Ir para conteúdo

EasyGoing

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    443
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    862 [ Doar pontos ]

Sobre EasyGoing

  • Data de Nascimento 15-04-1989

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

1.078 visualizações
  1. Win-win situation para o JJ: perde, meteu os suplentes; ganha, até com os suplentes ganha m*rda para este e o Vieira
  2. Devem ser assessores, não? Tiram notas porque no final isto tem de resultar em relatórios da "audiência".
  3. Sempre que ele fala com o micro desligado ou fala com o advogado com o micro ligado. You had one job! Eu acho que o gajo nem está a perceber o quanto se está a enterrar com "esses terrenos eram da Galp e eles precisavam de mais-valias no final do ano. eu nem ganhei o concurso, fiquei em 4º!" ; "isso foi o banco/Ricardo que nos pediu!"; desmentir/apertar o Nuno Gaioso; dar a entender que o Centeno deveria ser enforcado. Isto é bem capaz de ser o início do fim dele, vai sair daqui descalço.
  4. Isto começou com um texto que claramente não foi escrito por ele. Parecia um miúdo assustado, nas primeiras 2 perguntas estava vermelho que nem um tomate. Depois foi percebendo como é que aquilo se gere, claramente ele está com ar de que achava que lhe iam perguntar coisas que o iriam entalar. Tirando uma ou outra pergunta, que ele acaba por responder com um "não sei" ou "depois respondo", ele tem respondido de forma honesta às perguntas que lhe fazem e está super tranquilo com aquilo. Acho mesmo que do que ele estava com medo, estão a passar ao lado - o que é assustador de pensar o que pode ser. E com honesto é mesmo aquilo: é um gajo que não sabe sequer o que é uma imparidade. É um gajo que safa os amigos de alguns negócios e depois é ajudado noutros. É um gajo das negociatas. Há ali casos claros de que alguém lhe disse "compra isto agora e daqui a uns tempos flipamos isto por mais uns trocos" e o gajo fez. Dois bons exemplos foram a imostep e a quando ele diz que foi o BES a ir ter com ele e lhe disse como é que haveria de formalizar o pedido da dívida. E isto eu acredito piamente que é verdade, porque é semelhante ao que eu vou vendo (em alguns) dos meus clientes. Ele não percebe nada de negócio, de finanças, de contabilidade, de gestão... Ele é aquele gajo com connects. Calhar serem connects mafiosos. Entristece-me, entre várias coisas, ele saber melhor quanto está o metro quadrado na conxixina que quantos jogadores com contrato profissional tem no Benfica. Oiço-o a falar e só me vem à cabeça o Vale e Azevedo: dizer que são negócios incríveis, que não deve nada a ninguém, que os outros é que andam de iate... É copy/paste, mete impressão. Temo muito do estado em que estará o Benfica.
  5. Não era o JJ que não fazia substituições quando defendia bolas paradas, só quando eram ofensivas? Teve oportunidade de fazer as substituições num livre, seguido de um canto. Mete o Gabriel e o Taraabt num canto defensivo, quase sofremos do gajo que o Taraabt estava a "marcar"...
  6. Certo, o que não quer dizer que ele tem estado pior, que foi a afirmação. Mesmo nos golos do lado esquerdo, tem feito o que lhe compete. Muito pior tem estado o Otamendi, mas esse como cerra os dentes, ninguém diz nada.
  7. Tive de ir rever os golos porque para mim isto não era verdade. E tinha razão. Aliás, este exercício mostrou-me exactamente o que acho: o Otamendi continua a enterrar regularmente durante os jogos e aqui é defendido porque mostra muitas "ganas". Santa Clara: golo resulta de mau passe e enterranço do Otamendi. Portimonense: golo do lado do esquerdo mas o Portimonense estava só com 1 avançado, como a bola está do lado do Jan ele é que sai (e aqui não esteve bem porque não conseguiu desarmar o gajo do Portimonense mas ainda longe da baliza), ficam Otamendi e Lucas 0 avançados, somente 1 médio que está a entrar no espaço. Má comunicação entre estes 2 deu o golo (e para mim, o Otamendi teve pior porque deveria ter acompanhado a entrada que é na diagonal, com o Lucas a segurar o meio). Gil Vicente: 1º golo contra-ataque, Jan está 1v1 e vai fazendo contenção, não vá o avançado passar por ele e ficar 1v0. Dá tempo do Grimaldo chegar e é ele que ataca o jogador que remata, Jan nunca "desmontou" a equipa defensivamente. Bola passa debaixo da perna do Grimaldo, de for a da área. Um GR tinha defendido aquilo. 2º golo totalmente do lado direito: Diogo Gonçalves está subido, Otamendi acompanha o avançado do seu lado (quando só temos 2 DC,) e deixa a linha defensiva totalmente desajustada (os 2 do lado direito adiantados e não em linha; o DC e lateral do lado esquerdo na posição que deveriam estar). Depois demora a recuperara a posição e só começa a correr quando percebe que o médio esquerdo do Gil já está nas suas costas. Antes disto, tiveste uma série de 7 jogos sem sofrer.
  8. EasyGoing

    Alguém Sabe?

    Nunca tive de o fazer mas vê se isto ajuda: https://www.economias.pt/como-obter-um-certificado-de-habilitacoes/
  9. Eu tenho gostado muito do "Princípio, meio e fim". Mas percebo que não seja o cup of tea de toda a gente. My 2 cents até agora: 1 - Sobre os momentos non-sense, e até algumas personagens, faz-me lembrar o Family Guy mas versão real. Há quem adore, há quem deteste. Eu adoro. 2 - Sobre a estrutura ser sempre semelhante todos os programas: a ideia é mesma essa. Aquilo não são jantares diferentes, é sempre o mesmo jantar mas com diferentes "what if...?". É quase como quando chegam a casa depois de uma saída com amigos e pensam "e se a tivesse beijado?", "e se tivesse dito aquilo?", "e se aquela brincadeira tivesse corrido mal?". É por isso também que quando vemos a intro até eles entrarem no brainstorming parece que estamos a ver a mesma cena do episódio anterior mas não é. 3 - Sobre a história ser pouco fluída, ou parece que as cenas são pouco ordenadas, ou que por vezes há saltos: é porque têm somente 2 horas para criar aquilo, no meio de palhaçada. Vão lá rever os vossos trabalhos escritos em cima do joelho a ver se aquilo faz algum sentido! E está aqui parte do desafio do programa: nunca vai conseguir agradar a massas e muito dificilmente vai conseguir ser consistente porque não é um trabalho "pensado". Mas esta inconsistência abre o apetite (para alguns) de ver o que a próxima semana reserva. 4 - Ainda assim, em 3 episódios já tivemos uma versão sci-fi, uma versão drama e uma versão terror do mesmo jantar. O que com 2 horas para trabalhar e sempre com os mesmos escritores, eu acho muito interessante. 5 - Última palavra para os actores: adoro. Felizmente conseguimos ver o "princípio" e reparamos que entre o que eles escrevem e o "fim", as mesmas frases são ditas de forma diferente, com cunho de personalidade ajustado a cada personagem. Acho que a interpretação dos textos tem estado on point.
  10. Decreto do actual EE: https://dre.pt/web/guest/home/-/dre/161521806/details/maximized Aí, prorroga o Decreto 6/2021, que está aqui: https://dre.pt/web/guest/pesquisa/-/search/160801889/details/normal?l=1 Nesse, o artigo 25º, ponto 2, alínea c diz o seguinte: "c) Não seja admitida a permanência de grupos superiores a quatro pessoas, salvo se todos forem pertencentes ao mesmo agregado familiar que coabite;" Acho que é isso.
  11. Tenho ideia de ter lido algures que o agregado familiar é excepção. Não obstante, pode haver restaurantes que prefiram evitar mesas superiores a 4 pessoas no interior do estabelecimento por causa de eventuais multas ou explicações às autoridades. Convém telefonar antes a perguntar, digo eu. Nota: como até aqui, como agregado familiar entende-se as pessoas que coabitam na mesma casa e não tios, avós, primos, afilhados...
  12. Eu acho que qualquer clube (em Portugal ou noutro país) que aceitasse agora qualquer convite seria só tiro nos pés. Mas vontad€ não deve faltar por estes lados. Mas também duvido muito que arranque (não duvido tanto é que não se lembrem de arranjar uma solução do género). Também não digo que arrancaria com a JP Morgan ou com o mesmo cachet, teria de ser naturalmente ajustado.
  13. Os clubes espanhóis devem ir com isto até ao fim. De Itália, para já, não tem vindo muito ruído. Se os 6 da inglaterra bazarem todos, estou a vê-los a virarem-se para Portugal e pegarem nos 3 estarolas para fazer uma liga/torneio do mediterrâneo (3 de cada país). Se for para a frente e correr bem, passado 1 ou 2 anos estão a convidar de novo os "grandes clubes" e está criada a ESL.
×
×
  • Criar Novo...