Ir para conteúdo

Ego Sum

Membro da Comunidade
  • Total de itens

    7.119
  • Registo em

  • Última visita

  • Pontos

    1,119 [ Doar pontos ]

Sobre Ego Sum

  • Data de Nascimento 19-03-1991

Informação de perfil

  • Sexo
    Masculino

Últimos Visitantes

5.718 visualizações
  1. Nem cheguei a simular o IRS em conjunto, pensava que precisava mesmo estar na mesma morada fiscal há 2 anos. Neste momento para as finanças sou pai solteiro.
  2. Percebo quem não queira empatar dinheiro em PPR para poder usar para por exemplo investir em imóveis e depois receber uma renda passiva. Tirando isso não vejo grandes argumentos contra. Mesmo que faça comichão poupar para a velhice e poder não chegar lá, só na parte do benefício fiscal dá para ir buscar por ano 400€ de 2000€, ou seja, 20% de retorno. É literalmente dinheiro que de outra maneira pagavam ao Estado. Não estou a par de nenhum investimento que dê 20% de retorno anualmente de forma certa + ~5% a longo prazo de forma mais incerta. PS: atenção que estou sempre a falar do ponto de vista de investimento, ou seja, é dinheiro de sobra que não faz falta para viver o dia-a-dia.
  3. Sim, ele tinha 99. Ela está na flor da idade com 94.
  4. Se é um complemento para a reforma é normal que só se possa usufruir depois dos 60 Obviamente que há excepções em que se pode levantar o PPR antes disso sem penalizações como doença grave, incapacidade para trabalhar ou desemprego de longa duração. Tb há a questão de poder abater no crédito habitação a partir de determinado momento (não me lembro se é a partir de X anos). Além do acima, que são as condições normais dos PPR, para quem estiver numa situação precária devido à atual conjuntura o Orçamento de Estado de 2021 tb prevê levantar sem penalizações (ver condições aqui).
  5. Tb te esqueceste de referir o que são fogos xD
  6. Basta meter num Fundo PPR qualquer do próprio banco para ter um retorno desses. Eu não sou de aventuras e foi o que fiz. Faço deduções mensais automáticas para um PPR, basicamente o suficiente para deduzir 400€ de 2000€ no IRS por ano.
  7. Olhando de um ponto de vista estático, sim, pq 0.5% é menor do que ~1% de juro. Se olhares para o que podes fazer com o dinheiro, não. Se tiver 20.000 € parados, pq hei-de usar para amortizar o crédito e poupar 1% de juros mensal em vez de aplicar esse mesmo dinheiro e meter num fundo qualquer e receber 5%?
  8. Os créditos tipicamente têm uma taxa quando pagas adiantado. Por exemplo se me saísse o Euromilhões e quisesse pagar a casa a pronto no dia seguinte teria de pagar 0.5% de taxa ao banco. Presumo que o mesmo se aplique aos outros tipos de crédito (sendo que a taxa há-de ser proporcional aos juros aplicados, portanto mais altos do que de um crédito habitação).
  9. Facilmente um ordenado mínimo mensal. Assim por alto: creche são logo uns 300-400€ (preços Porto). Parece que os metes a estudar numa universidade privada... alimentação roupa (por muita emprestada que tenhas é preciso sempre alguma coisa) fraldas farmácia (cremes, compressas, toalhitas, etc) coisas essenciais como carrinho, ovo, cadeira da papa, berço, etc
  10. Definitivamente. O nosso plano até seria ir aos 3. A experiência até agora foi relativamente tranquila. A bebé é fácil, dá noites tranquilas, não teve crises de cólicas, anda sempre sorridente, a introdução à alimentação e à creche foram fáceis, etc. Acho que vai ser a experiência com o 2º que vai ditar se vamos ao 3º. Se for um pesadelo talvez pense duas vezes
  11. No ano passado submeti 2 de Abril, só recebi 27 de Maio
  12. Ontem fui dar um passeio higiénico na zona de minha casa, quase não se viam carros estacionados. Ao passar pelas casas pela azáfama tb se percebia que famílias se tinham juntado. Pá sinceramente do alto da ciência do olhómetro vejo probabilidade para dar m*rda nas próximas semanas.
  13. Não stresses, isso fluirá naturalmente. Tenho uma miúda na família com 2 anos com pai português, mãe italiana e que vive na Suiça. Na escola fala alemão, em casa fala português e italiano com os pais respetivamente. Claro depois acaba por ter de ser meio avec, ele fala português mas mete uma ou outra palavra alemã pelo meio. Pelo que li o recomendado é quando estão os 3 falarem a língua comum (que no teu caso presumo ser o inglês), e quando estão os país a sós com a criança falarem a língua materna respetivamente. No início pode ter uma curva de aprendizagem maior pq é muita coisa para processar, mas a longo prazo há imensos benefícios para bilingues (que no teu caso até será triligue). Imagina na facilidade que essa criança terá em todas as línguas europeias
×
×
  • Criar Novo...