Grand Slams e Masters de pares e para subir a forma vou jogando em Challengers. ________________________________________ O Eld venceu o seu 2º torneio de topo, em casa, e é neste momento o mais jovem no top30. :prayer: Também só deve durar umas duas ou três semanas :mrgreen: Espero que assim seja, acho-o ainda algo verde para disputar só torneios de topo.
  8. Mas nessa altura a disputa pelo primeiro lugar estava renhida e a diferença do 1º para o 10º não devia ser mais de mil pontos. O próprio Lafenestre andou em 1º a certa altura. Ainda tenho o Batistuta por aqui mas devo despedi-lo dado que não tem parceiro. Pena não haver ninguém que me agrade no "desemprego"... :(
  9. Admira-me que ninguém contratado o de la Rosa... :lol: E eu também não tenho vergonha nenhuma, contratar o jogador que violou o Batistuta ao longo da carreira de singulares? :mrgreen: Convidei o Holmsen para pares, bobbz. Podemos arrancar já no Australian Open. :compinchas:
  10. Se estivermos a falar de um jogador que está a entrar numa fase ascendente da sua carreira, não. Assim de cabeça, vejo vários entraves em jogar só pares. Ora vejamos: disputas menos partidas do que em singulares, essas partidas são mais curtas e, consequentemente, os teus jogadores sofrem um menor desgaste que resulta igualmente em menos ganhos de experiência. E, dado que o desgaste é menor, vais andar com os níveis de fadiga a rondar o zero, ou perto disso. Isto numa fase em que tens que aproveitar a resistência dos teus jogadores, que está no seu valor máximo. Para além eu achar que em pares as partidas são mais imprevisíveis do que em singulares. Acho que acaba por ser um desperdício em comparação àquilo que ganhas em singulares. Agora, se o jogador já estiver acabado para os singulares e a resistência já for algo baixa, aí já faz mais sentido ir só em pares, dado que ir em ambas as vertentes vai fazer com que falhes mais semanas. Mas isto é só a opinião de um leigo joga RR há pouco mais de meio ano :mrgreen:
  11. 90 pontos de potencial no mínimo, não cheguei a fazer contas mas estava á espera de ver o Katrinak a rondar esse valor. Pena ter sido contratado já com 16 anos feitos, mas o atraso é recuperável com a resistência que tem mais o factor de idade.
  12. O Eld impediu o nº1 em júniores do servidor 4 de conquistar todos os nove títulos da presente época. :prayer: O meu jogador é o único que se pode gabar de ter ganho (duas vezes) ao sérvio este ano, até ao momento.
  13. E eu todo zangado por o Barker ter perdido com um especialista em terra batida... :lol: Também não me parece que consiga mais que isto, infelizmente.
  14. Não estou surpreendido. Para além de o Barker ter perdido uma décima de técnica (já dei um treino e voltou aos 4.8 ), o ano passado tive a sorte de apanhar o Hao com a forma fora do verde. Além de que o americano este ano está uma tendência para o choke. A partir de Miami não conseguiu defender mais nenhum resultado da época passada... :lol: Basta ver a miséria de resultado em Cincinnati. De resto, a maldição das derrotas em quartos de final de GS continua. :(
×
×
  • Criar Novo...