Ir para conteúdo

MichaelAndrews

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    7.220
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    58 [ Doar pontos ]

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está sendo visualizado por outros usuários.

  1. É tão fácil criticar atrás de um ecrã, como é fácil estar num grupo de 10 a dar uns "encostos" a quem tenta criticar presencialmente e achar que é um grande herói.
  2. Se a lógica de marcar muitos golos é apenas ter um alto atributo de finalização, então nunca vai haver um FM que deixe o pessoal satisfeito.
  3. Nem estava para comprar, mas do pouco que joguei ontem fiquei agradado: melhorou bastante as movimentações dos jogadores - para quem joga em 3d - os treinos fazem muito mais sentido, mas de início pode ser complicado geri-los (no fórum da SI já há um tutorial).
  4. Tens a táctica esquematizada nesses 3 momentos que são os pilares de toda e qualquer equipa, ainda por cima quando a transição era algo desconhecido no FM até agora. Além disso, podes manipular a equipa ofensiva e defensivamente tanto vertical como horizontalmente. Por fim, tens várias ideias de jogo logo pré-definidas. Esperar mais só mesmo formas de pressionar o adversário diferenciadas, em vez de continuarem apenas com a intensidade. Gostei bastante mesmo sendo ainda a versão beta, com várias correcções a fazer. FM18 a anos-luz de distância, aliás, já estou convencido que os FM nos anos pares são meros tubos de ensaio, de má qualidade, dos anos FM dos anos ímpares: fm13 muito melhor que o 12, fm15 muito melhor que o 14, fm17 muito melhor que o 16 e o mesmo agora.
  5. Como a versão beta deve sair dia 18 ou 19, mantém-se essa tradição.
  6. Melhor utilizar o termo "transições". Cá por mim ainda não é possível estipular diferentes tipos de pressão, continuamos agarrados ao mais e ao menos.
  7. Em teoria sim, faz muito mais sentido. Resta saber se a prática corresponde, por isso, vou ficar a aguardar pela crítica. Já estou é a ver o pessoal a escolher jogar Tiki-Taka e depois queixarem-se que a equipa não tem 70% de posse de bola O mesmo que no post anterior: vou esperar pela crítica. Screenshots e vídeos é mero marketing, o pessoal vai atrás disso e depois, estando o jogo disponível, as expectativas saem furadas.
  8. Depende do contexto, há treinadores que, partindo da mesma ideia de jogo, optam por dois esquemas tácticos; outros optam por manter o esquema, mas dar outras dinâmicas aos jogadores (no caso do FM, outras funções, tarefas e instruções). Passa, isto sim, mais pela observação e compreensão do que se passa ao longo dos 90 minutos. O PA é indicativo do potencial que o jogador pode vir a atingir, mas, tal como em tantos casos no mundo do futebol, não quer dizer que o jogador venha a concretizá-lo. Pessoalmente, prefiro jogadores com atributos mentais mais fortes de acordo com a premissa que um jogador mentalmente mais forte, também o poderá ser táctica, física e tecnicamente, ou seja, um jogador que decide melhor, joga melhor.
  9. Nada feito, este ano, se comprar, só mesmo depois de ver bem as apresentações das novidades e a crítica dos utilizadores. Já chegou o fm18 para queimar € 30-
  10. O 433 ( com os laterais no "slot" dos alas" há muitos anos que funciona bem, um pivô defensivo (MD) ou cjr / trinco (consoante o adversário use 1 ou 2 avançados / dois ou três médios), alas com tarefa de ataque, avançados interiores com tarefa de apoio (e posicionados mais por dentro, precisamente para dar a superioridade numérica no meio-campo), há muitos anos que vai fazendo as delícias da casa. Mentalidade Normal (porque deseja-se equilíbrio entre risco e proveito / processo ofensivo e defensivo) e "team shape" flexível (para potenciar as tarefas dos jogadores e não serem diluídas em outras actividades).
  11. Contra-Atacar ou Normal no máximo, até mais esta última porque equilibra da mesma forma o processo ofensivo e defensivo (considerado que o chamado "tiki-taka" não era nem uma coisa, nem outra, embora pessoalmente sempre achei que era o expoente do futebol defensivo), ritmo normal ou ligeiramente alto para que não seja uma posse passiva, jogar a partir da defesa, levar a bola à área, driblar menos, manter a posse. linha defensiva alta. O resto que se possa usar depende do decorrer dos jogos. Nos jogadores, a ideia passa pelo preenchimento da zona central, portanto, é puxar os AI para dentro e em apoio, os Alas dão a largura
  12. Pelo pouco que joguei, pouco mudou: baixo risco, muitos apoios, lotação do espaço central e jogadores de qualidade.
×
×
  • Criar Novo...