Ir para conteúdo

DonSk

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    12.840
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    1,530 [ Doar pontos ]

Sobre DonSk

  • Rank
    #13
  • Data de Nascimento Janeiro 13

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino
  • Origem
    Porto

Últimos Visitantes

3.283 visualizações
  1. Ora bem malta... Estou num caldeirão de emoções e a precisar muito de desabafar. Se alguém passou por algo semelhante que me ilumine aí o caminho porque não está fácil. Depois do fim da minha última relação comecei a ter uma posição super defensiva em relacionamentos, quase de forma instintiva. Há 6 anos que não me meto em nada sério, e verdade seja dita, nada mexeu comigo como o que está a acontecer agora. Há uma rapariga, mais nova do que eu 9 anos (mais de 18, calma ). Apesar de não achar a diferença de idades o ponto critico desta situação, até porque temos exemplos próximos e positivos no que respeita a situações deste género, acredito que esteja a ter algum peso em toda a situação que já passarei a descrever. Esta rapariga é sobrinha da minha melhor amiga, que em tempos teve um fraquinho por mim. Nunca se passou nada entre nós, para além da amizade. Ela atualmente namora e está, aparentemente, resolvida com a vida. No último ano passei a estar várias vezes com essa tal rapariga, em viagens, saídas de amigos, etc. Ela dá-se muito com o meu grupo de amigos, daí passarmos algum tempo juntos. Apesar de ser mais nova, temos grande conexão, posso estar horas à conversa com ela que não me farto. Conheço miúdas da mesma idade que ao fim de 5 minutos de conversa já só me fazem querer "dar um tiro na cabeça" de já não as conseguir ouvir. Neste espaço de tempo, isto evoluiu de um ponto de achar a miúda gira até um ponto em que tenho um fraquinho por ela. Ainda assim nunca tinha tentado nada, até há uns dias... Tivemos um aniversário e estivemos basicamente a noite toda à conversa. Toda a gente que lá estava, incluindo a minha melhor amiga, percebeu o clima que havia. Chegou ao ponto de toda a gente sair da mesa do restaurante e ficarmos lá só nós. Acabamos a noite num bar e para além da conversa, que em parte serviu para lhe confidenciar o que sentia, ainda rolaram uns beijos. Aqui a minha melhor amiga reagiu mal (ciúmes?), disse que não curtiu o que se passou, que eu e ela já tínhamos bebido um bocado (não é mentira, mas não ao ponto que ela quis fazer parecer) e que não gostava de ver a sobrinha exposta daquela forma. Mas disse que até estava mais f*dida com ela do que comigo. Não sou o tipo de gajo que vai para a noite e a cada semana dou uns beijos numa gaja random. Para a coisa escalar daquela forma é porque sinto alguma coisa pela rapariga e pela conversa que tivemos sei que também não lhe sou indiferente. No dia seguinte mandei-lhe mensagem a perguntar como estava, ela disse que estava bem, que não se lembrava bem do que se tinha passado, perguntou como eu estava, mas não me respondeu mais. Sinceramente, parece-me foi a escapatória fácil que ela arranjou para "fugir" ao juízos de valor da tia. Escusado será dizer que fiquei na m*rda. Resolvi dar-lhe algum espaço. Com a minha amiga as coisas voltaram ao normal, mas sempre que tento ter uma conversa mais séria com ela sobre isto ela foge ao assunto. Ou seja, normal, normal a coisa não está. Depois disso, durante a última semana, estive num festival onde a miúda também estava, resisti em falar com ela, mas toda a noite ela esteve a olhar para mim. Tanto que até os meus amigos repararam nisso. No dia seguinte acabamos por jantar todos e ela também esteve. Falamos, trocamos imensos olhares, mas nenhum de nós tocou no assunto. Mais tarde saímos para um concerto, eu com os meus amigos e ela com umas amigas dela, e acabei por lhe mandar uma mensagem a perguntar uma cena aleatória sobre o recinto, antes de eu entrar, mais naquela de fazer conversa e perceber a reação. Também não me respondeu. Basicamente a situação é esta. E não sei bem o que fazer a seguir. Por um lado quero falar com a miúda, dizer-lhe o que o que sinto uma vez mais, ao mesmo tempo em que coloco tudo em pratos limpos com a minha amiga. Por outro lado queria que os sentimentos e as ações fluíssem, sem dramas e de forma natural. Aquilo que nesta altura é a minha perceção das coisas é que ela sente alguma coisa por mim, mas de certa forma está condicionada nas ações pela opinião que a minha amiga tem sobre isto tudo. Apesar de terem uma diferença de idades curta, para quem é tio e sobrinho, ela sempre a viu como uma referência. Por um lado gostava de ser capaz de c*gar na situação. Se ela não sabe o que quer move on! Mas não estou a conseguir fazer isso. Há aquela vozinha a dizer que se gosto dela e vir uma pequena percentagem de hipótese de ser correspondido tenho de correr atrás e ser capaz de a conquistar. Desculpem o testamento, até já não passava por este tópico há bastante tempo, mas tinha de deitar isto cá para fora. Tá difícil de manter a concentração no trabalho ou noutra coisa qualquer.
  2. Faria sentido se estivéssemos a pensar fazer algum dinheiro com o Grujic. Mas o Xeka para o lugar do Vitinha não, pf.
  3. O SC tem um 3º GR e até pode querer outro, mas acredito que para ele isso seja uma prioridade. As palavras que teve no sábado foram uma clara pressão na direção para se mexerem e porque sabia que o Marche estava mais que vendido e mais uma vez está a por a direção em check. Na última época recebeu o Wendell de prenda depois de palavras semelhantes. Mas dizem isso com base em que?
  4. Mas pq que crl vão estourar dinheiro num GR com outras posições carenciadas no plantel? É só mestres da gestão e até me parece gozo com o SC.
  5. Parece-me que neste mercado se há coisa que foi notória foi a política de cortes salariais. Marche, Sérgio Oliveira, Esteves, a não renovação do Mbemba. Faltou despachar o Marcano.
  6. Só vejo isso acontecer se o Zaidu for opção para o Brighton, depois de venderem o Cucurella. Mas... Provavelmente nem o vendem e a vender vao buscar um gajo tipo Nuno Tavares.
  7. LOL Nada que já não me tivesse passado pela cabeça.
  8. Estou com dificuldades em acreditar nesses valores. O Milan tem arrastado o negócio do de Ketelaere e não chega aos valores que o Leeds meteu em cima da mesa (40M). Consta que a última proposta foi de 30M+5M em variáveis. iam chegar aqui e dar 26M por um gajo de 30 anos? Ou então querem um jogador para o imediato e é-lhes igual se tem 20 ou 30 anos.
  9. Então está no auge.
  10. Ussumane Djaló, capitão da seleção nacional de sub-17, terá recusado assinar contrato profissional com o Benfica para reforçar o FC Porto, avança esta segunda-feira o jornalista Pedro Sepúlveda. É bom?
  11. Engraçado que a baliza era a única posição do plantel onde tínhamos um gajo tão bom como o titular e onde provavelmente podíamos ter feito dinheiro para evitar a saída do Vitinha, por exemplo. Teria sido uma gestão muito mais inteligente dos ativos, mas pronto, vou acreditar que não havia ninguém a chegar aos 40M pelo Diogo e que era uma oportunidade única para o Vitinha.
  12. O Verón pode muito bem render na esquerda. E do que vi até aos dias de hoje o Pepê tem rendido mais na direita.
  13. Neste caso estás a aproveitar um jovem que desvalorizou imenso no último ano. Pode ser uma grande oportunidade de negócio, mas diria que a probabilidade de dar para o torto é maior do que o que seria em condições normais. Em todo o caso, continuamos, mais uma época, a reagir ao mercado, em vez de agir.
  14. Pedro Pinho a conduzir a negociação... Mas a confirmarem-se esses valores, não são desajustados.
  15. Esse comentário do Sr do Zoológico deve ser uma referência à estadia do Alexandrinho na SAD dfurante os últimos anos...
×
×
  • Criar Novo...