Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Lebohang

[FM2012] Melbourne Victory | Austrália

Posts recomendados

s3g2oG0.jpg

 

Ano novo, Velho tópico!

 

Tal como foi prometido regresso à secção com o velhinho save "[FM12] River Plate | Nigéria" mas num molde diferente: como foi dito tinha as "velhinhas" actualizações guardadas portanto para não perder totalmente os 3 anos de dedicação ao antigo tópico e as cerca de 3.000 imagens no Imgur decidi "reciclar" conteúdos. Como assim? Muito simples: basicamente ao invés das várias actualizações anuais irei postar apenas duas: uma dedicada ao Campeonato e outra dedicada às outras provas (Taças e Competições Europeias). Gostaria de ter feito isto num molde de apenas uma mas vi bem cedo que era tarefa impossível: o documento de Word com a actualização referente à 1ª Época de save tinha 9 páginas e os outros de épocas seguintes ainda mais. Para evitar "Paredes de Texto" e cenas muito massudas decidi dividir em dois (algumas épocas terão mais actualizações devido às partes referentes a finais europeias - feitas sobretudo no período Arouca do save). Isto serão as dos clubes, as das selecções irei aproveitar totalmente.

Quanto ao save fui definindo alguns pressupostos com o passar dos anos que coloco aqui para relembrar os mais esquecidos: no Arouca era ganhar tudo o que havia para ganhar (cumprido) e, depois disso, decidi abraçar projectos de 4 anos em clubes do meio da tabela das principais ligas europeias com o objectivo de ganhar a Liga. Correu mal no Athletic (não se ganhou puto internamente nos 4 anos que estive lá :lol:), bem no WBA (saí no início da 4ª devido a interferências da direcção) e na Fiorentina não "contou" porque tendo sido despedido com a época a meio a prioridade foi arranjar um clube italiano qualquer (e a Fiore já tinha ganho a Serie A alguns anos antes creio). Depois de cumprido este roteiro nas 4 principais Ligas adicionei outras com o pressuposto de fazer a mesma coisa mas sem o espaço temporal de 4 épocas (basicamente ficar até ganhar a Liga). Foi assim que se foi parar ao PSG, Dínamo de Moscovo e finalmente River Plate.

Quanto às selecções objectivo simples de tentar fazer o hexágono que, diga-se de passagem, ainda está muito longe de ser alcançado (apenas a América do Norte (México), América do Sul (Brasil) e África (Nigéria) estão concluídas, ou seja, 50%). Já agora até o título está desactualizado porque na altura em que isto parou (primeira metade do Clausura) já não estava na Nigéria mas sim na Austrália (basicamente fui de vela na fase de grupos da CAN (:lol:) mas irei explicar isso lá mais para a frente).

E pronto, é isto. Dentro em breve colocarei o primeiro resumo referente à época 2011/12. Espero que gostem de recordar estas épocas passadas e, de arrasto, gostem deste modelo de apresentação que irá durar até “apanhar” o tópico antigo.

Histórico (Clubes e Seleções).

lD801HS.png Arouca (2011/12 a 2021/22) | 2U19EBk.png Athletic (2022/23 a 2025/26) | 9TN9prb.png West Bromwich Albion (2026/27 a 2029/30) | LAGDCLj.png Fiorentina (2029/30) | 8WM3JiH.png  Paris Saint-Germain (2030/31 a 2031/32) | ubfpIkl.png Dínamo de Moscovo (2032/33 a 2033/34) | CQrL3Ip.png River Plate (2034/35 a 2035/36) | V0m0k65.png Feyenoord (2035/36) | yzEFWI9.png Dallas (2036/37 a 2038/39) | jT2PdLX.png Melbourne Victory (2038/39 a )

 

XDabmdY.png Suíça (2016 a 2018) | 1OiBE9v.pngMéxico (2018 a 2022) | wgH34TD.pngBrasil (2022 a 2026) | OnoUPQE.png Portugal (2026 a 2028) | PzsysI0.png Tunísia (2028 a 2029) | TjfIfAC.png Nigéria (2029 a 2035) | Fi1Krvg.pngAustrália (2035 a -)

CV (Clubes e Seleções).

lD801HS.png Arouca.

1 Segunda Liga Portuguesa (2011/12); 6 Liga NOS (2015/16, 2017/18, 2018/19, 2019/20, 2020/21, 2021/22); 6 Taças de Portugal (2015/16, 2017/18, 2018/19, 2019/20, 2020/21, 2021/22); 2 Taças da Liga (2018/19, 2021/22); 6 Supertaças Cândido de Oliveira (2015/16, 2017/18, 2018/19, 2019/20, 2020/21, 2021/22); 1 Liga Europa (2017/18), 3 Ligas dos Campeões UEFA (2019/20, 2020/21, 2021/22), 2 Supertaças Europeias (2018/19, 2021/22) e 2 Campeonatos Mundiais de Clubes (2020/21, 2021/22)

2U19EBk.png Athletic.

3 Ligas Europa (2023/24, 2024/25, 2025/26)

9TN9prb.png West Bromwich Albion.

1 English Premier League (2028/29), 2 Taças de Inglaterra (2026/27, 2028/29) e 1 Taça da Liga (2027/28, 2028/29)

LAGDCLj.png Fiorentina.

1 Serie A (2029/30) e 1 TIM Cup (2029/30)

8WM3JiH.png Paris Saint-Germain.

2 Ligue 1 (2030/31, 2031/32), 1 Taça de França (2031/32) e 1 Supertaça Francesa (2031/32)

ubfpIkl.png Dínamo de Moscovo.

1 Liga Russa (2033/34) e 2 Taças da Rússia (2032/33, 2033/34)

CQrL3Ip.png River Plate.

1 Torneio Clausura (2034/35), 1 Liga Argentina (2034/35) e 1 Copa Libertadores (2034/35)

V0m0k65.png Feyenoord.

1 Eredivisie (2035/36) e 1 Liga Europa (2035/36)

yzEFWI9.png Dallas

1 Major League Soccer (MLS) (2037/38), 2 MLS Cup (2036/37 e 2037/38), 1 Taça Open (2037/38) e 1 Liga dos Campeões da CONCACAF (2038/39)

jT2PdLX.png

 

XDabmdY.png Suíça.

Fase de Grupos do Mundial 2018

1OiBE9v.png México.

Vencedor da Gold Cup 2019 | Finalista vencido da Copa América 2019 | Medalha de Bronze nos Jogos Olímpicos 2020 | Vencedor da Gold Cup 2021 | Finalista vencido da Taça das Confederações 2021 | Oitavos-de-final do Mundial 2022

wgH34TD.png Brasil.

Vencedor da Copa América 2023 | Medalha de Prata nos Jogos Olímpicos 2024 | Vencedor da Taça das Confederações 2025 | Vencedor do Campeonato do Mundo 2026

OnoUPQE.png Portugal.

Finalista vencido do EURO 2028

PzsysI0.png Tunísia.

4º Lugar na CAN 2029

TjfIfAC.png Nigéria.

Vencedor da CAN 2031 | 3º Lugar na CAN 2033 | Fase de Grupos da Taça das Confederações 2033 | Fase de Grupos do Mundial 2034 | Fase de Grupos da CAN 2035

Fi1Krvg.pngAustrália.

Compartilhar este post


Link para o post

Ainda bem que assim é, pois assim tenho oportunidade de acompanhar o save na totalidade ;)

Compartilhar este post


Link para o post

Lebohang, isso vai dar-te imenso trabalho. Porque não fazes apenas um breve resumo por ordem cronológica sobre os clubes e os títulos que conquistaste ao longo dos anos? Algo do género:

 

2012-201x - clube tal - campeão disto ou daquilo

 

E depois então começavas a postar na tua actual situação.

Compartilhar este post


Link para o post

@ cadete, A. Simões, Pika77 e Ultra: Obrigado :wink:

 

@ JonasThern: Não me vai dar tanto trabalho como estás a pensar, basicamente a única coisa que preciso de fazer é resumir os posts de pré-época e as quatro actualizações da Liga em apenas uma porque, por sorte, deixei sempre separadas as participações nas competições europeias e taças internas. Ou seja, apenas escrevo uma actualização por época (24, neste caso).

 

E acho importante também fazer isto para as pessoas seguirem o raciocínio no save, não foi um mais convencional onde uma pessoa salta para clubes de topo mas sim um mais de "clube" onde o importante era evoluir infraestruturas e colocar jogadores nas selecções nacionais.

Compartilhar este post


Link para o post

pba6QaH.jpg

 

2011/12: A Subida (1/2)

 

Primeira época de save com o clube escolhido a ser o FC Arouca, atualmente na 2ª Liga após uma passagem pela 1ª durante quatro temporadas consecutivas (2013/14 a 2016/17) que foi coroada com uma presença na pré-eliminatórias da Liga Europa após um 5º lugar na época 2015/16.

 

No entanto neste FM12 estamos a falar de um Arouca consideravelmente empobrecido, de fraca reputação, com um plantel fraquinho (pese três/quatro elementos) e de fraco sucesso desportivo. Apontado pela imprensa ao última lugar da Segundona Portuguesa, condições bastante mínimas e com reputação Desconhecida (:lol: - coisa que haveria de ser um problema sério lá mais à frente) este Arouca era o desafio perfeito para começar uma grande carreira de sucesso.

 

Saídas MV. Tentamos despachar o entulho e conseguir fazer algum dinheiro com ele, libertando assim fundos a nível salarial para tentar atacar jogadores que seriam verdadeiras mais-valias para a equipa. Kiko e Hugo Cruz já estavam com uma idade avançada ao ponto de neste mercado de transferências ser a única hipótese de conseguir fazer algum encaixe. Como não acrescentavam muito ao Arouca decidi vender. Paulinho e Bruninho eram fracos e não faziam parte dos meus planos para esta época.

 

Entradas MV. Cinco reforços: Hugo Carvalho, Jakubov, Jean Silva, Ivanir Rodrigues, Mika e Jonathan. Um mercado muito difícil com sensivelmente 16.847 atletas a rejeitarem as nossas propostas para assinarem por clubes piores ou assinarem por clubes melhores mas a ganharem muito menos (lá está o problema da reputação baixa). Assim sendo tivemos que nos desenrascar com um atleta de uma equipas das distritais (Hugo Carvalho), dois dispensados que à partida não vão ser mais do que segundas linhas (Jakubov e Jean Silva), um defesa-esquerdo para titular (Ivanir Rodrigues) e dois emprestados do nosso clube-mãe Feirense, um também para titular (Mika) e outro para fazer de pino (Jonathan) mas que chega ao clube porque mais vale ter um atleta a custo zero sem pagar salários do que um de igual má qualidade mas a consumir € ao nosso orçamento salarial.

 

As expetativas delineadas com a direção do clube eram, pura e simplesmente, evitar a descida de divisão, todavia e felizmente a equipa tinha outros planos…

 

 

  • Segunda Liga:

 

0flcygA.png

mBTSKuG.png

 

Grande entrada nesta primeira metade de época com várias vitórias folgadas (6-0 vs Sp. Covilhã, duplo 4-1 contra Freamunde e Naval e 4-0 vs Aves) e apenas dois pontos perdidos de forma, podemos dizer, um pouco ridícula contra o Moreirense numa partida onde entrámos a perder (4’), demos a volta ao marcador ainda no primeiro tempo (1-3 ao intervalo) para depois no segundo tempo deitarmos tudo a perder com dois golos sofridos (47’ e 88’…).

 

De resto não há muito a dizer com a segurança defensiva da equipa a ser fantástica (apenas 9 golos sofridos, com o emprestado Mika a estabelecer-se como um dos melhores defesas-centro da Liga (com grande ajuda do parceiro Jorginho, vital nos cantos ofensivos com 9 golos apontados) e Cândido Costa como o melhor defesa-direito, dando assim espaço para os da frente brilharem, como Babanco, Hugo Monteiro e Joeano que, no final do ano civil, seguia calmamente como um dos melhores marcadores da 2ª Liga com 12 tentos em 13 jornadas.

 

Na tabela antes do início de 2012 fácil 1º posto com 37 pontos, o que à partida garantia um lugar na 1ª Liga na época seguinte face à distância colocada pelo Arouca aos mais diretos perseguidores (12 pts). A título de curiosidade destes 41 golos apontados pelo nosso clube cerca de metade eram da direta responsabilidade de apenas dois atletas: os já referidos Joeano (12) e Jorginho (9).

 

---/---

Chegou Janeiro e, de arrasto, chegaram as movimentações no Mercado de Inverno.

 

Saídas MI. Com as finanças já no vermelho e uma “anunciada” subida ao primeiro escalão do futebol português na próxima temporada procurei despachar todos os jogadores que não eram necessários para a equipa. Juan, Miguel Ângelo e Romeu pouco jogaram e a saída foi o melhor para todas as partes. Pedro Costa era uma excelente opção de recurso para DE mas saiu por duas razões: apareceu um jogador melhor e mais barato que aceitou vir para o Arouca e tinha uma cláusula que previa um aumento no ordenado em caso de subida da equipa. Portanto não tive outro remédio a não ser despachá-lo. Rui Nereu pouco jogou mas nas vezes que o fez nunca me convenceu. Quanto a Joeano saída polémica face ao grande rendimento do avançado brasileiro na equipa mas explicada por dois motivos: a idade avançada do atleta (30 anos) que era quase como um ultimato – vender agora ou ficar com ele até à reforma - e o aparecimento de uma melhor opção no mercado de jogadores sem contrato.

 

Entradas MI. 6 saídas e 5 entradas, sobretudo de atletas que foram abordados por nós no Verão (rejeitaram devido à pouca reputação do clube) mas que, após 6 meses sem nada para fazer e com o Arouca firme na liderança da Liga, mudaram de ideias e afinal decidiram que este pequeno clube numa pequena aldeia portuguesa era mesmo o emblema que queriam defender para o resto da temporada 2011/12: Ricardo Gray, Valdir, Nicolás Medina, Edson e Andrade, com o chileno Medina a ser a grande contratação de Janeiro (entrou para substituir Joeano no imediato todavia acabou por ser absolutamente decisivo na época seguinte – já lá iremos…), Gray e Valdir para rodarem no 11 com outros elementos, Edson para servir de 3º DC (atrás de Jorginho e Mika) e Andrade para rodar nos juniores.

 

---/---

 

12CQLc3.png

 

Pese o facto de terem havido alguns resultados brilhantes nesta segunda metade de época (0-4 vs Santa Clara e sobretudo o 6-1 vs Estoril, o melhor “score” do Arouca já que os canarinhos nesta altura dos acontecimentos seguiam na luta pelo 2º lugar) a equipa acabou por estar sempre num degrau abaixo ao rendimento mostrado de Agosto a Dezembro por vários motivos (e todos facilmente identificáveis): 1. A vantagem pontual sobre o 3º classificado rapidamente atingiu a casa das duas dezenas de pontos; 2. A equipa sagrou-se campeã da 2ª Liga após o encontro vs Belenenses, a 6 rondas do final da prova; 3. Quebra de rendimento de vários elementos da equipa fruto da “descompressão” (Jorginho apenas marcou 3 neste período); 4. Equipas da Segunda Liga já não se deixaram surpreender pela nossa maneira de jogar e colocaram vários entraves ao nosso jogo (aumento considerável do número de autocarros nas nossas partidas, e não estou a falar daqueles que ficam fora do estádio…) e 5. Medina rendeu (10G em 17P) mas não era um Joeano puro e obrigou a algumas mudanças na forma de jogar da equipa.

 

No entanto por muito que a equipa caísse de produção não havia nada a fazer por parte dos nossos adversários e foi mesmo o Arouca a levantar o título da 2ª Liga com uns cómodos (e também fantásticos) vinte pontos de vantagem sobre o Belenenses e vinte e cinco sobre o terceiro classificado Estoril.

 

Compartilhar este post


Link para o post

O Arouca até que tinha ali uns bons jogadores no plantel.

Engraçado ver clubes aí que agora estão na I Liga.

De resto uma excelente época e campeão de forma folgada.

Não falaste foi da Taça de Portugal.

Compartilhar este post


Link para o post

Foi uma época de sonho! dominio avaçalador na liga!

A segunda liga com 16 equipas! Bons tempos em que não havia jogos a meio da semana :facepalm:

Compartilhar este post


Link para o post

Que epoca de sonho para um até então desconhecido Arouca :)

 

Já estou como o JonasThern e então a Taça?

Compartilhar este post


Link para o post

Vencesta a segunda liga nas calmas, mas podera vir ainda surpresa nas tacas?

 

E agora o objectivo para a primeira liga? O Arouca lembro me que por esta altura ate tem umas massas nao?

Compartilhar este post


Link para o post

O Arouca até que tinha ali uns bons jogadores no plantel.

Engraçado ver clubes aí que agora estão na I Liga.

De resto uma excelente época e campeão de forma folgada.

Não falaste foi da Taça de Portugal.

 

Hugo Monteiro, Babanco, Cândido Costa, Jorginho e Joeano eram os melhores, claramente jogadores com nível de equipa de 2ª Liga candidata à subida (CC era mesmo jogador de 1ª Liga, foi o único que se deu bem nos anos seguintes). Jorginho um pouco também. Joeano nunca saberei a resposta porque vendi e nunca mais voltei a treiná-lo.

 

Quanto à Taça de Portugal: "Muito simples: basicamente ao invés das várias actualizações anuais irei postar apenas duas: uma dedicada ao Campeonato e outra dedicada às outras provas (Taças e Competições Europeias). Gostaria de ter feito isto num molde de apenas uma mas vi bem cedo que era tarefa impossível: o documento de Word com a actualização referente à 1ª Época de save tinha 9 páginas e os outros de épocas seguintes ainda mais. Para evitar "Paredes de Texto" e cenas muito massudas decidi dividir em dois (algumas épocas terão mais actualizações devido às partes referentes a finais europeias - feitas sobretudo no período Arouca do save)."

 

Que epoca de sonho para um até então desconhecido Arouca :)

 

Já estou como o JonasThern e então a Taça?

 

Ver resposta em cima. :wink:

 

Foi uma época de sonho! dominio avaçalador na liga!

A segunda liga com 16 equipas! Bons tempos em que não havia jogos a meio da semana :facepalm:

 

Ainda houve alguns a meio da semana mas poucos, tive a sorte de conseguir chegar longe na Taça da Liga e isso afectou um pouco o calendário.

 

Vencesta a segunda liga nas calmas, mas podera vir ainda surpresa nas tacas?

 

E agora o objectivo para a primeira liga? O Arouca lembro me que por esta altura ate tem umas massas nao?

 

Na realidade sim, no save não. Vão ver isso mas cheguei à Liga NOS com reputação desconhecida e sem dinheiro nenhum.

Compartilhar este post


Link para o post

pba6QaH.jpg

 

2011/12: A Subida (2/2)

 

  • Taça de Portugal:

Entrada na 2ª eliminatória da Taça de Portugal com o objectivo de tentar surpreender e chegar o mais longe possível na competição, coisa que não seria fácil visto que o sorteio poderia complicar e colocar alguma equipa mais forte do que nós no nosso caminho.

 

No entanto o sorteio desta eliminatória acabou por ser fácil e ditar um jogo em casa contra o Pinhalnovense. Apesar das casas de apostas dizerem que a equipa do Pinhal Novo era favorita (:lol:) fomos com os reservas a jogo de forma a poupar titulares para o Campeonato. O jogo acabou por ser de sentido único, com Ivanir Rodrigues a marcar o primeiro logo aos 7 minutos, Jorge Leitão a bisar aos 55' e 70' e Jakubov a selar a vitória aos 78 minutos. 4-0 num jogo bastante fácil.

 

Depois de um sorteio fácil tinha que vir um sorteio complicado para dificultar as contas do apuramento para a próxima eliminatória. O adversário era nada mais nada menos que o Braga, equipa que seguia mal no Campeonato (8º) mas que tinha vendido bastante cara a derrota contra Benfica e Porto (1-0 em ambos os jogos). A única coisa positiva foi mesmo o facto de jogar em casa.

 

vfAlXrk.png

 

Enfim. :lol: O Braga nem sequer sabe como escapou da derrota e, mais incrível, como conseguiu safar uma vitória e respetiva passagem de eliminatória. Jogámos muito bem (talvez o melhor jogo da época do Arouca) mas a bola pura e simplesmente não quis entrar. Braga vai lá num canto logo no início do jogo e... golo! A partir daí foi limpeza aos bracarenses todavia a verdade é que a sorte não quis nada connosco: remates à trave, falhanços a dois metros da baliza, Quim em modo Deus na baliza e, quando este falhava, eram os próprios jogadores do Braga a salvarem golos em cima da linha. Derrota injusta por 0-1 e fim do sonho na Taça.

 

 

  • Taça da Liga:

Competição que marcou o início da época para as equipas da 2ª Liga. Na 1ª fase o sorteio foi amigo e colocou-nos num simpático grupo com Oliveirense, Atlético e Estoril.

 

Estoril: Deslocação ao António Coimbra da Mota no primeiro jogo do grupo e, já agora, o também primeiro jogo oficial da época. Diga-se de passagem que foi mais um jogo típico de pré-época (31 de Julho…) pois ambas as equipas ainda estavam a carburar, estando muito longe do seu melhor. Mesmo assim o Arouca esteve em bom plano e, mesmo depois de ter sofrido o golo, conseguiu operar a reviravolta no marcador e ganhar por 1-2.

 

Atlético: Jogo apenas decidido nos descontos e por um jogador improvável: Pedro Costa, o defesa esquerdo que tinha colocado a titular de modo a fazer descansar Ivanir Rodrigues. Com esta vitória por 1-0 o Arouca garantiu o apuramento para a próxima fase da Taça da Liga.

 

Oliveirense: Jogo bastante animado. O Arouca tinha o apuramento garantido mas a Oliveirense precisava de pontuar para conseguir manter o 2º lugar face ao Estoril. Ambas as partes acabaram por ficar contentes com o empate a dois golos, que se fez na 1ª parte.

 

osjQo6q.png

 

---/---

Fizemos uma boa fase de grupos e estávamos assim na segunda fase (eliminatória a duas mãos contra uma equipa da 1ª Liga, com o primeiro jogo a ser disputado em nossa casa). Quis o destino (e a pessoa que saca as bolas) que o nosso adversário fosse a Académica.

 

Académica (1ª Mão): Grande jogo do Arouca. Aproveitando o factor casa e com a Académica a ver jogar conseguimos um justíssimo 2-0, com dois golos de Joeano. Um resultado que deixava muita esperança para a 2ª mão em Coimbra.

 

Académica (2ª Mão): Esperava-se uma Académica forte neste jogo, com o objectivo claro de marcar um golo cedo para reduzir a vantagem do Arouca, mas a verdade é que não só isso não aconteceu como até fomos nós que, graças a um golo de Babanco, inaugurámos o marcador em Coimbra. A partir daí o jogo morreu e a Académica perdeu a cabeça, com um jogador a ser expulso na 2ª parte. Vitória no jogo por 1-0 (3-0 no total da eliminatória) e passagem assegurada à fase de grupos.

 

---/---

E contra todas as expectativas chegávamos à terceira fase, onde já estariam os tubarões nacionais (Benfica, Sporting e Porto). E foi precisamente este último que apanhámos, juntamente com o Rio Ave e o Setúbal.

 

Porto: O Porto alinhou com os reservas e quase se deu mal com isso a jogar em casa. Nos primeiros 10 minutos marcamos 2 golos e parecia que tínhamos o jogo controlado. O problema é que a equipa não é muito experiente e o Porto, mesmo a jogar com os reservas, conseguiu empatar a partida. Nos últimos 10 minutos houve emoção a rodos: marcámos aos 81’ e, no último lance da partida, Kleber empata aos 90+2’ (:mrgreen:) estragando assim os meus planos de obter uma vitória inesperada no Dragão. Um grande jogo que o Arouca fez e que, infelizmente, não deu os três pontos.

 

Vitória FC: Em casa, contra quem aparecer, mandamos nós. Foi assim com o Braga (apesar da derrota), foi assim contra a Académica e foi também assim contra o Vitória Futebol Clube. Contra uma equipa que nem sequer conseguiu fazer um remate à baliza construímos uma espectacular vitória por 3-0. Com o último jogo a ser em casa havia grandes hipóteses de um apuramento inédito para as meias-finais.

 

Rio Ave: Quem ganhasse este jogo ganhava o grupo e, consequentemente, o apuramento. Começámos a todo o gás e aos 5 minutos já ganhávamos, graças a um golo de Medina. Infelizmente a partida fugiu do nosso controlo e o Rio Ave pouco a pouco conseguiu o domínio do jogo. Bruno Conceição foi expulso quando já estava 1-1 e a partir daí foi a desgraça completa. Vitória para os vila-condenses por 1-3 e apuramento para a próxima fase garantido.

 

8o56OJS.png

 

Enfim. Não se esperava grande coisa na Taça da Liga mas ser eliminado graças à burrice do Bruno Conceição foi demais. O Porto nem sequer ganhou um jogo (:lol:) e acabou em terceiro lugar. Fica a boa campanha do Arouca nesta competição e os quase 100.000€ de prémio de participação na Taça da Liga, que foram muito úteis para as nossas finanças.

 

 

  • Estatísticas finais do Plantel

 

CykTMAU.png

 

Na baliza Bruno Conceição foi claramente o titular com o jovem Pedro Soares a aparecer a espaços.

 

Na defesa Cândido Costa e Jorginho foram indiscutíveis, com o primeiro a ser rei nas assistências e o segundo a ser o melhor marcador (para isso também contribuiu a saída de Joeano). Mika ganhou o lugar a Zarabi como defesa-centro e Ivanir Rodrigues foi o titular na zona esquerda da defesa. Edson e Filipe praticamente não jogaram e Valdir não teve o impacto que eu estaria à espera aquando a sua contratação.

 

No meio-campo não houve grandes surpresas. Nené, Hugo Carvalho, Hugo Monteiro, Hélder Silva e Babanco foram os que mais jogaram, sendo que os suplentes mais utilizados (e que consequentemente foram os titulares quando estes cinco estavam lesionados) estiveram bem (Jean Silva, Ricardo Gray e Vinícius). Jonathan e Lito praticamente não calçaram (nada de outro mundo pois um é um pino que esteve aqui para encher o plantel e outro esteve lesionado durante mais de metade da época) e Jorge Leitão acabou com uma média superior a 8 graças aos jogos na Taça da Liga e Taça de Portugal.

 

No ataque Roberto foi uma desilusão e muito provavelmente vai sair na próxima época. Jakubov esteve q.b. e Medina correspondeu aquilo que eu estava à espera dele.

Compartilhar este post


Link para o post

Foi muito positiva a participação nas taças, só a ser eliminado por equipas da primeira e quase a ganhar ao Porto na da liga.

Compartilhar este post


Link para o post

Realmente mesmo sem ganhar nada as prestações foram de luxo :)

 

Para o próximo ano a historia será outra :p

Compartilhar este post


Link para o post

Sempre há alguma coisa de positivo a retirar daquela situação infeliz que aconteceu há pouco tempo com os saves daqui. É que eu acompanhava o teu save, com alguma regularidade, embora não o comentasse, só que esse acompanhamento apenas começou na fase do West Brom, e como eu disse, não era um acompanhamento exaustivo, mas sim um acompanhamento curioso. Agora com a tua forma de apresentação, vou poder não só ver o que se passou desde o início do save à data actual, ficando a saber o que se passou e podendo complementar a informação que já conheço com outras que me escaparam. É como uma viagem no tempo, até em relação ao jogo, porque todos os tópicos são no FM 2017 ou 2018, e este é no 2012, uma versão que eu não joguei, ou se joguei foi mesmo muito pouco.

 

Excelente primeira época no Arouca, com uma limpeza absolutamente indiscutível na 2ª liga, que tinha alguns nomes históricos do futebol português, como o Belenenses. Não tinha ideia que em 2012 o Arouca tinha uma reputação tão obscura assim, embora saiba que a ascensão foi meteórica e em poucos anos. Gostei da tua disciplina em relação às entradas e saídas no plantel, tanto no mercado de Verão como de Inverno. Fico à espera para saber como foi a época de estreia do Arouca na 1ª liga.

Compartilhar este post


Link para o post

Foi muito positiva a participação nas taças, só a ser eliminado por equipas da primeira e quase a ganhar ao Porto na da liga.

 

Visto por esse lado é verdade mas não contribui para deixar um melhor sabor na boca, contra o Braga perdemos devido à nossa fraca capacidade individual comparada com a dos defesas mais guarda-redes dos bracarenses e contra o Rio Ave foi um erro infantil do Bruno Conceição.

 

Com um ou outro elemento melhor em posições-chave poderíamos ter no mínimo seguido em frente numa das duas taças.

 

Realmente mesmo sem ganhar nada as prestações foram de luxo :)

 

Para o próximo ano a historia será outra :p

 

Por acaso não. :mrgreen:

 

Mesmo sem grandes rescursos comecaste de forma interessante

Pena mesmo nao teres os recursos verdadeiros da equipa a altura!

 

Deixa-me ser sincero: acho que este FM também foi muito manhoso nas expectativas da época, ou seja, houve grandes erros nesta parte de quem esteve encarregado de fazer isso. Contei essa história no outro tópico mas este save teve um save "gémeo" onde também comecei no Arouca e onde também subi logo à primeira e com boa margem para os restantes. Não sei se é a táctica que destrói tudo mas parece-me estranho uma equipa apontada a 16º subir com tanta facilidade. De resto a diferença desse para este é que eu não permaneci no Arouca durante muito tempo, saí logo na 3ª para o Leiria e depois ainda dei uma perninha no Sporting e Sevilla antes de mandar abaixo e ficar com este onde levei o Arouca até ao topo do mundo.

 

Sempre há alguma coisa de positivo a retirar daquela situação infeliz que aconteceu há pouco tempo com os saves daqui. É que eu acompanhava o teu save, com alguma regularidade, embora não o comentasse, só que esse acompanhamento apenas começou na fase do West Brom, e como eu disse, não era um acompanhamento exaustivo, mas sim um acompanhamento curioso. Agora com a tua forma de apresentação, vou poder não só ver o que se passou desde o início do save à data actual, ficando a saber o que se passou e podendo complementar a informação que já conheço com outras que me escaparam. É como uma viagem no tempo, até em relação ao jogo, porque todos os tópicos são no FM 2017 ou 2018, e este é no 2012, uma versão que eu não joguei, ou se joguei foi mesmo muito pouco.

 

Excelente primeira época no Arouca, com uma limpeza absolutamente indiscutível na 2ª liga, que tinha alguns nomes históricos do futebol português, como o Belenenses. Não tinha ideia que em 2012 o Arouca tinha uma reputação tão obscura assim, embora saiba que a ascensão foi meteórica e em poucos anos. Gostei da tua disciplina em relação às entradas e saídas no plantel, tanto no mercado de Verão como de Inverno. Fico à espera para saber como foi a época de estreia do Arouca na 1ª liga.

 

No WBA? Então não deves conhecer os magos do Arouca no save como o Toual, Dlamini, Agostinho, João Rodrigues e Vega, ou seja, vais mesmo redescobrir isso. :mrgreen: Os únicos que deves ter apanhado foi o Adama Sarr, o Ntombayetethi ou como raio se escrevia e um gajo dos Comoros ex-Arouca que fui lá buscar na 1ª época no WBA. Quanto ao FM uma história curiosa, um ano depois de ter aberto o antigo tópico recebi o FM16 mas decidi manter o save no FM12 e a verdade é que pouco joguei a versão mais recente, fiz um save no Benfica (depois fui parar a Norwich, Liverpool e Lazio), um no BCB e outro LLM que até meti aí no tópico desta secção. Até há pouco tempo, por exemplo, nem sequer tinha esse FM instalado. :lol:

 

Isso da reputação foi um grande problema, vou falar nisso na próxima actualização mas fui para a 1ª época na Liga Portuguesa com reputação "Desconhecida" (:lol:) e afectou-me muito o mercado de transferências, quer o de Verão quer o de Inverno. E o mais engraçado é que só subiu para "Regional" (escalão seguinte) quando fui pela 1ª vez à Liga Europa... na 4ª Época. :lol: Quanto à disciplina no mercado teve que ser, não só pelo problema da reputação como também pelo orçamento de salários minúsculo que me deram.

Compartilhar este post


Link para o post

pba6QaH.jpg

 

2012/13: Bóia Chilena (1/2)

 

Segunda época (a primeira no escalão máximo do futebol português) e adivinhavam-se problemas para o nosso lado: a reputação continuava no nível “Desconhecida” e reforços de qualidade interessados em vir para aqui nem vê-los. Com tantos factores adversos as expectativas acordadas com a direcção foram bastante conservadoras, à imagem daquilo que tinha acontecido na época transacta: evitar a descida. Só que neste caso não me parece que vá ser campeão no final da época… :lol: :mrgreen:

 

Saídas. Limpar a casa: Jogadores que estavam nos reservas e que ninguém queria saíram assim como outros jogadores da equipa principal, como Lito e Jorge Leitão, que já não têm idade para estas andanças. As únicas excepções foram Nené, jogador trintão que até poderia ser útil e que foi alvo de negligência da minha parte (esqueci-me de renovar com ele :lol: :mrgreen:) e Roberto, uma desilusão que foi perdendo pouco a pouco espaço no plantel. Foi a única saída a dinheiro, uma ninharia para este nível mas sempre é melhor do que nada.

 

Entradas. Muitas dificuldades neste capítulo, vários jogadores dispensados por clubes da 1ª (e até) 2ª Liga nem sequer quiseram negociar e os poucos que não foram por esse caminho pediam em média 6 mil/semana para ter o enorme privilégio de representar este clube (:mrgreen:). Só para dar um exemplo concreto Mika (emprestado o ano passado ao Arouca por parte do Feirense) foi dispensado pelo emblema de Santa Maria da Feira e exigiu 4 mil/semana, verba incomportável para os nossos cofres.

 

Para o lugar do já falado Mika chega Frederico Venâncio, que até tem bons atributos para defesa-centro mas peca bastante na concentração. Depois, para o meio-campo, dois jogadores que foram dispensados de equipas juniores: João Mário e Carlos Eduardo. O primeiro deverá ser uma excelente opção para titular (embora comece a época no banco) e o segundo irá ser suplente. De seguida mais dois homens para a defesa: Basso vêm para ser suplente de Cândido Costa, algo que não havia na época passada, e Bruno Silva será mais uma opção para a zona centro da defesa, tendo atributos interessantes e que poderão evoluir aqui.

 

Por fim destacar a primeira contratação a pagar no Arouca. Reartes é um argentino regen vindo do FCB Luján e que foi um autêntico achado, tendo sido contratado às cegas com base nos poucos atributos não escondidos do jogador (sim, a direcção de um clube da Primeira Liga tuga não pode/não tem autorização para fazer observação fora da Europa, por aqui também dá para ver as primitivas condições existentes).

 

 

  • Primeira Liga:

 

aKR8w74.png

z0EvFWS.png

 

Primeira metade de época nada má, muito sinceramente. Podemos falar em algumas humilhações ali pelo meio (0-5 vs Nacional da Madeira, jogo onde Medina foi expulso por acumulação de cartões amarelos logo aos 18’ – ambos por simulação de grande penalidade :lol:) e derrotas em jogos onde até tínhamos (alguma) obrigação de pontuar (derrota contra o Belenenses, equipa que subiu connosco à Primeira Divisão mas que investiu muito mais na construção do plantel) mas a verdade é que a equipa comportou-se bem para aquilo que se pedia, ou seja, não passar demasiadas vergonhas.

 

Destaque óbvio para os nossos triunfos (4) e todos obtidos fora de portas: o grande resultado obtido nos Barreiros (Jorginho a voltar à boa forma da época anterior com dois golos e Reartes a fechar o marcador), no Estádio da Marinha Grande (“bis” de Medina e o outro tento da responsabilidade de Venâncio), na Mata Real (com a equipa a jogar 63’ em inferioridade numérica devido à expulsão de Cândido Costa) e em Coimbra (Medina a espetar a batata solitária aos 35’) e também para o empate em Arouca contra o gigante Sporting (0-0).

 

Na tabela e antes do ano “virar” o Arouca seguia num aparentemente confortável 11º posto fruto de 15 pontos, mais cinco que o 15º classificado Belenenses e mais onze que o 16º e último da tabela Académica. Era um rendimento que colocava o clube no topo da metade inferior da tabela, uma posição que confundia a crítica que esperava por esta altura um Arouca já condenado. E para baralhar ainda mais as contas dos “peritos” a Europa estava a apenas cinco pontos de distância do pequeno mas bravo emblema arouquense…

 

---/---

Pois mas os sarilhos começaram a aparecer nesta fase. :lol: Enquanto outros clubes aproveitaram o mercado de Janeiro para atacar forte o resto da época, sendo que Académica e Leiria decidiram até mudar de treinador, nós… nada! :lol: Mais uma vez o pouco dinheiro e a fraca reputação do clube atacaram em força e impediram movimentações no mercado que poderiam ser vitais para garantir a manutenção bem cedo e, quem sabe, tentar cheirar os lugares europeus.

 

Saídas. O GR suplente Pedro Soares decidiu dizer um “basta” à sua situação no clube dando assim por terminada a sua estadia em Arouca e rumando à Oliveirense num negócio avaliado em 40 mil euros.

 

Entradas. Se um GR saí, outro tem que entrar. Elói estava disponível a custo zero e será assim o suplente de Bruno Conceição para o que resta da temporada. E já agora depois disto o plantel lá continua com 23 atletas e não é porque eu quero, é mesmo porque não dá para contratar mais… :lol:

 

---/---

 

hF4fjHi.png

 

Derrota contra o Rio Ave num jogo onde foi ela por ela (2 remates à baliza para cada lado, maior eficácia para os vila-condenses resolveu a contenda) e palhaçada total contra a Olhanense (mais uma expulsão de Medina seguida de dois autogolos de jogadores do Arouca(!)) deram o mote para uma série negra onde a tendência foi entrar em campo, levar cabaz, esperar o apito final e sair de campo. Safaram-se apenas o um ponto obtido no Bonfim (partida onde o Arouca foi melhor mas onde não houve finalização porque a moral estava nas lonas) e a vitória frente ao Feirense que, muito sinceramente, não foi surpresa face aos bons resultados obtidos pelo nosso conjunto frente a este emblema.

 

A consequência direta destes maus resultados foi atirar o clube da metade inferior da tabela para o penúltimo posto (lugar de descida direta) a dois pontos da Académica. Para ajudar à festa uma (das muitas) derrotas foi contra o Leiria isso também significou uma aproximação do último classificado, ou seja, era mais provável pela margem pontual cair para último do que subir para cima da linha de água.

 

Faltavam cinco jogos para acabar a Primeira Liga 2012/13 e era altura de separar o trigo do joio: só os mais fortes sobrevivem e um desses tínhamos que ser nós!

 

26. Jogo contra o Paços a zeros ao intervalo, Jorginho com duas cabeçadas dá uma liderança confortável ao Arouca antes… de ser expulso! :lol: Aflição até ao final coroada com golo de Caetano aos 73’ mas lá conseguimos sair de casa com os 3 pontos (2-1) e fora da zona de descida.

 

27. Seguiu-se o Benfica, derrota com direito a goleada (4-0), zero pontos e nova situação complicada na tabela fruto de uma combinação louca de resultados.

 

28. Contra o rival na luta pela manutenção Académica festa em Arouca com o golo de Babanco logo aos 12’ mas, lá está, equipa é muita curta para estas andanças e a pressão de vencer fez mossa com Éder a empatar no segundo tempo e os estudantes mais perto de vencer no resto do encontro do que os amarelos de Arouca. Empate (1-1) e tudo na mesma na tabela para gáudio da Académica que queima assim mais uma jornada no último lugar possível de manutenção.

 

29. Contra o Rio Ave na penúltima jornada era matar ou morrer sobretudo porque era preciso acabar com os dois pontos de desvantagem que a Académica tinha. Reunião de equipa antes da partida, bola rola e… GOLO DE GRAY LOGO AOS 1’! Assim sim crl! No segundo tempo Venâncio dá a tranquilidade no marcador (60’), Trigueira (GR do Rio Ave) é expulso e com as substituições já esgotadas os vila-condenses são obrigados a meter um pino na baliza reflectindo-se isso no marcador para a maior goleada da época (0-4). Mas não estávamos safos: era preciso vencer no último jogo ou então, em caso de derrota ou empate, esperar que a Académica não vencesse o Vitória FC.

 

30. Contra a Olhanense não fizemos a nossa parte, dominámos as operações mas um golo sofrido logo aos 9’ condicionou bastante a equipa. Ainda fomos ao empate (Hugo Monteiro 17’) mas a maior eficácia algarvia resolveu a questão para um pesado (e injusto) 1-3. No outro jogo o Vitória FC esteve por duas vezes em vantagem mas por duas deixou-se empatar, a última das quais ao minuto 74’. Dezasseis minutos depois (mais descontos)… VFC 2-2 ACA

 

NZn2C3n.png

 

À tangente! :lol: A Académica teve mais golos marcados e menos golos sofridos (ganhando assim ao Arouca por uma boa margem na diferença de golos) mas de nada lhes serviu devido à nossa vantagem no confronto directo, que é o primeiro critério de desempate: vitória arouquense em Coimbra por 0-1 (sempre acreditei em ti Medina, mesmo quando eras expulso de forma idiota :prayer: :mrgreen:) e empate em Arouca a 1 golo.

 

E já agora a Académica contava com Eder (até marcou em Arouca no 1-1). Podemos dizer que… :mrgreen:

 

38551_nicolas_medina.jpg > 56073_20170830141251_eder.jpg

Compartilhar este post


Link para o post

É curioso, porque apesar de acompanhar o teu save regularmente há algumas partes que me foram escapando. Lembro-me e bem do Arouca numa fase já mais final, deste inicio nem por isso e no Athletic também não acompanhei. Só do WBA para a frente à frente é que não me escapou nada. Vai ser interessante reviver isto, pese embora te vá dar um trabalhão do crl :lol:

 

A tua primeira época na liga foi mesmo à tangente. Avé Medina :prayer: :mrgreen:

Compartilhar este post


Link para o post

Isso é que foi sofrer até ao fim :)

 

Foi uma época difícil mas o objectivo está alcançado :handclap:

Compartilhar este post


Link para o post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...