Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
KO PrizeFighter

Pedido de conselhos aos misters cá do burgo

Publicações recomendadas

Pois, já eu não concordo nada que se tenha que tirar curso nenhum...

 

O que aprendes na faculdade, se investires do teu tempo, aprendes de forma auto-didacta!

 

Além do mais, aprender com grandes treinadores é mais útil que aprender com grandes teóricos. Isso e teres um espaço que te permita a ti próprio experimentar, observar e errar.

 

Ya, se calhar tens de ter outro trabalho e se calhar com o tempo tens de fazer cedências na tua vida pessoal e bazar para o estrangeiro, mas como em tudo na vida, se fores bom, podes demorar mais, mas chegas lá.

 

Eu comecei com 14/15 anos e tive logo a possibilidade de entrar para um grande, felizmente. Foi um bocado à toa, mas também é verdade que entrei para o mais baixo contexto possível e logo no 1º dia convenci o coordenador a trabalhar com as equipas de elite pré-competitivas.

 

Nunca fiz ideia de ir para a faculdade. Não acredito nesse percurso e a minha experiência revela milhentas pessoas que de lá vêm, cheias de palavreado bonito e que não conseguiam operacionalizar o processo mais simples nem para salvar a própria vida... Há uma diferença abismal entre o livro, a sala de aulas, etc e o campo.

 

No campo há pessoas e isso muda logo muita coisa...

 

Aos 17 foram-me dadas possibilidades de me profissionalizar aos 18, com excelentes condições, mas foi tudo tão rápido que achei que era o príncipe daquilo tudo e não precisava de trabalhar... Basta ver que ia a torneios na outra ponta do país e vinha pessoal perguntar-me se era eu "o próximo Mourinho" que já tinham ouvido falar... Era tratado tipo miúdo prodígio e isso não me fez muito bem... Quis foi noite e gajas e copos e deixei o 12º para trás e eventualmente desviei-me do futebol e tive de encontrar o caminho da responsabilidade noutro sítio.

 

Felizmente reencontrei-me e as pessoas que antes confiavam em mim, deram-me a oportunidade de recuperar essa confiança. Tive de ir ao estrangeiro para fazer os cursos, porque nunca joguei, mas isso já tu estás a ver que por aqui não vai dar...

 

Neste momento e de há 1 ano e meio para cá, ou assim, depois de recuperar a confiança das pessoas certas, tenho estado sempre em contactos para ir para fora ganhar bom dinheiro a fazer isto. Por uma razão ou outra ainda não aconteceu (intermediário do estrangeiro quis alguém mais velho ou a entidade portuguesa não fechou com a entidade estrangeira, etc...), mas estou confiante que esteja para próximo e algumas dessas possibilidades põe-me a ganhar a um nível que se calhar a maior parte dos trabalhadores "comuns" mesmo com cursos e tudo mais, em qualquer área, não ganham...

 

E não fiz nenhum curso na faculdade... Procurei o meu próprio conhecimento, procurei aprender com os melhores e fiz boa vida social que me permitiu conhecer muitas pessoas relevantes...

 

Portanto não te firmes num caminho. Segue o que achares que tens de seguir. Não há só uma via para chegar lá...

Compartilhar este post


Link para o post

Pois, já eu não concordo nada que se tenha que tirar curso nenhum...

 

O que aprendes na faculdade, se investires do teu tempo, aprendes de forma auto-didacta!

 

Além do mais, aprender com grandes treinadores é mais útil que aprender com grandes teóricos. Isso e teres um espaço que te permita a ti próprio experimentar, observar e errar.

Eu concordo um bocado com isso :mrgreen: O que eu disse foi que no meu caso em específico ajudou-me muito as aulas que eram direcionadas especificamente para o futebol, que eram no campo, que não eram numa sala de aula.

 

Ainda assim a diferença entre treinador e professor ainda é grandinha... ver aquilo que se absorvia de um Castelo ou de um Vilar para o treinador com quem estive no Belenenses por exemplo ainda é grande.

 

Tanto é que nesse sentido a Lusófona até está a apostar em gente ligada ao treino de campo, ao invés do treino " de livro ". Este ano a professora foi a Helena Costa.

Compartilhar este post


Link para o post

Eu concordo um bocado com isso :mrgreen: O que eu disse foi que no meu caso em específico ajudou-me muito as aulas que eram direcionadas especificamente para o futebol, que eram no campo, que não eram numa sala de aula.

 

Ainda assim a diferença entre treinador e professor ainda é grandinha... ver aquilo que se absorvia de um Castelo ou de um Vilar para o treinador com quem estive no Belenenses por exemplo ainda é grande.

 

Tanto é que nesse sentido a Lusófona até está a apostar em gente ligada ao treino de campo, ao invés do treino " de livro ". Este ano a professora foi a Helena Costa.

 

Olha...

 

Não sabia crl!

 

Sim senhora! :prayer:

Compartilhar este post


Link para o post

Tive um percurso um bocado semelhante ao do infinito. Entrei no contexto do treino muito novinho (tinha 16 anos), fui acompanhando treinadores de todos os tipos e presenciei variados estilos de ensino. Do mais espetacular ao mais tradicional e retrógrado. Serviu-me de muito, principalmente para captar as coisas boas de uns e dos outros – em alguns casos nem uma coisa nem outra -, durante esse “estágio” dei nas vistas e acabei por ficar lá no clube onde estava mais dois anos a receber à “comissão” (inventos entre escolas ao fim-de-semana, por exemplo).

 

Inicialmente tive aquelas “ganas” de miúdo, sonhei alto, pensei que era o maior da aldeia e que não precisava de formação especializada para ser alguém nesta área. Foi quando que, com 18 anos, comecei a dar treinos com um treinador formado em Educação Física que me aconselhou quase prontamente a integrar um curso superior na área, disse-me da maneira mais frontal possível que só uma minoria é que conseguia lá chegar sem uma formação superior.

 

Integrei o mesmo curso de alguns que aqui postaram e subscrevo o que o Fábio disse, comes imensa palha mas acaba por ser gratificante e enriquecedor, porque aprendes muito mesmo sobre temáticas que estão interligadas com o treino e que não são, nem de perto nem de longe, abordadas pelos cursos da federação.

 

Se é mesmo isto que queres, vai à luta. Como te disseram, vai ser uma caminhada muito complicada, mas se gostares mesmo de Futebol e se fores um apaixonado pelo jogo, acaba por compensar. Mesmo que não faças vida do Futebol... :)

 

Ainda assim a diferença entre treinador e professor ainda é grandinha... ver aquilo que se absorvia de um Castelo ou de um Vilar para o treinador com quem estive no Belenenses por exemplo ainda é grande.

 

O Vilar era um porreiro, mas já saiu... Agora o corpo docente é constituído pela Helena, Castelo (+ o coninhas) e Rodolfo.

 

Com quem estiveste no Belenenses? Também lá andei... :)

Editado por Trenza

Compartilhar este post


Link para o post

Também sempre pensei que no campo se aprende melhor, mas o facto de haver poucos exemplos de treinadores num bom nível que não tenham estudado ou jogado profissionalmente dá-me um bocado de medo.

Quero tentar explorar o máximo de opções que tiver, faço o meu trabalho no clube onde estou (estou lá há um ano e ganhei a confiança de todos), mas se correr mal por aí e tiver a segurança da formação académica deverá ser mais fácil ter outra oportunidade. Nem todos temos um tio que conhece um amigo de um tipo importante num bom clube, eu sou de uma aldeola de Aveiro, tenho noção que vou ter que trabalhar muito para chegar ao topo.

Compartilhar este post


Link para o post

 

 

O Vilar era um porreiro, mas já saiu... Agora o corpo docente é constituído pela Helena, Castelo (+ o coninhas) e Rodolfo.

 

Com quem estiveste no Belenenses? Também lá andei... :)

 

:mrgreen:

 

André Venâncio...foi o que foi para a China juntamente com o Ricardo Ferreira. Estiveste lá com quem ?

 

Calma, qual Rodolfo ?

Editado por FabioK

Compartilhar este post


Link para o post

Não sei, sei que dá aulas por lá, mas nunca o tive. Provavelmente dá às outras áreas.

 

Tive com o João Amado, mas depois fui para o Scouting (chulice do catano :mrgreen:).

Compartilhar este post


Link para o post

Não é o Rodolfo que já andou lá por fora no Panathinaikos ou é?

 

Há 2 anos tive esse Rodolfo como prof...a meio do ano recebeu uma proposta para ser adjunto do Paraná, por isso é que estava a perguntar :mrgreen:

Compartilhar este post


Link para o post

Deve ser esse.

 

Mais logo posso dizer qualquer coisa sobre a questão da formação superior. Não planeio entrar em grandes discussões com o infinito, mas não concordo com praticamente nada do que ele disse.

Compartilhar este post


Link para o post

Como em tudo, o infinito tem a sua razão mas é preciso fazer tone down. Não existe só um caminho, mas para quem parte do 0 é óbvio que o rumo académico será mais indicado para haver algum sucesso.

 

Quanto a mim, entrei para o ramo já nem sei bem quando. Desde então que tenho lugar de destaque no sofá, sou dos melhores treinadores de bancada do burgo. Confirmado pelo meu pai.

Compartilhar este post


Link para o post

Como em tudo, o infinito tem a sua razão mas é preciso fazer tone down. Não existe só um caminho, mas para quem parte do 0 é óbvio que o rumo académico será mais indicado para haver algum sucesso.

 

Quanto a mim, entrei para o ramo já nem sei bem quando. Desde então que tenho lugar de destaque no sofá, sou dos melhores treinadores de bancada do burgo. Confirmado pelo meu pai.

Exacto. O post do Alex é um "must" para quem pretende saber mais sobre como as coisas realmente se processam neste mundo, mas também consigo concordar com várias coisas que o infinito disse.

 

No meu caso, experiência de campo só como jogador. No entanto, enquanto andei no futebol, conheci muita gente que ainda se move por esse mundo (também graças ao meu pai, que andou vários anos pelo futebol). Dirigentes, treinadores, empresários. Não dou é grande uso a esses contactos, porque há 3 anos que me afastei do futebol federado e porque também não faz parte das minhas ambições vir a ser treinador de futebol de uma equipa sénior. De qualquer modo, e agora para o autor do tópico: em relação a tudo aquilo que já se disse, queria apenas acrescentar (ou reforçar) uma ideia.

 

Essencial, mesmo essencial, só há uma coisa: paixão por aquilo que se faz. Paixão pelo futebol. Isso é o mais importante de tudo. Porque isso é o que te vai motivar dia após dia. É o que te vai motivar a abdicares de algumas coisas na tua vida pessoal para te dedicares ao futebol. É o que te vai motivar a trabalhares épocas e épocas por amor à camisola ou por pouco mais que isso. É o que te vai motivar para saíres de casa em Dezembro/Janeiro e ires treinar às 19/20/21h, a chover torrencialmente, sem teres as melhores condições em termos de coisas como infraestruturas ou o próprio material de treino e, se for preciso, com apenas 15/16 jogadores, que os outros inventaram uma desculpa ou uma lesão para ficarem em casa no quentinho.

 

O mundo do futebol que não se conhece e por onde a maioria das pessoas começam, é talvez o mundo que mais trabalho dá e, simultaneamente, o mundo que menos recompensas dá.

Compartilhar este post


Link para o post

A discussão formação académica vs. trabalho de campo nunca vai acabar. Ambas têm os seus prós e os seus contras.

 

No entanto uma não impede a outra, pode-se perfeitamente ter formação académica e nem por isso deixar de se ser um auto-didata, não temos que comer tudo o que nos dão numa aula, mas acho que sem formação vamos errar mais vezes antes de acabarmos por aprender, mas se juntarmos os dois caminhos pode demorar mais tempo, mas acabamos por errar menos e aprender melhor.

Compartilhar este post


Link para o post
Só discordo num ponto, em todo o lado toda a gente acha que sabe de tudo. Já tive uma discussão duríssima com um tio da minha namorada porque ele insistia que "as hemorróidas se apanham quando te sentas numa cadeira quente em que a pessoa anterior tinha, mas só se a cadeira ainda estiver quente". É um mal generalizado.

Desculpem lá vir intrometer-me num tópico de qualidade, mas isto é bom demais. :lol:

Compartilhar este post


Link para o post

Junta-te à conversa!

Podes publicar um comentário agora e registar-te depois. Se tiveres uma conta, autentica-te agora para publicares o teu comentário de forma autenticada.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   O conteúdo anteriormente introduzido foi recuperado..   Limpar

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Entre para seguir isso  

×
×
  • Criar Novo...