Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Descartes

[2019] ATP World Tour 250

Posts recomendados

João :fixe:

 

 

Depois da razia de hoje pelo menos garantiu-se um português nos quartos de final.

 

Agora vai jogar contra quem?

 

Com o Pedro.

Compartilhar este post


Link para o post

Porra, a experiência ainda foi melhor do que pensava ! :prayer: O dia foi muito bom, acabei por andar mais pelos courts secundários do que pelo court principal e isso permitiu-me ter um outro contacto com os tenistas. No court principal acabei por só ver o jogo do João, entrei quando ele estava a perder 3-2 no primeiro set. Consegui tirar uma foto com o Haase que ele que foi ver o jogo entre o Fratangelo e o Carballes e um autográfo do Kevin Anderson que estava lá a treinar por trás das bancadas no jogo do Kicker. O Kicker foi claramente o mais acessível, autografou-me uma bola e tirou uma foto também, mas acho que ajudou o facto de eu estar com a camisola da Argentina :mrgreen: O Tiafoe andava por lá hoje também a distribuir autógrafos numa barraquinha.

 

Hoje vou à sessão noturna, fiquei um bocado aziado com os jogos, os melhores jogos são na sessão de manhã :(

Compartilhar este post


Link para o post

Não me digas que era uma do Messi. Haviam de ter dado um pontapé no rabo :cadeirada: :cadeirada:

Compartilhar este post


Link para o post

Não me digas que era uma do Messi. Haviam de ter dado um pontapé no rabo :cadeirada: :cadeirada:

Óbvio que era 8-[ É a única que tenho.

 

Engraçado foi que quando foi que quando mostrei o bilhete para entrar no court principal o segurança perguntou-me " Buenos Aires? " :lol:

 

Já agora eu tinha noção que o Medvedev não batia com o baralho todo, mas ele tem realmente uma pancada do caraças :lol:

Editado por FabioK

Compartilhar este post


Link para o post

Pipocou o Pedro

 

7-1 para o João no TieBreak. Que tie-break horrível do Pedro. Esteve tantas vezes perto da vitória e agora não sei se se aguenta

Editado por FabioK

Compartilhar este post


Link para o post

A cobertura da TVI está um bocado fraca. É só João Sousa para aqui, João Sousa para ali, João Sousa para acolá. Ontem deu apenas o Pedro Sousa e não deram o Gastão apesar de estarem constantemente a fazer directos de lá. Hoje só deve dar o João Sousa. Estão com o Jornal da Uma nos 2 canais em directo de lá e o João Domingues que se lixe.

Epa aquilo é demais. Por exemplo, a idolatração bastante descabida que fazem ao João Sousa. Eu até gosto muito dele, mas epa, há outras formas de o 'celebrar'. Quase nunca referiram os outros portugueses quando estavam em competição.

 

A transmissão dos jogos nunca vi, mas tendo em conta os locutores/comentadores acredito que seja boa. Agora quanto ao resto deviam mesmo repensar. Na festa dos jogadores na segunda feira as entrevistadoras andavam lá e nem sabiam bem o que estavam a fazer. O ponto alto foi quando perguntaram a um ator brasileiro por quem ele ia torcer se calhasse Joao Sousa vs Macelo Demoliner na final.... ok, pode ser a de pares, mas não era de todo isso que estavam a pensar :mrgreen:

 

Óbvio que era 8-[ É a única que tenho.

 

Engraçado foi que quando foi que quando mostrei o bilhete para entrar no court principal o segurança perguntou-me " Buenos Aires? " :lol:

 

Já agora eu tinha noção que o Medvedev não batia com o baralho todo, mas ele tem realmente uma pancada do caraças :lol:

Aquele "mannequim challenge" após servir :lol:

Editado por the joker

Compartilhar este post


Link para o post

João Sousa: "Foi um encontro épico"

 

O tenista português João Sousa confirmou o favoritismo para o encontro da segunda ronda do Estoril Open e esta quarta-feira qualificou-se para os quartos-de-final da competição, ao derrotar o compatriota Pedro Sousa em dois 'sets'.

 

No final, João Sousa considerou que disputou um "encontro épico".

 

"Hoje foi um encontro épico, acho que vai ficar na minha memória e de todos os portugueses, acho que nunca tinha havido um encontro tão renhido. Lembro-me uma vez com o Gastão, que ele terminou no chão com cãibras. Mas foi um encontro incrível, ter dado a volta, ter conseguido salvar esses dois pontos de encontro para o Pedro. Foi um encontro que vai ficar na minha memória", assumiu.

 

Num encontro em que salvou dois 'match points' no segundo set, João Sousa acabou por vencer por 4-6, 7-6 (7) e 7-5, em duas horas e 26 minutos.

 

"Nesses momentos [pontos de encontro para Pedro Sousa] fui muito corajoso e isso fez toda a diferença. Acho que joguei muito bem em ambos os match points que ele teve, em que consegui ser muito agressivo, fui eu que procurei o ponto e consegui fazê-lo. Nesses momentos, consegui ser superior. Mas podia ter caído para qualquer lado. Se o Pedro tivesse vencido era justo. Tenho pena por ele, porque é um grande companheiro. Haverá mais oportunidades para os dois", referiu.

 

 

Pedro Sousa: "Neste momento, não estou muito satisfeito. Apetece-me pegar nas raquetezinhas todas e fazer uma fogueira"

 

O tenista português Pedro Sousa admitiu hoje que vai ser difícil digerir a derrota frente ao compatriota João Sousa na segunda ronda do Estoril Open, num encontro que disse ter terminado “esgotado”.

 

“Neste momento, não estou muito satisfeito. Apetece-me pegar nas raquetezinhas todas e fazer uma fogueira. Amanhã se calhar vai parecer um pouco melhor, não sei. São derrotas que custam a digerir e neste momento não estou satisfeito”, referiu.

 

Num encontro em que dispôs de dois ‘match points’ no segundo ‘set’, Pedro Sousa, 143.º do 'ranking' mundial, perdeu com João Sousa, 68.º, por 4-6, 7-6 (7-1), 7-5, em duas horas e 26 minutos.

 

“É verdade. Ganhei o primeiro, joguei bem o segundo, acho que também joguei bem o terceiro. O que se passou? Não sei, foi daquelas alturas que mais custam. O João também elevou o nível nessa altura, eu não consegui fechar, foi isso que aconteceu. Um grande amigo meu [Gastão Elias] uma vez disse-me que chegar aos 5-3 é fácil, fazer o seis é que é difícil. Hoje confirmou-se”, referiu.

 

Questionado sobre se este teria sido, apesar da derrota, o melhor encontro da sua carreira, Pedro Sousa disse que “sem dúvida que foi um bom encontro, até porque o João é um jogador que está no top-50 há vários anos”.

 

“Se foi o melhor ou não? Também já joguei bem outros jogos. Foi um grande jogo, se o melhor ou não, também não me lembro”, admitiu.

 

Depois de ter sentido grandes dificuldades físicas na primeira ronda frente ao francês Gilles Simon, o lisboeta voltou a terminar o encontro com algumas dificuldades.

 

“Fisicamente estou acabado, esgotado, dei o que tinha e não tinha. Não foi por aí que perdi”, afirmou Pedro Sousa, que nas últimas mudanças de campo optou por não se sentar, porque era “menos mau ficar de pé”.

 

E foi mesmo essas dificuldades que acabaram por o levar a falhar um ponto aparentemente fácil, que lhe daria dois ‘match points’ no terceiro parcial, quando numa subida à rede, com o campo praticamente aberto, acabou por atirar a bola para onde estava João Sousa.

 

“No caminho para a bola estava a começar a dar um início de cãibra e fiquei um pouco sem saber o que fazer. Não vou dormir bem é pelas dores que vou ter outra vez. São coisas que acontecem. Só não acontecem a quem não está lá”, referiu.

 

Deixando elogios ao público presente no Clube de Ténis do Estoril – “estiveram impecáveis, como sempre” –, Pedro Sousa disse não estar obcecado com uma possível chegada ao ‘top-100’ mundial, depois de já ter sido 102.º da hierarquia.

 

“Quando me lesionei no pulso nem ‘top-200’ ia ser... Felizmente nesta segunda vida consegui jogar o meu melhor ténis. Infelizmente não quebrei essa barreira do top100 por pouco, mas não vale a pena estar a pensar muito nisso”, afirmou.

 

Eliminado nos singulares, Pedro Sousa continua em prova nos pares, ao lado de Gastão Elias, defrontando na quinta-feira o holandês Wesley Koolhof e o neozelandês Artem Sitak.

 

“É sempre um prazer entrar no campo com o Gastão Elias para jogar um par. Estou ansioso que chegue esse momento”, brincou.

 

Lá anda o Gastão a espalhar o vírus do choke...

Compartilhar este post


Link para o post

Só andam a transmitir o das 16 geralmente. Palhaçada. Têm escrito na programação Estoril Open e depois metem-se a dar notícias ou qualquer coisa random.

Compartilhar este post


Link para o post

Isto é uma vergonha, Uma pessoa quer ver o jogo e eles passam coisas random.

Para isso deixavam a RTP continuar com os direitos lol

Compartilhar este post


Link para o post

Tal como aconteceu em Monte Carlo o João fica novamente impedido de participar em Madrid. É bom sinal. Quer dizer que está a fazer pela vida nos 250.

 

Estou curioso em saber o que vai ele fazer para a semana. Podia pedir um WC para Braga mas não acredito que o faça. Deve aproveitar para descansar e disputar o Qualy de Roma. Mas por agora a preocupação é ganhar ao Tsitsipas amanhã...

Compartilhar este post


Link para o post

ESTÁ FEITO! João Sousa na final do Estoril Open! :prayer: Vitória por 6-4, 1-6 e 7-6.

Compartilhar este post


Link para o post

Comecei a ver o jogo no set-point do 1º set. Seguiu-se o apagão do João no 2º set e depois foi uma questão de gerir a maior dificuldade física do Tsitsipas. No tie-break se lhe tapassem a boca rebentava.

Compartilhar este post


Link para o post

Tremendo percurso do João, conseguiu ultrapassar o estatuto de meme e finalmente ser ele próprio, mas em casa. Já valeu a pena baldar-se a Madrid, onde também não safava mais que uma 2ª ou 3ª ronda - e tem aqui a oportunidade de dar um valente salto no ranking e a nível motivacional.

 

É pena que o público do Estoril continue a mesma cagada de sempre.

Não vou ao Estoril Open há 3 ou 4 anos, portanto não estou bem a ver. Mas conta histórias!

 

Continuam a ser os Salvadores a falar dos BMWs e dos Rolex que os pais vão oferecer quando acabarem o secundário, durante os pontos?

Os miúdos de fato de treino que devem ter tido que ir fazer torneios aos distritos de Portalegre e da Guarda para ganhar mais pontos no ranking nacional e que acham que são melhores e faziam melhor figura que quem quer que esteja no court?

Betões e angolanos que não sabem nada de ténis, mas sabem que têm que estar lá a marcar presença. Tiram meia dúzia de fotos para mostrar aos amigos que têm #lifestyle e são muito #in. Mas como têm uma capacidade de atenção diminuta, não conseguem ver mais que 30 minutos do mesmo jogo sem se fartarem, voltam para o Main Event do dia porque acham que é importante para o seu status estar lá?

As escolinhas com 30 putos ranhosos e barulhentos que só atrapalham?

As roulotes com coisas banais a 5€ e 6€, metade organizadas por tias com o dinheiro dos maridos para mostrar que são empreendedoras, mas que acabaram de descobrir que lidar com o atendimento ao público implica lidar com a plebe e que portanto têm tanta noção de atendimento como da vida fora da Linha de Cascais?

 

Bolas, como gosto de ir a Futures e Challengers.

Editado por Ricardo Gouveia

Compartilhar este post


Link para o post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...