Ir para conteúdo

Diogo_CFB

Moderador Geral
  • Total de itens

    59.096
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    520 [ Doar pontos ]

2 Seguidores

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está a ser visualizado por outros utilizadores.

  1. Vice-presidente da UEFA admite que cada Federação tem "liberdade e soberania para decidir". Michele Uva, vice-presidente da UEFA, confirmou que cada Federação tem o direito de decidir o campeão, subidas e descidas, mas que o tempo para terminar a temporada não é ilimitado, pois o organismo estabelecerá uma data para cada país entregar a lista de equipas que irão participar nas provas continentais da próxima época. "Cada Federação tem liberdade e soberania para decidir sobre o seu próprio campeonato, e por isso poderá fixar as datas que considere e decidir, juntamente com a respetiva Liga profissional, sobre os campeões, as subidas e as descidas", começou por afirmar o italiano. "A UEFA definirá a data para darem a lista das equipas classificadas para as próximas competições continentais", acrescentou. No entanto, a UEFA, que mudou as datas das finais de Liga dos Campeões e Liga Europa, e que também adiou o Europeu, ainda não alterou oficialmente as datas de início das competições europeias da próxima época. A Champions, por exemplo, deveria começar em julho. https://www.ojogo.pt/internacional/noticias/uefa-concede-a-cada-pais-o-direito-de-decidir-o-campeao-mas-o-tempo-nao-e-ilimitado-12004283.html?fbclid=IwAR0bhiRJyHWIoaAoDdWEDqy3tPdI24j4STbxbRV8k8QAjL_ZG-l72FzcEvk
  2. https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2020/03/i026097.pdf
  3. Depois envia-me uma MP que eu trato de recuperar a tua antiga conta
  4. E o que disseste está tudo correcto. O nosso problema foi a grave crise financeira no final da década de 70/ inicio da década de 80. Em 82 parecia inevitável a nossa primeira descida, fomos também muito prejudicados nessa época. Foi abertura do jornal na altura. Dois anos agoniantes no segundo escalão. Voltamos a ter brilhantismo com o Marinho Peres. Não esquecer o aparecimento do Boavistão e do Vitória presidido pelo Pimenta Machado. Não sou muito de fazer análises, gosto de falar destas coisas de forma presencial. Sem recorrer a nada. Eu e o nosso amigo Nopla falámos várias vezes sobre o nosso passado.
  5. Rede #FarmáciasPortuguesas passa a fazer entregas em casa Ligar 1400 para medicamentos urgentes. Website para localizar a farmácia mais próxima: https://www.farmaciasportuguesas.pt/catalogo/pesquisar-farmacias Obrigado, @Mayday http://
  6. https://covid19.min-saude.pt/wp-content/uploads/2020/03/i026084.pdf
  7. Nova linha de SMS para apoiar as vítimas de violência doméstica Face à situação excecional de saúde pública mundial e à proliferação de casos registados de contágio de COVID-19, e ao decreto de estado de emergência em Portugal, o Governo adotou, entre outras, medidas necessárias de isolamento social. O confinamento de mulheres e crianças no espaço doméstico junto com agressores pode, no entanto, agudizar o risco de estas sofrerem diversas formas de violência e limitar a sua capacidade de pedir ajuda, pelo que se torna necessário disponibilizar às vítimas novas formas de comunicação e de pedido de apoio escrito, que complementem o atual serviço telefónico de informação às vítimas de violência doméstica. Assim, em coordenação com o Governo, a Fundação Vodafone Portugal criou uma linha de apoio com o número 3060, que permite o envio de mensagens de texto rápidas (SMS) pelas vítimas que queiram pedir ajuda. Este mecanismo, disponível a partir de hoje, é gratuito e garante a confidencialidade, uma vez que não fica qualquer registo no detalhe mensal das faturas. Do outro lado, a responder às SMS, está a equipa especializada da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género (CIG), de forma permanente e em articulação com toda a Rede Nacional de Apoio às Vítimas de Violência Doméstica, à semelhança do que já acontece com a linha telefónica (800 202 148) e com o novo e-mail de emergência (violê[email protected]). As vítimas de violência doméstica não estão sozinhas. A violência doméstica é um crime público. Denunciar é uma responsabilidade coletiva. Mais informação disponível no seguinte link https://www.cig.gov.pt/2020/03/covid-19-seguranca-isolamento/. Ficheiros: Nova linha de SMS para apoiar as vítimas de violência doméstica Obrigado, @Mayday
  8. FASE DE MITIGAÇÃO - Nova Norma da DGS de 26/03: Publicação mais longa para quem tenha interesse em informação baseada nas orientações em vigor. Resumindo : FIQUEM EM CASA, saiam apenas para o estritamente necessário e se tiverem algum dos sintomas NÃO VÃO ao Centro de Saúde ou à URGÊNCIA - liguem 808 24 24 24 ou os novos números de contacto do seu Centro de Saúde. °•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•°•° ️ Quem é considerado caso suspeito? Os critérios foram alargados. Antes para se ser validado como caso suspeito era preciso ter mais de um sintoma relacionado com a doença covid-19 e ter um link epidemiológico com uma zona de risco ou contacto próximo com um caso confirmado. Com as novas regras passa a ser caso suspeito quem tiver um destes sintomas: tosse persistente ou agravamento de tosse habitual febre igual ou acima dos 38.0ºC dispneia ou dificuldade respiratória. ️ O que devo fazer? Deve ligar para a linha SNS24 de forma a ser atendido por um enfermeiro que irá aplicar o algoritmo relacionado com a infeção provocada pelo novo coronavírus e que fará uma avaliação da gravidade dos sintomas. Em alternativa pode LIGAR para as linhas telefónicas que estão a ser criadas nos centros de saúde e unidades de saúde familiares, onde poderá expor os sintomas a um médico de família ou enfermeiro de família que fará a avaliação. ️ Que encaminhamento posso ter? De acordo com a avaliação dos sintomas, o doente pode ser encaminhado para: Autocuidados, com isolamento em casa e sob vigilância, em caso de sintomas ligeiros; Para avaliação médica em Área Dedicada Covid-19 (ADC) no centro de saúde, em caso de sintomas moderados; Para avaliação médica em ADC no serviço de urgência, em caso de sintomas graves; Para ligação directa com o INEM em caso de urgência. ️ Existem prioridades para ser testado? Se não for possível testar todos os casos suspeitos, a norma define prioridades: Doentes com critérios de internamento hospitalar; Recém-nascidos e grávidas; Profissionais de saúde sintomáticos Doentes com outras patologias como Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica, Asma, Insuficiência Cardíaca,Diabetes, Doença Hepatica Crónica, Doença Renal Crónica, Cancro (doença activa) ou estados de imunossupressão; Doentes em situação de maior vulnerabilidade, como residência em lares e unidades de convalescença; Doentes com contacto próximo com pessoas com as doenças acima descritas. ️ A indicação é AUTOCUIDADOS. O que acontece? Deve permanecer em isolamento em casa. A linha SNS24 irá avaliar se a habitação tem condições para isolamento; se não houver condições e não existir uma alternativa, será encaminhado pela linha para a ADC da urgência; Será avaliado e monitorizado pela equipa de saúde do centro de saúde ou unidade saúde familiar. O seguimento será feito via telefone preferencialmente pelo seu médico de família. O contacto telefónico deverá acontecer até 24 horas após o contacto com a linha SNS24 ou a linha do centro de saúde; As equipas de saúde pública fazem um inquérito epidemiológico para rastreio de contactos e para a implementação de medidas que considerem necessárias; Será submetido ao teste para detecção de covid-19. É-lhe enviado por SMS a requisição do teste e o agendamento da colheita. Os centros de saúde têm indicação de quais os laboratórios disponíveis. A colheita da amostra, seja no domicilio ou em laboratório, e a realização do teste deve acontecer no prazo máximo de 48 horas após o contacto do doente; Recebe a informação do resultado e indicações a seguir de acordo com o mesmo. ️ A indicação é AVALIAÇÃO MÉDICA no centro de saúde. O que significa? Será encaminhado para a ADC que responde à sua zona de residência, informação que deve ser dada pelas câmaras municipais e autoridades de saúde locais e regionais; O transporte para a ADC será feito em veículo próprio se possível. ✔Os que cumprirem critérios de internamento ou de avaliação na urgência são encaminhados para o hospital. Os que não precisam, são submetidos a teste no local indicado e depois informados do resultado e têm indicação para ficar em isolamento em casa com vigilância. ️ A indicação é a URGÊNCIA. Como está pensado? Todos os hospitais têm uma área dedicada na urgência e nos internamentos para doentes de covid-19, com sinalética e circuitos próprios. Os doentes encaminhados pela linha SNS24 ou pelo centro de saúde devem deslocar-se em carro próprio ou em ambulância. --- Caso tenham indicação para fazer o teste: 1) Consultar a lista de locais que realizam o teste. 2) Questionar o laboratório se tem acordo com a ARS (há locais a pedir 100€ pelo teste...). 3) Questionar se é preciso marcação. 4) Questionar se aceitam a prescrição em mensagem, porque existem locais onde só aceitam em papel. https://covid19.min-saude.pt/laboratorios-referenciados/ Obrigado, @lucho^
×
×
  • Criar Novo...