Ir para conteúdo

ElliotReid13

Membro em Blackout
  • Total de itens

    9.634
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    99 [ Doar pontos ]

Sobre ElliotReid13

  • Rank
    Duas bofetadas

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

2.044 visualizações
  1. Colocar uma questão dessas, só se tivesse dúvidas.
  2. Por mim não dá. Eu passo bem com ele a distorcer os meus posts, excepto se tentar estes truques à custa da vida pessoal de outros users. Muita sorte tem ele em só arriscar essas brincadeiras atrás do computador.
  3. És tão burrinho Stout, que até mete pena as figuras que fazes por aqui
  4. O teu ponto está correto. Mas é preciso ver que a diferença entre o atual e o anterior governo deve quase tudo às circunstâncias em que puderam trabalhar, pelo que não é justa a comparação feita para ilustrar o ponto.
  5. E porque é que antes tiveram um governo que trouxe sobretaxas, aumentos de impostos e cortes de pensões?
  6. Acredito que sim, mas acho ridiculo esta disponibilidade de algumas pessoas aqui para só bater na IL pela forma. A campanha é abrutalhada, mas sem candidatos de nome, de que outra forma é que poderiam ter alguma atenção mediática? O BE faz/fez o mesmo (como tu bem chamaste a atenção), e ai já está tudo bem porque não são papões de Direita. Não vês porque não queres ver. Uma coisa é usares recursos do Estado para empregar a tua familia, outra coisa é teres elementos da mesma familia numa lista que vai ser votada em eleições. Sobretudo existe a dificuldade de ser um partido com menos de 2 anos de idade a fazer listas para todos os distritos.
  7. Tanto ressentimento com quem tem estudos, Ilídio... isso explica algumas coisas.
  8. Por acaso, penso que mais provável que um cenário espanhol ou um cenário com geringonça seria um governo minoritário do PS com apoio da esquerda e da direita, consoante os temas. Foi algo que já aconteceu nesta legislatura, com os acordos com o Rio. O que poderia travar isto seria uma potencial irredutibilidade do BE (pouco provável) ou a saída do Rio e a entrada de outra pessoa para fazer oposição mais dura, tipo Montenegro (mais provável).
  9. @Mayday, são estes os apoiantes da IL? Ahaha
  10. Culpa minha, que não me expressei corretamente. Carga fiscal para as empresas, que as inibe de investir e crescer significativamente: https://www.google.com/amp/s/eco.sapo.pt/2019/01/15/portugal-tem-uma-taxa-alta-de-irc-mas-receita-vale-pouco-no-total/amp/ Mas o PAN levantou uma dúvida interessante e que eu não consigo responder porque não tenho dados, mas como seria se em vez de receita de impostos em percentagem do PIB, estivéssemos a medir a proporção dos rendimentos que as pessoas pagam em impostos? Isto porque temos um problema de falta de progressividade (com impostos indiretos elevados) e de evasão fiscal (com uma economia paralela de cerca de metade do PIB). Para além de que uma boa parte dos portugueses não tem rendimentos suficientes para pagar IRS, e outras empresas também não pagam impostos cá porque já estão a ser tributadas noutro lado... esses 35% dariam um salto engraçado.
  11. Que surpresa! No meio de revolucionários, monárquicos e xenófobos, o que te faz mais confusão é o economista a defender uma baixa de impostos, num país com uma das maiores cargas fiscais da UE e uma das mais baixas taxas de poupança e investimento público e privado.
  12. Ventura e Pinto Coelho a partilhar pulseira, estou estarrecido...
  13. Obrigado e x2, vamos ver como se sai. Não é tão carismático ou provocador como a estratégia de comunicação do partido pode dar a entender.
×
×
  • Criar Novo...