Ir para conteúdo
Mayday

Covid-19 (Coronavírus) - Tópico de discussão

Posts recomendados

Citação de Alonso., há 2 minutos:

Já sabe em que cidade foram estes novos casos?

3 no Porto, 1 em Lisboa. Pelo menos é lá que estão internados.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Thierry Henry, Agora:

3 no Porto, 1 em Lisboa. Pelo menos é lá que estão internados.

Pois. Mas um que for infectado em Viana vai para o Porto. É que a minha mãe trabalha na escola do professor de música e onde trabalha a mulher dele. Não quero que ela tenha tecatito vírus 😅

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 48 minutos:

Fala o gajo que defende jogos de futebol à grande em toda a Itália , porque não se passa nada e eles são mais importantes que possíveis casualidades. Informa-te o mínimo pls. Antes de mandares postas de pescada. 

Edit. Parece que há 13 infetados em Portugal. 

ahahah fds, lindo. ch*pa pedrischthch.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 1 hora:

Fala o gajo que defende jogos de futebol à grande em toda a Itália , porque não se passa nada e eles são mais importantes que possíveis casualidades. Informa-te o mínimo pls. Antes de mandares postas de pescada. 

Edit. Parece que há 13 infetados em Portugal. 

foi o melhor post que fizeste em todo o tópico 😂

Compartilhar este post


Link para o post

Sabem se é suposto conseguir se abafar casos para não saíram cá para fora?

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de FabioK, há 23 minutos:

Sabem se é suposto conseguir se abafar casos para não saíram cá para fora?

Achas mesmo que o Sepulveda foi o 1º infetado a passar pelo nosso país? É certinho que já cá tinhamos esta estirpe há bem mais tempo. Devido ao fenómeno da globalização era impossivel que não o tivéssemos. Toda a Europa já estava praticamente com casos de infeção e nós éramos os unicos a não o ter? Não andamos a comer gelados com a testa. Da mesma maneira que temos bem mais que 13 casos infetados. Oficialmente declarados podem ser 13, mas como tem sucedido com as diferentes epidemias em epidemiologia, isto é apenas uma parte dos verdadeiros números. Para se ter uma noção, nas primeiras semanas a triagem de doentes nas unidades de saúde com sintomas de gripe / respiratórios era feito apenas baseado no facto de eles terem vindo da China/Itália ou não. Em caso negativo, eram convidados a ir para casa. Como se fosse preciso uma pessoa ter vindo de um desses países para se ser infetado com o virus, nem há outras formas nem nada...

Trata-se de um virus sobretudo respiratorio (embora não exclusivo), e como tantos outros do mesmo género, é caracterizado por uma grande morbilidade e baixa mortalidade, com um índice mutacional relativamente baixo (se o compararmos com o influenzavirus i.e. gripe comum/sazonal), pelo que enquanto não houver uma imunidade de grupo alta, as previsões é de que continue a alastrar-se e a criar vitimas mortais aqui e ali, exatamente da mesma forma que a gripe A evoluiu e se auto-limitou. Esta imunidade de grupo, por exemplo, é quase irrelevante quando falamos do influenzavirus, que tem um indice mutacional astronómico e baixa imunidade cruzada entre as sucessivas estirpes ao longo dos anos. Em 2019, a gripe comum originou no nosso país perto de 2000-3000 mortes, um numero que tem sido mais ou menos constante ao longo dos anos (quando o Ticampos ler isto vai fritar de vez).

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de fornix, há 20 minutos:

Achas mesmo que o Sepulveda foi o 1º infetado a passar pelo nosso país? É certinho que já cá tinhamos esta estirpe há bem mais tempo. Devido ao fenómeno da globalização era impossivel que não o tivéssemos. Toda a Europa já estava praticamente com casos de infeção e nós éramos os unicos a não o ter? Não andamos a comer gelados com a testa. Da mesma maneira que temos bem mais que 13 casos infetados. Oficialmente declarados podem ser 13, mas como tem sucedido com as diferentes epidemias em epidemiologia, isto é apenas uma parte dos verdadeiros números. Para se ter uma noção, nas primeiras semanas a triagem de doentes nas unidades de saúde com sintomas de gripe / respiratórios era feito apenas baseado no facto de eles terem vindo da China/Itália ou não. Em caso negativo, eram convidados a ir para casa. Como se fosse preciso uma pessoa ter vindo de um desses países para se ser infetado com o virus, nem há outras formas nem nada...

Trata-se de um virus sobretudo respiratorio (embora não exclusivo), e como tantos outros do mesmo género, é caracterizado por uma grande morbilidade e baixa mortalidade, com um índice mutacional relativamente baixo (se o compararmos com o influenzavirus i.e. gripe comum/sazonal), pelo que enquanto não houver uma imunidade de grupo alta, as previsões é de que continue a alastrar-se e a criar vitimas mortais aqui e ali, exatamente da mesma forma que a gripe A evoluiu e se auto-limitou. Esta imunidade de grupo, por exemplo, é quase irrelevante quando falamos do influenzavirus, que tem um indice mutacional astronómico e baixa imunidade cruzada entre as sucessivas estirpes ao longo dos anos. Em 2019, a gripe comum originou no nosso país perto de 2000-3000 mortes, um numero que tem sido mais ou menos constante ao longo dos anos (quando o Ticampos ler isto vai fritar de vez).

Concordo, mas acho que não se pode comparar isto à gripe A. Na gripe A do 1 caso em Portugal ao 27 levaste 2 meses. E do 1 caso até à primeira morte 4 meses. Duvido que isso aconteça cá. 

Citação de Adriano17, há 5 minutos:

vai começar aquecer 😞 tinha falado nuns 15 casos até domingo mas passará

50 disse eu, é a perspetiva otimista para daqui a 6 dias. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 1 minuto:

50 disse eu, é a perspetiva otimista para daqui a 6 dias. 

Convinha que finalizassem a vacina porque está a ficar um pouco mais grave.

 

Compartilhar este post


Link para o post

 

Citação de Adriano17, há 4 minutos:

Convinha que finalizassem a vacina porque está a ficar um pouco mais grave.

 

Bem, tens razão. 49 novas mortes em Itália e 778 novos casos. O ritmo parece continuar a aumentar. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Adriano17, há 4 minutos:

Convinha que finalizassem a vacina porque está a ficar um pouco mais grave.

 

ya mano q isto de criar a vacina basta fazer uma direta lá na fábrica e no dia seguinte ela está a ser comercializada.

a vacina, a aparecer, não será para esta epidemia. será importante se entretanto esta epidemia passar a ser uma doença normal e generalizada, como a gripe normal (com a vacina criada) ou o hiv (que tbm houve uma correria e a glaxosmithkline tinha ficado a arder com o medicamento se não se tivesse tornado uma doença geral). 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de jean-luc godard, há 1 minuto:

ya mano q isto de criar a vacina basta fazer uma direta lá na fábrica e no dia seguinte ela está a ser comercializada.

a vacina, a aparecer, não será para esta epidemia. será importante se entretanto esta epidemia passar a ser uma doença normal e generalizada, como a gripe normal (com a vacina criada) ou o hiv (que tbm houve uma correria e a glaxosmithkline tinha ficado a arder com o medicamento se não se tivesse tornado uma doença geral). 

logicamente 'mano' , eu sei que não é assim.

Compartilhar este post


Link para o post

Bem, só para acalmar algum alarmismo, recebemos uma nova sessão hoje lá no hospital onde fomos alertados para os próximos capítulos. Parece-me que há um plano muito bem estruturado para Lisboa, que prevendo a saturação previsível do Curry Cabral já tem preparados os planos de contingência para os próximos hospitais. Acredito que o plano para o Porto estará também delineado, mas desconheço-o atualmente.

Há planos de contingência, de catástrofe, de tudo. Há muito material também, ao contrário do que se apregoa nos media e redes sociais.

É normal haver durante a próxima semana uma subida considerável no nº de casos positivos, mas ainda é muito imprevisível saber quantas pessoas poderão ficar afetadas ou em quarentena. É normal também começar a haver restrições no acesso a alguns locais, nomeadamente visitas hospitalares.

Compartilhar este post


Link para o post

já agora,

Total:

Itália : 4636 casos.

Irão: 4747 casos

Destaco também a Alemanha que, com 678 casos ainda não teve nenhuma morte.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de lucho^, há 12 minutos:

Bem, só para acalmar algum alarmismo, recebemos uma nova sessão hoje lá no hospital onde fomos alertados para os próximos capítulos. Parece-me que há um plano muito bem estruturado para Lisboa, que prevendo a saturação previsível do Curry Cabral já tem preparados os planos de contingência para os próximos hospitais. Acredito que o plano para o Porto estará também delineado, mas desconheço-o atualmente.

Há planos de contingência, de catástrofe, de tudo. Há muito material também, ao contrário do que se apregoa nos media e redes sociais.

É normal haver durante a próxima semana uma subida considerável no nº de casos positivos, mas ainda é muito imprevisível saber quantas pessoas poderão ficar afetadas ou em quarentena. É normal também começar a haver restrições no acesso a alguns locais, nomeadamente visitas hospitalares.

@Black Hawk

Compartilhar este post


Link para o post

Já agora, pelo que percebi do que aconteceu em Itália, andou um paciente 0/1/-1/wtv em contacto com o meio hospitalar, infectou um médico e esse médico terá transmitido a infeção a muitos doentes internados, já com muitas co-morbilidades, o que levou a um grande boom de mortalidade. Neste momento a taxa de mortalidade está a "normalizar", ou seja, para valores equivalentes aos originais da China (3-4%).

Ainda não há qualquer registo oficial de "mutações" ao vírus original e já há alguns ensaios experimentais em andamento para tratamento da infeção.

Compartilhar este post


Link para o post
Publicado (editado)
Citação de lucho^, há 22 minutos:

Bem, só para acalmar algum alarmismo, recebemos uma nova sessão hoje lá no hospital onde fomos alertados para os próximos capítulos. Parece-me que há um plano muito bem estruturado para Lisboa, que prevendo a saturação previsível do Curry Cabral já tem preparados os planos de contingência para os próximos hospitais. Acredito que o plano para o Porto estará também delineado, mas desconheço-o atualmente.

Há planos de contingência, de catástrofe, de tudo. Há muito material também, ao contrário do que se apregoa nos media e redes sociais.

É normal haver durante a próxima semana uma subida considerável no nº de casos positivos, mas ainda é muito imprevisível saber quantas pessoas poderão ficar afetadas ou em quarentena. É normal também começar a haver restrições no acesso a alguns locais, nomeadamente visitas hospitalares.

@lucho^, de um ponto de vista clínico, consegues perceber a razão pela qual os países que apresentam maior número de mortes (tanto em percentagem como em número) são também os que curam mais pessoas como a Itália e o Irão e outros como a Coreia do Sul ou a Alemanha quase ninguém morre, mas quase ninguém é curado?
Diferença de critérios?

Editado por Ticampos

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de lucho^, há 23 minutos:

Bem, só para acalmar algum alarmismo, recebemos uma nova sessão hoje lá no hospital onde fomos alertados para os próximos capítulos. Parece-me que há um plano muito bem estruturado para Lisboa, que prevendo a saturação previsível do Curry Cabral já tem preparados os planos de contingência para os próximos hospitais. Acredito que o plano para o Porto estará também delineado, mas desconheço-o atualmente.

Há planos de contingência, de catástrofe, de tudo. Há muito material também, ao contrário do que se apregoa nos media e redes sociais.

É normal haver durante a próxima semana uma subida considerável no nº de casos positivos, mas ainda é muito imprevisível saber quantas pessoas poderão ficar afetadas ou em quarentena. É normal também começar a haver restrições no acesso a alguns locais, nomeadamente visitas hospitalares.

Penso que foi isso que a ministra tentou transmitir na entrevista ao expresso, mas uma manchete a dizer que vamos ter 1M de infectados vende mais. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de lucho^, há 9 minutos:

Ainda não há qualquer registo oficial de "mutações" ao vírus original e já há alguns ensaios experimentais em andamento para tratamento da infeção.

Acho que vi ontem que já havia duas versões do mesmo virus

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Osorio, há 10 minutos:

Mas não estou alarmado. O número de casos está na linha do que esperava e referi há uns tempos que imaginava que assim fosse.

O que continuo a achar anormal é que a primeira linha de combate/triagem a uma pandemia que está a alarmar o mundo seja feita pela mesma linha a que se recorre quando se tem dores de garganta ou um dedo do pé inchado. Referi há umas duas semanas que duvidava que a mesma desse conta do recado e, pela a amostra, já entupiu ao ponto de haver gente que não consegue ser atendida.

Se era para ser assim, através de um call-center, pelo menos que fosse definida uma linha própria apenas para isto com gente especializada. Estamos a falar de uma pandemia à escala global, não de um pico de gripe... mas alguém com bom senso imaginava que a Saúde24 não ia entupir e deixar pessoas penduradas horas a fio?

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ticampos, há 6 horas:

Ultrapassámos os 100.000 casos mundiais e as 3400 mortes. 

optimo. pq assim um gajo como eu que não é craque a matemática consegue facilmente calcular as percentagens de mortalidade.

Compartilhar este post


Link para o post

Em princípio devem cancelar as minhas rotações pelos centro de saúde e hospitais a partir da semana que vem (Barcelona). Fui também a uma sessão clínica na clínica e por aqui também parece estar tudo bem estruturado, estão cautelosos mas não demasiado alarmados.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Black Hawk, há 40 minutos:

Mas não estou alarmado. O número de casos está na linha do que esperava e referi há uns tempos que imaginava que assim fosse.

O que continuo a achar anormal é que a primeira linha de combate/triagem a uma pandemia que está a alarmar o mundo seja feita pela mesma linha a que se recorre quando se tem dores de garganta ou um dedo do pé inchado. Referi há umas duas semanas que duvidava que a mesma desse conta do recado e, pela a amostra, já entupiu ao ponto de haver gente que não consegue ser atendida.

Se era para ser assim, através de um call-center, pelo menos que fosse definida uma linha própria apenas para isto com gente especializada. Estamos a falar de uma pandemia à escala global, não de um pico de gripe... mas alguém com bom senso imaginava que a Saúde24 não ia entupir e deixar pessoas penduradas horas a fio?

Ele não te citou por estares alarmado. Citou-te por teres vindo cascar no SNS sem grande razão para isso.

Compartilhar este post


Link para o post

Junta-te à conversa!

Podes publicar um comentário agora e registar-te depois. Se tiveres uma conta, autentica-te agora para publicares o teu comentário de forma autenticada.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Criar Novo...