Ir para conteúdo
What

Tópico da Política, Ambiente e Economia

Posts recomendados

Citação de Ghelthon, há 3 horas:

Certo, mas essas declarações parecem demonstrar um certo desconhecimento da sua própria realidade.

Não vejo bem como. É porque não falou da banca ao abordar este tema? Tinha que o fazer?

Aliás, fui rever as declarações e o Carlos Costa profere-as num seminário, portanto trata-se de uma opinião a título pessoal e não em nome do Banco de Portugal.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de paladino77, há 21 minutos:

Edit: ajuda me a perceber o teu raciocínio. Obtenho um credito habitação, a casa está em meu nome, daqui a por exemplo 20 anos a banca vai com o crl.. Das duas uma, ou tenho de pagar ao insolvente ou, como já aconteceu no passado, deixa de existir uma entidade responsável para os meus pagamentos e como tal a minha obrigação desaparece. Comprei uma casa, não a paguei toda mas ela fica minha, e mesmo assim fiquei a arder?? Ou achas que na insolvência tenho de pagar logo toda a divida remanescente?? 

 

Isso não funciona assim. O que tu estás a assistir desde 2008, depois da crise bancária, é a uma consolidação do setor. Os bancos maiores adquirem os bancos mais pequenos em dificuldades porque estão a operar com margens cada vez mais curtas. Com menos bancos a operar e com a crescente digitalização do setor bancário em geral, os bancos vão tendo uma estrutura de custos cada vez mais reduzida, o que implica menor número de balcões e menor número de recursos humanos. Com o passar dos anos, vais ter cada vez menos players a atuar até chegar a um ponto de equilíbrio em que, presumivelmente, a automatização dos serviços e consolidação da indústria seja por si só suficiente para que as instituições do mercado consigam satisfazer a procura pelos serviços sem dificuldade. Não é como se de um momento para o outro os bancos deixassem de ser necessários. Da mesma forma que o maior acesso a energias renováveis não veio acabar com a indústria petrolífera, tampouco sequer com os lucros que continuam a ter ano após ano.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Peplin, há 3 minutos:

Não vejo bem como. É porque não falou da banca ao abordar este tema? Tinha que o fazer?

Aliás, fui rever as declarações e o Carlos Costa profere-as num seminário, portanto trata-se de uma opinião a título pessoal e não em nome do Banco de Portugal.

Não tinha, eu é que me ri com a ironia da cena. Porque ele tem frases deste género:

Citação

"Ninguém vai hoje a uma agência de viagens a não ser que tenha um serviço adicional"

Que podem tanto ser aplicadas aos bancos hoje em dia...

Citação de ElliotReid13, há 9 minutos:

Fintech é um termo genérico usado para categorizar empresas tecnológicas na área dos serviços financeiros, não tem nada a ver com banca. Por exemplo, a Feedzai é uma fintech mas o único serviço que presta é deteção de fraude em sistemas de pagamentos.

Ah, certo. N26, Revolut e afins não se enquadram?

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ghelthon, há 1 minuto:

Não tinha, eu é que me ri com a ironia da cena. Porque ele tem frases deste género:

Que podem tanto ser aplicadas aos bancos hoje em dia...

Ah, certo. N26, Revolut e afins não se enquadram?

Enquadram, mas são apenas uma pequena parte. O que tu te queres referir é à banca digital, serviços p2p, e por aí em diante. 😉

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de ElliotReid13, há 3 horas:

 

Isso não funciona assim. O que tu estás a assistir desde 2008, depois da crise bancária, é a uma consolidação do setor. Os bancos maiores adquirem os bancos mais pequenos em dificuldades porque estão a operar com margens cada vez mais curtas. Com menos bancos a operar e com a crescente digitalização do setor bancário em geral, os bancos vão tendo uma estrutura de custos cada vez mais reduzida, o que implica menor número de balcões e menor número de recursos humanos. Com o passar dos anos, vais ter cada vez menos players a atuar até chegar a um ponto de equilíbrio em que, presumivelmente, a automatização dos serviços e consolidação da indústria seja por si só suficiente para que as instituições do mercado consigam satisfazer a procura pelos serviços sem dificuldade. Não é como se de um momento para o outro os bancos deixassem de ser necessários. Da mesma forma que o maior acesso a energias renováveis não veio acabar com a indústria petrolífera, tampouco sequer com os lucros que continuam a ter ano após ano.

Eu não estava a referir que a banca ia acabar, pelo contrário. O Catota é que a sabe toda e acha que sim por agora tem um cartão sem anuidade.. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ghelthon, há 4 horas:

Não tinha, eu é que me ri com a ironia da cena. Porque ele tem frases deste género:

Que podem tanto ser aplicadas aos bancos hoje em dia...

Ah, certo. N26, Revolut e afins não se enquadram?

Mesmo o N26, Revolut, e afins usam a banca para as suas operações.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 21 minutos:

Já alguém pensou na hipótese infeliz de poder haver bloco central se PS+CDU não chegar para formar governo? 

Não vejo como é que seria possível. Encostava o PS mais à direita ou o PSD mais à esquerda?

Mas bem, seria a morte dos dois. Não sei até que ponto é que não estou disponível para aceitar esse cenário.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 30 minutos:

Já alguém pensou na hipótese infeliz de poder haver bloco central se PS+CDU não chegar para formar governo? 

já pensei, não vai haver.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Mayday, há 16 minutos:

Não vejo como é que seria possível. Encostava o PS mais à direita ou o PSD mais à esquerda?

Mas bem, seria a morte dos dois. Não sei até que ponto é que não estou disponível para aceitar esse cenário.

O Rio vai ficar entre a espada e a parede no pós-eleições, tudo o que vier à rede será peixe. Não virá do PSD o impeditivo. Além do mais ele não fica como deputado. O PS está a cair nas sondagens. Se cai mais 2 ou 3%, nada extraordinário se virmos as tendências recentes e a CDU tem uma eleição má, abaixo dos 7%, cenário bastante provável, visto o histórico recente de eleições da CDU no tempo da geringonça. Não chegará para formar maioria. A alternativa a este cenário de Bloco Central, seria PS+BE. Pouco provável também. Não sei que alianças se formarão. Mas Diria mesmo que em termos de resultados eleitorais este é o cenário mais provável. Temos que pensar em tudo. O que faria Costa nesta situação? Fazer as pazes com a Catarina Martins? Fazer uma grande coligação com a CDU e o PAN? 

Editado por Ticampos

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 31 minutos:

O Rio vai ficar entre a espada e a parede no pós-eleições, tudo o que vier à rede será peixe. Não virá do PSD o impeditivo. Além do mais ele não fica como deputado. O PS está a cair nas sondagens. Se cai mais 2 ou 3%, nada extraordinário se virmos as tendências recentes e a CDU tem uma eleição má, abaixo dos 7%, cenário bastante provável, visto o histórico recente de eleições da CDU no tempo da geringonça. Não chegará para formar maioria. A alternativa a este cenário de Bloco Central, seria PS+BE. Pouco provável também. Não sei que alianças se formarão. Mas Diria mesmo que em termos de resultados eleitorais este é o cenário mais provável. Temos que pensar em tudo. O que faria Costa nesta situação? Fazer as pazes com a Catarina Martins? Fazer uma grande coligação com a CDU e o PAN? 

Aliás... Não foi preciso esperar tanto, a sondagem de hoje já apresenta este cenário... PS 36% CDU sem chegar aos 7%.

E não é a minha. 

Editado por Ticampos

Compartilhar este post


Link para o post

Ele teve literalmente de cometer um crime tão grave que nem essa cobarde tinha outra forma de fazer outra coisa. E mesmo assim demorou alguns dias lol

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 14 horas:

Já alguém pensou na hipótese infeliz de poder haver bloco central se PS+CDU não chegar para formar governo? 

Not gonna happen. É meio caminho andado para acabar com o bipartidarismo.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de doom_master, há 4 horas:

Not gonna happen. É meio caminho andado para acabar com o bipartidarismo.

Ok, nesse caso, sim concordo, novas eleições como em Espanha. 

Enquanto isso dei uma vista no programa do PAN, há referências a gatos, mas nenhuma referência ao lince ibérico. 

 

Alguém já viu o novo outdoor da iL? 

Editado por Ticampos

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 49 minutos:

Ok, nesse caso, sim concordo, novas eleições como em Espanha. 

Enquanto isso dei uma vista no programa do PAN, há referências a gatos, mas nenhuma referência ao lince ibérico. 

 

Alguém já viu o novo outdoor da iL? 

Já, ridículo.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Pan, há 18 minutos:

Já, ridículo.

Agora já tenho dúvidas que eles não elejam o deputado por Lisboa.. 

received-2405330073119984.jpg

Editado por Ticampos

Compartilhar este post


Link para o post

Achar que o PS é socialista em 2019 é a mesma coisa que achar que o Hitler era de esquerda, fds. Sempre a bater na mesma tecla, que praga.

Compartilhar este post


Link para o post

sou só eu que já estou farto de campanha eleitoral? por mim votava já hoje, para acabar esta parade de politiquice e para que a agenda mediática volte a estar marcada por, sei lá, os divórcios das celebridades ou m*rda assim, e que nos deixem os cornos em paz. Parecendo que não estamos desde maio em campanha eleitoral permanente. já não há pachorra.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Jamarcus, há 1 minuto:

Achar que o PS é socialista em 2019 é a mesma coisa que achar que o Hitler era de esquerda, fds. Sempre a bater na mesma tecla, que praga.

Há quem diga que o Hitler era Nacional-''Socialista''

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, Agora:

Há quem diga que o Hitler era Nacional-''Socialista''

E a Coreia do Norte é democrática, também.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de IlidioMA, há 1 minuto:

sou só eu que já estou farto de campanha eleitoral? por mim votava já hoje, para acabar esta parade de politiquice e para que a agenda mediática volte a estar marcada por, sei lá, os divórcios das celebridades ou m*rda assim, e que nos deixem os cornos em paz. Parecendo que não estamos desde maio em campanha eleitoral permanente. já não há pachorra.

Sim, isto já está um exagero, podíamos ter tido os debates muito mais tarde, não percebi a necessidade de debates a 1 mês das eleições, e depois 15 dias sem nada. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 2 minutos:

Há quem diga que o Hitler era Nacional-''Socialista''

O Hitler disse numa entrevista que o partido se devia ter chamado iniciativa liberal. Parece mentira mas é verdade. 

"We might have called ourselves the Liberal Party. We chose to call ourselves the National Socialists."

Hitler. 

Compartilhar este post


Link para o post

Junta-te à conversa!

Podes publicar um comentário agora e registar-te depois. Se tiveres uma conta, autentica-te agora para publicares o teu comentário de forma autenticada.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Criar Novo...