Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Peplin

Os Portugueses em Acção

Publicações recomendadas

image.png.b53fe13a6334e6427a5fccbdf79bc530.pngimage.png.c2d26228795060bf9845859cce10d953.pngimage.png.8a99f76b541cb0dc41cb1b9dec54bcf3.png

 

Mais uma semana de sonho para o Gastão Elias com a 2ª vitória consecutiva em Oeiras. No ranking da forma recuperou o 2º posto atrás do Nuno Borges e abriu uma boa diferença para o Duarte Vale.

Pela positiva ainda há a registar os resultados do Henrique Rocha (excelente vitória sobre o TOP 400 Marek Gengel no qualifying de Oeiras) e do João Sousa (vitória sobre o Delbonis, n.º 35 do Mundo).

Pela negativa, curiosamente, quem teve o pior resultado foi o Nuno Borges. O ranking onde está já não valoriza muito a vitória sobre o Pedro Sousa e penalizou a derrota com o Gastão. De resto, como é habitual, todos os que perderam nas primeiras rondas dos torneios são penalizados. Muita luta pelo lugar de português em pior forma. O João Domingues recuperou essa posição ao Gonçalo Oliveira mas está muito renhido...

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.1c4a403d9b4d83a0b5fda0939905a02e.pngimage.png.b21a95b672e5c50d555389ebc9ed3f0a.pngimage.png.cf5f9656175154109c2da10e80ff1f5b.png

 

Esta foi uma semana atípica. Todos os 5 portugueses em competição ganharam o 1º encontro que disputaram.

A figura da semana foi, sem dúvida, o Nuno Borges que arrecadou o 2º título em Challengers da carreira. Para efeitos deste ranking o Pedro Sousa também teve uma semana positiva com a passagem bem sucedida pelo qualifying de Madrid.

O João Sousa e o João Domingues portaram-se pior. Ganharam um jogo em que eram favoritos e perderam outro em que também eram favoritos. Já o Gonçalo Olivera teve melhor prestação porque a derrota que registou era mais esperada.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.59ed2909016a8014e44530c98fd78303.pngimage.png.a26e441b836889f719b27800175079ed.pngimage.png.88ae2c8f70654e6949ee9f2711fbdd9c.png

 

Foi uma semana curtinha para os portugueses. Terça feira e ficou tudo resolvido.

Nesta semana só o Pedro Sousa teve motivos para sorrir devido à vitória na 1ª ronda do qualifying de Barcelona. Os outros perderam logo à primeira com sinal mais negativo para o João Sousa que perdeu com um jogador posicionado cerca de 20 lugares abaixo de si no ranking.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.97cd93825f40868a7046134a12383470.pngimage.png.d7b2ae635425fd02bc781ff2448d6a85.pngimage.png.5a1566e692c2d838f0f25efd8e80907f.png

 

Semana de Estoril Open com dois dissidentes na América Latina.

Sinal positivo para o Pedro Araújo que derrotou um jogador próximo do TOP 100 na 1ª ronda de qualificação do Estoril e colocou-se em posição de ameaçar o Duarte Vale no pódio dos tenistas em melhor forma. Pela negativa o Gastão, o João Sousa e, principalmente, o Gonçalo Oliveira, derrotado na 1ª ronda de Morelos por um jogador pior classificado no ranking mundial. Com esta derrota o Gonçalo abriu bastante a "vantagem" para o João Domingues como português em pior forma.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.ba5200fbfcea6a28d77b0b351fa0b023.pngimage.png.7399184477887ab87abd075314f2c468.pngimage.png.d937d0bac804fff1de20717d46f1f11e.png

 

A semana passada teve um herói inesperado. O João Domingues que ganhou o Challenger brasileiro de Salvador. Com esse resultado deu um salto significativo na tabela e deixou os últimos lugares para o Gonçalo Oliveira e o Tiago Cação. Além do João a semana também correu bem ao Jaime Faria que passou com sucesso pela fase de qualificação do Future de Meerbusch e ascendeu ao 3º posto na lista dos portugueses em melhor forma.

 

Pela negativa nota para o Gastão Elias, que perdeu à primeira em Aix-en-Provence e para o Henrique Rocha que não justificou o favoritismo na 1ª ronda da qualificação de Meerbusch.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.357540c7ee47d78907e203f03f21c24b.pngimage.png.4806890b5fb4d91328b2fa83d3246974.pngimage.png.8f5592fb5dd0d218723f47ae3ef775b8.png

 

Nesta semana as vedetas foram os miúdos. O Henrique Rocha que chegou às meias finais na Bósnia e subiu a 6º neste ranking e o Jaime Faria que voltou a passar o qualifying de um Future e, desta vez, até chegou à 2ª ronda no quadro principal. Já é o 2º tenista português em melhor forma.

O Pedro Sousa também esteve bem, passando o qualifying em Bordeaux e entrou no TOP 10.

Pela negativa o Nuno Borges, por ter perdido um jogo em que era claro favorito na 2ª ronda de Bordeaux, o Gastão Elias, que se ficou na 1ª ronda do mesmo torneio e, principalmente, o Miguel Gomes, o único miúdo que não brilhou porque não conseguiu ultrapassar um adversário sem ranking ATP na 1ª ronda da qualificação de Doboj.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.32b529ea7a13dc93b6ec3fc1305716e8.pngimage.png.bb7bf73b99d7f11707d8f6b9fbce75cd.pngimage.png.853810e3a1257c868f87a3ca4a729571.png

 

Esta semana foi a melhor para os tenistas portugueses desde há muito tempo. Os resultados positivos foram vários, com destaque maior para o João Sousa, com a final em Genebra, mas também para o Jaime Faria, que chegou aos quartos de final de Prijedor depois de passar pela qualificação, para o Nuno Borges, brilhante na qualificação de Roland Garros, e para o Pedro Sousa, que derrotou 2 tenistas melhor posicionados do que ele no ranking mundial em Roland Garros.

Pela negativa, praticamente não houve ninguém que obtivesse um resultado muito mau. O pior foi o Gonçalo Oliveira, derrotado na 1ª ronda da qualificação de Genebra, por um adversário que lhe era claramente superior.

Compartilhar este post


Link para o post

Uma curiosidade:

Eu acompanho há vários anos os dados relativos aos resultados e rankings dos tenistas portugueses, embora não tenha um registo exaustivo de tudo o que são estatísticas. Com essa ressalva, não me recordo de ter havido nenhuma semana até agora em que o João Sousa fosse o tenista com melhor ranking ATP entre todos os que nasceram no ano de 1989.

Simultaneamente à frente do Nishikori, do Young, do Paire, do Johnson, do Millman, do Golubev, do Klizan, do Cervantes, do Bedene, do Gojowczyk e tantos outros que estiveram ao longo dos anos à sua frente, com maior ou menor consistência.

Aconteceu agora, com a ultrapassagem do Sousa ao Paire. Chegou aos 33 anos mas ainda vem a tempo...

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Publicado (editado)

Eu tenho bastante interesse em acompanhar o Ténis português. E tenho também bastante interesse em acompanhar a evolução dos tenistas jovens promissores.

Como tal, tenho particular interesse em identificar jovens tenistas portugueses promissores. O último que identifiquei há 2 ou 3 anos foi o Henrique Rocha. Infelizmente não tenho tido tempo para acompanhar mais de perto, à semana, o que vão fazendo os miúdos por esse mundo fora. Por vezes, como aconteceu hoje, acabo por clicar aqui e ali e vou dar uma vista de olhos nos sites onde existe essa informação.

E deparei-me com os resultados de um miúdo que me chamou a atenção. Chama-se Francisco Sardinha e só sei que nasceu em 2011, pelo que terá 10 ou 11 anos. Começou a disputar torneios oficiais Sub-12 no ano passado, onde não teve resultados muito significativos. Mas este ano de 2022... cuidado com ele!

Disputou 3 torneios Sub-12. O Open dos Açores em março, o Open de Braga e o Open de Bressuire em França em abril. E ganhou os 3! Tem um registo de 16 vitórias e 0 derrotas este ano. Como não tem 12 anos, não entra ainda no ranking oficial de Sub-14. Confesso que me deixou a salivar um bocadinho. Principalmente pela vitória em França onde despachou sem piedade 5 aveques. Com estas idades é um tiro no escuro, mas vale a pena acompanhar.

Editado por Descartes
  • Like 3

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.e92a5c5831f705e079a78538f3809733.pngimage.png.2f3168ade2b666a70ff84520ee15676a.pngimage.png.c46235db3c16da30f887411e72f7cb8b.png

 

Semana de Roland Garros com pouca participação de tenistas portugueses. O melhor resultado para efeitos deste ranking foram os quartos de final em Troisdorf alcançados pelo Frederico Silva.

Pela negativa não houve ninguém. Sim, quer o Nuno Borges quer o Tiago Cação perderam logo à 1ª, mas em jogos onde não eram favoritos.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.ab23e88cdd7c86477ef0440652813451.pngimage.png.e5e03551de41fceba9365ad11d5cb2fe.pngimage.png.9ef1d0ec2f6caa46979f135460c8bf08.png

 

Só 3 tenistas portugueses estiveram em ação esta semana. Foi positiva para o Duarte Vale, que chegou às meias finais num future americano; foi negativa para o Frederico Silva, que desistiu na 1ª ronda da qualificação em Poznan; e foi neutra para o Gastão Elias que em Forli ganhou um jogo a quem está pior classificado que ele e perdeu outro com quem está melhor.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.521218a673e23afb024b1e54bfc68779.pngimage.png.d8eea045fa127c6db4bcc81591720227.pngimage.png.d76efcc93208466c047c4facd4a4d7da.png

 

Esta foi uma semana animada.

Boas prestações do Jaime Faria, com os quartos de final em Frascati depois de passar a qualificação, que lhe valeu a subida à liderança deste ranking como o português em melhor forma. O Duarte Vale também esteve excelente com o título em San Diego. O Henrique Rocha, por passar o qualifying em Frascati e o Daniel Rodrigues com os quartos de final em Santo Domingo também tiveram prestações positivas.

 

Pela negativa principalmente o João Sousa e o Gastão Elias. O Nuno Borges também podia ter feito bem melhor.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.161357e7cb9e2dc47d6fc9881f4e5e9c.pngimage.png.7eb6c91e97666abd4a7dcc5b76da23e0.pngimage.png.eca964b04fb9f19e808d07dc508f8180.png

 

Esta semana foi mais fraquinha que a anterior. Bons resultados, que se vejam, só os do João Domingues ao passar o qualifying em Parma e do Jaime Faria que também passou o qualifying e uma ronda do quadro principal do Future italiano.

 

Maus resultados houve muitos. A começar pelo João Sousa, novamente derrotado pelo Albot. Mas também o Gastão Elias, o Pedro Araújo, o Henrique Rocha, o Fábio Coelho e o Tiago Cação. Todos eles com derrotas nas primeiras rondas frente a adversários com pior ranking, à exceção do Gastão.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.012c5c7562bfacea3f9d560c2b73f3b1.pngimage.png.a59635fb4e56ca7adc32836f08f2827d.pngimage.png.686f68571be94af76928e341d01424dc.png

 

Mais uma semana fraca em termos de resultados. Nota mais positiva para o Pedro Araújo, que chegou à 2ª ronda de Oeiras, ultrapassando na 1ª ronda um adversário mais qualificado ao nível do ranking. De resto foi fraco, merecendo o Gonçalo Oliveira uma nota porque, sendo o português em pior forma, também ultrapassou uma ronda em Oeiras terminando uma série que já ia em 5 derrotas consecutivas.

Pela negativa destaca-se o Duarte Vale que permitiu a vitória na 1ª ronda de South Bend a um adversário mais fraco.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.bdf878859f2517880f5024d1f006e4b7.pngimage.png.0ead8373c27715fa36fcf61a6e012a0a.pngimage.png.9640a2d6cfb6d08502b26af9148a8284.png

 

Semana sem pontos positivos a destacar. Dos 5 portugueses em prova só o Tiago Cação é que passou uma ronda e, mesmo assim, com 2 encontros com adversários muito piores que ele em termos de ranking, ganhou um e perdeu outro.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Descartes, Em 27/05/2022 at 00:43:

Eu tenho bastante interesse em acompanhar o Ténis português. E tenho também bastante interesse em acompanhar a evolução dos tenistas jovens promissores.

Como tal, tenho particular interesse em identificar jovens tenistas portugueses promissores. O último que identifiquei há 2 ou 3 anos foi o Henrique Rocha. Infelizmente não tenho tido tempo para acompanhar mais de perto, à semana, o que vão fazendo os miúdos por esse mundo fora. Por vezes, como aconteceu hoje, acabo por clicar aqui e ali e vou dar uma vista de olhos nos sites onde existe essa informação.

E deparei-me com os resultados de um miúdo que me chamou a atenção. Chama-se Francisco Sardinha e só sei que nasceu em 2011, pelo que terá 10 ou 11 anos. Começou a disputar torneios oficiais Sub-12 no ano passado, onde não teve resultados muito significativos. Mas este ano de 2022... cuidado com ele!

Disputou 3 torneios Sub-12. O Open dos Açores em março, o Open de Braga e o Open de Bressuire em França em abril. E ganhou os 3! Tem um registo de 16 vitórias e 0 derrotas este ano. Como não tem 12 anos, não entra ainda no ranking oficial de Sub-14. Confesso que me deixou a salivar um bocadinho. Principalmente pela vitória em França onde despachou sem piedade 5 aveques. Com estas idades é um tiro no escuro, mas vale a pena acompanhar.

 

Cá está o miúdo:

Francisco-Sardinha.jpg

 

Revalidou hoje o título de campeão nacional de Sub-12 que já tinha conquistado no ano passado.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.f53560d0064f23ab18ecc5571ae46fdf.pngimage.png.6df81d9bda23d856fd7b99c61b51f9fd.pngimage.png.fef3621708a68a3233b20e7e08117c31.png

 

Mais uma semana com resultados fraquinhos.

Safou-se, e bem, o Daniel Rodrigues com a 2ª ronda no Challenger do Porto depois de ter passado a qualificação. O Henrique Rocha também teve uma semana positiva ao chegar à 2ª ronda da qualificação do Porto, passando uma ronda frente a um adversário mais conceituado.

 

Pela negativa o Nuno Borges. Derrota logo na 1ª ronda do Porto em que era manifestamente favorito. O Gastão Elias em Braunschweig e o Gonçalo Oliveira em Bogotá também estiveram mal, perdendo igualmente na 1ª ronda com adversários perfeitamente ao seu alcance.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.68409bf39277ede5f3ae562305a25d31.pngimage.png.4d726c88ce7507da7777da2dc64134d2.pngimage.png.2797ab019a26b0b6a94b8a41a00370bd.png

 

Com o regresso dos Futures a Portugal, em Idanha-a-Nova, esta semana tem bastante que contar no que respeita a este ranking da forma.

 

O português a quem a semana correu melhor foi o Pedro Sousa por ter passado com sucesso no qualifying do ATP de Bastad, incluindo uma vitória sobre um TOP 100.

O Francisco Rocha, em férias, teve igualmente uma semana bastante produtiva chegando à 2ª ronda na Idanha depois de passar pela fase de qualificação. Por falar em rapazes que estão a aproveitar o período de férias, também o Tiago Torres, o Hugo Maia e o Guilherme Sousa Severin se portaram lindamente passando, os três a fase de qualificação na Idanha.

Finalmente, o Frederico Silva que realizou também uma campanha positiva ao chegar aos quartos de final no CH de Iasi, na Roménia.

Pela negativa destaco apenas o Daniel Rodrigues e o Miguel Gomes que perderam na 1ª ronda da Idanha frente a adversários que estavam, teoricamente, ao seu alcance

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.8a08e28c8d5d3a0d484f69d7ccd1a825.pngimage.png.15dccdd24694aab143f6583e64e6bd3d.pngimage.png.188f86d3f3b815643dbedde494288fc2.png

 

Mais uma semana cheia de ação.

Os tenistas que melhor aproveitaram a semana foram o Vasco Leote Prata, com a 2ª ronda no Future da Idanha depois de passar pelo qualifying, que lhe valeu o 1º ponto ATP e o Francisco Rocha ao atingir pela primeira vez os quartos de final de um Future, derrotando dois adversários mais poderosos.

Também em plano muito positivo se apresentaram o Miguel Gomes (quartos de final na Idanha), o Guilherme Sousa Severin, o Tiago Silva (passaram ambos o qualifying na Idanha) e o Frederico Silva, com os quartos de final em Tampere.

Em contra-ciclo apresentaram-se o Nuno Borges e o João Sousa, ambos derrotados na 1ª ronda em Pozoblanco e Gstaad, respetivamente, apesar de ostentarem o estatuto de Cabeças de Série.

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.cc4602a9f893f725b83cf8a9f419f0d0.pngimage.png.3833b9a1079c3cbce03f580eb743c119.pngimage.png.47a4ce11266cbde8fbc64e61f2c0fbe5.png

 

Nesta semana o Jaime Faria voltou a ser o tenista português com melhor resultado ao vencer o torneio de Castelo Branco. O André Rodeia e o Tiago Silva também tiveram prestações muito positivas ao acederem à 2ª ronda em Castelo Branco depois de passarem pela qualificação. Ambos conquistaram o 1º ponto ATP. Merecem também referência o Filipe Grebentsov e o Rodrigo Beires, que passaram a qualificação, e o Francisco Rocha e o Fábio Coelho que chegaram aos quartos de final.

 

Pela negativa essencialmente o Duarte Vale que perdeu logo de entrada no Future de Denia frente a um adversário teoricamente mais acessível.

Compartilhar este post


Link para o post
Publicado (editado)

image.png.9d96b5bf2cdda4acd2273b012055d3d7.pngimage.png.a17d2a8ad5e7fd3e900de161124c487f.pngimage.png.4f75bc93989bf16659554d39144c7f1d.png

 

Numa semana em que estiveram em ação apenas 6 portugueses só o João Domingues apresenta saldo positivo. Passou pela qualificação em Cordenons e ainda derrotou o Cecchinato.

Os outros tiveram prestações negativas. Principalmente o Pedro Araújo e o Duarte Vale, que foram derrotados na 1ª ronda de Futures.

Editado por Descartes

Compartilhar este post


Link para o post

image.png.bd426aac14f3be064aaaa1ab9fee4b21.pngimage.png.0f46f9dfda730beeea95f578170483a7.pngimage.png.9727e6af80bc4aaebb5e3d33a83d4ff0.png

 

Cinco jogadores em ação nesta semana e nem uma prestação positiva. No meio desta mediocridade o João Sousa conseguiu ser o pior ao perder com o Huesler na 1ª ronda da qualificação de Montreal.

Compartilhar este post


Link para o post

Há 3 semanas escrevi isto:

Citação de Descartes, Em 26/07/2022 at 18:33:

 o Gonçalo confirmou que já não tem vida para isto...

O Gonçalo Falcão leu, percebeu que eu tinha razão, e resolveu participar no Campeonato Mundial de Veteranos que se realizou em Portugal nesta semana.

Resultado: O Gonçalo Falcão tornou-se campeão mundial de singulares, de pares e de pares mistos na categoria de + 30 anos. Histórico.

O Fred Gil também conquistou o título em singulares na categoria de + 35 anos e ainda foi finalista em pares mistos com a Rita Freitas que também é a nova campeã mundial de singulares em + 35 anos.

 

O Gil tinha avisado no ano passado, quando foi finalista na Croácia, que este era um dos seus objetivos a curto prazo.

Compartilhar este post


Link para o post

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisa de ser membro desta comunidade para poder comentar

Criar uma conta

Registe-se na nossa comunidade. É fácil!

Criar nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Autentique-se agora
Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...