Ir para conteúdo

cadete

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    16.755
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    2,110 [ Doar pontos ]

2 Seguidores

Sobre cadete

  • Data de Nascimento 21-02-1984

Métodos de contacto

  • Website URL
    http://

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

4.955 visualizações
  1. Foi bonito contra o Fortaleza, mas gostei mais no La Bombonera, hehe. A crise na Venezuela não ajuda, nem a paixão pelo Baseball. Muito mérito e surpresa pela vitória contra o Timão. Objetivo cumprido na Venezuela, temos agora 9 países ainda para ser campeão. Obrigado.
  2. Pouco a acrescentar. Tirando as viagens a Liverpool, simplesmente perfeito.
  3. Inesperado mesmo. E sem sofrer golos, mostrando solidez defensiva.Acabamos por merecer esta conquista, mas nem reparei se sa]i como lenda. Mundial n#ao est]a nos meus objetivos. Obrigado.
  4. Parabéns pelos 10 anos de clube. Bons reforços e Liverpool é o calcanhar de Aquiles. Vê mas é se começas a ganhar mais vezes ao Tottenham
  5. Até eu estou surpreendido. Jogo num 4-3-3, com médio defensivo, 2 médio centro, 2 extremos e ponta de lança. Muita intensidade e jogo pelo meio. Obrigado.
  6. Libertadores O sonho continua e o Fortaleza era o próximo adversário. Fomos ao Arena Castelão com a lição bem estudada e com o meu conhecimento sobre as equipas brasileiras bem apurado. Normalmente, um estádio difícil, mas continuamos a causar surpresa. Castillo silenciou os adeptos locais aos 16mn e o autogolo de Britez causou ainda mais apreensão. No segundo tempo, o Fortaleza não conseguiu nos quebrar e quando muitos adeptos já abandonavam o estádio, Guarirapa aumentou para 3-0. Resultado inesperado e fantástico no Arena Castelão e em casa, perante apenas 4 mil espectadores, voltamos a derrotar o Fortaleza, com mais um jogo bem conseguido da nossa parte. O tento solitário de Ronaldo Peña foi suficiente para confirmar a vitória na eliminatória e a passagem às meias-finais da prova. Boca Juniores, equipa com um historial enorme e um dos maiores clubes do mundo. O nosso adversário e uma equipa que sempre gostei de acompanhar, nem que seja pelo equipamento ser azul e amarelo, como o meu querido Brasil. Fomos para cima deles, ao contrário do que muita gente esperava e equilibramos a partida. Fizemos mais faltas mas a grande surpresa, foi o golo de Jeriel De Santis, que nos deu uma vitória impensável, em pleno La Bombonera. Que bela experiência que foi jogar ali e cumprir um sonho meu. Na segunda mão, e com um pouco mais de adeptos nas bancadas, fomos um pouco encostados às cordas, com a pressão colocado pelo Boca. Foi um jogo de nervos, mas fomos calmos nos momentos decisivos, conseguindo manter o placar a zero. Uma vez mais, muitas faltas e imensos amarelos, mas a verdade é que não me importei pois conseguimos o apuramento para a final. Pois é, pela primeira vez na história do futebol Venezuelano e da América do Sul, vamos ter uma equipa Venezuelana na final da Copa Libertadores. Até recebi uma mensagem pessoal do Maduro, antes de partirmos para o Ecuador. A final seria disputada no Monumental Banco Pichincha, em Guaiaquil. Estávamos nervosos, mas não tínhamos nada a perder. Finais são para se ganhar e passei a mensagem do quanto estava orgulhoso dos meus jogadores por terem atingido o jogo decisivo. Mesmo com apenas pouco mais de 2 mil adeptos nossos e mais de 44 mil do Corinthians, não trememos. Tentamos jogar cara-a-cara com o Timão, que acabou por ser melhor que nós, em vários aspectos. Mas no mais importante, os golos, fomos nós os melhores. Jeriel De Santis entrou para a história do clube e do país, com o golo que marcou aos 16mn, pois foi o único da partida. Já se fala em erguer uma estátua para ser colocada em Caracas. Após o apito final, não queria acreditar no que os meus olhos viam. Caracas 1-0 Corinthians. Acábavamos de vencer a Copa Libertadores. Toda a Venezuela ficou em choque, mesmo os nossos adversários e rivais. Festa rija no Ecuador e um mar de gente nas ruas, à nossa espera em Caracas. Foi a primeira vez que vi o estádio cheio, pois não era necessário pagar bilhete para entrar. Somos a primeira equipa Venezuelana a vencer a Copa Libertadores, sucedendo ao Palmeiras. Simplesmente, UAU. Fomos a grande surpresa da competição, e a Olé só confirmou o que já todos sabiam. O Fluminense foi a maior decepção da prova, enquanto o melhor jogo acabou por ser o Peñarol contra o Club Libertad, que acabou com um empate a uma bola. Destaques individuais para Yorleys Menax, melhor marcador, Damian Díaz com mais assistências e Calegari que teve a melhor classificação média. Notícias Depois de vencer a Libertadores e com o objetivo de vencer a Liga, alcançado, era tempo de me despedir do Caracas FC e partir para uma nova aventura. Adorei o tempo que passei na Venezuela, após vencer a Liga logo na primeira época e surpreender o mundo do futebol com a vitória na Copa Libertadores, algo que não esperava conseguir já. Agora, é estudar bem o mercado e agarrar um novo projeto, num país diferente, na América do Sul.
  7. Curioso por ver essas táticas em acção. Gosto da 3ª.
  8. Parabéns pela EFL Cup e pela campanha positiva na Champions. Derrota suspresa contra o Forest na FA Cup e Janeiro terrível que acabou por quebrar o ritmo da equipa e o "falhanço" em terminar no top 4. Treinar o Haaland será excelente, "penso eu de que"...
  9. Plantel de fazer inveja a muitos e pré-época longa mas positiva. Grande jogo contra o Chelsea e estou a ver que toda a gente gosta de derrotar o Arsenal.
  10. Isso não se faz a um amigo. Campanha imaculada a surpreender na Champions. Na Liga, não fosse a campanha do Liverpool, e estarias na luta pelo 1º lugar. Mas não vamos desistir.
  11. Equipa mais forte e boa pré-época. Vamos lá viajar meio mundo, de vez em quando, para treinar a Nova Zelândia e vencer o troféu continental.
  12. Vamos com tudo para esta época. Bom mercado, excelente pré-época e grupo engraçado na Champions. Taça da Liga é para limpar esse grupo.
  13. Uma contratação foi suficiente e mais uma excelente campanha para mais um título. Na Champions cais de pé perante um Man Utd muito forte mesmo, após eliminares grandes adversários.
  14. Época mais adequada à realidade do clube e infelizmente, os bons resultados só surgiram no final.
×
×
  • Criar Novo...