Ir para conteúdo
IlidioMA

An Alternative WWE

Publicações recomendadas

Citação de IlidioMA, há 12 minutos:

 

entao tinhas me dito logo no primeiro dia pá XD

nem tinha reparado na attendance que tinhas metido

Citação de IlidioMA, há 12 minutos:

 

sim mas ele ainda nao é uma tão established star que posso perder na segunda grande Mania em que vai percebes?

Mas já por isso mesmo ele não "perdeu" mesmo. Foi protegido e não sofreu o pin, foi uma meia derrota vá. Além de que ele também foi crescendo ainda mais ao longo do ano, teve um bom reinado, onde derrotou Lashley, Seth, Cesaro, Orton... depois teve a feud com o Shane também. Acho que esta derrota não prejudica o estatuto dele

Citação de IlidioMA, há 12 minutos:

 

ja eu acho PÉSSIMO!!!!

Alias achei que so tinhas bookado o Gauntlet para precisamente NÃO FAZERES ISSO. A minha cara ao ver que tu fizeste isso mesmo deve ter sido impagável.

Eu aqui há uns tempos tive um gauntlet feminino, que a Rhea ganhou, mas elea entrou no 4 lugar e ganhou os dois ultimos para não ser um enterro total da divisao.

Tu aqui fazes ainda mais extreme.........mas para o crl do segundo titulo!!!!! 

Não consigo compreender o raciocinio por de tras desta decisão. mas pronto.

Pensa assim, desde o primeiro dia que o vosso maior medo foi que a Charlotte ganhasse, e chega hoje, a Bayley já lá está desde o primeiro combate, e a Charlotte é a última, o medo intensifica, mas a Bayley consegue overcome e é um feel good moment, até mais pela Charlotte perder do que propriamente por a Bayley ganhar.

Agora ela tanto pode completar o turn, capitalizando nesta prestação, como pode ficar ainda mais cocky, que venceu toda a gente, que justiça foi feita etc.

Citação de IlidioMA, há 12 minutos:

 

Agora aquele tua tirada "txiiiiii, algum dia alguem fica mais over que a Toni depois de esta vencer a Ronda e a Shayna??" de earlier, foi completamente ridicularizada....por TI PRÓPRIO!! Que ironia meu XDXDXD

Estão ambas bem over. Estás a olhar isso como um problema, mas para mim é o sonho de qualquer booker, tenho duas wrestlers super over, não vou olhar para isso como um problema.

Citação de IlidioMA, há 12 minutos:

 

 

era isso que tinha planeado ao inicio, mas depois mudou pq tenho ium plano para o Ciampa mais a frente que me vai requerer que ele esteja hot ness altura - por isso agora tem de estar cold - e o Gargano está aqui desde Junho, e o Ciampa desde Dezembro. Ou seja, se algum dos dois teria de chegar ao outro primeiro, faz snetido que seja o que está cá há mais tempo.

Lá por precisares do Ciampa hot mais à frente, não significa que não pudesse estar agora. Para mim ele perder hoje foi a decisão certa, o errado foi não ter sido ele a ganhar no EC.

 

Citação de Ruas, há 4 minutos:

Não. Mas não é por culpa do booking do combate nem nada disso. É-me dificil olhar para um heel e trata-lo como um face porque teve uma grande prestação. A única vez que vi um heel passar a face durante um combate foi o Dolph contra o Del Rio e foi por "pena".

Aqui vai depender muito da atitude da Bayley daqui para a frente.

Ainda bem então XD

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de IlidioMA, há 2 horas:

 

Epá geral da Mania, night 1 foi a melhor de todas - e teve 4 combates da Blue Brand, agr pensem..... XDXDXD - mas os melhores combates foram de outras nights. Mas também os piores.

Mas no fundo o excleente evento, acho que estivemos à altura.

close call, mas acho que foi night 3 > night 1 > night 2

Compartilhar este post


Link para o post

Bem, vamos aqui a uma avaliação do que foi este primeiro ano. Algumas ideias gerais, outras específicas, vamos ver o que sai daqui.

Em primeiro lugar, parabéns a nós

cover1.jpg

Parabéns pelas ideias que conseguimos ir tendo ao longo de todo o ano, e acima de tudo pela disciplina e entusiasmo que fomos sempre demonstrando.

 

Começando por uma auto-avaliação ao Raw:

Falando nos wrestlers, fiquei muito satisfeito com o trabalho desenvolvido com alguns deles:

  • Drew McIntyre - teve um bom reinado, não foi abaixo depois de o perder, teve uma grande feud com o Shane e termina o ano a deixar uma nova equipa over, e ainda assim, acredito eu, sem que o seu estatuto sofra
  • Samoa Joe - fiz dele Mr. Money in the Bank, cash in num momento porreiro, foi um bom campeão de transição e também não foi abaixo depois de perder o título, e ainda deu para chegar ao main event da Wrestlemania
  • AJ Styles - ficou na prateleira nos primeiros meses, já que tinha sido enterrado vivo XD reformou o Undertaker, chegou a campeão, tendo perdido para o Adam. Deu ainda para deixar o EC3 over e também o Cesaro
  • membros da UE - individualmente, fiquei muito satisfeito com todos. Entram como uma equipa forte, e saem como singles muito fortes. O Adam é claramente main eventer, o Kyle é um bom upper midcarder, o Strong também teve um bom reinado como IC champion e será sempre a partir de agora um contender credível aos títulos de midcard. O Fish é o piorzito claro, mas também já tem 44 anos, não é propriamente uma prioridade
  • Edge - chegou ao título numa grande história de redenção, e também se manteve no topo e foi main eventer da Wrestlemania por uma última vez
  • Cesaro - começou como um membro do grupo do Sami, assumiu-se como líder e termina o ano como campeão com uma grande vitória na Wrestlemania. Está finalmente a ter o destaque que sempre mereceu
  • Ali/Bennett - o caminho destes dois ligou-se durante muito tempo. Contaram uma boa história e deu para reabilitar o Bennett, que pelo menos já não é uma piada, e o Ali, como sabem, é agora um No Longer, vamos ver como corre
  • EC3 - claramente né, o gajo começou como uma piada, e é agora um gajo muito credível, interessante, líder de uma stable... foi dos que mais gostei de bookar, e foi consistente ao longo do ano
  • Forgotten Sons - chegaram e à partida seriam jobbers. Apesar de nunca terem vencido nada, são agora também uma stable interessante e com personalidade
  • Montez - começou como campeão de tag team, e ainda ganhou os títulos mais duas vezes. Teve ainda uma run como singles e chegou a IC Champion, acabei por não gostar muito do reinado, mas está lançado
  • American Alpha - trouxe o Jason de volta, e a equipa tem estado sempre em altas. Seja a lutar pelos títulos, na disputa pelo poder na altura do Survivor Series, ou na feud com os FS, foram sempre consistentes durante todo o ano
  • Kevin & Sami - começaram como rivais, até foi o Kevin que tirou o título ao Sami. Tinha outros planos e por algum tempo arrependi-me de ter turnado o Sami, mas depois as coisas deram a volta, tornaram-se oficialmente numa equipa, também estiveram do lado do Big Show na disputa de poder contra o Shane, depois chegaram a campeões de tag team pela primeira vez e venceram agora na Wrestlemania
  • Toni Storm - pois claro, aqui acho que foi tudo excelente e está ali uma estrela. Ganhou a todas as que enfrentou, destronou a Ronda, venceu a primeira rivalidade com a Shayna, foi finalista do Rumble, já venceu a Bayley, a Alexa, a Charlotte... agora difícil vai ser manter o rumo
  • IIconics - também foram consistentes ao longo do ano, tiveram sempre envolvidas em algo, a Peyton principalmente cresceu muito e chegou a lutar contra a Ronda. Terminam o ano ao conquistarem os muito merecidos títulos de tag team
  • Ronda - fez o trabalho dela, foi dominante sem enterrar ninguém e criou uma nova estrela
  • Shane - também gostei muito de o bookar, a feud com o Big Show serviu para deixar muita gente over, e depois a feud com o Drew também me deu muito gosto de fazer

Malta com altos e baixos

  • Ricochet - no início tinha grandes planos para ele, mas depois o entusiasmo foi desvanecendo e não teve um push a sério. Ainda assim esteve sempre envolvido em algo. Depois acabou por ter um tempo em baixo, mas propositado para dar origem aos No Longers, e acabou bem o ano
  • Aleister - começou bem, venceu uma feud contra o Rowan, outra com o Nakamura, e teve um bom combate contra o Brock. Depois fiquei sem planos e ele esteve muito tempo de fora. Quando voltou também esteve na feud do Shane e do Drew, e depois, tal como o Ricochet, teve um tempo em baixo para dar origem aos No Longers
  • Shayna - tinha tudo para ser dominante, mas sofreu por eu ter outras prioridades e já não é exatamente a máquina de destruição que era há um ano. Ainda assim, acaba o ano envolvida na feud pelo título
  • Rey - é o melhor high flyer de sempre, por isso daria sempre para fazer mais com ele, mas havia outras prioridades e foi sempre ficando para trás. Ainda assim, acaba bem o ano, ao lado do filho
  • Bayley - também perdeu algo ao longo do ano, mas esteve envolvida em rivalidades importantes e termina o ano muito over
  • Bryan - é para mim o melhor lutador do mundo, mas nunca teve aqui um título. Ainda assim, esteve sempre envolvido em rivalidades e foi deixando muita gente over sem sofrer muito (Cesaro, Sami, Cole, Ricochet, Aleister)

Malta com quem podia ter feito mais - também conhecida como categoria Rusev. Foi claramente o gajo com quem falhei, não consegui capitalizar no momento em que esteve over, e o momento passou. Graças a isso tive que o turnar, mas vá lá que ele e o Aiden acabaram por ser perfeitos para a feud com os Mysterios

 

Melhores feuds

Implosão da UE

Drew vs Shane

Owens vs EC3

Becky vs Ronda

AJ vs Taker 

Paul Wight vs Shane

Usos vs Heavy Machinery

Lesnar vs Drew (era suposto ter tido um terceiro combate, mas pronto, fica guardado para mais tarde)

No Longers vs Drew e Bryan

Mysterios vs Rusev e Aiden

 

Outros momentos de destaque

Transformação dos Artist Collective para FUSION

Formação dos T1P

Formação dos No Longers

Resolução do problema do Bennett, fiquei satisfeito com o resultado

Resolução do hacker - vocês não gostaram, mas para mim aquilo era um problema. Não tinha sido eu a criar o angle, se tivesse sido nunca teria sido assim, porque parecia que a WWE nem queria saber que havia um hacker a entrar nos seus sistemas. Acabei por o usar para resolver alguns angles, e depois foi fechado com o regresso do Sandow, que foi apenas uma one time thing, uma aparição surpresa no Rumble, e pronto, assunto resolvido

Toda a história da UE - vocês odiaram, eu adorei XD ficamos por aqui

 

Para o futuro, quero inserir algumas cenas mais wacky no show, torná-lo num pouco mais fantasy e correr mais riscos

 

Algumas ideias sobre o NXT

Foi consistente ao longo de todo o ano. Apesar de ter havido vários períodos em que faltava sempre algo ao show, as histórias sempre fizeram sentido, apesar de nem sempre serem as mais entusiasmantes. Gostei do booking do Kross, do Finn, do Keith, do Riddle, da Bianca e adorei o push ao Lumis.

Não gostei das muitas aparições do Triple H, não gostei que durante meses as feuds se baseassem em ataques por trás e pouco mais, e não gostei que tenha havido quase 10 contratações ao longo do ano, mas que tenha havido malta que não apareceu uma única vez. Ah e não gostei do booking do Ciampa enquanto aí esteve.

Nos últimos tempos a divisão de cruiserweights tem melhorado, espero que continue neste caminho. Espero também que a de tag team melhore. Na men's division tenho gostado do rumo, e nas mulheres também tem sido bom, mas tenho receio que estejas a ficar sem star power para manter as coisas tão interessantes como foram no primeiro ano.

 

Para o futuro, no fundo gostava que houvesse mais imprevisibilidade, alguns turns, e feuds a envolver mais gente, que os Takeovers é sempre tudo 1 vs 1 e eu gosto de triple threats XD

 

Algumas ideias sobre o SD

Se tivesse que definir numa palavra seria: frustrante. Foi sempre complicado investir-me no que quer que seja porque a qualquer momento parecia que o filme mudava completamente e passava de ver um thriller de ação para uma comédia e na semana seguinte já era um filme de terror. Ainda assim, uma coisa é certa, tive sempre interesse em ver o que ia acontecer a seguir.

O elefante na sala são as stables, era uma boa ideia, mas foi exagerada e mal executada. Como estava toda a gente envolvida, sempre a aparecerem em todo o lado, acabavam por ser todas iguais, só mudava o sítio onde se encontravam. Todas tinham um top guy, um midcarder, uma tag e um jobber.

A divisão de tag team masculina pareceu sempre sem rumo, não me recordo de nenhum reinado de jeito.

Goste-se ou não, as LLC eram uma equipa sólida, e parece me que desapareceram sem deixar rasto.

O push da Rhea estava a ser porreiro, mas aquela treta de a juntar à Raquel e tirar-lhe o título por um mês...

Exageraste à brava em muitas coisas, aparecimento de lendas, Goldberg a ter combates de 20 minutos, tour pelo mundo fora onde basicamente tinhas house shows glorificados, coisas feitas só porque sim e para o choque, que por acontecerem tantas vezes perdiam o impacto.

A run do Punk foi terrível.

O gajo melhor bookado foi o Lashley, claramente.

Para o futuro, espero ver rumos melhor definidos, long term booking. Aconselho te a largar a treta do 50/50, define quem queres pushar, quem queres que chegue à próxima Wrestlemania como main eventers, como midcarders, etc... e booka conforme seja essa ideia. Queres fazer do Morrison main eventer? Faz, não o metas a perder à toa só porque sim, aposta a sério nele, no Gargano, no Ciampa, no Rollins, no Murphy, na Rhea... escolhe alguns nomes e faz deles as estrelas do teu show, define o rumo.

Compartilhar este post


Link para o post

eisha cum crl!!!! tás louco!!! era para tirar folga hj meu.

Estou a jogar FM, nao pegava nele há semanas, deixa-me em paz pá XDXDXXDXDXD

Compartilhar este post


Link para o post
Publicado (editado)

amanhã falo um bocado disto. Não desta maneira toda elaborada, mas logo vejo como

Editado por IlidioMA

Compartilhar este post


Link para o post
 

Eh crl!! O @KO PrizeFighter tava cheio de vontade. Então bora lá.

Falando um bocadinho do NXT vou só falar de algumas coisas que gostei e outras que nem por isso.

  • O Finn Balor a tornar-se um psicopata, toda a história do rapto da Mia, a terapia com o Dr.Shelby, ela juntar-se ao Finn. Toda essa história deu-me um gozo do crl escrever e desenvolver.
  • O push ao Dexter Lumis.
  • A história toda da Io Shirai e da Tegan Nox.
  • O Pub Fight dos Grizzled Young Veterans vs British Strong Style.
  • O tratamento que dei no geral à Women's Division. Acho que todas as campeãs que tive tiveram reinados bons e até longos (menos o último da Charlotte). Consegui elevar a Io Shirai, consegui fazer da Bianca uma gaja credível o suficiente para ir ao Raw tirar o Women's Champion à Toni, como ir ao Smackdown tira-lo à Rhea. Consegui elevar a Mercedes mas depois não teve seguimento.
  • Todas as feuds de tag team que fiz. Desde dos Broserweights, Andrade e Garza a vencerem no regresso ao NXT, British Strong Style, Grizzled Young Veterans a vencer no Pub Fight, até os Ascension tiveram um reinado bastante respeitável.
  • A história das máscaras, mesmo que vocês não gostem, até agora tou a curtir de a escrever e ainda não acabou, nem perto.
  • O Riddle ter-se mantido como o babyface mais consistente durante o ano todo.

Agora as coisas que não gostei.

  • Durante muito tempo não se passou nada na Cruiserweight Division. Lio Rush, Swerve, Kushida e até o Scurll. Deviam ter tido outro aproveitamento, sinto que caguei neles. O Breeze e o Fandango também podem entrar aqui.
  • O push ao Karrion Kross tem que ser um ponto negativo por causa do que aconteceu com o Dijakovic e com o Ciampa. Olhando para trás, que cena estupida. Depois também não devia ter perdido para o Riddle.
  • Não conseguir bookar um campeão babyface como deve ser.

Agora vocês, primeiro o RAW

No geral sempre foi um show bacano de se acompanhar. Umas coisas aqui e ali um bocado out of the box mas nada em demasia, pelo menos não me lembro assim de nada. Bom booking de gajos como o Cesaro, Samoa Joe, Adam Cole, Kyle O'Reilly, EC3, Montez Ford. Que passaram de midcarders/upper mid a main eventers ou a futura estrelas, ou na pior das hipóteses a sólidos upper midcarders. Um push do crl, e bem feito, à Toni Storm que faz dela uma top star em menos dum ano. Menos o momento da vitória, tinha que ser na Wrestlemania.
Bom uso do Brock Lesnar, o que não é fácil. E o mesmo para a Ronda btw. Criação das novas estrelas, sem ser as que falei atrás, hoje há Ricochet, Aleister Black, Ali e Dominik. O que acabei por discordar mais foi aquela sequência entre o Big Show e o Vince que foi bue wtf e um bocado confusa, mas olhando para o resultado final só mudava mesmo aquela promo porque foi tudo bem feito.

Agora o SMACKDOWN

Como o KO disse, foi um show frustrante de acompanhar. O gajo que hoje ganha amanha pode perder e isso tira muito ao show. O 50/50 não ajuda ninguém e mete toda a gente ao mesmo nível, ninguém se destaca. Torna-se difícil sentir-me "ligado" a alguém porque são todos iguais. Muitas coisas out of the box, muitas stables, muitas coisas feitas porque a "network" ou os "fãs" iam markar, muito schok value, muito short term booking. Muitas contradições como o show ser mega virado para as crianças em que tudo é uma piada para combtes com sangue só porque sim.
Mas também houveram coisas boas. O push ao Big E (pena a forma como tenha vencido o título), o booking no geral do Lashley (tirando ter tado parado) o booking do Corbin também foi muito bom (outro que desapareceu) o booking do Seth (outro..). Mas estes dois últimos sempre trouxeram ao de cima a criatividade do @IlidioMA eram segmentos bem feitos, que os imaginava na minha cabeça. O mesmo para a maioria das FFH (menos a vez que o Truth lá foi). O booking da Sasha foi bom até à tentativa de double turn, o booking da Rhea também tava a ser bom até perder o título. Em termos de tag team acho que andavas sempre um bocado ao sabor do vento, ora os campeões são estes, ora são aqueles, ora os ex campeões perdem com os jobbers, não dá.

Pah, provavelmente tou-me a esquecer de muita coisa mas acho que é o principal.

E parabéns a nós crl!! Andamos nisto há mais dum ano e não ganhamos nada com isto, fazemos isto porque gostamos, fazemos para nós porque mais ninguém comenta mas não interessa. Enquanto tivermos vontade isto há-de continuar.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de KO PrizeFighter, há 2 horas:

não gostei que tenha havido quase 10 contratações ao longo do ano, mas que tenha havido malta que não apareceu uma única vez.

Epah, tenho a certeza que toda a gente apareceu pelo menos uma vez xD

Citação de KO PrizeFighter, há 2 horas:

Para o futuro, no fundo gostava que houvesse mais imprevisibilidade, alguns turns, e feuds a envolver mais gente, que os Takeovers é sempre tudo 1 vs 1 e eu gosto de triple threats XD

Mais turns? Só de cabeça

Bianca
Tegan
Andrade
Pentagon
Pete Dunne.. quer dizer, os British Strong Style, mas o Dunne foi o primeiro.
Velveteen
Mia Yim
Shelley
Triple H

No resto concordo. Não tanto com os Triple Threats xD mas quero trazer mais imprevisibilidade e mais motivos de interesse. Sem tantas feuds onde se vê à distância quem vai ganhar. Agora cenas out of the box, c'mon, disso não me podem acusar de não ter. Não tenho muitas, true, mas porra.

Finn Balor e Mia Yim
Fiend e Velveteen Dream
Los Tradicionales (vocês é que podem não gostar)
Ascension campeões em 2021!!!
Pub Fights com o Vinnie Jones
Ciampa e Dijakovic como escravos do Kross (também não gostei mas foi out of the box)
O Pentagon a partir braços
O Triple H a ser o stewart da cruiserweight division

Compartilhar este post


Link para o post

 

A coisa que eu acho que melhor bookei foi o tag title feminino em geral e as Kabuki Warriors em partciular. Acho ue me dediquei bem, nunca foi uma joke com nameless, sempre teve boas equipas na division e serviu para dar exposure a gente que de outro modo nem apareceria. As Kabukis foram campeãs dois largos periodos, após um reinado curto das Blonde Bombshells, e com um intermédio das LLC (que fiquei a saber só hj que o @KO PrizeFighter gostava; fi-las desaparecer pq voces protestaram bué quando elas foram campeãs). Agora voltaram para dar este job - e por isso foram as primeiras a ser eliminaadas - na Mania para que outra team fiquei over e guie a divisão de equipas. Negativo, há muita coisa, mas talvez tenha juntado as pessoas erradas para fazer teams. As Hartthrobs achei que iam ser bem acolhidas e não foram e prejudicou muito o booking ali por alturas do Natal/Rumble.

 

Têm toda a razão, por contraponto, na tag division masculina, andou sempre ao sabor do vento. Não ajuda nada que metade das equipas com que comecei fosse gente que ou não gosto, ou não entendo (Colons, Vikings, AoP). Andei mt plo Miz and Morrison, mas não gosto que o Morrison tenha voltado à WWE para voltar a ser o parceiro -menor - do Miz e por isso sempre quis separá-los. Vá lá que tinha os New Day, que dá  sempre para usar como foundation stone. Depois tentei criar novas equipas, já que não gostava de grande parte das que tinha. Dos UKIP até gostava, mas percebi rapidamente que não valia a pena pushar, ng ia comprar que eles fossem os campeões. Criei a equipa do Bray Wyatt e do irmão, mas pareceu-me sempre errado o Bray andar por ali - mas não queria, terminantemente, voltar a pôr o Fiend no ringue, depois de ser squashado pelo Goldberg - ainda foram campeões um bocado. Agora andei a insistir com os Canucas, construi toda uma gimmick, mas tb não funcionou como queria. No geral, foi sempre o parente pobre do show.

 

No US Title a ideia primeira era mantê-lo com o Murphy, com quem veio, porque o Murphy já trazia stable, nao fazia sentido um heel, com 3 gajos a back him up, perder. Queria ter posto logo no Gargano no SummerSlam, mas não vo que fosse lógico o Gargano ganhar ao Murphy e provocar cisões na Liturgy antes do Rumble. Depois fiz aquele """"job"""" do Murphy ao Seth - que deu um gozo do crl XDXD - e veio o Cedric. O booking do Cedric honsetamente foi feito um pouco ao sabor do vento. Percebi que havia potencial para capitalizar numa feud com o Big E e careguei no gatilho. Mas não fazia parte do plano e foi algo botchado. Acima de tudo não devia ter posto o Cedric a ganhar ao Big E no Fastlane, nem que seja por um minuto. Foi um erro que me arrependo todos os dias. E nao ia. O Roman ia aparecer antes do fim. Depois lá dei ao Gargano, mas a essa altura voces ja nao queriam saber do Gargano, f*deu a coisa toda. Tinha imaginado uma feud grandiosa com o Ciampa - seria cool irl - mas parece que já nesceu enguiçada. 

 

no Women's title, não me parece que tenha estado, tudo pesado, muito mal. A Sasha carregou a divisao uns largos meses, depois carregou a Rhea. Duas gajas Solidas, basicamente, duas campeãs apenas - com dois intervalos, um dos quais ja nm se devem lembrar .... Estava a fazer o build à Nikki para ser ela a destronar a Sasha algures antes do final de 2020. Depois apareceu aqui uma mensagem do Ruas "Queres a Rhea?" e eu, clro, jump on that horse! Mal a tive, a Nikki f*deu-se. E f*deu-se para o resto do sempre, como se veo a demonstrar. O focus passou para a Rhea. Quando quis repushar a Nikki, voces ja nem se lembravam que ela estava over. Ia ganhar na Mania - ou antes disso - mas percebi que não valia a pena. Então fiz pela via corny. Ela ia ser a paladina dos pequenotes mas levar na tromba na Mania. O plano oriinal era a Rhea droppar na Mania e depois juntar-se à Raquel e dominarem a tag division. Mas fiquei com cold feet. Que outra equipa, depois, iria conseguir vencê-las? Decidi que a Rhea tinha de continuar na singles division, mas queria atrapalhar o seu reinado, para ela não reinar por 300 dias - detesto reinados de 300 dias, são um eucalipto - e decidi fazer um pushzito à Sonya Deville, nada de grandioso, apenas um nod a ela enquanto a tinha. Gosto da apresentação "I'm-about-to-whoop-your-ass" dela. Nao é comum nas gajas. As gajas, heel, normalmente ou são bad bitches (Sasha Banks) ou mean girls (Alexa Bliss). Gosto da diferença que uma Sonya (Rhea tb) de serem mesmo punhos no ar, vou-te partir o trombil. Por isso decidi que era ela que ia ter o reinado de intermédio. A Nikki acabou por ser o meu grande falhanço. Mas no deve e haver, troquei a Nikki pela Rhea. Por mais que goste da Nikki, Rhea is fucking Rhea né.

 

Na World Title scene queria ter o Big GOld Belt. Aqui a maluquice do Seth foi fulcral, ele a ir buscar o cinturao à Titan Tower, mas depois precisava de uma legitimação. Pensei no CM Punk. Botchei o CM Punk pq sempre quis dar um regresso underwhelming e afinal o publico queria um regresso overwhelming. Mas como já tinha decidido que ele seria o primeiro campeão do novo - velho - titulo segui. O John Cena possuido até me deu gozo fazer, mas foi sempre dificil de manter. Dava muito trabalho A feud entre ambos nunca a quis fazer grandiosa, uma reedição das feuds deles, era apenas para ter o simbolismo de o Big Gold Belt voltar com um combate entre ambos. Mas de bem fiz o push ao Big E (aqui nao concodo. Acho queganhou da maneira certa, aliás foi a unica m*rda boa a sair das stables, pq o Big E ist all about family né, e que maneira melhor do que ganhar com os seus parças dentro do ringue; mas perdeu foi da forma errada) e ao Lashley, primeiro a heel, teve uma boa run, foi o unico que fiz um turn decente no pós Stables, e agora a face n me parece mal. Mas o desaparecimento prejudicou. Ele ia ficar fora até à Mania e so aparecer agora. Mas....

 

Outra feuds. Tenho pena do Corbin. Eu até gosto dele, nao achei que ele fosse ficar com tanto heat - aqui - pela cena da bandeira e isso estragou-lhe a push. Já nao o quis a ser campeão de nada. O Strwoman é um gajo limitado. é difilc de escrever um combate dele pq ele nao faz grnde coisa, e nao lhe pode acontecer grande coisa. Ainda assim, na primeira metade do ano mantive-o sempre perto da title scne, melhor que isso nao dá, acho eu. O Ciampa, o Randy e o Aldis, tenho-os há quatro meses, acho prematuro cagar sentenças sobre eles ainda.  O Goldberg foi o meu guilty pleasure. Tão a ver quando comem uma tablete de chocolate? Eu sei que estáa errado, que nao o devia fazer, mas nao resisto. Sempre markei muito com o Goldberg e tive de tirar o prazer de o ter. O Roman ia turnar heel mais cedo - depois de perder no SummerSlam contra o Seth - mas calhou nessa altura a WWE fazer isso. E como foi um momento hostorico eu caguei-me todo. Pus o planp em aguas de bacalhau. Fui pela via do "lider dos babyfaces que sobram", foi uma cagada. Não pelo Roman em si, mas que tem ele a ver com o Elias ou o Heath? Pois.. Depois turnei-o, acho que não foi muito mal no geral. dentro de um certo condicionamento. Enfim, podia ser melhor, mas pronto.

 

Agora o elephant in the room, o Seth Rollins/Royal Rumble. Ainda não posso falar disto como queria, tenho de sperar pelo draft. Mas é assim, eu sempre tive esta ideia - um gajo entrar na rumble no inicio e vencer sem eleiminar ng, how fucked up would that be?. O Seth Rollins foi trabalhaod para esse objectivo. Ser cobardolas, dependente dos seu parças, acho que estava a ser a coisa mais bem trablahado, mais long term, chega a Rmble, tive tomates e fiz o plano que queria, sabia que isso ia ter heat cmg, mas fui em frente. Rollins vs Roman na Mania estava agendade desde o dia um que começámos a fazer isto (Roman a face e dpois quando mudou para heel, houve apenas um adaptação ao plano, mas mantinha-se este dois) e depois puff...... Foi por agua abaixo. Ainda nao posso explicar porque, depois vao ver se fez sentido o meu raciocinio, mas um dos dois tinha de não ir. Não podia ser o Roman, tve de ser o Seth. Fiquei desiludidissimo com isso. A serio que pensei em desisitr desta m*rda quando vi que a minha Mania estava estragada. Tive sintomas fisicos e tudo! Passei mal! f*da-se esta m*rda afecta nos mais do que o que divia. Epa´, txilei, acalmei, pensei numa maneira de salvar a situação, ponderei varios cenarios - depis falarei melhor quais - mas o de ser o Lashley era o melhor. Era o unico que se enquadrava com todas as peças presentes e futuras. o Seth Rollins acabou por f*der-se à brava. Ainda estou reeling disso.

 

No geral, fiz muita m*rda pq sempre tive pouco filtro XDXD. Se uma ideia brota na cabeça, 8/10 times ela aparece no ecran XDXDXDXD. Epá, nao me coibi. E depois isto passou a ser a minha marca, o meu cunho pessaol, o meu contraste para convosco. "Querem ver coisas sensatas e consistentes? Vejam o NXT. Aqui é o reino do swerve, do angle, do turn, to wtf, do vai pó crl booker da m*rda, do que é que eu estou a ler". Se me arrependo, no geral não. Mas muitas coisas em particular sim. Se o vou deixar de fazer? Tenho planos para moderar...Mas se isto sao ideias que surgem assim deste big brain, nao posso fazer promessas XDXD....Aliás, ja tenho um angle na cabeça, lá bem para a frente que será a coisa mais filhadaputa que faria. é um angle que vos faria a voces nao só acabar com isto, como nunca mais me falareme, como tenho a certeza que o Ruas iria descobrir o meu IP e vir cá com um machado assassinar-me XDXD Até eu, se estivesse a ver essa m*rda dizia "Pó crl, booker!". Para já, nao vai acontecer. é whacky demais. Mas há aqui um lado meu a dizer "Faz crl!! Safoda!" Estou a combater esse lado com todas as forças!

 

Compartilhar este post


Link para o post

Logo respondo com mais calma, mas só para deixar a nota, não é que gostasse das LLC, mas sempre eram uma equipa consistente. Não gostei foi da forma como chegaram a campeãs, em que venceram a Asuka do nada. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ruas, há 4 horas:

Podias era ter falado nos nossos shows também né

e ia. num post separado. mas depois isto ficou marado. sobreviveram ao "eu não sou bot"?

Compartilhar este post


Link para o post

Entrou numa Battle Royal para number one contender (tavam todas as mulheres) e acho que foi só.

Mas já dei uma vista de olhos ao meu roster e tenho duas equipas que nunca apareceram mesmo. Os Ever-Rise e uns indianos que nem sei bem o nome Gurjar e Singh ou que que é.

Compartilhar este post


Link para o post

Ora bem, falando dos vossos shows.

 

O RAW

 

Se tivesse de dar um prémio booker do ano  e assim fosse do ano civil  (só 2020) acho que o @KO PrizeFighter ganharia. Fácil até. Teve um booking meio caminho entre a minha loucura e a contenção do Ruas. Ou seja, iam sempre aparecendo coisas novas e interessantes, sem serem demasiadas que fizesse isso ficar all over the place. Houve muita coisa bem feita - sei lá, EC3, feud da Shyana com a Ronda, usaste o Edge bem, Sami Zayn foi o teu destaque do ano, diria eu, Cesaro e Sheamus tb bem usados, a Cena do Ali e do Bennet markei forte, o Rusev estava a seu o teu grande flop e deste a volta, enfim, Os Forgotten Sons muito fresh, os American Alph, enfim nãp foram um supra sumo mas foram bem usados,  um sem fim de coisas bem feitas 

Porém houve sempre algo que tu foste falhando amiude. Os timings. Não é uma falha muito grave, mas prejudicou alguns wrestlers.

Por exemplo, o EC3 estava hot algures para o verão e tu não deste o click que faltava. Deste "tarde demais" quando a gente já nao estava muito na onde dele. A Peyton estava super hot - até dei uma mãozinha no show de homenagem ao Eddie - e tu não tiveste a coragem de capitalizar ali. A Toni foi ao contrário, capitalizaste muito cedo - privaste-a do Mania Moment e tornaste esse combate na Mania muito previsivel - e acho até que ela devia ter sido a vencedora inaugural do 21st Championshop. é a cara dela: young, up and coming superstars. Ou seja, tu pushaste as pessoas certas, alguns cedo de mais outros tarde demais. Foi havendo um pequeno lapso de tempo que prejudicou o impacto potencial.

Mas se fizéssemos um booker do ano, mas contando o nosso ano (De WrestleMania 36 à WrestleMania 37) já não ganharias tu. Borraste  pintura seriamente com a cena dos UE. Epá aquele momento do Cole ser campeão por dois minutos foi para dar shock value e prejudicou o Cole. Sim, eu fiz o mesmo ao Cedric, mas o Cedric é o zé-ninguem. O Cole não. o Cole não merecia ser campeão uns minutinhos. Acho que foi o sitio errado para fazeres o estalar dos UE. Damn, fazias no RAW a seguir, mas deixavas esse momento para o Cole. Destestei desde o inicio.

E depois....perdeste a linha do comboio. Achaste que o Kyle estava mais over do que estava - acho que influenciado pelo irl Kyle da altura que tinha tido um bom combate com o Finn - quando isso não era verdade. o Kyle é e sempre foi o third wheel da stable. Não pode ser o campeão, e a sê-lo, tem de ter uma build muito maior. Ninguem pode passar de 3º elemento de uma stable em Dezembro, a campeão do mundo em Janeiro. Aí tu lost the plot. E como se não bastasse, puseste-o a vencer dois Hall of Famers (o Brock é soon to be), pior, dois gajos que em cada 100 listas dos 10 melhores wrestlers de sempre figurariam em 90. Ou seja, duas absolutas lendas do desporto. Um third wheel venceu duas lendas do desporto. Isso "matou" o Kyle - eram shoes too big to fill - e "matou" o teu booking (do WWE title, pelo menos). A partir daí pareceste sempre algo à toa, sem saber bem o que fazer para ou corrigir, ou nos convecer que aquilo era o caminho. A impressão que deu - nao sei se é verdade - é que tu nao tinhas isso planeado, deu te um vaipe, um momento de inspiração, viste os combates do Kyle eplo NXT title contra o Finn nessa altura, disseste "clrh, este gajo merecia ser campeão" e foste com essa ideia. Mas o Kyle nunca foi um campeão confortável, nunca foi um campeão à altura do rótulo que ganhou no Royal Rumble, o de vencer duas lendas.

 

Pode parece que te estou a bater muito, mas não, calma. Estou a apontar  e a dissecar o teu maior mistake, num, otherwise, booking bastante bom. E não o digo por uma questão de mero "não gostei". Gostar ou não gostar é algo subjectivo. Falo pq acho que é um erro que prejudicou muito o teu booking

 

E por isso é que se tivessemos que escolher um Booker do Primeiro Ano do nosso booking, esse premio iria para o @Ruas. No fim e ao cabo o NXT foi sempre o show mais sensato. O adult in the room. Foi o mais previsivel? Seguramente. O menos engajante - para o bem e para o mal - ? Sim, também. O que menos paixoes despertou? Sim. "espara" dir-me-ão "isso não são qualidades!". Ok, mas aqui foram-no. Foi um booking consistente, sem grandes swerves, sem grandes roadblocks, sem grandes surpresas - o que não quer dizer que não tenha tido momentos surpreendentes, mas a surpresa não foi o tom geral do show. Basicamente, era o show reliable que a gente podia contar que ia sentar a ler e não se chatear muito. E isso foi uma vantagem no nosso meandro. 

Mas se estiveres a pensar "entao mas este gajo diz que eu fui o melhor e ainda nao disse nada de bem sobre mim", o ponto é um pouco esse. Tu tiveste a capacidade de fazer coisas que aparentemente seriam boring, serem basntante bem excutadas, ao ponto de serem bem feitas. Eu ainda hoje dou volta à cabeça como tu conseguiste bookar seis meses de tag divison com 3 equipas. Assim, do nada, só usando 3 equipas, bookaste uma tag division engaging. O que parece um contra-senso, mas revelaste esse talento de com tres ovos fazeres uma omelete que alimentou seis meses.

Isso é só um exemplo das coisas suaves que fizeste. Aliás, vou passar a chamar-te de Smooth Ruas, o booker suave e tranquilo - mas comentador irascível e belicoso XD, go figure XDXDXDXD - que sempre manteve o plano, levou o seu tempo, não apressou as coisas, esperou pelo pay off no final e de facto, no final tiveste um booking mais consistente e quilibrado que nós.

Mas lá está: se esse é o estilo que eu gosto? Quer dizer, gosto que haja uma boa dose de pimenta e tu sempre foste comedido. Por isso que digo que até ao Natal o KOPF ia à frente. Mas ele depois, ali por alturas do Rumble deixou cair o frasco de pimenta para dentro do tacho, e o comer ficou com um sabor esquisito - eu comecei o tacho logo com pimenta no refugado XDXD.

Coisas más: um swerve forte e feio aqui e ali não te prejudicava. Epá, por exemplo no North American title, toda a gente percebeu desde cedo quei iam ser os campeões do ano inteiro. Women's Championship tb mais ou menos deu para perceber de que ombro em ombro iria saltar - se desses àTegan sempre era um despistar das nossas previsões - percebes a ideia? AH e nao gostei nada dessa aproporiação do HHH. No fundo tu tornaste-o uma propriedade do NXT - e eu nunca concordei com isso, os McMahons eram patromonio comum aos trÊs - escudado no argumento de ele ser o pai do NXT. Sim, mas tb é o COO de toda a WWE e como estava sempre aí os outros não o "podiam" usar. E o pior é que esteve aí para...basicamente fazer o mesmo trabalho do Regal. Não percebi essa duplicação. Se tivesse estado aí a contrariar o Regal a cada oportunindade, percebia bem. A feud entra ambos tb foi muito underwhelming. Se o HHH esteve aí tanto tempo, caramba, podia ter antagonisado o Regal muito mais cedo.

e é isto, mais ou menos o que tenho a dizer dos vossos shows.

Compartilhar este post


Link para o post

Concordo com a maior parte do teu post, só vou aqui discordar de algumas coisas. 

Em relação ao NXT, olhando em retrospectiva, ter mantido a Tag division com tão poucas equipas foi um feito do caraças, mas enquanto tal acontecia, não era lá muito interessante, e foi para mim a pior fase do show ao longo de todo o ano. Não era mau, mas também não era bom. Concordo que acabou por ser sempre fácil prever quem ia ganhar o quê, e o próprio Smooth Ruas (vai pegar XD) já admitiu que falhou na parte da imprevisibilidade. 

 

Algumas notas em relação à tua avaliação do Raw, a maior parte coisas que até já falámos XD

Dizes que falhei no timing do EC3 e da Peyton, e aí eu discordo. Simplesmente os planos para eles nunca foram tão grandes como talvez esperasses. Nunca me passou pela cabeça fazer do EC3 campeão no verão, nem nunca me passou pela cabeça, por um segundo que seja, meter a Peyton a ganhar à Ronda. A ideia era metê-los a um nível em que parecesse possível que isso acontecesse, e por esse prisma acho que tive sucesso. 

Em relação à Toni, se o combate da Mania foi previsível (e não sei se foi assim tanto, já que tenho ideia que nos previews ambos disseram que achavam que ia ganhar a Shayna) ainda mais previsível era se ela chegasse à Mania sem ser campeã. Aí sim era óbvio que ia ganhar. Na Mania já houve muitos moments, foi o Cole, a Bayley, o Cesaro... Se guardasse tudo na manga para só puxar o trigger na Wrestlemania, seria demasiado. Concordo que ela teria sido uma excelente escolha para primeira 21st century champion, mas não aconteceu porque eu só decidi criar o título talvez em Novembro ou Dezembro, e aí já estava mais do que decidido que ela era a escolhida para derrotar a Ronda e a história já tinha começado a ser contada desde o dia da sua estreia. 

 

Em relação à UE, primeiro deixa me só perguntar uma coisa, o Cedric é um zé-ninguém? Então se assim é por que carga de água é que foi ele a retirar o Goldberg e porque é que acabaste de o meter a vencer o Big E na Wrestlemania? 

O Cole teve que abdicar do título, não o perdeu. E estás a ficar te por esse momento e a ignorar que a história se prolongou até à Wrestlemania, e ele recuperou o título e neste tempo todo nunca perdeu um combate, com exceção de um tag match mas nem foi ele a sofrer o pin. 

 

Em relação ao Kyle, já admiti que pode ter sido forçado, mas vou discordar dos motivos que apontas. Em primeiro não foiinfluenciado pelo que estava a acontecer irl, eu sempre fui grande fã do Kyle. Se fosse hoje, voltava a fazer igual e a partir do momento da traição ao Cole faria exatamente igual, só mudava o que aconteceu antes, em que faria o Kyle ter mais algum destaque, mas com o Cole em cena, era difícil fazer o Kyle brilhar. O Kyle não se torna main eventer do dia para a noite, e mesmo assim ainda não considero que seja. No Raw a seguir ao No Mercy, já sem o Cole, o Kyle mostra logo uma atitude diferente ao mostrar que não tem medo do Brock e exige ter uma oportunidade para lutar pelo título. Na semana seguinte, tem essa mesma oportunidade, ao lutar contra o Edge e o AJ, e ganha juntamente com o Edge quando ambos estavam a aplicar submissões. Ou seja, também não foi logo de rajada a vencer o AJ como se nada fosse. Nas semanas seguintes (e ainda foram quase 2 meses até ao Rumble) ele ganha os títulos de tag team e vai tendo várias vitórias, além de algumas das melhores promos que escrevi. 

Chegamos ao Rumble, e parece me que sempre ignoraste o booking do combate, deves ter lido na diagonal e só viste que ele ganhou e não engoliste. O Kyle não chegou ali, deu na boca ao Brock e ao Edge e venceu, não foi nada disso, nem de perto nem de longe. Ele até lutou de certa forma, à heel. Só conseguiu tocar no Brock em conjunto com o Edge, o Brock passou o combate a dar cabo do Edge, e o final do combate chega quando o Brock vai para aplicar o F5 ao Kyle, mas o Edge aplica lhe um spear, o Brock sai do ringue e o Kyle aproveita e surpreende o Edge, aplica o finisher e ganha o combate. Com pin no Edge já depois de este ser sofrido vários suplexes e um ou dois F5's, mas tu falas sempre como se o Kyle os tivesse limpado com uma facilidade do caraças. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de KO PrizeFighter, há 18 horas:

Dizes que falhei no timing do EC3 e da Peyton, e aí eu discordo

eu aí estava a falar do meu ponto de vista, do ponto de vista de fã. Gajo da bancada. O EC3 estava over em setembro prai, e só em Fevereiro é que lhe deste o destaque que merecia. Escondeste-o na stable. Nao lhe fez favor nenhnum. Quando saiu da stable, puff, o over tinha ido.

A Peyton, não deste o click mas fizeste mal. Ela estava over, estava bem trabalhada e merecia, nem que fosse campeã de transição, Sonya Deville style.

 

Citação de KO PrizeFighter, há 18 horas:

Em relação à UE, primeiro deixa me só perguntar uma coisa, o Cedric é um zé-ninguém? Então se assim é por que carga de água é que foi ele a retirar o Goldberg e porque é que acabaste de o meter a vencer o Big E na Wrestlemania? 

O paralelo nao é igual pq há diferenças significativas. O Cedric não "foi o campeão". Sim, foi-o, uns segundos, como parte de um angle - e aí podem-me criticar por ter usado o titulo como mera adereço desse angle, critica que eu prpio me faço, estou a rrependido de lhe ter dado o mini-reinado.

O Kyle, por outro lado, foi O cmapeão. Durante um tempo. Aparecia no Raw como o campeão, lá no fim do programa. ora quem viu Cena, HHH, Roch, Austin, de repente ver Kyle O'Reilly...convenhamos, né...

Citação de KO PrizeFighter, há 18 horas:

O Cole teve que abdicar do título, não o perdeu. E estás a ficar te por esse momento e a ignorar que a história se prolongou até à Wrestlemania, e ele recuperou o título e neste tempo todo nunca perdeu um combate, com exceção de um tag match mas nem foi ele a sofrer o pin. 

Nao estou a ignorar - escolhi nem falar disso, estava a apontar o que achei mal feito.

E ele não ter o seu momento foi cruel. Foi um desfavor ao Cole.

Citação de KO PrizeFighter, há 18 horas:

Chegamos ao Rumble, e parece me que sempre ignoraste o booking do combate, deves ter lido na diagonal e só viste que ele ganhou e não engoliste. O Kyle não chegou ali, deu na boca ao Brock e ao Edge e venceu, não foi nada disso, nem de perto nem de longe. Ele até lutou de certa forma, à heel. Só conseguiu tocar no Brock em conjunto com o Edge, o Brock passou o combate a dar cabo do Edge, e o final do combate chega quando o Brock vai para aplicar o F5 ao Kyle, mas o Edge aplica lhe um spear, o Brock sai do ringue e o Kyle aproveita e surpreende o Edge, aplica o finisher e ganha o combate. Com pin no Edge já depois de este ser sofrido vários suplexes e um ou dois F5's, mas tu falas sempre como se o Kyle os tivesse limpado com uma facilidade do caraças. 

Eu li, li, sim, claro. Mas isso é como o outro. Os UKIP quando venceram os VIKING RAIDERS tb foi com batota e nao é por isso que tu deixaste de me dar na cabeça, nao foi? 

Pronto, agr imagina o mesmo, mas com dois top 10 melhores de sempre.

 

Sim, tens razão, yada, yada, ele não conquerou as duas lendas. Mas o que interessa é que, par ao curriculo ele foi a segundop maior ppv do ano, vencer no memso combate duas lendas. é too  much, para mim, e nao fez nenhum favor ao Kyle.

 

 

 

Mas pronto, isso agor prescreveu XDXD. Agora venha o Ano II!

Compartilhar este post


Link para o post

Cena, HHH, Rock, Austin... Também se só comparas com os melhores é é óbvio que é injusto para o Kyle. Mas também já tiveste campeões mundiais como o Jinder, del Rio, Miz, Swagger... E o Kyle não deve nada a estes gajos. 

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de IlidioMA, Em 23/04/2021 at 12:31:

Mas se estiveres a pensar "entao mas este gajo diz que eu fui o melhor e ainda nao disse nada de bem sobre mim", o ponto é um pouco esse. Tu tiveste a capacidade de fazer coisas que aparentemente seriam boring, serem basntante bem excutadas, ao ponto de serem bem feitas. Eu ainda hoje dou volta à cabeça como tu conseguiste bookar seis meses de tag divison com 3 equipas. Assim, do nada, só usando 3 equipas, bookaste uma tag division engaging. O que parece um contra-senso, mas revelaste esse talento de com tres ovos fazeres uma omelete que alimentou seis meses.

Isto aqui acabou por não ser uma escolha minha. Simplesmente não tinha mais equipas para usar e tive que me safar com o que tinha. Também não preciso de mais do que 2 equipas para fazer uma feud. Desde que seja bem feita é o que interessa.

Acho que tive bons campeões ao longo do ano. Curti muito do reinado do Andrade e do Garza, dos British Strong Style, até dos Ascension. Os Grizzled Young Veterans acabaram por ser os que pior reinado tiveram. Mas esses tem uma storyline só deles, depois vocês percebem.

Citação de IlidioMA, Em 23/04/2021 at 12:31:

Epá, por exemplo no North American title, toda a gente percebeu desde cedo quei iam ser os campeões do ano inteiro

Agora é fácil falar. Mas aposto que achavas que o Keith Lee não perdia o título para o Priest. Ou que o Riddle fosse vencer o Karrion Kross. Ou mesmo que na Wrestlemania o Lumis fosse vencer porque durante o ano só começou a aparecer mais para o final.

Citação de IlidioMA, Em 23/04/2021 at 12:31:

Women's Championship tb mais ou menos deu para perceber de que ombro em ombro iria saltar - se desses àTegan sempre era um despistar das nossas previsões - percebes a ideia?

Aqui não concordo muito. A Charlotte por exemplo ganha o título sem ninguém estar à espera, e também o perdeu sem ninguém tar à espera (menos o @KO PrizeFighter porque sabia que ela ia para o Raw). Aposto que achavas que a Bianca ia vencer a Io no Best of 7 Series e que não ia ser a Io com a ajuda da Tegan.

E acho que dei à Tessa na altura certa. Venceu a Rumble e depois venceu na Wrestlemania. Tornou-se previsível? Sem dúvida, e aqui entrou a RSB que foi a minha ideia de criar a dúvida. Mas acho que tinha que ser feito assim (as vitórias da Tessa, não a RSB).

Em relação à história do Triple H e do Regal é como vos disse na altura. Está a começar, não posso meter a carne toda no assador duma vez. Se começasse logo com o Triple H a cascar no trabalho do Regal a feud acabaria na Wrestlemania e a minha ideia era mesmo a feud começar na Wrestlemania. Para haver agora um shift neste 2º ano em vez de haver um shift a meio do ano.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de Ruas, há 18 minutos:

Agora é fácil falar. Mas aposto que achavas que o Keith Lee não perdia o título para o Priest. Ou que o Riddle fosse vencer o Karrion Kross. Ou mesmo que na Wrestlemania o Lumis fosse vencer porque durante o ano só começou a aparecer mais para o final.

o ponto não é esse. não é o quando fulano iria ganhar, mas o ponto é que era claro que algures fulano iria ganhar.

Ou seja, começaste com KL a campeão. Dai em diante era notorio que Priest, Riddle e Kross iriam ser campeões eventuais. O Lumis foi a maior surpesa do ano. Mas como teve uma slow build, tb se percebeu, a dada altura, que iria sê-lo tb.

Ou seja, não houve um Trent Seven ou um Swerve, alguem que estivesse fora dos planos, fora da imagem, a ganhar, para dar um certo swerve À crowd. A genti via a linha de sucessão a vir, e sabiamos que eventualmete, fulano e sicrano iriam ser campeões.

Não é uma critia, no sentido em que esteja a dizer que isso é mau. Mas podias ter atirado um wild pokemon no caminho, só para a gente ficar "olha! este!"

Citação de Ruas, há 22 minutos:

Em relação à história do Triple H e do Regal é como vos disse na altura. Está a começar, não posso meter a carne toda no assador duma vez. Se começasse logo com o Triple H a cascar no trabalho do Regal a feud acabaria na Wrestlemania e a minha ideia era mesmo a feud começar na Wrestlemania. Para haver agora um shift neste 2º ano em vez de haver um shift a meio do ano.

Opa, okay, entendo, mas então "terias de" ter sido mais comedido com o uso ao HHH durante o ano, percebes? Para agr a sua presença ter outro impacto e se perceber que a feud estava a começar. Como ele apareceu tanto, quando de repente turnou no Regal foi muito fora, ng percebeu bem pq aqui estava a acontecer, e como deu logo match na Mania, pareceu uma feud rushada. O que é um contrasenso com o teu booking, pausado, ponderado, com calma, sem rushar as coisas.

Compartilhar este post


Link para o post
Citação de IlidioMA, há 17 minutos:

Não é uma critia, no sentido em que esteja a dizer que isso é mau. Mas podias ter atirado um wild pokemon no caminho, só para a gente ficar "olha! este!"

Lá está, mas isso é faze-lo pelo shock value. Sem grande significado para a big picture, apenas para chocar. Se consigo aceitar isso com uma vitória aqui e ali de algum wild pokemon, em relação a vencer títulos sou mais "fechado". Acho que os campeões têm que ser quem merece e não ser alguém só para ser out of the box.

Citação de IlidioMA, há 19 minutos:

Opa, okay, entendo, mas então "terias de" ter sido mais comedido com o uso ao HHH durante o ano, percebes? Para agr a sua presença ter outro impacto e se perceber que a feud estava a começar. Como ele apareceu tanto, quando de repente turnou no Regal foi muito fora, ng percebeu bem pq aqui estava a acontecer, e como deu logo match na Mania, pareceu uma feud rushada. O que é um contrasenso com o teu booking, pausado, ponderado, com calma, sem rushar as coisas.

Sim, eu percebo a critica. 

Eu usei o Triple H durante o ano para não ser sempre o Regal a aparecer. Apenas porque é um bocado como acontece irl, o Regal mal aparece no NXT. Mesmo as decisões de booking que acontecem são mais vezes anunciadas pelos comentadores do que propriamente o Regal a aparecer. E foi um bocado por ai, para não "desgastar" o Regal a aparecer sempre.

Mas ao mesmo tempo o Triple H apareceu para tomar certas decisões que achei mais indicadas ser alguém na posição dele em vez de ser o GM. Tipo tirar o título ao Rush ou impedir o Pentagon de lutar pelo Cruiserweight Title no TakeOver Leeds.

Compartilhar este post


Link para o post

71fd17378e28732d-1200x675.jpg

Preview do Monday Night Raw - 5 de Abril de 2021 - Toyota Center, Houston, Texas - Draft Night

Após a maior Wrestlemania de todos os tempos, é hora de começar tudo de novo.

  • É noite de draft, que Superstars do NXT e do SmackDown farão o seu caminho para a red brand?
  • Donald J. Trump será o convidado especial de Vince McMahon para esta edição do Monday Night Raw.

Compartilhar este post


Link para o post

Junta-te à conversa!

Podes publicar um comentário agora e registar-te depois. Se tiveres uma conta, autentica-te agora para publicares o teu comentário de forma autenticada.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


×
×
  • Criar Novo...