Ir para conteúdo

Genzo

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    6.356
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    1,276 [ Doar pontos ]

Últimos Visitantes

O bloco dos últimos visitantes está desativado e não está a ser visualizado por outros utilizadores.

  1. https://www.elfinanciero.com.mx/mundo/2021/07/14/variante-colombiana-de-covid-la-ganadora-de-la-copa-america-en-brasil/
  2. Há pessoas, direta ou indiretamente, ligadas à área. Aliás, não é de estranhar que, dentro desta comunidade haja um tópico dedicado à Saúde. Isto foi dito por outra pessoa numa das últimas páginas, inclusive. Se quiseres ser otario, sê. Não é discriminação uma pessoa só poder entrar, p. ex., num restaurante com teste negativo, e outra pessoa se tiver certificado já pode entrar sem teste? Ou o teu QI reduzido ainda não percebeu que podes apanhar o vírus mesmo vacinado? @HappyKing Longe de ser desinformação. Convém não filtrar também naquilo que "se quer" e ser mais abrangente, como aconteceu num quadro que apareceu aqui, de um programa da SIC. Temos quase o dobro dos internamentos que o ano passado, nesta altura do ano. Contudo, a testagem é feita de uma maneira totalmente diferente. Daí, com o intensificar da testagem o número de casos aumentar. Nao é só a variante Indiana. Entre 14 de Junho e 14 de Julho, Portugal teve 50 mil casos acumulados, sensivelmente. O número de internados aumentou 300. Nessa altura, acima dos 60 anos, havia 99% com ambas as doses e as faixas etárias mais baixas, muitos eram aqueles sem sequer uma dose. Se, vá, 75% dos 50 mil casos for entre os 20-49 anos, menos imunizadas portanto, o que é um aumento de 300 internados? @Black Hawk Não sou nem tenho problemas com.
  3. É algo que acontece. Contudo, a minha avó, que morreu, não chegou a estar internada. Apenas ficou no hospital para lhe fazer exames e, supostamente, sairia no próprio dia. Não aguentou. @Descartes És pior que eu. Tão idiota, credo. O rapaz preocupado com o melhor amigo que teve uma reacção adversa à vacina e consegues ser um insensível da (censurado). Doentio.
  4. Tenho-me tentado abstrair, até porque tenho o meu avô no hospital - vai fazer 3 semanas -, não quer dizer que não tenho andado atento ao que se passa. Vivemos num mundo livre, acho. Cada um tem direito à sua opinião. Agora, tirar foguetes antes da festa não é boa ideia, como alguns o fazem ou vangloriar de já terem sido vacinados como se tivessem "livres" de tudo. Basta pegar no - pouco - tempo em que as vacinas tiveram em período de teste. A vacina da Jansen mostrou eficácia menor, contudo, ao contrário das outras, como foi aqui mencionado anteriormente, apanhou grande parte da segunda vaga, na qual surgiram as primeiras variantes. Por isso, ainda é bastante cedo para afirmar "a vacina funciona" entre outras coisas. Estar a dizer que o número de internados é a prova clara disso, ao mesmo tempo que comparam com o Inverno, é um erro. Outro erro, é ignorar, por completo, que a maior incidência dos casos, ao longo deste desconfinamento, são das faixas etárias menos imunizadas - 20 a 49 anos - e que, mesmo sem vacinas, nem os internamentos ultrapassaram as 1000-2000 camas e de, sensivelmente, 500 mortes, menos de 15 foram dessas faixas etárias com maior número de casos. Seja com variante inglesa, Indiana, etc etc. Acabo como comecei, vivemos num mundo livre e que se quer que todos sejamos iguais. Independentemente do género, da cor, da raça, da orientação sexual, de ser vacinado ou não.
  5. Deve ter a ver com a idade. Tipo o Vinho do Porto. Pagas mais por uma vintage do que uma nova :mrgreen: Não me surpreende pois, infelizmente, é a justiça que temos. Tens guita, sais mesmo sendo culpado. Não tens? Ficas dentro mesmo não tendo culpa. Se tem condições para continuar a ser presidente do Benfica ou se recandidatar? Não. De longe. Contudo, eleições somente após esta fase crucial para o planeamento das modalidades e obrigações bancárias/afins. Ai o Rui Costa, provavelmente, será candidato e, sinceramente, é ele o primeiro a querer ser eleito Presidente do Sport Lisboa e Benfica através de eleições e não desta forma atribulada. Não é o movimento A ou B ou C. Por isso, é dar tempo ao tempo para que as coisas ocorram pelo melhor para a instituição que é o Sport Lisboa e Benfica.
  6. Ambos sabemos o percurso conturbado que foi e durou bastante tempo, ainda com apoiantes do ex-presidente a fazer barulho e a "tentar criar divisão". Período menos estável para o treinador/jogadores que sente não ter condições para trabalhar/jogar por falta de apoio. Como disse antes, esta situação teria sido completamente evitada se o homem tivesse sabido sair na altura certa e não aguentar até à última, como o fez. Só um cego é que não via o que estava para acontecer. A haver eleições, seria mais prudente as mesmas serem em Setembro/Outubro.
  7. Era um nome consensual por parte de vários benfiquistas, na altura em que se falava das eleições. Sempre preferi dar mais atenção ao que se passa nas quatro linhas - no fundo, não é isso que é o Futebol? Ou outro desporto? - que no "jogo de bastidores" que é a presidência e afins. Após o Vale e Azevedo e, depois, o rio de tinta que foi o Apito Dourado, envolvendo vários clubes, ligar para danças de presidentes e maroscas, meh. É nas quatro linhas que os jogos foram feitos para ganhar.
  8. Para mim é o que mais importa. Sem a parte desportiva e suas conquistas ao longo dos mais de 100 anos de história desta instituição que é o Sport Lisboa e Benfica, nos dias de hoje andavam a discutir estes assuntos desta magnitude? Não há presidentes "santinhos". Todos são "trafulhas" à sua maneira. Ponto. Aliás, este dia não chegaria se, num passado recente, este sujeito, sabendo das coisas que "alegadamente" fez, não tivesse se recandidato. Dava luz verde ao Rui Costa para se candidatar, possivelmente grande parte dos sócios votariam nele e a esta altura não andavam a falar em eleições antecipadas.
  9. Não, simplesmente num dos clubes que tive, já apanhei eleições nesta altura do ano e, quando a nova direcção tomou posse, muitos da equipa senior já tinham ido para outras paragens.
  10. Basta o candidato A dizer "não conto com este treinador" e tudo vem por aí abaixo. E, além disso, em altura de mercado, já há alvos estabelecidos para contratar, com uma visão clara do que se quer a curto/médio prazo. O mercado ficaria em stand-by pois o novo presidente teria outras ideias em carteira. Novas eleições nesta altura não seria o mais prudente, só isso.
  11. Tendo em conta o ponto de vista desportivo - a poucas semanas das pré-eliminatórias de acesso à LC -, o mais lógico e sensato, seria o Rui Costa assumir a presidência, evitando eleições para já. A estabilidade nesta altura é essencial, e trocas de palavras nos bastidores não ajudariam em nada a busca de cumprir os objectivos traçados. (vai acabar por fazer um acordo "à lá Berardo" e fica cá fora)
  12. A 11 de Março, a OMS declara a covid-19 como pandemia e, três dias depois, a Europa como epicentro. Ora, é esse dia o qual irá servir de ponto de partida para ajudar o @Descartes e o @Carlos Gouveia na sua amena troca de ideias com, para começar, uma avaliação mensal a cada dia 14, até Junho - ainda falta para o 14 de Julho. Ah, a 14 de Março, já agora, em Portugal, havia cerca de 160 casos confirmados e ainda 0 mortes. Casos acumulados por 30 dias Casos/dia em cada período Mortes acumuladas por 30 dias Mortes/dia em cada período Dá logo para ver uma tendência. Casos a decrescer com o aumento das temperaturas, exceção feita ao período entre 14 de Junho e 14 de Julho, fruto dos variados surtos na AML em fábricas, construção civil, bairros sociais. E em lares de idosos, um pouco por todo o país, locais os quais tinham testagem mensal como medida de prevenção. De resto, até que a DGS acordou para os assintomáticos, só quem tinha sintomas era testado e seus contatos de risco, nas fábricas e armazéns perto daquelas com surto ativo e "um ou outro caso suspeito". Não era como agora que em tudo o que é sítio é recomendado a realização do teste. Facilmente se tem mais casos que no ano passado, contudo, há muitos que são assintomáticos e que provavelmente já não terão carga infeciosa ativa. Mas, vamos colocar o primeiro Elefante Branco na sala. O Avante. Ora, entre 14 de Setembro e 14 de Outubro, Portugal teve 26 mil casos e 99 mortes. Estranho, após a festa do Sporting - que não foi só em Lisboa - e o 13 de Maio, de 14 de Maio a 14 de Junho os casos acumulados foram inferiores a esse período. As mortes nem se fala, com médias diárias próximas das do Verão passado, sem vacinas. Certo que agora andamos nos 1000-2000 mas, já falei na mudança que entretanto houve da forma como a testagem é feita? A 14 de Outubro, o país entrou em Estado de Contigência, começou a desenhar-se um plano de medidas restritivas, uma certa matriz de risco com incidência por 100 mil habitantes, etc etc. Os números falam por si. 120 mil de 14 de Outubro a 14 de Novembro, 140 mil de 14 de Novembro a 14 de Dezembro, 167 mil desde 14 de Dezembro a 14 de Janeiro. Valeu de muito? A tendência foi sempre a subir, quanto mais a temperatura descia. O vírus não é sazonal? Okey, aqui fica os dados por trimestre. Casos acumulados por trimestre Casos/dia acumulados por trimeste Lembrando que, em meados de Fevereiro, o povo já começava a sair mais à rua, fazendo também uma ou outra manifestação, de 14 de Março a 14 de Junho houve 43 mil casos. "Ligeiramente" acima ao período mensal pós-Avante. A juntar os casos até hoje, o número de casos deste desconfinamento consegue ser metade daquele registado entre 14 de Novembro e 14 de Dezembro, período no qual, entre os fins de semana prolongados, só se podia sair do concelho entre 4f e 6f e tinha uma coqueluche de medidas restritivas a acompanhar. Em que período é que houve uma maior propagação do virus? "Estamos" assim tão no vermelho como pintam?? Será que se só os testes fossem feitos a quem, realmente tem sintomas, os números seriam estes? A cada dia que passa, mais tenho a sensação que o vírus só existe em Portugal. Em Inglaterra, França, Espanha, Dinamarca, EUA, Hungria, Roménia, Rússia, entre outros, parece não existir dado ao que se vê nas televisões. Enfim.
  13. Vitória frente à Hungria, check. Derrota frente à Alemanha, check. Empate frente à França, check. Isto de ter apostas a marinar duas semanas, minha nossa. Acabei foi por falhar o lado para onde caia Portugal, mas, já que era o grupo da morte, que venha os jogos a eliminar mais complicados. Bélgica, Itália, França/Espanha.
  14. O árbitro bem que podia ter ido ao monitor e depois, a manter a decisão, seria melhor aceite. Assim. Meh. Aparentemente é ombro com ombro, carga legal. De qualquer forma, já tenho uma aposta ganha, só com os jogos de Portugal, com este BTS. Agora é manter o resultado até final para fazer o bis xD
  15. Supostamente, não ofereces uma marcação fixa aos centrais adversários.
×
×
  • Criar Novo...