Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
DonSk

Oficial: Marco Silva despedido do Everton

Posts recomendados

Citação de Jimpo, há 1 hora:

Do pouco que vi os níveis de agressividade passaram dos 0 aos 100 

Duncan Ferguson :mrgreen:

Compartilhar este post


Link para o post

dps desta vitoria do Everton , a possibilidade do Vitor Pereira deve ter diminuido , o Duncan Ferguson deve ficar com o lugar pelo menos ate ao final da epoca.

Compartilhar este post


Link para o post

Trabalho incrível no Estoril. Ganha uma taça, consegue o terceiro lugar no Sporting numa época em q o Benfica tinha um plantel muito forte e o Porto acabava de fazer o seu maior investimento da história e só não passa a fase de grupos porque foi roubado contra o Schalke (isto tudo com um plantel francamente débil). É campeão na Grécia. Quase que safa um Hull City da despromoção quando toda a gente os via como condenados à descida. É despedido do Watford numa altura em que ia numa fase terrível de resultados, mas que ia cumprindo com os objetivos do clube. O Everton foi o primeiro trabalho declaradamente mau do homem. Provavelmente não será treinador para um nível tão elevado, mas vocês fazem dele como um Zé Mota da vida. 

Editado por Pablo Honey

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Pablo Honey, há 5 minutos:

Trabalho incrível no Estoril. Ganha uma taça, consegue o terceiro lugar no Sporting numa época em q o Benfica tinha um plantel muito forte e o Porto acabava de fazer o seu maior investimento da história e só não passa a fase de grupos porque foi roubado contra o Schalke (isto tudo com um plantel francamente débil). É campeão na Grécia. Quase que safa um Hull City da despromoção quando toda a gente os via como condenados à descida. É despedido do Watford numa altura em que ia numa fase terrível de resultados, mas que ia cumprindo com os objetivos do clube. O Everton foi o primeiro trabalho declaradamente mau do homem. Provavelmente não será treinador para um nível tão elevado, mas vocês fazem dele um Zé Mota da vida. 

Curiosamente o único troféu que o Marco ganhou o Zé Mota também tem e ganho com uma equipa teoricamente mais fraca. 😎

Compartilhar este post


Link para o post

Falhou e foi despedido. Quem nunca? São quase todos em determinada fase da carreira e no entanto não se enclausuram a julgar que são os piores treinadores de sempre.

Não é nenhum cepo, há-de ter mais sorte no próximo projeto.

 

Edit: Classic CMPT ❤️ Começa uma onda de opiniões contra, um corajoso chega-se à frente para dar a opinião contrária e muda-se o ciclo 😂

Editado por Mica

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Pablo Honey, há 2 horas:

Trabalho incrível no Estoril. Ganha uma taça, consegue o terceiro lugar no Sporting numa época em q o Benfica tinha um plantel muito forte e o Porto acabava de fazer o seu maior investimento da história e só não passa a fase de grupos porque foi roubado contra o Schalke (isto tudo com um plantel francamente débil). É campeão na Grécia. Quase que safa um Hull City da despromoção quando toda a gente os via como condenados à descida. É despedido do Watford numa altura em que ia numa fase terrível de resultados, mas que ia cumprindo com os objetivos do clube. O Everton foi o primeiro trabalho declaradamente mau do homem. Provavelmente não será treinador para um nível tão elevado, mas vocês fazem dele como um Zé Mota da vida. 

isto só pode ser a gozar

Compartilhar este post


Link para o post

Fui à procura dos meus posts neste tópico à espera de ler críticas ao homem - nunca escondi que não gosto dele -, sou surpreendido com posts a defender o trabalho dele no Watford. Nem parecem posts meus :7_sweat_smile:

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de footboy23, há 3 horas:

Curiosamente o único troféu que o Marco ganhou o Zé Mota também tem e ganho com uma equipa teoricamente mais fraca. 😎

Foi campeão na Grécia. 

Eu também não sou fã dele, mas também não sou anti. É um treinador razoável e, quem sabe, pode melhorar em algumas coisas.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Ser campeão na Grécia pelo Olimpiakos conta?

Por um lado, com seis equipas no currículo ganhou três troféus com três delas. 2ª Liga, Taça de Portugal e Campeonato Grego. Acho que não fez nenhum feito extraordinário ao vencer nenhum deles, era mais do que uma obrigação. Excepção feita ao 5º e 4º lugar conseguidos com o Estoril e ida à Liga Europa. Embora o Estoril tivesse feito um grande investimento nessas épocas é um trabalho muito meritório. Por outro lado, desde o Estoril que não se ouve falar bem do futebol praticado pelas suas equipas.

Citação de pedritsh, há 52 minutos:

Sempre foi medíocre, tem é uma imprensa do crl.

Tomara o Paulo Fonseca ter metade da imprensa dele.

O Paulo Fonseca não precisa e é essa a diferença entre os dois. 

O Marco e o Cardoso para serem vistos como bons treinadores têm que ter boa imprensa e para conseguirem bons clubes precisam de boas cunhas. O Paulo, não. É o bom trabalho dele que lhe traz o que os outros conseguem por outras vias.

Até corro o risco de estar a ser injusto com o Marco pelo que escrevi em cima mas é assim que olho para ele.

Compartilhar este post


Link para o post

É claro que os niveis de agressividade foram outros, é o Big Dunc o coach agora, é tudo a piar fino e a dar tudo pelo clube, que devia ser essa a mentalidade sempre no Everton sempre foi por isso que fomos conhecidos.

Tacticamente mudou um pouco mas não foi por ai foi mesmo a postura no banco que fez mudar as coisas e isso é muito importante um simplesmente fazia corpo presente o outro não para e obriga os jogadores a correr até mais não. 

Big Dunc até ao final da época e depois o coach do Ajax era o ideal

 

jgctn81f88341.jpg

 

 

Editado por Nuk

Compartilhar este post


Link para o post

Quando uma equipa numa semana muda radicalmente eu sou obrigado, mesmo não gostando do Marco, de admitir que muito bom jogador ali dentro do Everton já não queria o gajo.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Bette, há 6 minutos:

Quando uma equipa numa semana muda radicalmente eu sou obrigado, mesmo não gostando do Marco, de admitir que muito bom jogador ali dentro do Everton já não queria o gajo.

Mas isso era óbvio. Não vejo é em que sentido isso possa ser uma crítica aos jogadores. Não são máquinas, são humanos. A confiança, a motivação e o estado de espírito com que encaram o dia-a-dia e os jogos faz toda a diferença.

Isto é a definição de "chicotada psicológica". É uma tentativa de alterar o estado anímico dos jogadores para que o rendimento seja diferente. E, no imediato, resulta na maior parte dos casos.

Compartilhar este post


Link para o post

Nada contra. Eu só fico f*dido quando acontece no Porto, ou seja no meu clube. Porque um gajo pensa: "Agora sim! vamos lá" mas não deixo de pensar que estiveram ali 20 e tal gajos a brincar com o clube do meu coração. É aquele sabor agridoce 😂

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Bette, há 1 minuto:

Nada contra. Eu só fico f*dido quando acontece no Porto, ou seja no meu clube. Porque um gajo pensa: "Agora sim! vamos lá" mas não deixo de pensar que estiveram ali 20 e tal gajos a brincar com o clube do meu coração. É aquele sabor agridoce 😂

Duvido que a grande maioria deles o façam propositadamente. É aquele sentimento de que nada corre bem, os resultados não aparecem e os jogadores começam a entrar em campo já a pensar no empate ou na derrota, em vez de pensarem na vitória.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Pablo Honey, Em 07/12/2019 at 18:48:

Trabalho incrível no Estoril. Ganha uma taça, consegue o terceiro lugar no Sporting numa época em q o Benfica tinha um plantel muito forte e o Porto acabava de fazer o seu maior investimento da história e só não passa a fase de grupos porque foi roubado contra o Schalke (isto tudo com um plantel francamente débil). É campeão na Grécia. Quase que safa um Hull City da despromoção quando toda a gente os via como condenados à descida. É despedido do Watford numa altura em que ia numa fase terrível de resultados, mas que ia cumprindo com os objetivos do clube. O Everton foi o primeiro trabalho declaradamente mau do homem. Provavelmente não será treinador para um nível tão elevado, mas vocês fazem dele como um Zé Mota da vida. 

Ou porque decide apostar em Maurício-Naby Sarr tendo o Paulo Oliveira no plantel, sendo que essa dupla de matraquilhos lhe custou 2 pontos em Maribor. Isto só assim à cabeça.

Ganha uma taça onde tem mérito na vitória no Dragão, e depois tem um caminho relativamente fácil (Espinho, Vizela, Famalicão e Nacional a duas mãos) até à final. Sendo que na final faz m*rda da grossa que tem tudo para deitar o jogo a perder e calham dois golos já bem mais com coração que com cabeça porque o Braga do Conceição não soube gerir o jogo com um a mais e a ganhar por 2-0. 

Em termos de titulares, o plantel não estava assim tão longe dos outros dois grandes do meio campo para a frente. William, Adrien. João Mário, Carrillo, Nani, Montero. E no entanto, ao contrário do que tinha apresentado no Estoril, o futebol era bastante pobre, muito aquém do exigido. O Porto acabava de fazer o maior investimento da sua história, mas o treinador não teve mãos para o talento que lhe deram, pois aquele plantel era para ser campeão. Não teve a luta do Braga pois estes estiveram alguns furos abaixo do que podiam ter feito, tornando o pódio bastante mais fácil. Com o plantel que o Marco Silva tinha à disposição, ficar em terceiro não é feito nenhum, é mais que a obrigação. São os mínimos olímpicos.

Mas este é daqueles casos tipo o do Peseiro no Sporting há 15 anos. A malta acha sempre que o Sporting dessa época jogava muito, quando não era bem assim. Muitos foram os jogos pobres daquela equipa, especialmente para o campeonato. Foi daquelas mentiras repetidas muitas vezes até se tornar uma verdade, e acredito que ainda assim continuaria a ser se não nos tivesse brindado novamente com a sua incompetência nestes anos recentes.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Bashir, há 29 minutos:

O Cédric perdeu 5 anos de vida na perna direita com o Marco Silva.

Numa entrevista carregada de emoção a Fátima Lopes, Cédric admitiu que a época 2014/15 lhe trouxe sequelas físicas. "Fiquei manco devido aos 3456 cruzamentos que tive que efectuar".

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de doom_master, há 1 hora:

Ou porque decide apostar em Maurício-Naby Sarr tendo o Paulo Oliveira no plantel, sendo que essa dupla de matraquilhos lhe custou 2 pontos em Maribor. Isto só assim à cabeça.

Ganha uma taça onde tem mérito na vitória no Dragão, e depois tem um caminho relativamente fácil (Espinho, Vizela, Famalicão e Nacional a duas mãos) até à final. Sendo que na final faz m*rda da grossa que tem tudo para deitar o jogo a perder e calham dois golos já bem mais com coração que com cabeça porque o Braga do Conceição não soube gerir o jogo com um a mais e a ganhar por 2-0. 

Em termos de titulares, o plantel não estava assim tão longe dos outros dois grandes do meio campo para a frente. William, Adrien. João Mário, Carrillo, Nani, Montero. E no entanto, ao contrário do que tinha apresentado no Estoril, o futebol era bastante pobre, muito aquém do exigido. O Porto acabava de fazer o maior investimento da sua história, mas o treinador não teve mãos para o talento que lhe deram, pois aquele plantel era para ser campeão. Não teve a luta do Braga pois estes estiveram alguns furos abaixo do que podiam ter feito, tornando o pódio bastante mais fácil. Com o plantel que o Marco Silva tinha à disposição, ficar em terceiro não é feito nenhum, é mais que a obrigação. São os mínimos olímpicos.

Mas este é daqueles casos tipo o do Peseiro no Sporting há 15 anos. A malta acha sempre que o Sporting dessa época jogava muito, quando não era bem assim. Muitos foram os jogos pobres daquela equipa, especialmente para o campeonato. Foi daquelas mentiras repetidas muitas vezes até se tornar uma verdade, e acredito que ainda assim continuaria a ser se não nos tivesse brindado novamente com a sua incompetência nestes anos recentes.

Na segunda metade da época ainda teve o Ewerton, que era de cristal mas que metia qualquer um daqueles centrais no bolso. E tinha ainda André Martins, Mané, Slimani ou Tanaka, que eram opções válidas e úteis. Ou o Iuri e o Gauld, que na altura ainda podiam atingir todo o seu potencial e que tinham tudo para ser aposta (ele jogou uma época inteira em 4x2x3x1 sem um 10 de raiz... e mesmo assim nunca usou o Gauld, que era o único existente nos quadros do clube).

Até digo mais: se no ano a seguir dessem exactamente as mesmas opções ao Jesus (sem Teo, Gelson ou Bryan), provavelmente teríamos feito uma época ainda melhor do que a que fizemos. É bem capaz de ser o melhor leque de opções ofensivas, em quantidade e qualidade, que me lembro de ver no clube.

Foi um falhanço a toda a linha, comprovado pela época seguinte do Jesus, onde jogamos 100x mais futebol.

Compartilhar este post


Link para o post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...