Ir para conteúdo

Biri Biri Jr

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    805
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    1,318 [ Doar pontos ]

Sobre Biri Biri Jr

  • Rank
    Balão d'Ouro
  • Data de Nascimento 15-03-1990

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Origem
    Viana do Castelo

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está a ser visualizado por outros utilizadores.

  1. Época 2028-2029 - segunda parte Falem do Kopa, do Schiaffino, das bestas que são Eusébio ou van Basten. A verdade é que Rivellino matou saudades do meu Ronaldinho. Que jogador fantasia a desbloquear sempre que precisávamos. Rivellino, o bigode abre-latas. O segredo está em janeiro. A paragem de 3 semanas também ajudou à equipa respirar e também há algo de importante: os jogadores assimilaram muito bem e facilmente a estratégia de jogo. Apesar de algumas perdas no que toca aos suplentes, a verdade é que o calendário foi bom para nós. Aqueles três primeiros jogos que culminaram em 3 vitórias catapultou-nos na diferença de pontos para os demais. Ficamos com 9 pontos de diferença para o segundo, depois do jogo contra o Stuttgart (onde rodei) eram 11 pontos. Não se alterou essa diferença até eu rodar abusivamente a equipa em abril, quando o calendário apertou. Na europa joguei a primeira mão contra o Slavia e Sassuolo com a equipa titular, e com o resultado positivo adquirido decidi rodar na segunda mão. Em abril as coisas mudaram. Só precisava de 3 pontos para ser campeão e tinha 4 jogos para o fazer. Foi rodar para a Liga e apostar na Europa/Taça. Curioso como o Sporting nos venceu na primeira mão. Mas na segunda mostramos a nossa fibra, e jogando de forma cautelosa. Final contra o Bayern foi de loucos. 20 minutos de jogo e perder por 2-0. Decidi manter as minhas ideias para o jogo, mas Francescoli e Kroos são máquinas. Na segunda parte arrisquei, marquei. Forcei mais um bocado e empatei. Decidi abrandar um bocado dos 70 ao 80 e depois arrisquei tudo. Senti que a equipa fisicamente estava bem, moralmente idem. Afinal vinha a gerir a equipa nas últimas semanas, ao contrário do Bayern que lutava pelo segundo lugar na liga. Mas foi uma época calma, mas estes dois últimos jogos mataram-me. E "vinguei" a derrota do ano passa na Conference League. Rivellino autenticamente me ofereceu a taça. Quando eles empataram (aos 60), pedi mais aos meus jogadores que prontamente marcaram. Depois foi gerir até ao final. Se fossemos a prolongamento não teríamos capacidade, visto termos jogado há pouco tempo. Primeiro troféu europeu. E volto a dizer que a Liga é equilibrada e isso é bom para nós. Deu tempo e espaço para falhar, para experimentar, adaptar e rodar. Coisa que em Portugal é impossível devido ao fosse gigante que existe entre equipas. Adorei a primeira época aqui. Agora é atacar a Liga dos Campeões. Aqui estão os gajos. Fischer e Klose saíram em janeiro. Ozil jogou pouco, nem aparece aqui. Mas foi um dos meus favoritos para lançar durante as partidas. A máquina foi claramente Eusébio. Qual Lewandowski, qual quê. Lahm, Baresi e Beckenbauer são uma segurança tremenda na defesa. Sair a jogar é fácil com eles. Nkunku foi a surpresa da época. Estava planeado que saísse e tornou-se um dos talismãs da equipa. Claro que não posso ignorar o van Basten, mas isso todos já sabemos. Seja como for, Eusébio foi rei. Da Alemanha, da Europa e do Mundo. Mas o jogador mais entusiasmante foi Rivellino.
  2. Desta não estava à espera. Primeiro de tudo espero que a táctica surta efeitos. Para já os resultados são positivos. De resto as contratações foram fantásticas. Experiência, qualidade e a pensar também no futuro próximo. Nota para o Scamacca, que também já o treinei e deu-me muitos golos. Sei que Liga Inglesa é outro nível, mas é um jogador que gostei de ter na minha equipa. Que seja igual contigo.
  3. Estás ótimo em todas as frentes. Na Taça de Portugal tens um jogo bastante acessível, mas surpresas acontecem. Na Europa estás mais que bem e na Liga estás na luta e ainda invicto.
  4. É difícil conseguir boas performances em tantas frentes. Na Europa estiveste muito bem e continuarás a competir num escalão abaixo. Penso que poderás eliminar os Belgas. Agora na Liga... vale sempre alguma coisa a posição que ocupas. Significa que tens mérito, que o que estão a trabalhar tem frutos. É ver se há plantel para aguentar os restantes meses (nomeadamente janeiro) e se calhar até será bom se a Europa não correr tão bem. Seja como for ninguém espera algo de vocês. É tentar fazer o melhor em todo o lado e quiçá haja um brilharete. E sim, top 2 seria fantástico.
  5. Nem eu. Mas a proposta surgiu na altura em que ganhei todas as competições em Portugal, logo quero é colecionar troféus diferentes. Conseguimos bons jogadores, é verdade. Agora a ver como eu e eles nos adaptamos à Alemanha. Época 2028-2029 - primeira parte Nunca estive na Alemanha. Não temos tempo para pré-época. Há bastante equilíbrio na Liga, mas há equipas que estão claramente abaixo do resto. Mas não há quem domine verdadeiramente, mas qualquer equipa pode surpreender. A nossa única derrota é contra o já nosso "amigo" Wolfsburgo. Na Europa rodei sempre toda equipa e tenho-me dado bem. O calendário é menos congestionado que o português (não há Taça da Liga), há pausa de inverno em dezembro/janeiro e a Europa tem pesado zero. Abrimos a época com um jogo a contar para a Taça contra uma equipa dos escalões inferiores. Empate contra o Dortmund, vitória surpreendente contra o Bayern logo à segunda jornada mas Wolfsburg e Stuttgart a fazerem perder pontos. Tudo isto nas primeiras 5 jornadas.A partir daí foi sempre a carburar. A única equipa a fazer-nos frente foi o Mainz, principalmente na Taça. Rodei a equipa (arrisquei um bocado, eu sei), e o golo não surgiu, mesmo colocando Eusébio ou van Basten em campo. Nos penaltis marcamos os 5, e o Zoff defendeu 2. Na tabela temos vantagem de 4 pontos ao fim de uma volta. Vamos começar a segunda volta contra o top 4. Se não perdermos a vantagem (ou até dilatarmos) teremos algum espaço para respirar. A Europa é secundário, a Liga é o foco e a Taça é a Taça. Vamos jogar no final de janeiro contra o Bochum do segundo escalão. Vou rodar, claro. Difícil está a ser a gestão dos jogadores que eram titularíssimos quando cheguei e que agora vão jogando aqui e ali. São fundamentais para conseguirmos atingir grandes feitos, mas não posso forçar muito a barra. A ver vamos.
  6. Após perder contra uma equipa alemã na Conference League, surge o convite de treinar uma equipa alemã que poderá estar na Conference League. A história com o Schalke 04 é curiosa. Já tinha dito que, caso ganhasse a supertaça, iria saltar fora do Boavista. Procurar novos troféus para colecionar. Mas, antes do jogo amigável contra Schalke 04, após contratar o Neuer, recebo a proposta e entrevista dos mesmos. Fui de mente aberta, joguei contra eles e fiquei muito agradado com o que vi. Faltava claramente um guarda-redes com outra qualidade. Hoffmann é curto. Foi logo um problema que eu resolvi mal cheguei, curiosamente alguém "curto". Não havia clubes melhores disponíveis, oportunidade de jogar na Europa... aceitei. Lembro-me facilmente de alguns jogadores que passaram por aqui. Huntelaar, Raúl, Asamoah, Howedes, Matip, Farfan, Rafinha, Jermaine Jones, Draxler, Goretzka, Rakitic, etc. Época 2028-2029 - aquecimento Quando cheguei reconheci logo o Ozil, Michel Salgado ou Nkunku. A equipa é razoável, mas o Schalke tem andado entre o 6 e o 8º lugar, exceptuando um 3º lugar em 2024. Na taça tem sido sempre eliminado pelo Borussia Dortmund (maiores rivais) ou o M'gladbach. Na Europa tem feito nada. Ao contrário da vida real o Bayern não passeia na Alemanha. Apesar de ter sido campeão, o Dortmund e o Koln foram os outros vencedores nos últimos 3 anos. Assim sendo conseguimos dois jogadores muito especiais deles. Outros que estavam em equipas sem grande nome, ou então queriam ser titulares indiscutíveis. Sermos campeões? Calma. Jogo a jogo. Mas o que me parece é que a liga não é desequilibrada, e isso poderá ser bom. Guarda-redes Dino Zoff, 29 anos, vem substituir Neuer, vindo do Napoli. SS Defesa direito Philipp Lahm é um dos meus jogadores favoritos de sempre. Foi a última contratação da época e poderá jogar dos dois lados da defesa. SS Defesa centro Franco Baresi, o lendário central italiano, foi uma das três grandes contratações neste defeso. Será o patrão da defesa. SS Gaetano Scirea, suplente na Juventus, chega para ser titular. SS Defesa esquerdo Giacinto Facchetti vem completar a linha defensiva italiana (a contar com o Lahm e o senhor que se segue). Estaremos seguros. SS Médio defensivo Franz Beckenbauer é o segundo "imperador" que treino. Dispensa apresentações e poderá, obviamente, jogar a central. SS Extremo direito Raymond Kopa dá nome ao troféu de melhor jogador jovem do mundo. O mesmo tem 30 anos, chega do Man United que, mesmo perdendo também o Cristiano, ainda conta com o Best, Giggs, Charlton, Sancho, Beckham para as alas. SS Médio ofensivo Juan Alberto Schiaffino, internacional pelo Uruguai de 31 anos, chega do Peñarol. SS Extremo Esquerdo Rivellino, o bigode, chega vindo do Corinthians, com 29 anos. Pode jogar a médio ofensivo. SS Ponta-de-lança Marco van Basten, chega ao clube com o intuito de realizar mais jogos. Estava tapado no Man City. SS Eusébio sempre foi apreciado por mim, quando treinei em Portugal. Finalmente terei oportunidade de o ter do meu lado. Com 29 anos ainda terá umas quantas boas épocas. SS Penso que temos uma equipa bastante sólida defensivamente. Continuo a ter uma média de altura bem baixa. Mas com autênticas máquinas como ponta-de-lança. Como já disse, acredito que a gestão do plantel, a motivação e a matreirice (minha e dos jogadores) é que fará a diferença. Montei, e agora mudei. Não está ao mesmo nível do que o que deixei no Bessa, mas acredito que seja mais equilibrado.
  7. Neste nível acredito que tudo seja decidido nos pequenos detalhes. O tipo de treino, a palestra que damos, as instruções, Os jogadores são de nível similar, tudo muito bom. É uma questão de deixar ir quem quer ir embora e ir buscar quem quer vir. Motivação é um fator chave. Claro que prefiro ter um Roberto Carlos a um Zebec, mas é por questão de nostalgia, de nome. Se calhar o Zebec é mais multifacetado e fiável. Tem experiência na Europa, ao contrário do Roberto.
  8. Que excelente carreira! E isto tudo antes de chegar aos 60 anos. Que aproveites bem a reforma. Se tiveres saudades de estar perto do futebol (e de algumas lendas) eu tenho um lugar na minha equipa técnica. Nem que seja para apresentar os quatro seis cantos do mundo. Parabéns!
  9. Estás em crescendo. Pena a derrota contra o Marítimo a contar para a Taça, mas por vezes acontece. Eliminar o Benfica na Taça da Liga também é um ponto positivo. Tens estaleca e com uma ou outra entrada e com um bocadinho de sorte pode-se chegar mais longe. Mas parabéns pelo 3º lugar!
  10. Obrigado! Custa acabar assim a época, mas é o risco de andar na luta por todas as competições. Pelo menos internamente limpamos tudo. Não morremos na praia. Querem a meia-final da Liga dos Campeões? Então temos de puxar pelos melhores jogadores do continente. O clube fica mais atrativo ao vencer troféus e ao estar na Liga dos Campeões. Tive de vender jogadores que não queria (Ronaldinho, por exemplo), mas entrou muito dinheiro nos cofres que foi canalizado para subir a qualidade da equipa. Espero que quem chegue venha motivado e com vontade de ganhar. Época 2027-2028 - prolongamento Abordamos o mercado sul-americano, periférico europeu e trintões. Aproveitar jogadores descontentes e vender tudo que é possível para termos receita para fazer um upgrade à equipa. Guarda-redes 14. Manuel Neuer, com 25 anos, chega do Schalke. SS Defesa direito 15. Lilian Thuram, de 26 anos, contratado ao Monaco. Pode jogar a central. SS Defesa centro 6. Daniel Passarella, de 28 anos, chega do River Plate. SS 21. Elías Figueroa, chileno de 29 anos, ingressa vindo do Peñarol. SS Defesa esquerdo 22. Roberto Carlos, com 26 anos chega do Palmeiras. SS Médio defensivo 18. Lothar Matthäus, internacional alemão de 27 anos, chega do Borussia M'gladbach. SS Extremo direito 8. Kylian Mbappé, de 23 anos, chega do Dortmund. Pode jogar a ponta-de-lança. SS Médio ofensivo 19. José Manuel Moreno, internacional argentino de 32 anos, chega do River Plate. SS Extremo Esquerdo 7. Cristiano Ronaldo, volta a Portugal após permanecer estes anos todos no United. Pode jogar no lado oposto. SS Ponta-de-lança 9. Alfredo Di Stéfano, aos 31 anos, o internacional espanhol saiu do Sparta Praha. Pode jogar a médio ofensivo. SS 20. Pelé, com 29 anos procura um novo desafio e ingressa no clube, vindo do Liverpool. SS A maior - e clara - lacuna desta equipa é a média de alturas. A ver se não cria mossa. Pré-época com muito golo. Primeiro jogo oficial foi a supertaça. Se usasse a equipa que jogou na Taça de Portugal se calhar teria sido mais fácil. O XI inicial era constituído por 11 caras novas. A qualidade está lá e espero muitas coisas boas desta equipa. Em relação ao jogo contra o Sporting, nunca estivemos em desvantagem, jogamos bom futebol, dominamos o jogo mas estivemos perto de sermos surpreendidos. Espero não sentir saudades do São Preud'homme.
  11. Uma estrela para a camisola das quinas. Mas o que importa é o projeto em Londres. Quando estamos envolvidos no projeto, é muito difícil sermos aliciados a saltar fora. Estás de pedra e cal e isso é ótimo. Mas é sempre bom um clube como o Lyon mostrar interessado em ti, quer dizer que estás a fazer um ótimo trabalho.
  12. Na Liga Europa é adquirir experiência e usufruir da jornada. Internamente o desafio será a liga. Descer não descerás. Eu até apontava para um lugar a seguir aos dois gigantes de Glasgow. Teres uma base que já se conhecem (e te conhecem) fará a diferença. É meter um bocado de sal e pimenta e poderás fazer uma gracinha. Aqueles dois últimos jogos de pré-época deixaram-me com água na boca. Boa sorte!
  13. Época 2027-2028 - segunda parte Que viagem! Já não me sentia ligado à tomada a jogar FM há imensos anos! Apesar de ter terminado a época "aziado" (com a entidade que agenda os encontros), superei todas as minhas expectativas. Também há muito tempo que não tinha um plantel onde os "reservas" foram mais importantes que os supostos "titulares". Posto isto vamos diretos ao assunto. A receita foi a mesma, rodar nas taças e na liga irmos com tudo. Contra o Vizela, da segunda liga, os suplentes chegaram. Antes da Taça da Liga tínhamos um jogo super importante contra o SL Benfica. Eles rodaram a pensar na Taça da Liga (jogavam mais cedo do que nós e contra o FC Porto). Vitória gorda mas que valeu 3 pontos. (Mais ou menos, já que foi contra um adversário com o mesmo número de pontos do que nós). Rodando a equipa contra o Vitória SC chegou e sobrou. Contra o Benfica foi um jogo muito renhido e ainda bem que São Preud'homme estava no nosso lado. Uma época incrível onde nos salvou várias vezes. Nomeadamente neste jogo. Primeiro troféu conquistado! Na Conference League o Olympiacos foi acessível, apesar do empate no primeiro jogo. Na meia-final da Taça Nacional jogaram os melhores e obtivemos um triunfo fora muito importante devido ao golo nos descontos do Bruxo. E aquele mês de abril? Tudo vitórias. Parece fácil mas foi bem difícil. Muitas vitórias por 3-2 nos jogos a eliminar. E depois dilemas do rodar ou não rodar. Contra o RB Salzburg rodei ligeiramente. Contra o FC Porto para a Liga joguei na máxima força mesmo tendo um jogo super importante dali a 3 dias contra o Benfica, a contar para a Taça. Foi o jogo do título. Depois disso o FC Porto "desistiu", e na verdade o calendário não foi fácil para ninguém. Contra o Sporting decidi arriscar, visto que tinha alguma margem de vantagem, e rodei a equipa quase toda. O Que resposta que tivemos! Sei que o Sporting só estava focado na Taça de Portugal, mas mesmo assim! Estávamos a um ponto de sermos campeões! O Leicester apesar de ser um osso duro de roer (o mais difícil que apanhei na Europa, incluindo o Wolfsburg), a vida em Inglaterra é pesada e sentiram bastante a fadiga na segunda mão. Empate contra o Feirense quando não contava para nada, onde rodei a equipa, assim como contra o Estoril. A ideia era que os jogadores chegassem frescos às finais. E contra o Sporting, apesar de difícil (Preud'homme defendeu um penalti do Puskas e o nosso golo surge já no prolongamento quando, aos 90, coloquei os nossos jogadores talismãs desta época: Hudson-Odoi, Jovane e Altobelli) Três dias depois tivemos jogo Europeu. Perdemos. Estivemos sempre a perder. O 10º classificado da Bundesliga só tinha dois nomes que me metiam medo, e foram eles a partir tudo: van Nistelrooy e Reus. Não me levem a mal, eles têm uma equipa sólida. Jogam só com um ponta-de-lança e o suplente do Ruud é o Trezeguet. E enquanto nós entramos de mansinho, a gerir forças, eles entraram a matar. 1-0 aos 11 minutos, 2-0 aos 20. Tive de mudar a mentalidade e tentei aguentar até ao intervalo até mexer na equipa. Dalglish e Salah estavam tocados do encontro contra o Sporting, mas decidi arriscar e colocar ao intervalo. Demos uma ótima resposta e logo a abrir a segunda parte reduzimos. 15 minutos volvidos e estávamos empatados. Acreditei na equipa e puxei pelos rapazes. Pois, as pilhas acabaram a meia hora do fim. O Wolfsburg marcou aos 66 e a partir daí fizemos nada. Por muito que tentássemos (eu fora e os miúdos dentro do campo), não criamos oportunidades de golo. Os alemães fecharam-se bem e com uma equipa cansada (se calhar mais mentalmente), "desistimos" quando as pernas não estavam a responder. Estou orgulhoso. Por fazer golos nós sabemos. 180 no campeonato. Salah fez 40 no campeonato, Dalglish igualou o record do Jardel (42). Mas são muitos jogos. Mas tal como previu o cadete o campeão mora no Bessa! Andamos sempre com 3 pontos de vantagem. Em abril não falhamos nos jogos importantes e eles "perderam o comboio". Usei a abusei do Tonali. Que jogador! Pena que esteja cá por empréstimo. Muitos jogadores querem sair. Occhiato é um deles ao ter contrato assinado com o Dortmund. Mesmo fazendo 35 jogos sentiu-se melindrado com os jogadores que chegaram. O Scamacca e Altobelli mesmo sendo dos primeiros a sair do banco e titulares nas taças também andaram a época toda a pedir mais minutos. Vai haver limpeza, até porque prometi que os deixava sair no final desta época. (Os titulares da época passada, basicamente. Bijlow é um processo que tenho de resolver o quanto antes. Fiz a promessa ao rapaz. 23 jogos e jogar na Liga dos Campeões não parece ser motivo para o segurar) O problema é que temos aqui alguns jogadores fora do nosso nível. Dalglish ou Ronaldinho. O Michel idem. Felizmente o Salah tem passado fora do radar. É um rapaz humilde, mesmo tendo sido o MVP da época. Mas não digam a ninguém. Resumidamente é isto. Seria difícil fazer melhor. Eu sei que a Conference League esteve ali perto, mas os jogos nas pernas contam. Se não fosse ali teria sido mais cedo. Numa taça nacional ou na liga. Que seja assim. Ah, a direção está muito engraçada. Naquela reunião de revisão de expectativas do clube, exige a chegada à meia-final da Liga dos Campeões. Também não me recordo, mas ficaram desiludidos por perdermos a final, visto que a expectativa era ganhar a competição. Ui, ainda fico com o lugar em risco quando ando aqui a bater records e a fazer tripletes. Quem nunca.
  14. Acabou com a cereja no topo do bolo. Jorge Silva deve estar um craque para se eleito o melhor jogador do ano (porém não entrou no XI do ano, aquele clássico). Parabéns pelo feito. Sei que será difícil na próxima época (principalmente com as competições europeias à mistura), mas esta ninguém te tirará.
×
×
  • Criar Novo...