Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Dominator

Empregos

Posts recomendados

Também acho que é uma pergunta bastante normal.

Quando conheces uma pessoa nova provavelmente não queres saber os segredos mais profundos que lhe vão na alma.

Também não perguntas traços de personalidade porque ninguém te vai dizer "Ya, sou uma pessoa antipática", tu é que acabas por tirar essas conclusões durante a conversa.

Perguntar sobre interesses e ambições acaba por ser uma forma fácil de conhecer um bocadinho melhor.

Compartilhar este post


Link para o post

Olá, que fazes?

Sou desempregada, e vivo com o meu ex.

 

Olá que fazes?

Sou stripper.

 

Olá que fazes?

Estou a tirar um curso que nunca me vai dar trabalho, mas é a minha paixão

 

Olá que fazes?

Trabalho numa oficina de carros, sou a Maria Capaz.

 

Olá que fazes?

Faço-te um bico.

 

Olá que fazes?

Não faço nada que seja do teu interesse.

 

Olá, e tu? o que fazes?

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de bug, há 17 minutos:

Tento fazer comédia num fórum.

Sim, mas e o teu trabalho? qual é?

Compartilhar este post


Link para o post

Isso de o pessoal agora só querer saber de evoluir e de dinheiro é tremendamente verdade na área da programação - e o pior é que o mercado vai atrás disso. Quem quiser ganhar mais com relativa rapidez é só andar a saltar periodicamente de empresa para empresa e pronto.

Citação de ZeroZeroPeras, há 1 hora:

Hackathon Academia de Código 😉

Foste só ver ou como parte de alguma empresa?

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de joe, há 58 minutos:

Também acho que é uma pergunta bastante normal.

Quando conheces uma pessoa nova provavelmente não queres saber os segredos mais profundos que lhe vão na alma.

Também não perguntas traços de personalidade porque ninguém te vai dizer "Ya, sou uma pessoa antipática", tu é que acabas por tirar essas conclusões durante a conversa.

Perguntar sobre interesses e ambições acaba por ser uma forma fácil de conhecer um bocadinho melhor.

Exacto, também é assim que interpreto a coisa.

Compartilhar este post


Link para o post

Eu vivo em Inglaterra precisamente pq da estagnacao profissional q tinha em PT, e tmb um pouco pela vontade de me aventurar e de ganhar mais guita.

Quem esta' a considerar mudar e sair para o estrangeiro: TAZ A FAZER A OLHAR PRA ISTO? PIRA-TE JA!!

Foi a melhor coisa q fiz na vida pq:

- a experiencia so por si vale muito

- trabalhar numa cultura bem mais evoluida, como a inglesa por exemplo, fez-me crescer como pessoa e como profissional de uma forma como NUNCA poderia o fazer em Portugal

- guito... nem sequer tem comparacao (trabalho em TI)

- qualidade de vida mto superior na grande maioria dos aspectos, menos num: verao... de facto o tempo aqui e' mesmo mau e o verao ingles e' tipo meia duzia de dias. N e' tanto a chuva, mas mais pelas nuvens e frio.

A lista de vantagens e' longa, a parte dificil 'e mesmo estar longe da familia/amigos mas com skype e apanhar viagens baratas regularmente para PT da' pra minimisar bem.

Ja' considerei voltar a Portugal quando as saudades batem mais forte, mas sempre q vou passar ferias lembro-me pq emigrei e passa logo a vontade xD coisas simples como andar no transito, ou ir a uma loja/servico, ou mesmo estar na fila pra caixa do pingo doce... nota-se tanto a diferenca q chega a ser ridiculo!

Qto ao esperar, ter calma, ter paciencia... tem a ver com a filosofia de vida de cada um, mas eu acho q tem mais vantagens ter "pressa" do que desvantagens. Se eu soubesse quando era adolescente o q sei hj (tenho 39 anos e sai de Portugal aos 33) faria assim:

- 2 ou 3 anos em Portugal a trabalhar q nem um cao pra ganhar experiencia e know-how, dizer q sim a tudo e a ir a todas pra ganhar o maximo de experiencia

- ir pro estrangeiro assim q me sentisse um professional minimamente competente (ou seja, ao fim dos tais 2 ou 3 anos)

- trabalhar q nem um cao nos primeiros 7 ou 8 anos e n ficar mais do q 3 anos na mesma empresa e/ou funcao

- guardar o maximo dinheiro possivel para investir na bolsa e/ou imobiliario. Da na boa para poupar 10k/ano sem grandes sacrificios, investir 10k todos os anos, durante uns 15/20 anos, sem entrar em loucuras e da pra fazer uma bela quantia.

- durante a semana trabalhar q nem um cao, mas ao fds dar prioridade a' familia e amigos

Isto para chegar a' minha idade e viver mais do retorno do investimento do q do salario pq isto de trocar tempo por dinheiro n e' um grande estilo de vida, ganhe-se muito ou pouco. O ideal 'e meter o dinheiro a trabalhar para nos, mas primeiro 'e preciso ter dinheiro por isso vao pro estrangeiro, ganhem guita, metam a investir ate o retorno ser significativo, e depois fazem da vida o q quiserem!

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de vampirado, há 1 hora:

cultura bem mais evoluida, como a inglesa por exemplo

Calma lá, estive 1 ano no centro/norte de Inglaterra e a cultura deles é tudo menos evoluída. Londres é uma coisa, o resto do UK é outra.

E essa tua visão que descreves é a tua visão. Eu senti falta do meu país e voltei, não me revejo a voltar a emigrar. 

Além disso prefiro ter um maior equilibrio de trabalho/vida, de modo a poder fazer o que quero até aos 70's do que me andar a esfolar para depois viver de rendimento. Sempre dei grande valor ao equilibrio de trabalho/vida.

Trabalhas 20 anos como um burro, tens um azar/doença/whatever, pronto, adeus. A vida é o agora, não é o amanhã. Planeamento sim, mas sem exageros.

  • Like 4
  • Concordo! 4

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de ZeroZeroPeras, há 3 horas:

Hackathon Academia de Código 😉

 

Citação de ZeroZeroPeras, há 10 minutos:

Empresa mas não digo qual ahahah

Pois, eu tinha ideia de ler aqui que andavas fora. Até estava a pensar se estava lá alguém que estivesse fora. Mas já vi que voltaste 😅

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de trz, há 13 minutos:

Ou dizes ou o catota tenta fazer outra piada

 

Não faz o meu tipo.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de ZeroZeroPeras, há 1 hora:

Empresa mas não digo qual ahahah

Nem precisas. Aquela pergunta era introdutória para esta: como alguém da área, como olhas para a Academia? Podes responder por MP, se preferires.

Editado por Ghelthon

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ghelthon, há 5 minutos:

Nem precisas. Aquela pergunta era introdutória para esta: como alguém da área, como olhas para a Academia? Podes responder por MP, se preferires.

Acho um conceito interessante, mas não posso responder pelo que vi, preciso de conhecer o dia a dia de um profissional que por lá passou, para poder analisar devidamente, principalmente a nível de integração no mundo real, capacidade de aprendizagem e evolução. 

Mas sem dúvida que a nível de Soft Skills todos são TOP! Vontade, resiliência, gosto em aprender, etc etc

Também conheço o SWitCH, embora não tenha estado tão envolvido. São, sem dúvida, programas muito interessantes para pessoal que quer uma rápida integração em IT 🙂

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ghelthon, há 25 minutos:

como olhas para a Academia?

Pegando nisto, o que acho melhor neles, é a seleção de pessoal.

Uma Flag da vida (embora tenha um conceito diferente), aceita qualquer um. Quantos mais inscritos melhor. Tanto tá alguém com noções de alguma m*rda e que se esforça em casa como tá um zé manel que não quer saber puto e ganhou um curso numa rifa.

E o pessoal escolhido pela Academia do Código são pessoas com um perfil diferente. Não são melhores nem piores, mas tem um perfil interessado. O preço deles, sendo puxado (caso o pagues do bolso) ajuda bastante nisso. 300 paus num curso qualquer um dá, mesmo que nem tenha grande interesse em dar o salto para a área. O compromisso que assumes, perante o valor e o tempo diário (e noturno, ouvi dizer) por si só quase que garante que não é uma pessoa que vai mudar de ideias com duas tretas, ou que se vai baldar ao estudo. É alguém inconformado com a sua situação atual, seja ela de desemprego ou emprego que não os satisfaça.

Isso, para entry level, por vezes é mais importante do que conhecimentos básicos de universidade. Daí se destacarem e para muitas pessoas ser a melhor opção.

Mas isto é só a minha opinião, que não sou engenheiro de m*rda nenhuma, não faria nenhum bootcamp desses e que trabalha na área.

  • Like 2
  • Concordo! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Como alguém que veio de lá, acho interessante saber o que as pessoas de fora pensam. Obrigado pelas opiniões.

Compartilhar este post


Link para o post

Por acaso ouço falar bastante bem da Academia até tenho um amigo que estava com a ideia de abandonar a licenciatura em engenharia informática para ir para lá.

Só que aquilo para ser em poucos meses devem ser uma tonelada de m*rda para estudar não? Deve ocupar umas valentes horas diárias de estudo..

 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Alonso., há 27 minutos:

Por acaso ouço falar bastante bem da Academia até tenho um amigo que estava com a ideia de abandonar a licenciatura em engenharia informática para ir para lá.

Só que aquilo para ser em poucos meses devem ser uma tonelada de m*rda para estudar não? Deve ocupar umas valentes horas diárias de estudo..

Dependendo do quão avançado ele vai no curso, no lugar não o faria.

Quanto à tua questão - sim, é um ritmo bastante alto. Só consegues parar um bocado ao fim-de-semana, e mesmo assim nem sempre dá, até porque às vezes há trabalhos de grupo ou apresentações para fazer.

Não há avaliações propriamente ditas, mas há uma responsabilização das pessoas porque cada um é que sabe o que é melhor para si. Ou seja, se não quiseres trabalhar também não vão obrigar-te - apesar de puxarem muito pelas pessoas. Apesar de não haver avaliações, é do interesse dos alunos fazer o melhor trabalho possível, porque depois os professores passam feedback às empresas.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de ZeroZeroPeras, há 6 horas:

Acho um conceito interessante, mas não posso responder pelo que vi, preciso de conhecer o dia a dia de um profissional que por lá passou, para poder analisar devidamente, principalmente a nível de integração no mundo real, capacidade de aprendizagem e evolução. 

Mas sem dúvida que a nível de Soft Skills todos são TOP! Vontade, resiliência, gosto em aprender, etc etc

Também conheço o SWitCH, embora não tenha estado tão envolvido. São, sem dúvida, programas muito interessantes para pessoal que quer uma rápida integração em IT 🙂

 

Citação de Bashir, há 5 horas:

Pegando nisto, o que acho melhor neles, é a seleção de pessoal.

Uma Flag da vida (embora tenha um conceito diferente), aceita qualquer um. Quantos mais inscritos melhor. Tanto tá alguém com noções de alguma m*rda e que se esforça em casa como tá um zé manel que não quer saber puto e ganhou um curso numa rifa.

E o pessoal escolhido pela Academia do Código são pessoas com um perfil diferente. Não são melhores nem piores, mas tem um perfil interessado. O preço deles, sendo puxado (caso o pagues do bolso) ajuda bastante nisso. 300 paus num curso qualquer um dá, mesmo que nem tenha grande interesse em dar o salto para a área. O compromisso que assumes, perante o valor e o tempo diário (e noturno, ouvi dizer) por si só quase que garante que não é uma pessoa que vai mudar de ideias com duas tretas, ou que se vai baldar ao estudo. É alguém inconformado com a sua situação atual, seja ela de desemprego ou emprego que não os satisfaça.

Isso, para entry level, por vezes é mais importante do que conhecimentos básicos de universidade. Daí se destacarem e para muitas pessoas ser a melhor opção.

Mas isto é só a minha opinião, que não sou engenheiro de m*rda nenhuma, não faria nenhum bootcamp desses e que trabalha na área.

Na questão da seleção tens toda a razão. Vi isso agora no processo de escolha deste novo bootcamp que começou agora. No meu bootcamp eramos 21. Mas neste só entraram 15 e não foi por falta de pessoal a tentar. Estive presente nos workshops de seleção e foram à vontade umas 50 pessoas tentar. E acho bem que assim seja, porque é preciso um enquadramento certo naquela mentalidade.

Citação de Alonso., há 4 horas:

Por acaso ouço falar bastante bem da Academia até tenho um amigo que estava com a ideia de abandonar a licenciatura em engenharia informática para ir para lá.

Só que aquilo para ser em poucos meses devem ser uma tonelada de m*rda para estudar não? Deve ocupar umas valentes horas diárias de estudo..

 

Eu não o faria, como o Ghelton disse, a não ser que ele não se sinta muito enquadrado. O curso ainda abre muitas portas e mais facilmente (não é uma critica). EU se soubesse o que sei hoje, tinha entrado logo para Eng. Informática em vez de Bioengenharia 😅

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ghelthon, há 4 horas:

Dependendo do quão avançado ele vai no curso, no lugar não o faria.

Quanto à tua questão - sim, é um ritmo bastante alto. Só consegues parar um bocado ao fim-de-semana, e mesmo assim nem sempre dá, até porque às vezes há trabalhos de grupo ou apresentações para fazer.

Não há avaliações propriamente ditas, mas há uma responsabilização das pessoas porque cada um é que sabe o que é melhor para si. Ou seja, se não quiseres trabalhar também não vão obrigar-te - apesar de puxarem muito pelas pessoas. Apesar de não haver avaliações, é do interesse dos alunos fazer o melhor trabalho possível, porque depois os professores passam feedback às empresas.

 

Citação de pedrituh_9, há 15 minutos:

 

Na questão da seleção tens toda a razão. Vi isso agora no processo de escolha deste novo bootcamp que começou agora. No meu bootcamp eramos 21. Mas neste só entraram 15 e não foi por falta de pessoal a tentar. Estive presente nos workshops de seleção e foram à vontade umas 50 pessoas tentar. E acho bem que assim seja, porque é preciso um enquadramento certo naquela mentalidade.

Eu não o faria, como o Ghelton disse, a não ser que ele não se sinta muito enquadrado. O curso ainda abre muitas portas e mais facilmente (não é uma critica). EU se soubesse o que sei hoje, tinha entrado logo para Eng. Informática em vez de Bioengenharia 😅

Acho que é mesmo falta de motivação por parte dele em relação ao curso e certas cadeiras que ele não percebia para que serviam... Pelo que ele me disse a Academia era algo mais directo ao assunto, isto dito por ele, não faço mínima ideia 😅

Ainda bem que resultou, fico contente por vocês! 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Alonso., há 1 minuto:

 

Acho que é mesmo falta de motivação por parte dele em relação ao curso e certas cadeiras que ele não percebia para que serviam... Pelo que ele me disse a Academia era algo mais directo ao assunto, isto dito por ele, não faço mínima ideia 😅

Ainda bem que resultou, fico contente por vocês! 

Sim, é mais direto ao assunto ao nível de programar. Mas olha que os outros conceitos podem ser uma mais-valia.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de ZeroZeroPeras, há 8 horas:

Calma lá, estive 1 ano no centro/norte de Inglaterra e a cultura deles é tudo menos evoluída. Londres é uma coisa, o resto do UK é outra.

E essa tua visão que descreves é a tua visão. Eu senti falta do meu país e voltei, não me revejo a voltar a emigrar. 

Além disso prefiro ter um maior equilibrio de trabalho/vida, de modo a poder fazer o que quero até aos 70's do que me andar a esfolar para depois viver de rendimento. Sempre dei grande valor ao equilibrio de trabalho/vida.

Trabalhas 20 anos como um burro, tens um azar/doença/whatever, pronto, adeus. A vida é o agora, não é o amanhã. Planeamento sim, mas sem exageros.

Calma la! Tiveste ca um ano e ja sabes tudo sobre a cultura dentro e fora de londres? Como diz o Fernando Mendes "expetaculo"!

Ja trabalhava com ingleses ha mto tempo antes de emigrar, ja vivo em inglaterra ha 5 anos e trabalhei com empresas do norte a sul do UK. Em Portugal o mesmo, conheco bem as duas realidades. Conheco mtos tugas aqui tmb. N deixa de ser so a minha visao, mas e' uma visao bem fundamentada das diferencas entre os dois paises. Ha excepcoes, e diria q tiveste azar se viveste o contrario.

Em relacao ao "maior equilibrio" isso 'e subjectivo. Eu sempre trabalhei q nem um cao e sempre tive uma vida equilibrada. A minha definicao de equilibrio 'e, provavelmente, diferente da tua. Mas percebo pq dizes isso, pq n me expliquei bem. As ideias q eu queria transmitir sao estas:

- quem esta mal, tem de se mudar. Eu recomendo, inclusive mudar de pais se for preciso.

- a quem so tem uma fonte de rendimento, q e' o salario, mesmo q seja bom, 'e uma prisao. E' trocar tempo por dinheiro, e na vida n ha nada mais precioso q o tempo, qualquer forma de ganhar €/hora 'e trocar tempo por dinheiro, e nisto saimos sempre a perder.

- a forma de sair dessa "rat race", como se diz por aqui, e' de meter o dinheiro a trabalhar por nos. Obviamente pra quem vive do salario, 'e dificil.

- na vida, pouco do q tem valor se consegue sem sacrificios. O que eu sugiro, a quem ta' "preso" ao salario e' procurar onde se ganha mais e ir pra la trabalhar ate se conseguir poupar bastante. Sim, 'e sacrificar um pouco do presente pela liberdade financeira do futuro - todos nos fazemos isto, estudar n 'e mais do que investir tempo presente para se ter retorno no futuro. Ou fazer exercicio fisico, ou tantas outras coisas em q investimos o nosso tempo presente para termos um retorno no futuro.

- pegar na poupanca e meter em accoes (estudar bem primeiro, diria q 3 a 6 meses de estudo 'e suficiente para saber o q fazer) ou arriscar num negocio proprio.

- sim, pode dar m*rda, podes perder todo o teu dinheiro, podes morrer a trabalhar q nem um cao, etc... mas qual 'e a alternativa pra quem vive do seu salario? Trabalhar das 9/18 ate morrer? 

- Eu fiz-me esta pergunta aqui ha uns anos: se deixar de trabalhar, consigo continuar a viver de forma independente e de acordo com aquilo q eu quero da vida? A reposta foi um "claro q nao", foi quando me apercebi q isto de ter um emprego "fixo" 'e sinonimo de ser um prisioneiro do trabalho. Para mim, isso n serve, eu quero gerir o meu tempo sem q isso afecte os meus rendimentos de forma decisiva e, de preferencia, reformar-me cedo para me dedicar a tudo o q mais gosto. Ou seja, quero retirar o dinheiro da minha equacao de vida... o problema 'e q preciso de dinheiro para me livrar do estar preso ao dinheiro, 'e fdd mas a vida 'e assim mesmo.

- Se tas contente com o teu emprego, esta mensagem n e' para ti. Esta mensagem e' para quem vive do salario e quer mudar mas hesita em dar um passo mais arriscado.

- Cada um sabe de si, mas eu sempre gostei do ditado "quem n arrisca n petisca" e por isso digo, tas a pensar em emigrar pq queres uma vida melhor? Para de pensar e pira-te. Arrisca!

Este conselho, n servindo de certeza para todos, 'e gratuito e de boa vontade! 😇

Compartilhar este post


Link para o post

Trabalho remoto, meninos. Ganhar bem ficando por cá.

Editado por kareca

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de kareca, há 7 minutos:

Trabalho remoto, meninos. Ganhar bem ficando por cá.

pois, as pessoas riem-se quando eu digo que o meu sonho é viver na grandola com um ordenado alemão

Compartilhar este post


Link para o post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...