Ir para conteúdo

WormboY

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    8.133
  • Registo em

  • Última visita

Sobre WormboY

  • Data de Nascimento 02/10/1984

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

5.626 visualizações
  1. https://ibb.co/w6j33wG Quase que atiro o portátil pela janela após o golo do Neuer aos 90+7...
  2. t-shirts de alças/manga cava, onde costumam comprar?
  3. Este tópico está protegido por uma palavra-passe!
    Deverá introduzir a palavra-passe correta para desbloquear o tópico. Por favor certifique-se que tem a funcionalidade de cookies seguros ativa no seu browser.
  4. Não devemos nada um ao outro, já tinha referido aí atrás por um par de vezes. Volto-me a repetir, a partir do momento em que ela percebeu que eu 'sentia algo mais', se não queria (que foi o que basicamente me disse) simplesmente devia ter parado - seja com flirts, provocações etc...e amigos como antes, é difícil perceber isso? Eu ignorei, deixei de 'falar' (...) de tempos a tempos, pumba a mesma coisa. Eu tenho perfeita noção que tenho a minha cota parte de "culpa"... devia ter sido mais duro, apesar dos flirts/etc da minha parte terem terminado, deixei ela "aproximar-se" na mesma. Era ter corto o mal pela raíz, como se costuma dizer. Eu sei, cada um tem o seu feitio, a sua maneira de ser, a sua maneira de pensar...para ela provavelmente é tudo muito normal, tudo muito na boa, mas no entanto EU não faria isso - andar a brincar, flirtar só porque sim, só para massajar o ego, e por aí. Não tenho interesse, não dou bola. Não tem nada a ver com a necessidade de ou o afetar o ego...a pessoa em questão é mesmo um lixo como pessoa. Óbvio que quem lê o que escrevi acredita que eu o escrevi por azia, não foi o caso. Gostos não se discutem, uns gostam de gordas, outros de magras, altas, baixas, etc etc...
  5. E não fez. Mas é o que eu disse aí em cima, ao Pedro. Já está mais que abandonado. 😉
  6. A conversa já foi feita, há um par de meses atrás, não como deveria ter sido feita (pessoalmente) mas foi. A partir daí procurei partir para outra...mas ninguém esquece/perde o sentimento pela outra pessoa assim num estalar de dedos. E eu até estava bem sentimentalmente, mesmo quando ela se lembrava de "mostrar que estava viva" (como o FabioK disse). Mas essa noite de Sábado mexeu comigo... porque me veio tudo o que "passámos" à cabeça (certas conversas, flirts, picardias, presentinhos) e relembrou-me que ela só andou a brincar com os meus sentimentos. É aí que digo que ela me devia respeito. A partir do momento em que tivemos 'a conversa' ela só devia ter deixado de andar com flirts e coisinhas assim. Não acho nada normal, por exemplo, uma mulher do nada mandar fotos dela, seja com a marquinha de praia, seja do outfit a realçar/foco em certas zonas do corpo para um amigo (nem sou o melhor amigo dela se quer); não acho normal não falarmos faz 1/2 semanas/1 mês e reagir a publicação qualquer "ah vieste-me ver foi?" etc etc
  7. O respeito não tem a ver com quem fala ou não fala, com quem sai ou não sai, com quem se enrola ou não enrola. Mas sim o mostrar interesse - seja por palavras, seja por acções - e depois barra, entendes? Não vou deixar de falar a uma pessoa porque não quis nada comigo.
  8. Estou a falar de tudo, nem é pelo caso desta situação que eu soube do dia do bar. Só pelo facto de termos criado amizade, ainda antes dos sentimentos "aparecerem", já me deve respeito (e vice-versa)...não tem que andar a brincar com os sentimentos dos outros. Quando eu vejo que uma mulher tem interesse em mim, e me vem abordar (seja de que forma for) e eu não tenho interesse não a vou deixando ali de backup, para encher o ego ou para SE um dia me apetecer. Eu corto logo, pelo menos eu sou assim. Ela* Correcto. Deixei de enviar/retriubuir MSG, não lhe dei a atenção de outrora quando nos cruzávamos, seja na rua, seja num bar/café, seja no gym - era simplesmente o básico bom dia/tarde, adeus.
  9. Eu vou seguir com a minha vida. Aliás, desde essa altura que lhe disse o que sentia, que eu já tinha seguido. Continuava o sentimento, muito menor, mas continuava...e nunca lhe dei a atenção que ela queria (ou pelo menos dava a entender que queria). Tudo o que tinha dela está apagado. 😉 Como já disse, ela não me deve nada, faz o que bem entender, enrola-se com quem bem entender...a única coisa que "me deve" é respeito, o que não foi o caso aqui e ali. Mas para mim basta...tarde, mas basta.
  10. Sabes, é o ego, o sentir que tem um backup... do tipo "uhh tenho um rapaz atraente que me bateu o coro, não quero, mas é melhor ficar aqui de reserva". (não faço ideia se é o caso, mas acredito que sim). Nada disso...nem pensar que me vou humilhar. Eu fiz 2 convites, não no início quando nos começámos a dar, mas já quando existia confiança entre nós. Não aceitou, eu próprio lhe disse na altura algo como "não vou convidar mais, seja para o que for, SE um dia te apetecer algo dizes-me e logo se vê" a resposta "oh, eu não rejeitei, simplesmente não podia". Uma pessoa quando tem interesse procura, faz por isso. Não foi o caso dela, por isso caguei. Ainda para mais depois de saber que esse fulano, que é autenticamente um LIXO de pessoa (não estou a dizer por azia, é mesmo o caso), lhe faz um convite para o café e ela aceita...
  11. Eu só soube disso após. Se eu soubesse anteriormente, já tinha cagado nela. Aliás, nem tínhamos passado a noite no bar os 4 juntos. A nossa amiga em comum soube dessa "história" com o gajo nessa mesma noite, elas 2 foram jantar juntas. E a "minha paixoneta" contou-lhe isso. Ela já sabia disso, eu cheguei a falar com ela sobre isso - há um par de meses. Infelizmente não pessoalmente, não foi possível porque me saltou a tampa nessa vez. Afastei-me e tentei seguir a minha vida. A coisa é que após os tais afastamentos que falei aí em cima, ela vinha SEMPRE meter conversa, puxar assunto...e picava ali e aqui. Óbvio, um gajo acaba por cometer o erro e deixar-se levar e lá vem o sentimento ao de cima. Mas deixei de fazer e dizer muitaaa coisa que eu lhe fazia/dizia.
  12. (Não era para desabafar aqui, mas aqui vai...) Às vezes apanhamos com cada desilusão, decepção na vida...e foi o que me aconteceu no Sábado passado. Comecei a lidar com uma rapariga, só nos conhecíamos de vista há uns anos, não sei como ou porquê, mas o que começou por uma MSG aqui e ali acabou em MSG's diárias durante muitoooo tempo. E com o tempo acabei por gostar mesmo dela. Mas faz-me uma confusão do crl, uma pessoa que fala contigo todos os dias, que te dá a entender que tem interesse em ti, que te leva uma lembrança de aniversário a tua casa, que te pica, brinca, que te envia certas fotos "mais próximas" (nada de nudes ou wtv) e que depois rejeita 2 convites teus "oh já tenho coisas combinadas" - na altura deu para perceber que tinha, mas existiram mais 1001 dias para ela me dizer algo do tipo: olha o convite sempre está de pé? no dia X posso, se quiseres (mas não, nunca aconteceu isso). Eu orgulhoso como sou, também nunca mais voltei a convidar para o que quer que seja. Até cheguei a cortar esse contacto diário das MSG, não abruptamente, mas a fazer com que o assunto terminasse. Chegámos a estar 3/4/5 vezes sem falarmos (a não ser pessoalmente) 2 semanas, 1 mês e assim...queria esquecer, queria que o sentimento desaparecesse. Mas e depois? Pimba, lá vinha ela puxar assunto. Neste Sábado calhou cruzarmo-nos no mesmo bar...ela com uma amiga em comum eu com um amigo, ficámos os 4 juntos por lá numa boa. Durante a noite reparei num bacano (que é daqueles que não vale NADA, reles, autêntico lixo, seja como pessoa seja fisicamente) a rondar ela. Até que, eu ao voltar da WC ou balcão a nossa amiga em comum diz-me "vai salvá-la, ele mal te afastas não a larga". Eu na minha inocência, pensei que fosse mais um chato, pus-me ao lado dela e ele bazou logo. Essa mesma minha amiga em comum diz-me a seguir que ele andou a trocar MSG com ela, e que até chegaram a combinar um café. Ela não me deve nada, ela faz as amizades que quiser e com quem quiser, enrola-se com quem bem lhe apetecer - assim como o mesmo vale para mim-, mas esta situação (e mais um ou outro detalhe) fizeram-me ficar super frustrado, desvalorizado, sei lá.... e c/ uma desilusão tremenda em relação a ela. A imagem que eu tinha dela era muito diferente...
  13. Estou apaixonado pelo Vitor Roque, que máquina de jogador... Mais o Ferran, que é o sub11.
×
×
  • Criar Novo...