Ir para conteúdo

Vaart10

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    30.528
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    627 [ Doar pontos ]

Sobre Vaart10

  • Data de Nascimento 15-05-1987

Métodos de contacto

  • Website URL
    http://

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Origem
    Massamá

Últimos Visitantes

8.495 visualizações
  1. Nem era preciso um assessor de comunicação @Mayday, bastava alguém que os ajudasse com certos truques nesse âmbito. Os convites para entrevistas hão-de surgir, o que é preciso é criar mensagem, eco e notoriedade. Criar segmentação (qual é o público-alvo do Movimento?) e posicionamento (o que podem trazer que os outros candidatos não tenham?). O que se viu é que são pessoas com vontade, mas isso não basta para ganhar eleições. E quem ouve mais do que uma vez "queremos discutir o Benfica", pode deixar logo de apoiar o movimento. O que é preciso é ganhar e agir, não é só discutir. Podia e devia ter existido mais ambição no discurso. Depois, lá mais para a frente, ajustava-se o discurso. É preciso relembrar que não há uma segunda vez para criar uma primeira boa impressão.
  2. Eu não vi a conferência de imprensa, vi o vídeo que colocaram.
  3. E alguém com conhecimentos de comunicação a trabalhar com eles, a ensinar-lhes uns truques de comunicação não-verbal. Confesso que estava com muita expectativa, até porque gosto muito de movimentos de bases.
  4. Parece-me algo meritório, mas com uma estrutura amadora.
  5. Não se trata de ter ou não satisfação. Acho que há profissionais, que são mesmo psicólogos, que podiam fazer igual ou melhor. PS: Ainda agora comentei com a minha Mulher, era a única posição/função que me fazia abdicar do que faço hoje em dia.
  6. 40M€-60M€ dava para três jogadores, não? Pelas minhas contas, nós precisamos de, no mínimo, 7/8.
  7. E temos de ter ativos "vendáveis" para financiar essas compras.
  8. O ideal era vender meia equipa ou mais, isso é impraticável. Vamos ter de conviver, pelo menos mais uma época, com certos jogadores. O plantel do ano que vem deve ter 15/16 jogadores regulares e o resto será entulho que não consigamos vender e miúdos da B. É a minha aposta.
  9. E o Veríssimo não se podia comprometer, caso o fizesse, era corrido.
  10. Não, foi a equipa que lhes deram. Pode parecer a mesma coisa, mas não é. O Bruno Lage, quando andava por cá no início da época que ontem findou, identificou as posições deficitárias, basta ir ver algumas das entrevistas e conferências de imprensa que deu. Teve o que pediu? Não, teve o que a direção lhe quis dar. Uma equipa deficitária, com lacunas óbvias e que, como se viu, não tinha o que era necessário para ganhar o que quer que seja em Portugal. É a equipa que temos, disse o Veríssimo, mas foi a equipa que lhe deram. Quem lhe deu? A direção que desinvestiu em momentos fulcrais e que nos podiam ter catapultado para outro patamar em termos internos. Aquele foi um momento de resignação, que me irritou por isso mesmo. Apesar de não ser o plantel desejado, Bruno Lage, Veríssimo e companhia nunca se insurgiram contra quem manda e comeram e calaram.
  11. É a diferença entre uma equipa com tomates e outra de princesas.
×
×
  • Criar Novo...