Ir para conteúdo

fornix

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    2.184
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    335 [ Doar pontos ]

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está a ser visualizado por outros utilizadores.

  1. Oh Ilidio... Chaves e noite na mesma frase? A malta de Chaves dá toda à cassoleta para Vila Real. Quanto muito iria para o casino, e com aquelas bonitas temperaturas tenho sérias duvidas disso . E na altura até veio um técnico do staff do Chaves referir publicamente que ele teve um periodo de adaptação mais complicado (os primeiros 3 meses), mas que após isso foi dos jogadores mais profissionais com quem trabalhou. E agora, como é que ficamos? O Poeira tem vindo a dizer uma coisa com alguma razão: o Sporting tem sempre muitos casos de indisciplina ao longo dos anos...
  2. Aparentemente o Portimonense faz intenções de contestar o jogo por o Sporting não ter incluido 2 jogadores formados localmente no 11 inicial. Deduzo que o berbicacho esteja na situação do Camacho. Será de facto considerado formado localmente?
  3. Nao sei se o pessoal está a subvalorizar os turcos, ou se têm noção daquilo em que o Sporting se tornou. Sobretudo quando se tem um exemplo austriaco tão fresco...
  4. Oh Ghelthon, fds, tu metes-te mesmo a jeito, impressionante. Achas mesmo que só agora é que esta a mostrar alguma coisa? Fartou-se de bater em mortos na equipa B, não foi aposta na A somente porque o Jesus preferiu o Gelson (que era na altura, e continua discutivelmente a ser mais unidimensional/limitado - acho até que boa parte dos adeptos, onde eu me incluo, ficaram surpreendidos na 1ª época do JJ pois quem mostrava mais indícios e potencial para ser aposta era o Matheus). No pouco tempo que aparecia em jogo não desiludia, na Europa até fazia boas exibições (sim, as famosas substituições a partir dos 85 minutos na grande maioria dos jogos - a verdadeira aposta na pseudo formação de Alcochete), foi para Chaves e todo o jogo ofensivo passava por ele. E no fim ainda vens comparar com a situação do Geraldes, onde é mais que unânime a m*rda de gestão que este clube lhe fez nos ultimos 3/4 anos, e como se não bastasse acabou por apanhar mais circunstâncias especiais este ano. Já ninguem se mostra indignado porque já passaram essa fase, neste momento, no que toca a Iuri e Geraldes, estamos na fase da resignação porque já se arruinou tudo o que se tinha de arruinar na carreira deles, ao contrário do Matheus que ,aos 23 anos, bastou 1 ano num clube que joga para ser campeão numa liga competitivamente semelhante/superior à nossa para ainda ir a tempo de não perder o comboio. Sportinguices. Edit: Para acabar, chegámos a ter simultaneamente no plantel Matheus, Nani Raphinha e Bas Dost. Agora reflitam...
  5. Não. Aliás, julgo até que há mais sportinguistas que que não se revêm nele do que o contrário.
  6. De facto, e a partir desta premissa, não se aprende mesmo com os erros.
  7. Os anos passam, e continua-se a perpetuar os chamados "extremos puros" e/ou jogadores com pé preferido correspondente ao lado onde jogam. É inevitável que depois jogue-se para a linha de fundo e cruzamentobol. Para uma equipa defensivamente bem organizada, isto é uma maravilha... Já só tenho pena do Miguel Luis. No meio disto tudo, acaba por ser o menos culpado
  8. E da maneira que se tem reestruturado divida e apertado o orçamento, vai continuar a sê-lo durante uns bons anos. É um claro sinal de que os tempos em que se viva acima das possibilidades acabou. E no entanto, paradoxalmente, vai continuar a haver dinheiro disponível, e à semelhança do que se tem feito desde há vários anos, vai-se continuar a não saber geri-lo e aplicá-lo. Vai ser engraçado acompanhar isto nos próximos 5 anos, sabendo o que a casa gasta.
  9. Nao é bem assim. Se nao me engano, o Famalicão teve inclusive mais oportunidades de golo que o Sporting
  10. A facilidade e a tranquilidade com que o Leipzig segurava, trocava a bola e saía a jogar num curto espaço apenas com 3 jogadores, mesmo perante a pressão de outros tantos jogadores do Benfica... É todo um outro nivel, e fizeram-no constantemente durante o jogo.
  11. Qual a necessidade de misturar 2 premissas que não têm nenhuma relação de causalidade, nem têm nada que ver uma com a outra? Dependendo da situação, da postura e das palavras proferidas, um árbitro pode, ou não, no seu entender que tal ocorrência mereça a expulsão, independentemente de ser reincidente ou não. Por outro lado, o Rafa é dos jogadores que mais amarelos provoca aos adversários justificadamente. E onde se lê Rafa, pode-se ler Benfica pelo estilo e postura no jogo. Mais uma vez essa frase a negrito não tem qualquer cabimento para a discussão em causa. É mais ou menos consensual que as equipas que joguem contra o Sporting não sejam tão castigadas disciplinarmente, seja pela diferente postura do próprio Sporting durante os 90 minutos, ou seja pelo critério aberrante que vai-se verificando amiúde na nossa Liga desde há largos anos. Quem anda à chuva molha-se, e ontem o BF acabou finalmente encharcado. E isso não impede que o criterio disciplinar tenha sido ridiculo. E mesmo que a arbitragem punisse adequadamente os estilos de jogo mais impetuosos, isso não iria fazer com que o BF fosse menos expulso. Não tem que ver com frustração por estar sempre a levar porrada dentro de campo, mas sim com a sua personalidade e postura no jogo.
×
×
  • Criar Novo...