Ir para conteúdo
What

Tópico da Política, Ambiente e Economia

Posts recomendados

@Cannonball Não tinha essa ideia, foi a primeira vez que fui a Barcelona. Já tinha estado em várias partes de Espanha mas não senti nada parecido com o que senti na Catalunha, pensava que a coisa estava mais ou menos dividida (apesar dos resultados dos referendos) e que o sentimento não era assim tão forte. Mas é, e há toda uma cultura social e histórica a suportá-lo.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Gorki, há 20 minutos:

@Cannonball Não tinha essa ideia, foi a primeira vez que fui a Barcelona. Já tinha estado em várias partes de Espanha mas não senti nada parecido com o que senti na Catalunha, pensava que a coisa estava mais ou menos dividida (apesar dos resultados dos referendos) e que o sentimento não era assim tão forte. Mas é, e há toda uma cultura social e histórica a suportá-lo.

 

Completamente. Sente-se no dia-a-dia bastante. Agora com as eleições ainda vai ser mais quentinho.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Slade, há 2 horas:

Eu até arrisco a dizer que 92% dos catalães querem a independencia!

Pois, eu também me arrisco a dizer que mais de 43% dos catalães votaram em partidos anti-independetistas nas eleições deste ano. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Gorki, há 4 horas:

Estive em Barcelona há muito pouco tempo e impressionou-me o sentimento de independência. Em todas as ruas vêem-se bandeiras da catalunha penduradas, faixas a exigir a libertação dos presos políticos, é um tema de conversa que se consegue ter com quase qualquer pessoa que ali viva. 

mas isso é mais profundo do que isso. Há um divórcio profundo entre a sociedade catalã e vivência espanhola. Por exemplo, indo ao futebol, é muito dificil encontrares um café catalão a dar um jogo da selecção espanhola. E coincidentemente, a selecção espanhola entre 1982 e 2017 não fez qualquer jogo em solo catalão. nem um. Os catalães, em geral, não se sentem representados pela Espanha, em si. Mesmo os catalães que são contra a independência, que os há e bastante, normalmente só o são por razões economico-financeiras. Por acharem que em termos económicos é melhor estar em Espanha (e ao nivel das pensões e segurança social, coisas assim), não por grande amor a Espanha, ou por sentimentos de pertença ao Reino de Espanha.

Mas comum aos catalães, independentistas ou não, é a sua desinserção, desdém e desinteresse do resto de Espanha. Não vêm a mesma Tv, não ouvem as mesma rádios, não votam nos mesmo partidos, não falam a  mesma língua, não partilham grande coisa. A independência, no sentido de divórcio irreversível, de facto já existe.

Compartilhar este post


Link para o post

Tudo isto foi criado pela direita espanhola que é do mais descerebrado que existe por aí. Até 2006 o movimento independentista na Catalunha era marginal e estava limitado à esquerda radical, mas com o ataque que a direita espanhola faz ao acordo de autonomia negociado entre o governo espanhol e governo catalão e referendado pelos catalães, o movimento independentista torna-se mainstream. Toda esta confusão tem Pai. Neste momento não há condições para independência, as coisas estão 50-50, mas tendo em conta que os jovens são desproporcionalmente independentistas e isso não é coisa que penso que mude com a idade por muitas outras razões, amanhã podem ser 55-45 ou 60-40; como é que Espanha vai impedir a independência nessa altura se a sociedade catalã por inequivocamente independentista? É preciso dizer outra coisa importante, se 45-50% dos catalães são ferozmente independentistas, não podemos dizer que 50% dos restantes são tão agressivamente unionistas, boa parte dos outros 50% são soft unionists, isto é, muitos deles, são a favor de a Catalunha se tornar num estado federal e a favor da realização de um referendo á independência(aliás, para isto, existe uma maioria inequívoca).

Quanto ás sentenças, é normal que quem teve efectivamente responsabilidade em fazer a declaração unilateral de independência seja condenado, nenhum estado toleraria isso. Outra coisa muito diferente, é que se ignore que isto é um problema político. Não estamos a falar de uns tarados violentos e armados a declararem independência ou a fazer um golpe de estado mas sim de um grupo de políticos mandatados eleitoralmente por milhões de pessoas, e por isso mesmo, o problema passa de criminal a político. O Sanchez pode perfeitamente chegar a um acordo com os catalães e perdoá-los em troca de concessões importantes que estão dispostos a fazer. Isto digo em relação aos membros do governo catalão, em relação aos Jordis não compreendo a sentença. Eles não tinham poder executivo, apenas eram líderes da Assembleia Nacional Catalã, não compreendo a pena.

 

 

 

 

 

 

Editado por ascom

Compartilhar este post


Link para o post

Todo este problema foi criado pelo PP e seu lema herdado do franquismo do "España Una, Grande e Libre", isto é, não há cá independências para ninguém.

Não esquecer que nunca negociaram com o País Basco uma possível independência com o pretexto que tinham a luta armada (ETA) mas agora que a Catalunha queria negociações e não tem grupos armados foram bem rápidos em mandar os robocops para Barcelona ao invés de se sentarem à mesa.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação

Veja a lista completa de ministros do XXII Governo Constitucional

Primeiro-Ministro: António Costa

Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital: Pedro Siza Vieira

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros: Augusto Santos Silva

Ministra de Estado e da Presidência: Mariana Vieira da Silva

Ministro de Estado e das Finanças: Mário Centeno

Ministro da Defesa Nacional: João Gomes Cravinho

Ministro da Administração Interna: Eduardo Cabrita

Ministra da Justiça: Francisca Van Dunen

Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública: Alexandra Leitão

Ministro do Planeamento: Nelson Souza

Ministra da Cultura: Graça Fonseca

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior: Manuel Heitor

Ministro da Educação: Tiago Brandão Rodrigues

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social: Ana Mendes Godinho

Ministra da Saúde: Marta Temido

Ministro do Ambiente e da Ação Climática: João Pedro Matos Fernandes

Ministro das Infraestruturas e da Habitação: Pedro Nuno Santos

Ministra da Coesão Territorial: Ana Abrunhosa

Ministra da Agricultura: Maria do Céu Albuquerque

Ministro do Mar: Ricardo Serrão Santos

 

Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares: Duarte Cordeiro

Secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro: Tiago Antunes

Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros: André Moz Caldas

Compartilhar este post


Link para o post

Só vejo tachos a voar, é preciso essa gente toda?

 

Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital:

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros:

Ministra de Estado e da Presidência:

Ministro de Estado e das Finanças:

 

Ministro do Ambiente e da Ação Climática:

Ministra da Coesão Territorial:

Ministro do Mar:

Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública:

Ministro do Planeamento:

Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública

 

 

 

 

Editado por Catota

Compartilhar este post


Link para o post

Ana Vieira no Facebook sobre a polémica RAP vs Ventura:
 

Citação

“O Ricardo Araújo Pereira que eu continuo a achar o melhor humorista português dos últimos anos (basicamente ele é aquilo que o Herman José foi durante os anos 80 e 90, salvaguardando, claro está, as devidas diferenças artísticas) mas que ainda assim está muito longe de ser tão brilhante quanto um Ricky Gervais ou um Danilo Gentili, resolveu assinar uma carta censória, idiota e muito 'fassista' onde se implora, quase a chorar, que o Benfica e o seu presidente Luis Filipe Vieira se demarquem do André Ventura, alegando que o recém-eleito e cada vez mais popular deputado do CHEGA ‘usa claramente o símbolo do Benfica para promoção pessoal’”, começou por escrever Maria Vieira na sua página de Facebook.

“Assim de repente não me estou a lembrar de nenhum humorista no mundo inteiro que tenha alguma vez resolvido silenciar um político (normalmente costuma ser ao contrário) e vai daí o Ricardo Araújo Pereira resolveu inaugurar esse modelo e ser o primeiro palhaço a tentar calar a boca de uma pessoa que ele não gosta de ouvir falar em lado nenhum, muito menos quando ele fala do Benfica que também usa a cor vermelha, que por sua vez é uma cor com que o socialista/caviar Ricardo Araújo Pereira se identifica imenso e de que gosta para lá de ‘bué’!”, acrecenta.

Mas as críticas não ficam por aqui e a humorista acusa mesmo Ricardo Araújo Pereira de ser incoerente.

“Mas já quando os socialistas António Costa e Mário Centeno se sentam junto do presidente do Benfica para gritarem ‘Benfica, Benfica, Benfica...’ o RAP não vê mal nenhum nisso, nem se sente ofendido nem ultrajado por eventualmente aqueles dois lampiões socialistas se estarem, sei lá, a aproveitar do Benfica para promoção pessoal ou para serem eleitos e para nos oferecerem, não tarda nada, a 4ª bancarrota da nossa história! Enfim, há dias à tarde, em que o Ricardo Araújo Pereira não devia dizer nem assinar disparates à noite”, defendeu.

Maria Vieira termina o longo texto criticando Joacine Katar Moreira, deputada eleita pelo Livre.

“Eu acho que já é tempo do RAP deixar de censurar, de ‘cutucar’ e de aborrecer o André Ventura que pode e deve continuar a falar sobre aquilo que bem entende e começar mas é a satirizar aquela Joacine - a ‘Lady Gaga’ do LIVRE - que deve ser a deputada que mais motivos tem para ser satirizada e gozada na história de Portugal, mas sobre a qual os poucos humoristas que ainda restam no nosso país, entre eles o socialista/caviar do RAP, ainda não se dignaram sequer a fazer uma piadinha que seja, só porque a Joacine não é o Ventura, nem é o Trump, nem é o Bolsonaro e nem sequer é a Marine Le Pen com quem todos eles passam o seu tempo e de manhã à noite, a embirrar”, considerou.

“Sabem porque é que os palhaços deste reino socialista não vão jamais gozar com a Joacine? Porque a maioria deles são hipócritas, são cobardes, são vendidos e são quase todos uma cambada de fofinhos da Esquerda que servem sobretudo para recitar a cartilha do politicamente correto que lhes paga as contas ao fim do mês”, rematou.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Essa lista de ministros é terrível. A maior parte já vem desgastado do governo anterior (Temido, Graça Fonseca, Tiago Brandão Rodrigues, o próprio Matos Fernandes podia sair). Esse conceito do ministro de estado aka amigos do António Costa é uma parolice. Os que entram ou são maus (Ana Abrunhosa, por exemplo) ou não lhes vejo qual a competência para estarem nas funções específicas (Ana Mendes Godinho). Tem aí pastas também que podiam estar juntas, não entendo 19 ministérios num país tão pequeno.

Posto isto, há que ter em conta o positivo também. Estava à espera que o Carlos César tivesse sido escolhido.

Editado por Syn

Compartilhar este post


Link para o post

entretanto, a polónia elege populistas que controlam comunicação social - e usa a tv e rádio do estado como propaganda - e controla os tribunais, em que as alternativas era um partido de direita a fingir que é de esquerda, uns lunáticos que querem matar judeus e acabar com impostos e uma geringonça de esquerda

https://www.aljazeera.com/indepth/features/populists-hold-power-poland-press-freedom-fears-rise-191014183653018.html

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Plagio o Original, há 15 minutos:

entretanto, a polónia elege populistas que controlam comunicação social - e usa a tv e rádio do estado como propaganda - e controla os tribunais, em que as alternativas era um partido de direita a fingir que é de esquerda, uns lunáticos que querem matar judeus e acabar com impostos e uma geringonça de esquerda

https://www.aljazeera.com/indepth/features/populists-hold-power-poland-press-freedom-fears-rise-191014183653018.html

Hein? Quem quer matar judeus? E o partido de direita que finge que é de esquerda?

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Vimaranes1922, há 1 minuto:

Hein? Quem quer matar judeus? E o partido de direita que finge que é de esquerda?

os lunáticos que querem matar judeus é a confederation, o partido de direita q finge q é esquerda é a civic coalition  

https://www.theguardian.com/world/2019/oct/14/poland-populist-law-and-justice-party-increases-majority

Compartilhar este post


Link para o post

Os Curdos é que estão lixados. Já não bastava terem levado com o ISIS, agora levam com a Turquia e com o Iraque:

 

Compartilhar este post


Link para o post

Dispararam ainda sobre os manifestantes e têm carregado forte e feio.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Syn, há 4 horas:

Essa lista de ministros é terrível. A maior parte já vem desgastado do governo anterior (Temido, Graça Fonseca, Tiago Brandão Rodrigues, o próprio Matos Fernandes podia sair). Esse conceito do ministro de estado aka amigos do António Costa é uma parolice. Os que entram ou são maus (Ana Abrunhosa, por exemplo) ou não lhes vejo qual a competência para estarem nas funções específicas (Ana Mendes Godinho). Tem aí pastas também que podiam estar juntas, não entendo 19 ministérios num país tão pequeno.

Posto isto, há que ter em conta o positivo também. Estava à espera que o Carlos César tivesse sido escolhido.

Pá no meio disto tudo só não entendo como é que já temos governo apresentado e ainda nem saíram os resultados finais. Isto faz algum sentido?

Entretanto estive a analisar os resultados do LIVRE no distrito de Lisboa, comparando com as europeias, os único 2 municípios onde perderam votos foram Lisboa e Azambuja, ganharam votos em todos os outros (se bem que em Cascais perderam votos nas 2 freguesias mais ricas). Ganharam mais votos sobretudo nas áreas adjacentes a Lisboa e perdem imensos votos em sítios como o Parque das Nações, Alvalade ou Belém. 
Acho que é uma perspetiva engraçada que mostra a transferência de voto de áreas mais ricas e com menos minorias para áreas mais pobres e com mais minorias.

Editado por Ticampos

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 1 minuto:

Pá no meio disto tudo só não entendo como é que já temos governo apresentado e ainda nem saíram os resultados finais. Isto faz algum sentido?

Entretanto estive a analisar os resultados do LIVRE no distrito de Lisboa, comparando com as europeias, os único 2 municípios onde perderam votos foram Lisboa e Azambuja, ganharam votos em todos os outros (se bem que em Cascais perderam votos nas freguesias mais ricas). Ganharam mais votos sobretudo nas áreas adjacentes a Lisboa e perdem imensos votos em sítios como o Parque das Nações, Alvalade ou Belém. 
Acho que é uma perspetiva engraçada que mostra a transferência de voto de áreas mais ricas e com menos minorias para áreas mais pobres e com mais minorias.

Falta de respeito por quem está lá fora.

Frases independentistas até na Galiza existe, não devem ser em tão grande número como na Catalunha mas ainda tem bastantes

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 1 hora:

Pá no meio disto tudo só não entendo como é que já temos governo apresentado e ainda nem saíram os resultados finais. Isto faz algum sentido?

Isso e apresentar-se primeiro o Orçamento de Estado a Bruxelas e só depois aos Portugueses.

Citação de Lebohang, há 6 horas:
Citação

Veja a lista completa de ministros do XXII Governo Constitucional

Primeiro-Ministro: António Costa

Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital: Pedro Siza Vieira

Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros: Augusto Santos Silva

Ministra de Estado e da Presidência: Mariana Vieira da Silva

Ministro de Estado e das Finanças: Mário Centeno

Ministro da Defesa Nacional: João Gomes Cravinho

Ministro da Administração Interna: Eduardo Cabrita

Ministra da Justiça: Francisca Van Dunen

Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública: Alexandra Leitão

Ministro do Planeamento: Nelson Souza

Ministra da Cultura: Graça Fonseca

Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior: Manuel Heitor

Ministro da Educação: Tiago Brandão Rodrigues

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social: Ana Mendes Godinho

Ministra da Saúde: Marta Temido

Ministro do Ambiente e da Ação Climática: João Pedro Matos Fernandes

Ministro das Infraestruturas e da Habitação: Pedro Nuno Santos

Ministra da Coesão Territorial: Ana Abrunhosa

Ministra da Agricultura: Maria do Céu Albuquerque

Ministro do Mar: Ricardo Serrão Santos

 

Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares: Duarte Cordeiro

Secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro: Tiago Antunes

Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros: André Moz Caldas

Só espantalhos. 

O Costa deve sair à Durão. Duvido muito que ele queira aturar 4 anos do que tem pela frente.

Compartilhar este post


Link para o post

O simulador vai avançando bem, e mais que uma simulação o que se pretende é criar um cenário de jogo interessante, interativo, emocionante, disputado e divertido. Isto não é uma imitação 100% fiel da realidade, nem se pretende que seja. É apenas um mundo alternativo em que 1 mês de campanha foi simulado, verificando-se certas alterações. Aqui deixo as eleições de 2015, Costa PM, apesar da PAF ter tido maioria relativa. Não liguem aos seats, está tudo mal, irão representar o número de municípios ganhos lá mais para a frente. Agora não significam nada.

Aqui o mapa de resultados em %.

image.thumb.png.b83d77b7e1867dc18476539d5ee8cb7c.png

 

Aqui o apoio governativo no parlamento, digamos assim:

Como o Jerónimo ganhou no Alentejo foi à 2ª volta com o Costa nesses círculos eleitorais.

 

image.thumb.png.9cb69a8dc856e24231311f2ecefd47ab.png

 

Editado por Ticampos

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Mayday, há 10 horas:

Dispararam ainda sobre os manifestantes e têm carregado forte e feio.

San Fermin nao e' em julho?

Compartilhar este post


Link para o post

Já saiu o novo alinhamento da AR quanto aos novos partidos, o LIVRE sentar-se-à entre PCP e PS, IL entre PSD e CDS-PP e Chega o mais à direita (chocante).

Esperava que a JKM ficasse ao mais à esquerda ou entre PCP e BE, de resto nada de surpreendente.

Compartilhar este post


Link para o post

Bizarro como é que o Bloco continua a ser o partido mais à esquerda mas pronto, também não é que interesse muito.

Compartilhar este post


Link para o post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Criar Novo...