Ir para conteúdo

fornix

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    2.181
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    274 [ Doar pontos ]

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está a ser visualizado por outros utilizadores.

  1. Oh Ghelthon, fds, tu metes-te mesmo a jeito, impressionante. Achas mesmo que só agora é que esta a mostrar alguma coisa? Fartou-se de bater em mortos na equipa B, não foi aposta na A somente porque o Jesus preferiu o Gelson (que era na altura, e continua discutivelmente a ser mais unidimensional/limitado - acho até que boa parte dos adeptos, onde eu me incluo, ficaram surpreendidos na 1ª época do JJ pois quem mostrava mais indícios e potencial para ser aposta era o Matheus). No pouco tempo que aparecia em jogo não desiludia, na Europa até fazia boas exibições (sim, as famosas substituições a partir dos 85 minutos na grande maioria dos jogos - a verdadeira aposta na pseudo formação de Alcochete), foi para Chaves e todo o jogo ofensivo passava por ele. E no fim ainda vens comparar com a situação do Geraldes, onde é mais que unânime a m*rda de gestão que este clube lhe fez nos ultimos 3/4 anos, e como se não bastasse acabou por apanhar mais circunstâncias especiais este ano. Já ninguem se mostra indignado porque já passaram essa fase, neste momento, no que toca a Iuri e Geraldes, estamos na fase da resignação porque já se arruinou tudo o que se tinha de arruinar na carreira deles, ao contrário do Matheus que ,aos 23 anos, bastou 1 ano num clube que joga para ser campeão numa liga competitivamente semelhante/superior à nossa para ainda ir a tempo de não perder o comboio. Sportinguices. Edit: Para acabar, chegámos a ter simultaneamente no plantel Matheus, Nani Raphinha e Bas Dost. Agora reflitam...
  2. Não. Aliás, julgo até que há mais sportinguistas que que não se revêm nele do que o contrário.
  3. De facto, e a partir desta premissa, não se aprende mesmo com os erros.
  4. Os anos passam, e continua-se a perpetuar os chamados "extremos puros" e/ou jogadores com pé preferido correspondente ao lado onde jogam. É inevitável que depois jogue-se para a linha de fundo e cruzamentobol. Para uma equipa defensivamente bem organizada, isto é uma maravilha... Já só tenho pena do Miguel Luis. No meio disto tudo, acaba por ser o menos culpado
  5. E da maneira que se tem reestruturado divida e apertado o orçamento, vai continuar a sê-lo durante uns bons anos. É um claro sinal de que os tempos em que se viva acima das possibilidades acabou. E no entanto, paradoxalmente, vai continuar a haver dinheiro disponível, e à semelhança do que se tem feito desde há vários anos, vai-se continuar a não saber geri-lo e aplicá-lo. Vai ser engraçado acompanhar isto nos próximos 5 anos, sabendo o que a casa gasta.
  6. Nao é bem assim. Se nao me engano, o Famalicão teve inclusive mais oportunidades de golo que o Sporting
  7. A facilidade e a tranquilidade com que o Leipzig segurava, trocava a bola e saía a jogar num curto espaço apenas com 3 jogadores, mesmo perante a pressão de outros tantos jogadores do Benfica... É todo um outro nivel, e fizeram-no constantemente durante o jogo.
  8. Qual a necessidade de misturar 2 premissas que não têm nenhuma relação de causalidade, nem têm nada que ver uma com a outra? Dependendo da situação, da postura e das palavras proferidas, um árbitro pode, ou não, no seu entender que tal ocorrência mereça a expulsão, independentemente de ser reincidente ou não. Por outro lado, o Rafa é dos jogadores que mais amarelos provoca aos adversários justificadamente. E onde se lê Rafa, pode-se ler Benfica pelo estilo e postura no jogo. Mais uma vez essa frase a negrito não tem qualquer cabimento para a discussão em causa. É mais ou menos consensual que as equipas que joguem contra o Sporting não sejam tão castigadas disciplinarmente, seja pela diferente postura do próprio Sporting durante os 90 minutos, ou seja pelo critério aberrante que vai-se verificando amiúde na nossa Liga desde há largos anos. Quem anda à chuva molha-se, e ontem o BF acabou finalmente encharcado. E isso não impede que o criterio disciplinar tenha sido ridiculo. E mesmo que a arbitragem punisse adequadamente os estilos de jogo mais impetuosos, isso não iria fazer com que o BF fosse menos expulso. Não tem que ver com frustração por estar sempre a levar porrada dentro de campo, mas sim com a sua personalidade e postura no jogo.
  9. Isto do Battaglia estar um ano sem jogar só podia dar nisto. Amnésia selectiva. Ainda tenho bem presente na memória o jogo de apresentação contra o Empoli, em que ele sai na pressão aos 85 minutos até quase à bandeirola de canto adversária, com os comentadores e os jumentos da central todos a enaltecerem-no, abre uma cratera descomunal naquele meio campo e o Empoli aproveita logo para lançar contra ataque de provocar calafrios. E para Maradona já temos o Coates. Não obrigado. O melhor extremo nos quadros do clube da atualidade foi emprestado. O melhor 6 idem aspas. Isto há coisas engraçadas neste clube. Vá lá que não emprestaram o melhor médio.
  10. Já a mim o que me chama a atenção é não haver a p*ta de uma virgula ou ponto. Que cefaleia do crl a tentar descodificar isso.
  11. A facilidade com que ele aparece sozinho naquela posição. Certamente irão aparecer muitas pessoas que irão desprezar os golos de penalties, ou estes golos de encostar, mas para quem percebe de futebol sabe perfeitamente que é preciso muito mérito para fugir aos centrais, e marcar estes golos de encostar sozinho.
×
×
  • Criar Novo...