Ir para conteúdo

Wincing Hálldor

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    6.792
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    671 [ Doar pontos ]

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está a ser visualizado por outros utilizadores.

  1. Eliel, tudo isto só por se ter apaixonado por uma prima sua?
  2. Não sabia que tínhamos de pagar 50% de uma futura venda do Matheus e do Dala. Gostava de saber quem é que fez estes negócios parvos.
  3. França, Bélgica, Países Baixos e Escócia não vão recomeçar. Liga Europa e Champions ainda não têm data. Fui ao site da Sporttv e não têm nada sobre Argentina, Austrália e China.
  4. Isto neste momento está assim: SportTV Eleven Sports Bundesliga 2.Bundesliga Canal 11 K League (só jogos do Jeonbuk) Primeira Liga de Israel Ekstraklasa -------------------- No futuro: Sport TV Primeira Liga, Segunda Liga; Liga Inglesa; Serie A; Taças Eleven Sports La Liga; Segunda liga inglesa; Canal 11 Segunda liga; Superliga; Taça de Israel; Super League RTP Final da Taça de Portugal Creio que seja isto
  5. Sim, o que eu odeio é ligas mainstream. Tendo visto muitos dos jogos, apostaria que essas perdas de tempo adicionais na Bundesliga são motivadas pelas várias lesões que se têm sucedido (houve um aumento de 0,5 lesões por jogo) e pelos cuidados médicos que elas requerem, em vez de haver alguma extensa demora por entrar mais um jogador. É inegável que alguma há, mas duvido que seja preponderante.
  6. Ganhámos dois títulos europeus, sim, ainda que algum do mérito ainda seja da organização feita pelo BdC (por exemplo no futsal, já havia sucesso antes dele). Internamente tem piorado: o voleibol perdeu muita competitividade, o futebol feminino foi ultrapassado por Braga e Benfica, por exemplo. No hóquei estávamos em 2º depois de termos ficado em 3º na época anterior e no andebol caimos para detrás do Porto. A única onde não havia clubes melhores que nós é o futsal. O @Poeira pode ajudar com detalhes mais específicos.
  7. Dois dos três não me parece improvável. Se tivesse de fazer uma adivinhação do onze diria que joga o Max na baliza, Seba, Mathieu e Neto na defesa, alas para o Ristovski e para o Acuña, no duo de meio-campo o Eduardo e o Battaglia a apoiar o Vietto e o Plata que jogam atrás do Sporar.
  8. E sabemos isto porque tanto a Liga NOS como o pipocão já recomeçaram com a tal nova medida, certo?
  9. Não estou a ver grandes surpresas. No máximo um Matheus Nunes a aparecer.
  10. Também conseguiu 90% nas eleições que, salvo erro, foram as mais concorridas da história do Sporting. Eu acho que o setor dos brunistas foi fácil de avaliar aquando da AG de destituição. Era "o" momento crucial de salvar o Bruno da alhada em que se meteu e eles foram completamente engolidos. O setor daqueles que nunca mais quererão o BdC de volta não me parece muito significante quanto isso, duvido que se hoje em dia fores por Alvalade perguntar a opinião sobre o BdC terás muitas respostas extremamente negativas. Talvez nas pessoas mais velhas por não se identificarem com o extremismo dele, mas de resto duvido mesmo. E depois há a questão de que no futebol a memória é muito curta e principalmente no Sporting é muito fácil as pessoas ganharem saudosismo pela única era da história recente em que o Sporting foi competitivo no futebol.
  11. Ponto um. Sobre o BdC acho que já foi tudo dito: fez um bom trabalho no primeiro mandato, conseguiu recuperar um clube que estava em queda livre, trouxe prestígio e competitividade ao clube em várias áreas...creio que este ponto é mais ou menos consensual entre praticamente todos os sportinguistas. No entanto, no ano anterior a Alcochete, sucederam-se os desequilíbrios, os erros, os disparates, a subida de tom dos tiques autoritários, quase tudo o que tinha construído ele próprio quis destruir, digo quase tudo não só porque o clube quando ele saiu estava, ainda assim, numa posição melhor do que quando entrou (e isto diz tudo sobre o trabalho do antecessor) e porque deixou como legado, uma legião de fãs obcecada, agressiva, violenta e composta em porção significativa por seres humanos de fraquíssima qualidade. A destituição, suspensão e consequente expulsão de sócio foram justíssimas e salvaram o Sporting de voltar a tropeçar na mesma ravina do passado (as últimas ações do BdC como presidente já isso indiciavam). Ponto dois. Em termos práticos isto tudo, apesar de ser comummente aceite no CMPT como a realidade indisputável, não vale grande coisa. Há de facto um setor dos sportinguistas que é invariavelmente apoiante do BdC. Há um setor dos sportinguistas que é invariavelmente contra qualquer futura associação do BdC ao clube. O primeiro setor é bastante maior do que o segundo, que é a maioria do CMPT e num par de outros sítios mas não o é em mais lado praticamente nenhum. "Ah mas se assim é, porque é que ele foi destituído?", exclamam vocês ao ler aquela frase. A resposta é simples. Há um terceiro setor, chamemos-lhe um setor cinzento ou setor baloiço para usar a mesma expressão que os americanos usam nas suas eleições. Este grupo de pessoas, que é a grande maioria, não tem uma opinião explícita para nenhum dos lados e age com memória curta. Acha que o BdC fez um bom trabalho e depois cometeu alguns erros. Decidiu votar a favor da sua destituição porque na altura ele era o "mau". Hoje em dia ele é o "bom", é o tipo que foi perseguido pela CS e pela Justiça durante meses, sendo depois absolvido. É a prova de que, segundo muitos, neste país há ovelhas negras e que se montou um espetáculo para o incriminar de algo de que é inocente. Este setor cinzento é a chave para a existência ou não de uma futura ascensão do BdC. Acredito que se as eleições fossem neste momento e o BdC pudesse participar, houvesse grande parte deles que votasse a favor dele, mesmo não sendo brunistas radicais. Afinal, foi o presidente que conseguiu reerguer o Sporting quando muitos o estavam a deitar abaixo, e, neste momento, o Sporting está em más condições competitivas, com sequências de políticas e ações incompetentes que estão a deixar o clube num estado cada vez pior, refletindo-se isso naquilo que mais interessa à maioria dos sportinguistas: o desempenho da equipa principal de futebol senior masculino. Isto para dizer que acredito que as coisas aconteçam de uma de duas formas: -A situação no Sporting não melhora, a contratação do Amorim não resulta e o Sporting soma mais uma época desapontante, à medida que o descontentamento entre os adeptos cresce, também incentivado pelas aparições cada vez mais frequentes do anterior presidente, apoiadas por um grupo muito vocal nas redes sociais e pelas claques do Sporting. Seja pelo próprio pé ou pelo fim do mandato, isto leva à queda do atual conselho diretivo. Se isto acontecer, acho bastante provável que o Bruno seja reeleito, caso não haja nenhum candidato que reúna apoios significativos e que consiga contrariar a onda que se formará à volta do BdC. -A situação no Sporting melhora, a contratação do Amorim funciona e o Sporting vai crescendo em desempenho, inclusivamente chegando a lutar ou a conseguir um lugar de Champions, em adição a uma taça ou uma boa performance na Liga Europa. A contestação ao Varandas passa a cingir-se ao núcleo brunista e às claques, amenizando-se no resto das bancadas. Aqui acredito que o ímpeto do BdC será menor e que ele terá mais dificuldades em voltar ao poleiro. Concluindo, acho que a chave para o desenrolar dos acontecimentos está na mão do Varandas. Se ele continuar a mostrar incompetência e a ser um desastre nas várias funções presidenciais, acho quase inevitável um retorno do BdC. E se isso acontecer, será por vontade expressa dos sócios do Sporting que têm democraticamente esse poder. Portanto não vale a pena começar a deitar lágrimas ou a soltar alguma raiva, porque no final de contas, a palavra é dos sócios e se, cumprindo os princípios legislativos do clube, essa for a de trazer de volta o BdC, mesmo sendo eu frontalmente contra essa opção, terá todo o direito de voltar à presidência.
×
×
  • Criar Novo...