Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Ego Sum

[Discussão] Jogos RPG

Posts recomendados

Citação de Rōnin, há 9 horas:

estou tentado a dar outra chance só para tiltar este gajo

LOOL

a comunidade do jogo é mt fixe (já me disseram que depende dos servidores, mas idk) mas ya, apanhas mongols weebs como este gajo que vivem muito o jogo

acho que acima disto só uma cena de um casal que literalmente discutiu porque o gajo tava a mandar emotes a outra gaja (do mesmo género desse vídeo)... yikes

Compartilhar este post


Link para o post

Aparentemente o Fire Emblem Three Houses leakou na internet e houve lojas a vender mais cedo. Pelo que li, não indo demasiado afundo para evitar spoilers, confirma-se as reviews que antecediam a release do jogo de que é excelente e um dos melhores da franquia. 

Compartilhar este post


Link para o post

O mais importante é terem dado continuidade à mudança de tom na saga, que se verificou primeiro no Shadows of Valentia. 

A trilogia Fates (só no toquei no Conquest) é um festival de weebs degenerados.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Nunca na vida meteria os dois no mesmo saco, mas posso estar enganado.

Joga o Conquest e conta a quantidade de neurónios que perdeste.

Compartilhar este post


Link para o post

Devia ter dado quote, estava a falar do festival de weebs degenerados, que se mantinha neste. Pelo menos vi comentários a indicar isso, vale sempre o que vale.

Compartilhar este post


Link para o post

Estava a falar mais disto

Resultado de imagem para FIRE EMBLEM FATES PETTING GIF

Talvez não exista correlação entre uma coisa e a outra, mas acho que a escrita e o enredo tende sempre a piorar quando se injecta fanservice e outras m*rda que não lembram a ninguém.

 

Compartilhar este post


Link para o post

Ah, sim. Não sei, nada do que vi falava nisso para estes novos, mas também não senti que isso afetasse o jogo dessa forma quando joguei esses.

Compartilhar este post


Link para o post

A diferença de direção do Xenoblade Chronicles para o Xenoblade Chronicles 2 é colossal. Mantém alguns elementos, mas em termos gerais, sinceramente, nem sei porque se chama Xenoblade Chronicles.

Também acho que acrescentam coisas desnecessárias, que só serve para tornar mais complexo sem necessidade, o voice acting é um coinflip enorme, sendo que o personagem principal é o pior de todos e jogar em japonês não é boa ideia, dado que há algum banter entre os personagens durante o combate que acrescenta bastante ao jogo e não é legendado.

Mas o que leva a medalha é mesmo a mudança de não atacar enquanto te movimentas. Que decisão absolutamente atroz. Um jogo super baseado em posicionamento, com back e side attacks, que incentiva que te reposiciones constantemente cortar isso torna-se num pesadelo de decidir qual é o dps mais efetivo.

Vou com sensivelmente 10 horas e não quero que o jogo pareça um FF XV, felizmente ainda está uns níveis acima, mas acho que esperava um bocado mais. O jogo é carregado pelos personagens e pelo mistério da narrativa, que mantém o interesse no jogo. Pode ser que esta consiga ofuscar o resto.

O Xenoblade foi dos meus rpgs favoritos e dá-me um bocado de pena sentir que é um claro downgrade e mesmo assim foi um sucesso muito maior que o primeiro.

Ah e há outro detalhe que, aliado a teres de optar entre andar ou atacar, que me parece que foi alterado e que também afeta imenso o pace do combate do jogo: ao contrário do 1º, que tenho quase a certeza que entravas em combate com as habilidades disponíveis para serem utilizadas, neste entras sempre com elas em "cooldown", ou o sistema equivalente que o jogo usa. Torna tudo mais lento.

Compartilhar este post


Link para o post

Foi o que aconteceu com o Fire Emblem. A realidade é que o Awakening foi extremamente popular (eu próprio gostei do jogo), mas quem estava habituado ao tom e estilo de jogo dos anteriores ficou extremamente desagradado com as mudanças.

Mas isso também é um bocado de masoquismo, se já sabias mais ou menos ao que ias.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Rōnin, há 10 minutos:

Foi o que aconteceu com o Fire Emblem. A realidade é que o Awakening foi extremamente popular (eu próprio gostei do jogo), mas quem estava habituado ao tom e estilo de jogo dos anteriores ficou extremamente desagradado com as mudanças.

Mas isso também é um bocado de masoquismo, se já sabias mais ou menos ao que ias.

Só me incomoda mesmo as mudanças no combate e isso não sabia. A verdade é que o voice acting inglês do primeiro também não era necessariamente bom, a qualidade que fez com que tanta gente gostasse era pela personalidade própria que tinha. Este tenta emular essa fórmula vencedora, mas é 50/50, por vezes acerta, noutras vezes são tiros ao lado.

Eu aceito perfeitamente a mudança de direção, sinceramente. Até acho que é bem feita, os tais elementos mais anime são bem introduzidos, encaixam bem no ambiente e conseguem gerar cenas bastante cómicas (e sim, é de propósito que sejam cómicas). Não acho que seja necessariamente algo mau, é só estranho por fazer parte do franchise.

O meu único problema sério ao ponto de me fazer questionar a qualidade do jogo são mesmo as alterações ao sistema de combate. Em termos de lógica, consigo compreender porque é que as fizeram, dado que acrescentaram outros elementos que se não as fizessem provavelmente o combate ficaria ridiculamente fácil. Eu acho esses elementos desnecessários e preferia como estava, mas também sou capaz de estar a ser algo resistente a mudanças, porque estaria a mentir se dissesse que o leque de opções e abordagens durante os combates não é trinta ou quarenta vezes maior neste jogo. Pessoalmente, acho uma complexidade desnecessária.

Compartilhar este post


Link para o post

Ainda pensei que por momentos possuías alguma decência, já vi que não. 

O voice acting notava-se a milhas que era sofrível nos trailers, do primeiro não posso falar porque nunca joguei.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Rōnin, há 38 minutos:

Ainda pensei que por momentos possuías alguma decência, já vi que não. 

O voice acting notava-se a milhas que era sofrível nos trailers, do primeiro não posso falar porque nunca joguei.

Fui verificar e até acho que é um caso que se pode dizer que o produto final é melhor que o do trailer ao ponto de me fazer ir confirmar se tinha havido alguma mudança no casting da voz do personagem principal.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de El Shafto, há 1 hora:

Fui verificar e até acho que é um caso que se pode dizer que o produto final é melhor que o do trailer ao ponto de me fazer ir confirmar se tinha havido alguma mudança no casting da voz do personagem principal.

O problema na maior parte das vezes não são as vozes, mas sim a forma como são realizadas. Lêem o guião sem o contexto das cenas e acaba por soar forçado. 

Mas isso está longe de ser aquilo que afasta o meu desejo de jogar esse jogo.

Compartilhar este post


Link para o post
Publicado (editado)

Mudei para jp as vozes e com o avançar do jogo, as duas coisas juntas, já estou a gostar mais. É demasiado anime shit para se jogar em inglês lol. É pena porque alguns nomes são diferentes e as legendas usam os nomes da versão inglesa independentemente da linguagem selecionada. Mas tá fixe, tou a gostar, estes crls sabem desenvolver um jogo mantendo a pessoa interessada e em termos de pace não há pai.

Até tem uns voice actors que se reconhece bem, tipo o gajo que faz de Hannes em attack on titan, se bem que aqui mais parece o Dio.

Editado por El Shafto

Compartilhar este post


Link para o post
Publicado (editado)

Jogo quase sempre com as vozes japonesas. Não necessariamente por ser uma cena de anime, mas porque regra geral a indústria deles no que toca a isto está a um nível superior ao que é feito por aqui. Uns dizem que é uma tontice, porque quem joga nem entende o que as personagens dizem, mas não é preciso perceber japonês para captar a diferença na entoação, na importância que dão ao contexto das cenas e por aí fora. É feito de forma profissional.

Não quer dizer que não hajam excepções e sabes melhor que ninguém que o primeiro Xenoblades tinha uma dobragem única, no sentido positivo. Existem outros casos como o do FFXII, em que a dobragem chega a ultrapassar a original, mas na maior parte dos casos, ou não existe tempo/dinheiro ou talento para fazer justiça ao produto original.

Editado por Rōnin

Compartilhar este post


Link para o post

btw, o Berseria foi só hype inicial? Neste momento só estou mesmo à espera do Persona 5 Royal e rezando que o DQ 11 receba os updates da versão da Switch, porque de resto nenhum outro JRPG na PS4 me suscita interesse.

Compartilhar este post


Link para o post

Foi mais um apareceram melhores opções. O jogo é porreiro e em termos de desenvolvimento dos personagens é dos melhores do género imo, mas a jogabilidade acaba por se tornar repetitiva. Definitivamente hei-de voltar a pegar nele e termina-lo.

Nem o I am Setsuna? Não que tenha jogado, mas sempre tive a impressão de ser bom.

Compartilhar este post


Link para o post

É um bocado medíocre, pelo que li. Agora que cada vez que penso em jogar um JRPG, faço uma pesquisa criteriosa. 

https://www.polygon.com/2019/8/7/20758878/final-fantasy-14-live-letter-msq-story-a-realm-reborn

É muito bom que eles tenham percebido que tinham que fazer um update. Bem que tentei apegar-me ao jogo, mas o ARR é absolutamente aborrecido. Ou estás completamente vidrado em MMO's, ou então chapéu. 

Compartilhar este post


Link para o post
Publicado (editado)

Yep, é verdade. Acho que o condensar não vai estragar ou semelhante, mas é algo até acho piada porque é literalmente o começo da tua jornada para te tornares um herói. Em termos de lógica e imersão do ponto de vista narrativo nunca joguei outro MMO que o fizesse tão bem.

Eu acho que nunca sofri muito isso porque quando comecei a jogar, tal e qual como agora que voltei, foi em servidores que eram New e esses servidores têm boost de experiência até estabilizarem em população, então o ritmo acaba por ser mais alto.

Tava a ler a thread no r/games e alguém chamou a atenção a uma coisa que é verdade, o pior é mesmo a transição do ARR para o Heavensward, que tem algum bazilião de quests e muitas delas nem são assim tão interessantes. O Heavensward para o Stormblood é muito bom tho. Aliás, o motivo pelo qual eu até defendo o ARR (ainda que concorde que o update que querem fazer, que deve ser lá para Março ou assim de 2020) é porque o Heavensward é tão adorado e tão bom em parte graças ao ARR, na minha opinião. Talvez seja um bocado spoiler dizer isto, mas é quase como a tua coroação enquanto herói e o processo funciona tão bem pelo "sofrimento" do ARR.

Editado por El Shafto

Compartilhar este post


Link para o post

 

btw @Rōnin no reddit tava tudo a queixar-se que o conteúdo extra que vai estar na switch não vai sair para a ps4

um bocado ridículo

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de El Shafto, há 1 hora:

 

btw @Rōnin no reddit tava tudo a queixar-se que o conteúdo extra que vai estar na switch não vai sair para a ps4

um bocado ridículo

Nem pensei em jogar a versão da PS4, porque tinha o feeling que ia ser assim. É efectivamente uma nova versão, género dum remaster.

É uma prática um bocado nojenta.

Citação de El Shafto, há 6 horas:

Yep, é verdade. Acho que o condensar não vai estragar ou semelhante, mas é algo até acho piada porque é literalmente o começo da tua jornada para te tornares um herói. Em termos de lógica e imersão do ponto de vista narrativo nunca joguei outro MMO que o fizesse tão bem.

Eu acho que nunca sofri muito isso porque quando comecei a jogar, tal e qual como agora que voltei, foi em servidores que eram New e esses servidores têm boost de experiência até estabilizarem em população, então o ritmo acaba por ser mais alto.

Tava a ler a thread no r/games e alguém chamou a atenção a uma coisa que é verdade, o pior é mesmo a transição do ARR para o Heavensward, que tem algum bazilião de quests e muitas delas nem são assim tão interessantes. O Heavensward para o Stormblood é muito bom tho. Aliás, o motivo pelo qual eu até defendo o ARR (ainda que concorde que o update que querem fazer, que deve ser lá para Março ou assim de 2020) é porque o Heavensward é tão adorado e tão bom em parte graças ao ARR, na minha opinião. Talvez seja um bocado spoiler dizer isto, mas é quase como a tua coroação enquanto herói e o processo funciona tão bem pelo "sofrimento" do ARR.

O FF14 teve um início desastroso, tiveram que limpar a porcaria que foi feita e é por isso que tudo parece um bocado pão sem sal, porque tiveram que reconstruir quase tudo do zero.

A própria natureza deste tipo de jogos, com updates e patches constantes, faz com que o conteúdo que outrora era consumido em pequenas doses durante meses, passe a sê-lo de rajada, o que dá cabo do pacing.

É um bocado difícil, e estou a ser simpático, vender a ideia de que tens que penar durante umas boas horas até chegares ao supra sumo do jogo. Precisam de dar uns retoques, limar as arestas, para venderem o FF14 como um pacote completo.

Compartilhar este post


Link para o post

Não é uma continuação. É a mesma base, mas a partir de algum momento há alguma interferência que muda tudo.

Compartilhar este post


Link para o post

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...